Do peixe e da gula pelo poder

0

   Quem não leu, precisa ler, com calma e tempo para meditar. Trata-se da leitura dos Sermões do padre Antônio Vieira, uma obra do século XVII, que hoje está mais viva do que nunca através de um estilo firme e claro de suas construções retóricas e, principalmente pela atualidade de vários dos conceitos defendidos por ele. Um belo exemplo é o Sermão de Santo Antônio ou dos Peixes, pregado na cidade de São Luís do Maranhão  no ano de 1654. Leia caro leitor, um trecho deste sermão que se confunde com um momento interessante da atual política de Sergipe:

 

“Guarde-se o peixe que persegue o mais fraco para comer, não se ache na boca do mais forte, que o engula a ele. Nós o vemos aqui cada dia. Vai o xaréu correndo atrás do bagre, como o cão após a lebre, e não vê o cego que lhe vem nas costas o tubarão com quatro ordens de dentes, que o há de engolir de um bocado. Mas não bastam, peixes, estes exemplos para que acabe de se persuadir a vossa gula, que a mesma crueldade que usais com os pequenos, tem já aparelhada o castigo na voracidade dos grandes”.

 

Em nome da chamada governabilidade muitos políticos perdem o bonde da história, deixando de lado, na maioria das vezes, seus compromissos de campanha com o eleitorado, para se submeterem a todo tipo de pressões, que passam não apenas por abertura na área administrativa, mas, sobretudo, para abafar escândalos políticos. Por exemplo, será que em nome da governabilidade o governador de Sergipe, Marcelo Déda abrirá mão de uma auditoria séria na Deso, para saber onde foram gastos cerca de R$ 200 milhões, já que o administrador do período passado é um irmão de um deputado do PSC? Ou o governador pediria para o interventor de Pirambu deixar de vasculhar as irregularidades na Prefeitura, porque pode chegar a um novo aliado dele, neste caso o ex-prefeito e deputado peixinho, André Moura?

 

Outra curiosidade. O verdadeiro aliado não coloca a faca na jugular do administrador, pelo contrário, tenta não causar problemas. Que aliado é esse? Que vê o governo construir uma maioria tranqüila na Assembléia e agora tenta inverter todo o processo. Com qual objetivo? Com certeza não é em defesa de ações para melhorar a vida dos sergipanos. Por fim, mais uma citação do padre Antônio Vieira no Sermão dos Peixes: “grande ambição e que, sendo o mar tão imenso, lhe não basta a um peixe tão pequeno todo o mar, e queira outro elemento mais largo. Mas vede, peixes, o castigo da ambição…”

 

Novo membro na bancada governista

Anotem: antes do recesso parlamentar o governo estadual pode receber um novo integrante na bancada na Assembléia que não faz parte do bloco do PSC, PTdoB e PR. Trata-se de um deputado que anda com desenvoltura nos corredores do Palácio e não tem problemas com as bases eleitorais dele. Por outro lado, o pastor Mardoqueu, do PR, deve mudar de partido, já que o partido original dele, o PL, se fundiu com o PRONA. Ou seja, ele está livre de qualquer ação para a perda do mandato.

 

 

Retificação no artigo de ontem

No artigo de ontem, 21, (Morte anunciada) ao se referir aos ministros Walmir Campelo e Haroldo Cedrax este jornalista escreveu que eles pertenciam ao Ministério Público, quando na realidade eles são do Tribunal de Contas da União.

 

Rei coroado

Antigamente, das pessoas que tinham muita influência junto aos poderes constituídos para obter favores, dizia-se que eram “muito influentes”; hoje, com essa mania de palavras inglesas, (principalmente), diz-se que são lobistas (de “lobby”). Falou-se que a AL poderia revogar o ato da aprovação do nome de Flávio Conceição para o Tribunal de Contas da União. Como fazer isso, se ele provou que é o “rei dos lobistas”, pois foi o único Conselheiro aprovado por unanimidade pelos parlamentares…

 

Delírio deste espaço

Só delírio, caro leitor: se com a Operação Navalha as pressões são tão grandes, imagine se a operação não existisse.

 

Descarrego em São Cristovão

O ex-deputado Heleno Silva, da Igreja Universal do Reino de Deus, mudou o domicilio para Socorro, mas devia ter transferido o mesmo para São Cristovão. Lá ele teria mais chances fazendo imediatamente um “descarrego completo” como se diz na Universal. Nos últimos meses, as principais lideranças do município foram envolvidas em escândalos, sem falar no cargo de prefeito, que todo mês tem um diferente… É preciso muito descarrego…

 

Aval da Secretaria do Tesouro Nacional

O governador Marcelo Déda, depois de três dias de tensão nos bastidores recebeu ontem a informação do ministro da Fazenda, Guido Mantega, por telefone, que a a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e a Procuradoria da Fazenda concederão o aval que o Governo do Estado precisa para a contratação de empréstimos destinados a investimentos em Sergipe. Desde segunda-feira, 19, quando Déda foi a STN, existia um clima de expectativa e tensão, já que alguns técnicos do Tesouro Nacional estavam interpretando a liminar do STF, de uma outra forma. Hoje, 22, o governador está no Rio de Janeiro, onde terá audiência no BNDES em busca de novos empréstimos.

 

DEM Mordeu a isca

Um membro da oposição ao governo estadual fez uma análise interessante ontem sobre o episódio onde lideranças do DEM criticaram o discurso do governador cujas palavras não foram ditas no congresso municipal do PCdoB. Para o político – que pediu anonimato para não ter problemas com o grupo – o DEM mordeu a isca jogada por alguns que hoje tentam a todo custo abocanharem parte do governo, no episódio da AL. Jogaram a isca, para que o DEM criticasse duramente e eles fossem fortalecidos. Não é que tem sentido?

 

Caminhão baú da SEED faz mudança na Beira Mar

Só faltou a foto. Culpa do leitor que não estava com a máquina no momento. Em pleno sábado, no último dia 17, na Avenida Beira Mar, as 12h15, o caminhão baú da Secretaria de Estado da Educação (plotado), estava estacionado em frente ao número 1768, o edifício Lasar Segall. Dentro do caminhão geladeira e na calçada outros eletrodomésticos. Não se sabe se carregava ou descarregava, mas que cometia uma irregularidade, isto sim. A coluna vai procurar o número do gabinete do secretário da Educação, José Fernandes para divulgar na coluna. Quando o leitor precisar se mudar, é só ligar: é de graça. Ou melhor, não é de graça, o dinheiro é nosso…

 

Denúncia da Navalha deve ser feita até final do mês

Deu no blog do jornalista maranhense Décio Sá na última terça-feira, 20: “Acabo de entrevistar o procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza. Ele está desde ontem em São Luís para participar do IX Encontro Nacional da 6ª Câmara de Coordenação do Ministério Público Federal (MPF) – Índios e Minorias. Procuradores de todo país estão discutindo questões seriíssimas relacionadas às comunidades indígenas e quilombolas. No entanto, o que eu queria saber do procurador-geral é quando vai ser feita a denúncia da Operação Navalha, cuja maioria dos presos é do Maranhão. Ele deu uma notícia ruim para os acusados. Disse acreditar que até o final do mês a denúncia contra os envolvidos – o governador Jackson Lago (PDT) e o ex-governador José Reinaldo (PSB) no meio- esteja sendo feita. O procurador-geral declarou que isso só não feito ainda por conta da quantidade de documentos que o MPF está tendo de analisar”.Perguntei também sobre boatos espalhados pelos acusados maranhenses e seus advogados sobre uma possível anulação do caso por conta de supostas falhas no processo. Ele disse: Os advogados e réus, legitimamente, vão evocar razões que legitimariam a anulação, mas o Ministério Público fez um trabalho observando todos os preceitos legais. Não há perspectiva de que o que foi feito seja anulado- garantiu Antonio Fernando Souza”.

 

Reclamações sobre feiras no Centro de Convenções

Setores da imprensa reclamaram pelo fato da CODISE ceder o Centro de Convenções de Sergipe (CCS) para a realização de feiras multissetoriais, trazendo prejuízos para os comerciantes do Estado. De fato a realização desse tipo de evento havia sido suspensa na época do governo Albano Franco, mas foi retomada no governo João Alves, quando o CCS inclusive concedia descontos e comprava estandes, como ocorreu nas edições realizadas no local em 2005 e 2006. Como a reserva do CCS já havia sido contratada no ano passado para a feira que ocorreu recentemente, a CODISE e a Secretaria do Desenvolvimento Econômico não tiveram como evitar a sua realização, mas ao contrário do que acontecia antes, cancelou a compra de estande por considerar desnecessária. O secretário Jorge Santana irá submeter o assunto ao Conselho de Desenvolvimento Comercial, que reúne as principais entidades do setor empresarial (Associação Comercial, CDL e Federação do Comércio) e,havendo consenso, o CCS não irá mais sediar esse tipo de feira.

 

Nova fase na comunicação

Ao participar ontem, 21, de um almoço com dirigentes dos meios de comunicação de Sergipe, a secretária Eloísa Galdino informou que já está sendo finalizado o processo licitatório para escolha das agências de publicidade que trabalharão para o Governo do Estado, cujos procedimentos obedeceram às normas padrão utilizadas em todo o país e permitiram total transparência no seu acompanhamento. A partir da conclusão, segundo a secretária, será estabelecida uma nova fase na comunicação da administração com a deflagração da primeira grande campanha de divulgação focando os resultados do primeiro ano do governo Marcelo Déda.  Também no almoço, a secretária lembrou que foi estabelecida uma nova forma de relacionamento do governo estadual com os meios de comunicação.

 

CGE realiza curso sobre “Controle Interno”

 A Controladoria-Geral do Estado (CGE) promove nos próximos dias 22 e 23 de novembro o curso sobre “Controle Interno”, no auditório da Agetis (Agência de Tecnologia da Informação de Sergipe), em Aracaju, às 8h. A atividade é destinada a técnicos da CGE e aos servidores das demais secretarias do Estado que atuam nessa área. O evento é realizado em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU), a partir do Termo de Cooperação Técnica firmado entre os governos estadual e federal em junho deste ano. Com o tema “Fraudes em licitações, contratos e convênios”, o curso será ministrado por Mário Vinícius Spinelli, da Diretoria de Prevenção da Corrupção da Controladoria-Geral da União, de Brasília.

 

E o Alemão, o que ele sabe de verdade sobre Joaldo?

De um leitor: “Lendo vários artigos sobre o caso, um fato nos chama atenção, o retrato falado divulgado bate com a discrição de alemão, porém a policia elucida o caso não levando em conta isso, O “Compadre” quer mudar o depoimento não é ouvido, ficam as  perguntas: caso alemão esteja falando a verdade, a policia arrumou o caso conforme interesse de alguém?, somente deu uma resposta a sociedade?, a corda arrebenta do lado mais fraco?; a cúpula anterior da policia fica em cheque?, Outros casos como o de Carlos Gato, que teve um desfecho parecido deve ser novamente investigado ou é mais cômodo jogar 2 ou 3 “bois de piranha”, para que tudo continue do mesmo jeito e intocáveis tenham uma vida normal?, caso seja uma pratica, quantos inocentes estão e serão condenados?”

 

 Benefício para o trabalhador rural jovem

O deputado federal Valadares Filho (PSB) apresentou projeto beneficiando o trabalhador rural jovem. A proposta, além de disciplinar a carga horária, garante a igualdade salarial do trabalhador rural jovem ao adulto, além da obrigatoriedade de escolas de ensino infantil e fundamental. Ele explicou que o objetivo é consolidar os direitos do jovem trabalhador rural em todo país.

 

Conselhos: lealdade ao governador

De um leitor: “Caro Cláudio Nunes, ainda sobre os “jetons” e a formação dos conselhos estaduais, esperava que após mais de uma semana da divulgação dessa insuportável  concentração de secretários em conselhos,  fosse explicada por esses (se é que se explica) ou, ao menos,  um gesto de lealdade, se não ao Governador, mas, pelo menos, ao companheiro Marcelo Déda. O nome que fica na berlinda popular e noticiários, é o do governador. De fora do Estado vêm notícias sobre uma vanguarda de governadores, de cabeça arejada e métodos de gestão modernos, transformadores, em que o nome Marcelo Déda desponta. Projeta-se, até, candidatura de maior envergadura, até mesmo à presidência da república. O componentes desses conselhos, pessoas da extrema confiança do governador,  deveriam renunciar e entregar ao governador a escolha da composição desses conselhos. Seria um ato de compromisso com o governador e desprendimento capital. Além, não esqueçamos, de restituir a eficácia da MUDANÇA, termo símbolo da campanha eleitoral vitoriosa. Com a palavra, os senhores “conselheiros”.

 

STF decide que PM não pode fazer Termo Circunstanciado

 Embora alguns oficiais da PM estejam defendendo a tese de que possuem formação e capacitação suficiente para redigir Termos Circunstanciados, o Supremo Tribunal Federal decidiu, em setembro deste ano, ao julgar a ADIn 3614-PR (proposta pelo Conselho Federal da OAB contra o Decreto 1.557/2003 do Estado do Paraná) que, ainda que não haja Delegado de Polícia na cidade, Sargentos e Subtenentes não poderão confeccionar o referido procedimento. É que, de acordo com o STF, a inteligência do § 4º do art. 144 da CF não permite outra conclusão, senão a de que atos de polícia judiciária, dentre os quais estaria o preparo de Termo Circunstanciado, só podem ser praticados por Delegado de Polícia de Carreira, ou seja, Bacharel em Direito aprovado em concurso público de provas e títulos.

 

Gualberto repudia posição de sindicalista

O deputado estadual Francisco Gualberto (PT), líder da bancada governista, ficou irritado com a declaração do presidente do Sindicato dos Bancários, José Souza, negando ter esnobado possível convite para comparecimento ao plenário da Assembléia Legislativa. De acordo com Gualberto, após tomar conhecimento do requerimento que tramitava na Casa, Souza havia dito ao chefe de gabinete do deputado, Abraão Crispim, que jamais iria à Assembléia por meio de convite feito pelo deputado Venâncio Fonseca (PP), líder da oposição e autor do requerimento que acabou sendo retirado de pauta no início desta semana. “Tive o cuidado, quando recebi o requerimento de Venâncio, de pedir a Abraão para ligar para Souza e perguntar o que ele achava. Porque se ele dissesse que viria, não existiria problema algum”, afirmou Gualberto, lembrando que Abraão Crispim é bancário e ex-presidente do Sindicato, além de ter legitimidade para falar em nome do mandato do petista. “Molecagem pra cima desse baixinho, não”.

 

Sindicato dos Bancários vai deixar a CUT

Não é só esta divergência entre o deputado Gualberto e o presidente do Sindicato dos Bancários, Souza que causará problemas para o PT e o PCdoB em Sergipe. No próximo final de semana será lançada uma nova central sindical ligada ao PCdoB. Com isso o Sindicato dos Bancários de Sergipe deve se desfiliar a CUT. Detalhe: o presidente da CUT em Sergipe, Antônio Góis, foi um dos cabos eleitorais mais importantes da campanha da atual diretoria. Será que estas divergências refletirão na eleição municipal do próximo ano?

 

Perseguição a funcionário da CEF

Na semana passada a Contraf-CUT recebeu denúncias de várias regiões do país de que a Caixa Econômica Federal estava descomissionando bancários que participaram da greve. Na última sexta-feira, 16, ela enviou ofício para a Caixa pedindo para rever as medidas arbitrárias que está tomando e solicitando a imediata recondução de todos os descomissionados em decorrência da greve. O fato também está acontecendo em Sergipe. O gerente empresarial Antônio Fagundes Costa Júnior foi punido por ter participado da greve. Ele é diretor do Sindicato dos Bancários e, como sindicalista, seria até incoerente se não participasse do movimento grevista.Há mais de 20 anos na Caixa, Fagundes recebeu na última quarta-feira, dia 14, a informação verbal de que tinha perdido a função de gerente, voltando a ser escriturário. Como não tem nenhuma justificativa plausível para esse fato, fica claro que houve retaliação por ele ter participado da greve.

 

E aquele gato que virou leão…

E aquela auditoria que virou sindicância? Ou melhor e aquele caçador que pensava em pegar apenas um gato e acabou caçando uma leão? Sei não…

 

E calçada privatizada na rua Álvaro Silva?

Como a coluna previu, a SMTT ficou calada com a privatização da calçada ao lado da Academia Sport Connection na rua Álvaro Silva esquina com a Avenida Beira Mar. A autorização para retirar parte da calçada foi de Samarone. Ou seja, o pedestre perdeu um pedaço da calçada que será transformada em estacionamento. Tudo para atender interesses de poucos. A coluna vai publicar outra foto do local, desde vez com o congestionamento provocado pelo estacionamento nos dois lados. Um absurdo! E o prefeito Edvaldo Nogueira o que acha desta atitude de Samarone? A denúncia será formulada no MP para que um promotor tome as devidas providências. Aliás, os comerciantes que estão se sentindo prejudicados pela SMTT podem levar este exemplo para a Justiça. Qual o motivo de abrir mão de parte da calçada indo de encontro da própria Emurb? Atende a interesses de quem?

 

Descontentamento dos comerciantes I

Do comerciante Gilson Pinheiro: “Sirvo-me do presente para manifestar um grande descontentamento com a gestão da SMTT, no que se refere ao projeto Calçada Livre. Somos comerciantes localizados aqui na Av. Pedro Calazans, onde fomos contactados pela SMTT para promovermos em conjunto com a mesma uma projeto inovador para esta avenida: Do total da calçada existente, revestiríamos com um material antiderrapante a parte de passeio, padronizado, permitindo o tráfego de pedestres, cadeirantes, e também para se colocar os aparelhos públicos, uma idéia muito boa. Os empresários entrariam com o material do revestimento e a SMTT entraria com o projeto padronizado e viveríamos felizes para sempre. Acontece que o pessoal da área do projeto da SMTT, até agora, já faz quase 8 meses, não entregou ainda o bendito projeto”.

 

Descontentamento dos comerciantes II

Continua Gilson: “O pior, a equipe de guardas da SMTT já fez duas vezes blitz da região e multou vários empresários e clientes, mesmo com uma linha amarela indicando o possível estacionamento de carros e motos, fato este sugerido e acordado em reunião com a própria SMTT, enquanto não saia o projeto definitivo. Fica desleal assim, só nos restou contar com o eco desses dois jornalistas conceituadíssimos para esta denúncia/lamento, e pedir que o superintendente Samarone tenha a dignidade de mandar cancelar as multas aplicadas, logo já sabemos o que vai acontecer se os multados recorrerem, será negado, é claro. Nós sabemos que todo mundo quer uma caixinha extra de natal, mas não deixem os comerciantes desta localidade de mãos atadas, nós pagamos impostos igualmente aos dos shoppings. Será que a SMTT está canalizando, através deste ato os consumidores para estes centros de compras?”

 

Frase do Dia

“Em vez de os reis levarem consigo os ladrões ao Paraíso, os ladrões são os que levam consigo os reis ao inferno”. Do padre Antônio Vieira.

 

 

 

 

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários