DICAS DE SAÚDE E FITNESS (Parte I)

0

1. Avaliação médica sempre como o item número 1, para saber se o seu estado orgânico está em condições de começar uma atividade física; 2. Avaliação física como regra número 2, para saber como se encontra o seu condicionamento físico, podendo assim, “traçar” um programa compatível de acordo com esse condicionamento. Ex: É importante conhecer sua freqüência cardíaca (mínima 60% e máxima 80%), para podermos observar sua intensidade de ritmo de treinamento. Sendo que esta intensidade “x” é que irá te dizer o quanto você precisa em tempo (no exercício aeróbico) para perda de gordura e benefícios cardiorespiratório; 3. Lembre-se que a sua alimentação te dará 60% a 70% de eficiência em seus objetivos. Ex: Perda de gordura periférica, perda de gordura sem perder massa muscular ou perda de gordura, ganhando massa muscular; 4. Se você escolher musculação, comece com cargas leves (o profissional competente fará o teste de esforço para ver a sua carga inicial), comece também com uma série e 15 repetições para cada exercício; 5. Se for iniciante, treine todos os grupos musculares, 3x por semana, com uma série de 15 repetições para cada um deles; 6. Intercale com aeróbicos nos dias que não fizer musculação. Ex: 15min na esteira ou bicicleta, em uma velocidade de 5.0, aumentando essa mesma velocidade com o passar do tempo; 7. Na segunda semana de treinamento duplique (2x) sua série – item 4 e 5 – sem aumentar o peso, ou seja, o que antes era uma série e 15 repetições, agora seria duas séries e 15 repetições; 8. Na terceira semana triplique (3x) sua série sem aumentar o peso; 9. Na quarta semana, mantenha sempre esta série (3x). Agora você estará mais forte e poderá então aumentar o peso; 10. Lembre-se: um tipo de exercício para cada grupo muscular. Ex: Peito – supino (3 séries); braço – rosca direta; 11. Seja diferente em seus hábitos alimentares e tenha um ritmo de vida saudável, pois as pessoas em sua volta irão tê-lo como um exemplo; 12. No início de sua mudança para hábitos saudáveis até sua família poderá criticá-lo, porém, paciência, pois breve estarão fazendo o mesmo que você. Não desista!; 13. Além disso, não esqueça que amigos e amigas poderão te “pressionar” para que você saia de sua rotina alimentar. Não entre nessa!; 14. Namorados ou namoradas, que gostam de beber e que tenham seus vícios alimentares maléficos a saúde, nunca poderão estragar sua dieta ou lhe convencer a segui-los. Imponha-se!; 15. Ao ir curtir uma festa, casamentos, aniversários, etc., vá sempre de estômago “cheio” (lógico, de alimentos saudáveis, a base de carboidratos complexos, proteínas), pois chegará no evento sem fome. Se não resistir, tente ingerir alimentos pouco calóricos. Ex. Frango desfiado, algumas frutas, etc; 16. Lembre-se: fazendo 5 a 6 refeições diárias (saudáveis) a cada 3 horas, você não sentirá fome, impedindo assim, ingerir alimentos sem importância. Com isso, seu metabolismo irá se acelerar, fazendo com que seu organismo esteja sempre “queimando” calorias; 17. Nunca elimine carboidratos complexos de sua alimentação, pois são as principais fontes de energia muscular e atuam no processo de queima de gordura, aumentando o seu metabolismo. Sem eles o organismo irá buscar “combustível” nos músculos, ocasionando fraqueza e perda de massa muscular; 18. Se seu objetivo é ganho de massa muscular e se você já treina com intensidade, após a atividade física ingira suplementos à base de dextrose e Whey Protein; 19. Suplementos não são recomendados a iniciantes e intermediários, apenas aos atletas e pessoas que já estão em fase de treinamento avançado; 20. Fuja de estimulantes, pois possuem substâncias que aceleram os batimentos cardíacos, aumentam a pressão e sobrecarrega o sistema circulatório. Não são nada saudáveis! Ex: Café, coca cola, etc. Obrigada por sua atenção e até a próxima, com mais uma série de dicas exclusivas para você, internauta. Estarei sempre disponível. Saúde para você!!!

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários