Desempenho da base de Déda

0

Na segunda-feira, 06, este espaço publicou uma tabela mostrando o fortalecimento dos partidos do grupo comandado pelo governador Marcelo Déda, elegendo cerca de 50 prefeitos, dezenas de vice-prefeitos e centenas de vereadores. Esse grupo tem os partidos PT, PSB, PMDB, PDT, PCdoB, PRB e outros menores. Sem falar dos partidos “neo-aliados” o PSC e o PR.


Se forem analisados todos os votos recebidos pela base de sustentação do governo Marcelo Déda o desempenho também é referendado. Analisando todos os votos recebidos para prefeito – vitoriosos ou não – pode-se constatar uma ampla maioria para estes partidos. Para se ter uma idéia – com exceção de Aracaju – em todos os outros municípios o PSB, obteve 158. 222 votos, ficando em primeiro lugar dos votos recebidos. Logo após vem o PDT com 133.057 votos, seguido do PMDB, com 105.239 votos. O PT obteve 68.791 votos em todos os prefeitos candidatos. E ainda tem os neo-aliados: PSC, com 83.197 votos e o PR, com 40.681 votos. Foram quase 600 mil votos dados a estes partidos. Ainda tem os 140 mil votos de Aracaju que podem ser contabilizados para todos os partidos já que foi um dos poucos palanques onde toda a base aliada esteve unida, com exceção do PMDB.


Esses números recebidos por cada prefeito dos partidos nos 74 municípios dá uma densidade eleitoral maior do que o simples número de prefeitos eleitos. O PSB, comandado pelo senador Valadares e o PDT, comandado pelo deputado Ulices Andrade, se consolidam como os partidos mais fortes do bloco governamental.

 

Outro dado interessante é o número de vice-prefeitos eleitos pela base aliada: o PSB elegeu 17 vice-prefeitos; o PT, 12 vice-prefeitos; o PMDB e o PDT, 6 vices, cada um; o PRB, três vice-prefeitos e o PCdoB um. Sem contar com os vices do PSC e do PR, que somados são 4.  Sem contar o PSDB e o PPS que estão ingressando no bloco de neo-aliados respectivamente com 7 e 5 vice-prefeitos.

 

Os dados comprovam o bom desempenho dos partidos da base governamental e mostra se ficarem juntos em 2010, esses partidos podem eleger tranquilamente, não só as maiores bancadas para a Assembléia e a Câmara dos Deputados, mas também eleger os dois senadores. Basta bom senso e unidade. Se racharem podem perder a disputa para os candidatos da oposição. É preciso lembrar: João Alves está bem vivo e ainda é um referencial político em Sergipe, principalmente no interior.

 

Número de vereadores eleitos em Sergipe

O blog está finalizando o levantamento do número de vereadores eleitos por partido em Sergipe. Ao todo são 691. Um dado interessante: um partido, que já foi grande no passado recente, hoje se iguala ao nanico PTdoB. Detalhes amanhã.

 

Hulk, Robin e Fabinho

Os candidatos a vereador derrotados em Aracaju, Hulk, Robin e Fabinho viajam hoje, 10, para São Paulo a convite da TV Record. Vão participar de um quadro no programa Show do Tom, neste domingo.

 

De olho na Fundação Renascer

O blog vem recebendo diversas informações sobre a área social do Estado e a Fundação Renascer. Um alerta: quem for amigo de verdade, não vai pedir a omissão neste momento.  O discurso da diretoria da Fundação Renascer é que o orçamento da instituição não é suficiente para a demanda da Fundação. Esse argumento vai de encontro ao que está publicado no Diário Oficial do Estado que circulou no dia 23/09/2008, no qual consta o estrato de contrato nº 20 da Fundação Renascer, tendo como objeto a contratação de espaço para evento (dois dias), no valor de cerca de R$ 46.200,00. Esse valor foi pago ao Hotel Parque dos Coqueiros em um evento que tratava de medida socioeducativa em meio aberto. Ficam as perguntas:  O assunto é importante?  Precisava ser neste local? Precisava pagar almoço para todos os participantes? Só para lembrar: a legislação obriga que os municípios assumam tal responsabilidade, inclusive determinando a transferência dos recursos financeiros destinados a estas medidas.

 

Nova Escola de Ensino Médio

No próximo dia 14, às 19hs, no auditório da Sociedade Semear, na rua Vila Cristina, em Aracaju, será realizada uma palestra e o lançamento do livro “A Juventude Brasileira Ganha Nova Escola de Ensino Médio – Pernambuco, Cria, Experimenta e Aprova , do escritor Marcos Magalhães  presidente do Instituto Co-Responsabilidade pela Educação – ICE. A promoção é das Secretarias de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e da Tecnologia e da Secretaria de Estado da Educação.

 

Exemplo de sucesso em Pernambuco

A obra apresenta o estudo do caso bem sucedido no Estado de Pernambuco, que comprova que é possível resgatar a qualidade do ensino público brasileiro através do comprometimento e do trabalho conjunto da iniciativa privada e do poder público. Esta é uma prova concreta que a diferença está em fazer para influir.

 

Sorteio de ingressos dos jogos do Confiança

Chama a atenção o número grande de ingressos sorteados por programas de rádio para os jogos do Confiança na série C. Nada demais se esses ingressos fossem comprados, mas não, são doados pela diretoria do clube. Deviam colocar em prática a idéia dos radialistas Fernandes Dorea e Douglas Magalhães, de cada programa, conseguir um patrocinador que compre esses ingressos. Isso sim é incentivo para o futebol sergipano. Receber ingressos através de doação não vale, está apenas prejudicando o clube. Que tal a diretoria do Confiança acabar com essa mordomia, para não dizer mamata?

 

Taxa de reeleição em 2008 é a mais elevada da história

Deu na FSP, de hoje, 10: Dois terços dos prefeitos que eram candidatos à reeleição tiveram sucesso no primeiro turno dos pleitos municipais do país. A taxa de recondução de 67% deste ano foi superior aos índices de 2000 e 2004, que ficaram na faixa de 58%. A emenda da reeleição é de 1997.Dos 3.357 candidatos a um novo mandato, 2.245 prefeitos permanecerão no cargo, segundo dados coletados pela CMN (Confederação Nacional de Municípios). O levantamento foi realizado a partir da análise das eleições de 5.558 cidades onde houve definição dos vencedores já no primeiro turno. As maiores taxas foram verificadas em Ceará (75%), Paraíba (74,3%) e Acre (73,3%). As menores, em Mato Grosso (49,4%) e Amazonas (51,6%).

 

Índices de recondução de 72,4% e de 68,6%

Em São Paulo e Minas Gerais, que possuem o maior número de municípios, os índices de recondução foram de 72,4% e de 68,6%, respectivamente. Dos 392 prefeitos de cidades paulistas candidatos à reeleição, 284 venceram a disputa. Do total de prefeitos do país, 60% concorreu à reeleição no último domingo. Como dois terços destes candidatos foram bem sucedidos, 40% das cidades brasileiras não terão alteração no Executivo em 2009. O partido que mais reelegeu prefeitos foi o PMDB, que obteve um índice de sucesso de 23,4%. No segundo posto do ranking da recondução está o PSDB, com um percentual de 14,39%. Na seqüência estão PP (9,62%), PT (9,27%), PTB (8,46%) e DEM (8,33%).

 

Encontro de Corais da Petrobras

A Petrobras promove  de hoje, 10, até o dia 12 de outubro, o Encontro de Corais da Petrobras da Regional Nordeste/Sul, integrado por trabalhadores da Companhia. Serão 11 corais com mais de 400 vozes que farão apresentações no Teatro Tobias Barreto, sábado, 11/10, às 20h, e domingo na Praça de Eventos da Orla de Atalaia, às 19h.Levar ao público a música como elemento de socialização e de estímulo à sensibilidade. Essa a tônica deste Encontro, formados por empregados, aposentados, familiares e integrantes das comunidades das diversas unidades da companhia em todo o país. Totalizando mais de 400 vozes, os Corais demonstram o compromisso da Petrobras em atuar como empresa cidadã, consciente e participativa na preservação e desenvolvimento da arte e da cultura.O Encontro de Corais trará à cidade dois momentos raros. Na abertura, 11 de novembro, haverá um concerto de gala no Teatro Tobias Barreto com a presença de todos os coralistas e da Orquestra Sinfônica de Itabaiana. No domingo, 12,  todos sobem ao palco montado na Praça de Eventos da Orla da Atalaia . No programa constará músicas que vão desde clássicos como “Aleluia de Handel”, até obras populares nacionais como “Aquarela do Brasil” e variações de temas brasileiros.

 

Aniversário de 200 anos do BB em meio a greve

Hoje, 10, o Sindicato dos Bancários de Sergipe realiza manifestação em comemoração ao aniversário de 200 anos do Banco do Brasil, que fundado em 12 de outubro de 1808. Um grande bolo está sendo feito em homenagem ao banco e será cortado na Praça General Valadão. Logo após, está prevista uma passeata pelo Centro de Aracaju para fortalecer ainda mais a campanha salarial e buscar o apoio da população. “Nós, funcionários do BB e dos demais bancos, vamos fazer uma festa alegre e irreverente para comemorar o aniversário do nosso mais antigo banco. Lamentavelmente, a comemoração dos 200 anos do Banco do Brasil será em meio a protestos pelo momento atual que os funcionários estão vivendo. A categoria quer mostrar à população que não está fazendo greve porque gosta, mas porque não teve outra alternativa diante da intransigência dos banqueiros. Os bancos são o setor que mais lucram na economia brasileira, mas não querem pagar um salário digno aos bancários.Somente no ano passado, o faturamento do setor financeiro somou R$ 57 bilhões. A tendência este ano é de mais crescimento. No primeiro semestre de 2008, os três maiores bancos: Bradesco, Banco do Brasil e Itaú, lucraram, juntos, mais de R$ 12 bilhões.

 

Assembléia geral às 17h30

Apesar dos altos lucros, os banqueiros não cedem nas negociações e não deram nenhum sinal até agora. A Fenaban ofereceu apenas 7,5% de reajuste, quando a categoria está reivindicando 13,23%, um valor aquém do que eles podem pagar. Os bancários cobram ainda o fim das metas abusivas e do assédio moral, responsáveis pelo adoecimento de muitos bancários. Após a manifestação, que visa chamar a atenção da sociedade para a intransigência dos banqueiros, acontece mais uma assembléia na sede do Sindicato, às 17h30, para avaliar o terceiro dia de greve no estado de Sergipe.       

 

SAE terá novo endereço

A partir da próxima segunda-feira, dia 13, o Serviço de Atendimento Estudantil – SAE – terá novo endereço. Os estudantes que utilizam os serviços oferecidos pelo local (resgate de 1ª via do cartão escolar e informações sobre o mesmo) deverão se dirigir até a sede do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Município de Aracaju – SETRANSP -, localizado na Rua F, s/nº, D.I.A, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A iniciativa do SETRANSP de trazer o S.A.E para o 1º piso da sua sede, visa a comodidade dos usuários do cartão Mais Aracaju Escolar, já que todos os serviços relacionados ao cartão estarão disponíveis em um só lugar. “Estamos pensando no bem-estar e no conforto de nossos clientes. Com esse novo endereço, além de resgatar a 1ª via do cartão, o estudante poderá efetuar a compra de créditos eletrônicos e fazer o recadastramento do cartão. Tudo isso no mesmo local”, argumenta Andréa Aragão, coordenadora de Planejamento do SETRANSP. Os nomes das instituições e dos alunos que estão com seus cartões produzidos podem ser conferidos no site www.maisaracaju.com.br ou pelo telefone (79) 3045-2550. No caso dos estudantes da Universidade Tiradentes e Universidade Federal de Sergipe, os cartões estão disponíveis nos Postos de Vendas localizados nos Campi.

 

DO LEITOR

 

Celeridade governo: Agentes de segurança

Do leitor: “Venho por meio desta coluna pedir celeridade ao secretário de governo Dr. Clóvis Barbosa que envie com urgência pra assembléia legislativa o projeto que convoca mais 40 agentes de segurança de medida socio-educativa da Fundação Renascer pois a secretária Ana Lúcia enviou o ofício 939 em maio de 2008 pedindo nossa convocação, nós já estamos em outubro e este projeto tá parado na secretaria de governo mesmo depois de ir pra Sead pra ser feito o estudo de impacto, agora que já passou a eleição está na hora do governo acelerar isso, pois teremos que levar exames, fazer treinamento e isto demanda tempo e em dezembro o concurso perde a validade”.

 

Vagas nas arquibancadas no Batistão

E-mail recebido: “Já que você tocou no assunto futebol e já que você foi ao Batistão ver o jogo Confiança X Brasil de Pelotas, gostaria de apresentar, através de sua  coluna, uma sugestão à Polícia Militar, que desenvolve um belo trabalho nos  dias de jogos. É sobre o espaço destinado às torcidas visitantes: quando os times  visitantes eram de estados vizinhos, como Bahia e Alagoas, e como nas fases  anteriores a torcida local era menor, era compreensível que se isolasse uma  área nas arquibancadas que fosse suficiente para dar segurança aos torcedores visitantes. Mas na atual fase tanto a torcida local cresceu, quanto as torcidas visitantes dificilmente virão até aqui. Por isso a minha sugestão é que a parte isolada para as torcidas de fora de Sergipe não fosse tão grande, o que deixou a torcida do Confiança espremida e uma área imensa com uma quantidade muito pequena de torcedores supostamente do Brasil de Pelotas”.

 

Vitórias na região Sul

Do leitor José Aparecido: “O que parecia incrível aconteceu, após o lançamento da candidatura de Adelmo, rapaz simples, “borracheiro”, que apenas era candidato a Vereador pela primeira vez, faltando menos de um mês para o pleito, tendo como adversário o grupo comandado por Pedro Balbino, considerado grande articulador e que ainda tinha a maquina municipal a seu favor, Essa vitória parecia impossível para os que acompanhava de longe. tivemos uma campanha  marcada pela vontade popular que se manifestava de todas as formas na expectativa da mudança, fator determinante para vencer a força do dinheiro, da truculência e de outras mazelas, foi uma campanha sem recursos, sem muito planejamento pelo curto espaço de tempo. Faltou mais apoio do Governo, não sei se pela falta de crença na vitória ou pela influência de Amorim, porém tivemos na Deputada Conceição Vieira uma companheira grandiosa, acreditando desde o início neste projeto, trouxe para o nosso palanque Zé Eduardo, Humberto Oliveira do MDA, fato que nos fortaleceu e nos levou a essa grande vitória, também foi muito bom a eleição de padre Raimundo em Cristinápolis, e Anderson em Umbaúba, podendo ser formado um bom consórcio para o desenvolvimento destes municípios. O povo da região Sul esta de parabéns pelas escolhas realizadas, não permitindo que o atraso avançasse”.

 

A hora da verdade em Itabaiana I

E-mail de Marcélio Couto – Profissional de Marketing: “Caríssimo Cláudio Nunes, li em sua coluna no dia 09/10, um comentário do leitor Lucivaldo Andrade sobre as eleições em Itabaiana e, se me concede um espaço, gostaria de esclarecer alguns fatos para que todos registrem e não digam que ninguém informou. Antecipadamente garanto-vos que passei todo o período eleitoral lá, pois cedi meus trabalhos de marketing eleitoral à prefeita Maria Mendonça. Sendo assim, quando o leitor diz sobre a liderança do prefeito eleito de Itabaiana, com certeza, em momento algum questionarei. O prefeito eleito é incontestavelmente um ‘populista’ nato, sabe como poucos lidar com o povo e principalmente seduzi-lo. Mas, quando o leitor diz que Maria quis ganhar à base da impressão, consuma-se o problema causado pelos populistas: cegam-se os olhos e bloqueia a mente. Eu estive lá, eu vi, vivi e presenciei tudo e apesar de ser contratado pela atual prefeita, preservei o espírito da imparcialidade, pelo menos no tocante à análise. Barulho de carros de som, ambos tinham, a diferença era a violência com a qual os aliados do prefeito a utilizavam. A exemplo, chegaram a expor uma gravação da voz da prefeita numa montagem que denegria sua imagem e em carros de som sem identificação, para não configurar o que é: crime eleitoral e desrespeito”.

 

A hora da verdade em Itabaiana II

Continua Marcélio: “Quanto às bandeiras, ambos usaram muito, porém Maria foi a primeira a distribuir bandeiras nas casas de seus eleitores, copiada depois pelo seu adversário. Quando as bandeiras ganharam as ruas, seus adversários usaram da seguinte estratégia: trocaram a cor das bandeiras, deixando a logomarca do 15, mas em vez da cor laranja (usual nesta campanha), colocaram-nas vermelha, e, esta, é uma das cores do partido de Maria Mendonça (PSB – vermelho e amarelo). Isso foi uma tentativa de confundir os eleitores. Assim, quem queria ganhar pela impressão? Outra coisa: o prefeito eleito com campanha mais modesta? Faz-me rir. Parecia campanha com valores da capital (põe capital nisso). Campanha rica, gostaria até de saber de onde veio tanto dinheiro. E em falando em gente acompanhando as caminhadas, o leitor deve ter ido só na do seu candidato, pois fui às duas, praticamente todos os dias e pude perceber que ambos tinham muita gente e ainda provo que na maioria das vezes Maria levou o maior número de pessoas às ruas. Quanto ao que o leitor disse sobre a compra de votos, caro itabaianense, “abrolhos”, os aliados do prefeito eleito realmente criaram um exército, melhor dizendo, uma milícia (do terror). Usurparam o direito de ir e vir. Eu sofri na pele as ameaças e intimidações, só porque meu carro tem placa de outro estado e apoiava Maria. Ninguém conseguia ir a lugar algum sem ser perseguido pelas ruas. A todo instante alguém nos abordava, de carro ou de moto, fazendo de Itabaiana um verdadeiro “Iraque” do terror. As pessoas temiam sair das suas casas. Então, que todos saibam agora o nível de terror que invadiu Itabaiana”.

 

A hora da verdade em Itabaiana III

Conclui Marcélio: “Atrás dos carros dos aliados do prefeito eleito havia um código, era a logomarca de uma cervejaria. Se tivesse a tal logomarca, o “exército” deixava seguir em frente, caso contrário era bloqueado e intimidado. Mas, diga-me, você leitor, o que esses carros iam fazer nas comunidades e por que somente eles tinham a permissão do tal “exército”? Quem tiver mente fértil que deduza. Na sexta-feira antecessora ao pleito eleitoral, muitas pessoas, mas muitas mesmo receberam ligações anônimas para não saírem de suas casas ou correriam risco de morte. Conversei com pessoas de ambos os lados e as ligações eram apenas para o povo de Maria. Será por quê? Ponha a mente fértil para trabalhar e encontrará a resposta. Assim, digo-vos de coração, algumas vezes ouvi dos aliados do prefeito eleito que o mesmo tinha mais o perfil de Itabaiana. Perfil? Que perfil eles estavam querendo dizer? Será uma menção a má-fama da cidade? Cheguei a ouvir em um carro de som de um aliado do prefeito eleito a seguinte música: “…você não vale nada, mas eu gosto de você…”. Será esse o perfil? Enfim, não há mais como voltar atrás, não adianta chorar o leite derramado, Itabaiana tem um novo (antigo) prefeito. Agora é esperar e ver o que acontecerá, mas guardem este relato, para não dizer que nunca foram alertados. E, se me perdoem a “parcialidade”, os itabaianenses não sabem o que perderam. Maria é igual diz a passagem Bíblica: “pérola aos porcos”. Sejam felizes, itabaianenses (se puderem)”.

 

Palavra de Déda em Itabaiana

E-mail recebido: “Cláudio Nunes, você comentou neste blog que Luciano Bispo, por intermédio de aliados, entre eles Benedito Figueiredo, estaria tentando uma aproximação com Deda, e concluiu com a seguinte pergunta: será? Eu respondo. Acredito que sim. Contudo, não em função de Luciano Bispo ou Maria Mendonça, penso que seria interessante que isso não se concretizasse em razão da credibilidade dos homens públicos. No último comício realizado em Itabaiana, Deda disse que “enquanto ele, ao lado de Maria, enfrentava o ex-governador, Luciano apostava que ele perderia com mais de 100.000 votos. Eu sou um homem de palavra. Eu tenho lado”. Foi muito bom ouvir essa frase, pois tenho 49 anos de idade e aprendi desde pequeno que o maior bem que um homem podia cultivar era a palavra empenhada. Como na política, para alguns, vale tudo e um pouco mais, ouvíamos aqui em Itabaiana, que o partido do atual Governador comandava uma quadrilha em Brasília, e que o risco seria muito grande se o PT vencesse a eleição para Governador do Estado de Sergipe. Pois é, o PT venceu e está demonstrando que aqui em Sergipe não há espaço para bandidos que têm certo apreço por recursos públicos.  Espero que o governador, quando assim se pronunciou o tenha feito do fundo da alma e não para agradar ou iludir os eleitores que ali estavam atentos ao discurso, pois o nosso país está precisando muito de homens e mulheres de palavra”.

 

Indefinição política: ainda Itabaiana I

De um outro leitor: “Duas razões podem ser apontadas pela derrota de Maria Mendonça. A primeira diz respeito ao seu isolamento na forma de administrar. Pensar que poderia vencer a eleição acreditando puramente nas realizações que poderia implementar no município foi um erro primário. É sabido de todos que, embora os itabaianenses sejam reconhecidos pela inteligência e pela disposição para trabalhar, a consciência política é mínima ou inexistente. Prova dessa afirmação são as passeatas gigantescas que as lideranças políticas locais promovem, a exemplo da noite do fogaréu (promovida por Luciano Bispo) e a noite do girassol (promovida por Maria Mendonça) ou mesmo as caminhadas realizadas aos domingos. Os finais de semana que antes eram destinados as reuniões familiares, transformaram-se em atos apoteóticos de demonstração de fidelidade ilimitada aos seus líderes.  O líder não pode se afastar do liderado, sob pena dele servir a outro líder. Maria Mendonça, na eleição para governo estadual no ano de 2002 resolveu apoiar José Eduardo Dutra que veio a perder a eleição. Na eleição municipal de 2004, com o apoio da família Amorim, ela se candidatou e ganhou a eleição concorrendo com o candidato apoiado por Luciano Bispo e pelo ex-governador João Alves Filho. No ano de 2006, novamente na eleição para o governo estadual, fez a opção por Marcelo Deda e viu o seu candidato sair vitorioso. A segunda razão está diretamente ligada à falta de habilidade para decidir a quem deveria agradar ou contrariar ao escolher o partido ao qual se filiaria quando deixou o PSDB”.

 

Indefinição política: ainda Itabaiana II

Continua o leitor: “O grupo dos “Amorins” desejava que Maria se filiasse  ao PSC com a expectativa de fortalecimento do respectivo grupo; por sua vez o Governador eleito, Marcelo Deda, desejava que a Prefeita se filiasse a um dos partidos da base que apoiava o governo. Diante do dilema, Maria não se filiou ao PSC agradando ao Governador, mas deixou os Amorins contrariados. É nítido que os Amorins são hoje uma força política considerável, como também deve ser considerado que a relação entre este grupo e o do governador ainda não está bem definida. Parece que há uma disputa pela definição de limites políticos territoriais, cujo objetivo está traçado para as disputas eleitorais a partir de 2010. Maria fez opção pelos encantos da máquina estatal, mas ao que parece pagou caro. Apesar de tudo administrou com competência, isso não se pode negar. Mas não teve a mesma competência na hora da decisão política. Os erros custaram caro, só não se sabe ainda o tamanho do prejuízo. Aliás, só se terá a real noção a partir das decisões políticas que Luciano Bispo tomar. A bola está com ele”.

 

Frase do Dia

“Descanse satisfeito em ter êxito, e deixe os outros falarem de você como quiserem.” Pitágoras (582 AC507 AC).

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários