DITADURA DE ESQUERDA?

0

Depois da tempestade vem a bonança? Nem sempre. Há casos em que depois da tempestade os ventos continuam agressivos, o mar permanece rebelde e embarcações correm sério risco de adernar se o comandante não for experiente o suficiente para cortar as ondas de forma correta: pela proa. O capitão tem que ter o controle da situação.

 

Na política não é diferente. Passada uma eleição como a de domingo, onde os ânimos estiveram por demais exaltados, o “comandante” vitorioso, Marcelo Déda, precisa mostrar tranqüilidade e equilíbrio aos seus “grumetes”, deixando claro que o pior da tormenta já passou e que tudo está sob o mais absoluto controle, para que não vejamos cenas deprimentes e equivocadas de abuso de “autoridade” por reles marujos de primeira viagem que, ao invés de limparem o tombadilho do barco com a saliva, amotinam-se e agem como sendo o próprio capitão. E olha que os CC’s (cargos comissionados) não foram sequer distribuídos ainda.

 

Nesses últimos dias, alguns profissionais de imprensa foram ameaçados por telefone por não rezarem na cartilha do PT durante o pleito. Um ato absurdo, descabido, vindo de quem… E de onde veio. Quanta arrogância! Será que ninguém pode discordar das ações do PT neste Estado?  Ou os profissionais de imprensa vão ter agora que dizer amém a tudo o que for feito de errado pelo futuro governo petista, a partir de janeiro? Se assim o for, com toda certeza, estaremos corroborando com o início da mais nova ditadura da comunicação sergipana. E ditadura de esquerda, caro leitor, dizem os cubanos, é pior do que de direita ( Paredon neles!).  É sair da panela direto para o fogo.

 

Claro que não acredito que o governador eleito esteja por trás dessa sandice. Ele pode até ser muito vaidoso, ficar nervoso e irritadiço com críticas consideradas injustas, mas daí a intimidar um profissional de imprensa com ameaças, cerceando a sua liberdade de expressão, isso eu não acredito. Esse não é o Marcelo Déda que eu conheço. Ele respeita o contraditório.

 

De qualquer forma, a atitude desse “apple polisher” de plantão só conseguirá resultados práticos com jornalistas medíocres, que vivem nos corredores do poder, entra governo, sai governo, mamando nas tetas do erário.

 

Minha total solidariedade aos colegas ameaçados. Pena que não foi o meu caso.  

 

 

 


O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários