Dia do Rio Poxim e outras boas notícias ambientais

0

Foto: Divulgação

Dia do Rio Poxim

A terceira sexta-feira do mês de novembro de todo ano será dedicada em Aracaju à Defesa do Rio Poxim. Isso desde que a Câmara Municipal promulgou, em 20 de janeiro de 2011, a Lei 4008. Sancionada pelo Executivo Municipal, o Lei foi proposta pelo vereador Dr. Emerson e incluiu no Calendário Oficial da cidade o Dia Municipal em Defesa da Sub-bacia do Rio Poxim.

A justificativa do Projeto foi: “A tendência mundial é a preocupação com o meio ambiente. O controle da poluição e outras agressões aos rios vem sendo discutidos nos movimentos sociais, como também, nas políticas públicas”.
Uma vez instituído o Dia Municipal em Defesa da Sub-bacia do Rio Poxim, a municipalidade se compromete oficialmente em apoiar eventos e projetos que venham a promover a preservação do meio ambiente natural daquela sub-bacia, no território do município de Aracaju. (Fonte: Sociedade Jabotiana Viva)

III Encontro de Educação Ambiental

Pessoas que estudam, pesquisam, trabalham ou apenas se interessam em Educação Ambiental formal, não formal e informal, terão uma oportunidade de trocar informações no 3º Encontro de Educação Ambiental. Promovido pelo Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação Ambiental de Sergipe (GEPEASE) e pelo Projeto Sala Verde na UFS, o evento acontecerá de 22 a 26 de novembro na UFS.

Em sua terceira edição, e a partir de agora bianual, o evento propõe a reflexão sobre a Educação Ambiental no Ensino, Pesquisa e Extensão no estado de Sergipe. Na programação, além de oficinas, palestras e conferências, haverá apresentações de trabalhos e uma trilha urbana pela cidade de Aracaju. As discussões realizadas pelos especialistas e participantes servirão como base de propostas e projetos a serem desenvolvidos na Educação Ambiental Formal (nas escolas e faculdades), não formal e informal.

A conferência de abertura será às 20h do dia 22, no auditório da reitoria e terá como tema Educação Ambiental: Ensino, Pesquisa e Extensão. O conferencista será o professor Doutor Carlos Frederico Bernardo Loureiro da UFRJ. Mais informações no site http://esea.yathos.com.br/index.htm

Colégio Barretão vai discutir a “violência ambiental”

Os alunos e professores do Colégio Estadual Prof. José Barreto Fontes (Barretão), no conjunto Fernando Collor em Nossa Senhora do Socorro, estão envolvidos no projeto "Violência em debate", que abrangerá diferentes áreas, entre elas a "Violência ambiental". Os debates acontecerão de 1º a 7 de dezembro, com a presença de palestrantes e realização de uma caminhada, no dia 3, até o conjunto João Alves.

Nos preparativos para o período, o professor Gilson Chagas, que leciona para quatro turmas de EJAEF, as quais ficarão responsáveis pelo tema ‘Violência Ambiental’, realizaram no último sábado 12, duas oficinas sobre sustentabilidade que

Fotos: Divulgação

incluíram também familiares e a comunidade local.

“Uma sobre foi sobre a reciclagem do óleo comestível para fabricação de sabão em barra e líquido. A outra foi sobre cultivo de horta em embalagens PET e longa vida, havendo inclusive o plantio de mudas de árvores nas áreas verdes da escola”, informou o professor Chagas. Foram instrutoras nas oficinas a professora Itamara e a ambientalista Cristiane Nogueira (ONG Canto Vivo), além de professores, alunos e seus familiares.

“Por ser um tema abrangente, estamos focando na problemática do lixo e os 3 Rs, na coleta seletiva e reciclagem de papel”, explica o professor. Além das questões ambientais, o projeto “Violência em debate” tratará ainda da violência física e violência sexual, abrangendo toda a escola nos três turnos de ensino.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários