Do pesado palanque de Déda

0

Vários analistas políticos e técnicos que trabalham com dados de pesquisas qualitativas em todo país, já alertaram aos políticos que o candidato que quer ganhar uma eleição não deve se monitorar nos apoios políticos que recebem, isso é muito pouco, na maioria das vezes é nada.

 

E em Sergipe esta análise cabe bem, já que quando um governador tem muitos prefeitos e lideranças do seu lado e tenta junta, em vários municípios, “gregos e troianos”, quase sempre perde a eleição. João Alves tinha o apoio da maioria em 2006 e deu no que deu. Sem falar em eleições anteriores. O próprio Déda sabe que liderança não ganha eleição. Se ganhasse ele não teria sido o mais votado em 2006 em Lagarto, onde todas elas (Reis, Ribeiros e Walmir Monteiro) estavam do lado de João Alves. E ele apenas com o PT e lideranças sem expressão.

 

Infelizmente ao assumir o governo do Estado, Marcelo Déda esqueceu do passado recente e começou a adotar a prática de “quanto mais liderança, melhor”. E sem ideologia ou identificação política. É um verdadeiro balaio junino, numa versão paraguaia de péssimo gosto. Agora tem conviver com ironias como a da refinaria que há quatro anos era motivo de piada da oposição. Hoje um dos “sócios”, Clóvis Silveira, alvista de carteirinha, é aliado dele e prega que Déda faça a refinaria.  Essa não era a mudança pregada no palanque em 2006. Ou era, caro leitor?

 

Há muitos anos um homem foi um exemplo de vida e conquistou milhares de seguidores. Seus ensinamentos estão no livro mais lido do mundo e um deles está no Coríntios 15: “Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes”. Claramente essa passagem adverte ao cristão sobre más companhias, e como podem  levá-lo a perdição do caminho.

 

Hoje Marcelo Déda divide o palanque com várias lideranças que ele mesmo sabe que não vota nele. Uma falsa impressão de que tudo está bem ou como bem definiu Oscar Wilde “a ilusão é a primeira de todos os prazeres”.  Enquanto isso perde a cada dia o voto ideológico e daqueles que sempre acreditaram no projeto de governo comandado por Marcelo Déda.

 

 Ele pode até ser reeleito, mas sua consciência política nunca será a mesma, por conta do balaio de gato que gerou um palanque pesado e sem compromisso com o desenvolvimento de Sergipe.

 

Cardápio político

O senador Valadares, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira e o deputado federal Valadares Filho conversaram muito sobre o atual momento político de Sergipe num jantar demorado na última quarta-feira à noite num restaurante de Brasília. Pelo extenso cardápio foi proveitosa a conversa.

 

Posição sobre TCE

Depois de várias consultas, inclusive com juristas renomados de Brasília e de São Paulo, mostrando a situação do TCE em Sergipe, este blog já tem uma posição sobre o assunto. O leitor aguarde na próxima segunda-feira. E tem até algo bombástico.

 

Agenda

Depois de ficar em repouso ontem, 17, por conta de uma gripe, o governador Marcelo Déda retorna a agenda hoje. Começa pela manhã em Aracaju, com a inauguração da reforma da Emdagro, depois a posse de Belivaldo Chagas. Ainda em Aracaju, a tarde, participa da aula inaugural do Pró Jovem Trabalhador no ginásio Constâncio Vieira. A noite, participa em Neópolis da Formatura da 1ª Turma do Curso Técnico em Agroindústria do Centro Profissionalizante Agonalto Pacheco. Depois retornar a Aracaju onde participará da abertura do Forró Caju.

 

Ato Cultural

A cultura sergipana está passando por uma grande transformação nos últimos meses. Entre as diversas ações que estão sendo implementadas com a nova política cultural de Sergipe, estão os trabalhos voltados para as mais diversas áreas da cultura, como música, teatro, dança, folguedos populares, entre outros. No próximo dia 22, estas manifestações estarão ainda mais em evidência, pois será realizado o Ato Cultural.

 

Presença do ministro

O evento é em prol de toda a população sergipana e contará com a presença do ministro da Cultura, Juca Ferreira, o presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Luiz Fernando de Almeida, o governador Marcelo Déda, e a secretária de Estado da Cultura. Será realizado às 17h, na Praça São Francisco, no município de São Cristóvão. A Praça não foi escolhida por acaso para ser o palco desse grande ato, o local representa a cultura e está prestes a ser eleita como Patrimônio Histórico da Humanidade.

 

Vice de João

Se o ex-governador João Alves não conseguir o apoio do PPS, nem do PV, o candidato a vice-governador será uma solução caseira. Ou melhor, a vice será a ex-prefeita de Canindé do São Francisco, Rosa Maria.

 

Proporcional para federal

A entrada de Almeida Lima na disputa para federal acendeu uma luz vermelha para os candidatos José Carlos Machado e Mendonça Prado, ambos do DEM. É porque Almeida Lima tem boa parte do seu eleitorado do lado de João Alves e enfraquecerá ainda mais a proporcional da oposição. Para fazer o primeiro deputado estima-se que são necessários 140 mil votos.

 

Embaixada

A piada de ontem nas rodas políticas dava conta que se Almeida Lima não conseguir viabilizar sua candidatura a deputado federal resta a Marcelo Déda e a cúpula do PMDB pedir ao presidente Lula que arranje uma embaixada para ele. De preferência num país de magnitude como Uzebequistão, Suazilândia, Lesoto, Eritréia ou Botsuana.

 

Interdição na Travessa José do Faro I

A  SMTT informa que atendendo solicitação da Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop), a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito(SMTT) autorizou, por um prazo de 4 dias corridos, a partir de hoje,18, o início dos serviços de  travessia subterrânea de cabos eletrônicos na Travessa José de Faro( trecho entre as ruas Pacatuba e Itabaianinha). Os serviços vão alterar a circulação normal de veículos na área que será sinalizada para minimizar os transtornos que poderão causar aos veículos e pedestres.                                   Após os serviços, o órgão solicitante deverá efetuar o recobrimento e o apiloamento de toda a área afetada, repondo inclusive, toda a sinalização danificada. 

 

Interdição na Travessa José do Faro II

Cronograma dos serviços que serão efetuados: Sexta-feira: Das 22h às 24h – meia pista; Sábado: Das 00h às 18h –  meia pista; Sábado:Das 18h às 24h –  pista inteira; Domingo: Das 00h às 24h – pista inteira; Segunda-Feira: Das 00h às 06  – pista inteira. A partir de segunda-feira, 21, o trânsito voltará a normalidade.

 

Ficha Limpa vale para condenações passadas

Além de ser aplicada nas eleições de 2010, Lei do Ficha Limpa (Lei Complementar 135) poderá impedir registro de candidatos que tenham sido condenados por órgão colegiado antes da publicação da norma e, ainda, aumentar prazos de inelegibilidade de três para oito anos para quem está sendo processado ou já foi condenado com base na redação anterior da Lei das Inelegibilidades. Esse é o entendimento do Plenário do Tribunal Superior Eleitoral, por maioria de votos, em resposta a uma Consulta formulada pelo deputado federal Ilderlei Cordeiro (PPS). (TSE).

 

Jerônimo não foi citado de decisão

Informado pela imprensa sobre a decisão do juiz José dos Anjos, que extinguiu uma ação rescisória sem resolução do mérito impetrada pelos Democratas, com o objetivo de desconstituir a sentença que determinou a perda de mandato do deputado Jerônimo Reis, o parlamentar disse que não tinha recebido nenhuma citação judicial até o momento. “Esta é uma ação impetrada pelo nosso partido que, assim que for citado, acredito que recorrerá, respeitando, é claro, a decisão do Judiciário”, avalia.  

 

ASL promove Sessão especial

A Academia Sergipana de Letras (ASL) estará realizando uma Sessão especial em homenagem ao Sesquicentenário de nascimento do Acadêmico João Ribeiro. A solenidade acontecerá na sala Multieventos, do Palácio-Museu Olímpio Campos, na próxima segunda-feira, 21 de junho, às 16 horas. João Ribeiro nasceu em Laranjeiras-SE. Foi estudioso e divulgador da cultura nacional e o segundo ocupante da Cadeira nº 31, da Academia Brasileira de Letras.

 

Selo comemorativo

O Palácio-Museu Olímpio Campos, a Editora Diário Oficial, a Empresa Brasileira dos Correios e Telégrafos e a Escola de Artes Valdice Teles se uniram para a realização deste evento que inclui em sua programação o lançamento do selo comemorativo registrando a efeméride, pela Empresa Brasileira dos Correios e Telégrafos. Também haverá a apresentação do Coral EM CANTO, da Escola de Artes Valdice Teles que abrilhantará o evento.

 

Danilo Segundo visita o ministro I

O 2º secretário da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), Danilo Segundo(PSB), aproveitou a viagem para Brasília, onde foi participar da Convenção Nacional do partido, para fazer visitas aos gabinetes de correligionários.  Mais específico, vereador buscou apoio para tornar Aracaju a primeira capital digital do país. “O projeto Cidade Digital possibilitará que todos tenham acesso à internet e consequentemente às informações. A maioria da população não tem condição de pagar para ter internet banda larga”, explica Danilo.

 

Danilo Segundo visita o ministro II

O parlamentar esteve no gabinete do deputado federal Valadares Filho (PSB), que é membro da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara Federal. Através do parlamentar federal, Danilo Segundo conseguiu agendar uma visita ao ministro da Ciências e Tecnologia, Sérgio Machado Rezende. “Valadares Filho reconheceu a importância do nosso  projeto e se propôs a agendar a visita e nos acompanhar”.

 

Fórum MPE em Glória

A equipe da Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e do Turismo (Sedetec), que coordena o Fórum Regional da Micro e Pequena Empresa, esteve reunida na última quarta-feira, dia nove, na Escola Padre Leon Gregório, em Nossa Senhora da Glória. Dando continuidade às ações do Fórum Itinerante de Formalização e Compras Governamentais, foram capacitadas duas turmas de empresários da região, com apoio do Expresso 123, veículo adaptado pelo Sebrae para esse tipo de treinamento. Durante a ação, a equipe ainda prestou serviços de consulta e cadastramento no programa Empreendedor Individual, em parceria com a Junta Comercial de Sergipe. Na oportunidade, a Secretaria de Estado do Trabalho, da Juventude e da Promoção da Igualdade Social (Setrapis), emitiu cerca de 300 carteiras de trabalho e outras de artesão.

 

Parceiros

A Sedetec vai agendar em breve um encontro no município, juntamente com os parceiros do Fórum Regional das MPEs, contabilistas da região, secretários de finanças das prefeituras do Alto Sertão, e demais agentes públicos, com o intuito de esclarecer dúvidas e harmonizar as ações, visando a formalização dos empreendimentos, especialmente a facilitação do registro dos Empreendedores Individuais (MEI).

 

Ariano Suassuna abre a Feira do Empreendedor

O grande teatrólogo, romancista e imortal da Academia Brasileira de Letras, Ariano Vilar Suassuna, irá abrir com chave de ouro a Feira do Empreendedor no dia 4 de agosto no Teatro Tobias Barreto. A aula-espetáculo busca a identidade da cultura brasileira em suas raízes indígenas, portuguesas e africanas.Para o superintendente do Sebrae Emanoel Sobral “a escolha de Ariano Suassuna é excelente, pois ele é uma figura regional de vasto conhecimento e que com certeza irá atrair grande público para assistir a palestra sobre cultura regional”, afirma.

Cultura regional
A palestra show ‘Raízes Populares da Cultura Brasileira’ conta com elementos visuais e musicais que contribuem para o envolvimento da plateia com o tema. Uma série de imagens especialmente selecionadas ilustra os projetos ‘A Onça Malhada’ e ‘A Favela e o Arraial’ que Suassuna, como Secretário de Estado da Cultura de Pernambuco, estimula a produção de arte de qualidade com elementos da cultura brasileira. As aulas-espetáculo levam dança, teatro, música, canto e literatura através de apresentações criadas e realizadas por Ariano e sua equipe aos estudantes, moradores de comunidades carentes e interior pernambucano.

 

Importância Feira do Empreendedor

O evento é uma excelente oportunidade para promover o contato entre futuros empreendedores e pequenos e médios fornecedores, facilitando assim o conhecimento de novas tecnologias e inovadoras formas de negócios. Além disso, o Sebrae/SE irá oferecer gratuitamente orientação empresarial, palestras, cursos, oficinas de artesanato, informações sobre turismo, além de exposição e comercialização de artesanato e muito mais!  Fique por dentro das novidades da Feira do Empreendedor acessando o site www.feiradoempreendedorse.com.br

 

Novo presidente do MBC estará em Sergipe nesta sexta

Nesta sexta-feira, 18, a capital sergipana recebe o novo presidente do Movimento Brasil Competitivo (MBC), Erik Camarano. Ele estará em Aracaju para visitar as instalações do Movimento Competitivo Sergipe (MCS), onde se reunirá com a equipe do Movimento para debater programas e analisar formas de garantir a sustentabilidade do MCS.

 

ARTIGO

 

Educação Infantil –  por Igor Mangueira

 

Meu filho estuda na Educação Infantil. Me sinto parte do Arqui. E me sinto ainda mais parte do colégio quando leio as palavras do Mons. Carvalho nas agendas escolares. Estas minhas observações são fruto de uma vontade de agir de uma forma mais participativa com o colégio e com meu filho; e consequentemente com minha cidade e com o mundo.

 

Há mais ou menos dois anos meu filho estuda no Arqui e hoje foi a primeira vez que acessei o site. Reconheço meu erro. Mas antes tarde do que nunca. Acredito no Arqui, porque além de ser campeão em jogos escolares e vestibular, o colégio se preocupa também com o lado espiritual das pessoas. Quero que meu filho se torne um atleta. Quero também que ele seja um médico ou um advogado ou qualquer outro profissional bem sucedidido. E quero também que ele ame o próximo como a si mesmo. Sei que o Arqui pode me AJUDAR nesse projeto de vida. E por isso, se me permitem, gostaria de ajudar o Arqui com algumas observações.

 

Pra começar, o site do Colégio Arquidiocesano não está bem disposto em formatação. Cores e fontes não estão combinando. Está faltando harmonia. Se bem que está melhor do que muitos sites que vemos por aí. Como referência, vejam o site da “globo.com”. Concordo com com disser que a Globo não é o melhor exemplo em questão de conteúdo educacional, mas visualmente eles estão em um padrão de excelência mundial. E por que não seguir esse exemplo? Ainda com relação ao site, há uma janela (pop-up) que continuamente abre dizendo que o Arqui foi campeão dos jogos da Tv Sergipe. Uma vez só é legal, mas isso aparecendo repetidas vezes é muito chato. Como disse, uma vez só já estaria de bom tamanho. Outra coisa: o boletim informativo demora muito para carregar. Isso não aconteceria se fosse publicado na Internet em um tamanho menor, mas ainda satisfatório para ser lido. E ao lado dos nomes dos professores, poderia também ter o e-mail deles. Encerrando o assunto da homepage, posso dizer que gostei dos links.

                       

Agora com relação à Educação em si, não vejo com bons olhos a imagem de Cristo na cruz ser apresentada a uma criança. É uma imagem muito violenta de um ser humano torturado, sangrando, afixado com pregos em suas mãos e pés em troncos de madeira. Tenho certeza que o próprio Jesus concorda comigo. Por isso sugiro que não apresentem-na mais para as crianças. Acho também que as rezas para as crianças deviam ser na linguagem delas. Ao invés de “Perdoai as nossas ofensas”, os pequenos deviam rezar “Não vou bater nos coleguinhas… vou brincar e ser amigo de todos” etc

 

O leque de projetos pedagógicos é bem grande, mas acho que o conteúdo programático das aulas e atividades escolares devia ser muito mais esmiuçado para nós pais, desde nossos filhos pequenos. Adoro a iniciativa do projeto Cheirinho de Mato, mas não vejo meu filho muito sensibilizado com a natureza. Ao invés de querer plantar alguma semente de árvore, ele costuma (mas não com tanta frequência) bater nas plantas como se ele fosse um “herói” da tv e elas, seus inimigos. Sei que também tenho culpa nisso.

 

Espero contribuir mais com o colégio e ter um retorno do meu comentário. Contem comigo como um parceiro que acredita tanto no sucesso do Arqui, como no sucesso do meu filho, como no sucesso de um mundo melhor para todos.

 

DO LEITOR

 

João e a morte do PV

Do leitor Edson Junior: “As conversações entre DEM, PPS e PV começam a revelar alguns incômodos de difícil acomodação. Veja só, o DEM passou a temporada de pré-candidaturas observando, apaixonadamente, o PSC (irmãos Amorim) e o PSB (Valadares e Belivaldo). PPS e PV eram tidos como Plano B. Não somente por isso, esses partidos partiram para o fortalecimento das legendas e formatação de chapas em consonância com as candidaturas presidenciais. O PPS lançou como pré-candidato ao governo Nilson Lima (PPS) e ao senado o advogado Emanuel Cacho (PPS), tendo como presidenciável José Serra (PSDB). O PV lançou a pré-candidatura do engenheiro Reynaldo Nunes (PV) ao governo, o ator Antônio Leite (PV) ao senado e Marina Silva (PV) à presidência. Os militantes desses partidos passaram a se entusiasmar com o desenho e perceber a possibilidade de tirar suas agremiações da ante-sala das eleições. O tempo correu e as sondagens demistas no PSC e PSB resultaram em nada. O grupo liderado pelo governador Marcelo Déda conseguiu formatar o bloco majoritário, incluindo o PSC na chapa com um amplo arco de aliança. Restou à oposição puxar da empoeirada gaveta o plano B. O problema todo é que essa engenharia se resume a apenas dois nomes: Professor Anderson Góes (PV? ou PP) e Nilson Lima (PPS). Não há discussão de projetos e bandeiras históricas do PV, por exemplo, onde o ator Antônio Leite, defensor desde sempre das questões ambientais, sequer é lembrado. E a candidata Marina Silva? João já definiu que vota em Serra; PPS, idem. E o PV, vai rifar sua candidata? Quantos palanques houver, fragmenta de qualquer sorte as duas candidaturas presidenciais. Pior para Marina e o PV que perdem a chance de ocupar espaço político  diante da falência da candidatura Serra, já demonstrada e assimilada por analistas políticos renomados. Por outro lado, e agora dando um zoom nas estrelas cobiçadas pelo DEM, Nilson e Anderson, há o fator 2012. Quando coloco estrelas não é num sentido jocoso; uma deferência, até. João caminha para o encerramento do seu ciclo político. Nilson e Anderson, nascendo. Mendonça Prado é o herdeiro do espólio político de João. É seu genro. Onde se enquadram Nilson e Anderson? Suporte? Verniz para o DEM? Qual dos dois desperta mais atenção? E a militância desses partidos; e as lideranças históricas deles, vão ficar asfixiadas pelo nanismo e envelhecimento do DEM? Outro detalhe: o Professor Anderson Góes pode perfeitamente se filiar ao PP em 2011 e deixar náufrago o PV, afinal, o processo de sua filiação foi conturbadíssimo, com lances humilhantes revelados em entrevistas radiofônicas. Anderson Góes, inclusive, manteve contatos com Venâncio Fonseca e anunciou que estava praticamente certa sua filiação ao PP. Pergunta-se: Quando será? Após as eleições? Não é demais observar o que acontece no plano nacional, onde o DEM começa a dar sinais de insatisfação em razão da escolha do vice de José Serra que prefere um outro nome do PSDB, podendo, inclusive, ser Pimenta da Veiga, do PSDB mineiro. O DEM bateu o pé e já comunicou que apresentará seu candidato no dia 30 de junho. As últimas pesquisas em Minas Gerais, segundo maior colégio eleitoral, aponta, segundo o Sensus, vitória da ex-ministra Dilma Rousseff com 5,3% na induzida e 6,3% na e espontânea a frente de Serra, lembrando que a região sudeste é onde ele tem, ou tinha seus melhores índices; lembrando, também, o potencial do ex-governador Aécio Neves, que não esconde seu desejo de que o vice seja Pimenta da Veiga. Trovoadas fortes pela frente. Na oposição ainda há muitas dúvidas aqui e lá, mas que já dão claros sinais: AQUI, O SONHO DE JOÃO É PESADELO PARA PPS E PV”.

 

Quem foi naninha……

Do leitor Messias Gonçalves: “ARENA, PDS, PFL e hoje, DEM. Tantos anos de lutas, segundo os seus pensadores e realizadores, para hoje, chegarem à estagnação. Os velhos caciques se perpetuaram tanto no poder que se esqueceram de uma coisinha básica. “O tempo passa, o tempo voa”. Erraram os cálculos ou subestimaram os seus eleitores. Ou melhor, acreditaram na imortalidade talvez. E hoje, padecem dos seus próprios erros e pecados. Tentaram de tudo. Menos do essencial. “Renovação dos seus quadros”. Esse processo somente funciona se caminharem paralelamente. No caso deles, essa dita renovação só veio a acontecer com perdas de caciques, devido a fatores extras e não por vontade. E hoje pagam caro por isso.  Vejam o caso de Sergipe. Não conseguem nem montarem uma chapa competitiva. Estão sujeitos a perderem manda tos tanto na assembleia legislativa, como na câmara federal.  Mendonça Prado e José Carlos Machados estão sujeitos a não se reelegerem. Assim acontece com o partido a nível nacional. Em acordo fechado anteriormente, eles, os hoje denominados de  “democratas”, indicariam o vice na chapa do presidenciável tucano, José Serra. Mesmo com esse nome, neste momento de culto as tradições nordestinas, com tantos forrós espalhados pelo Brasil e principalmente pelo nordeste brasileiro, mesmo assim este Serra, não consegue sequer montar a sua chapa. E agora, mais do que nunca, tenta convencer os eternos aliados de que é melhor os tucanos indicarem um vice. Estão fritando, ou melhor, estão assando nas fogueiras de São João e São Pedro, quaisquer pretensões.  O desespero bate a cada dia em pesquisa são anunciadas e cada vez mais, Dilma se distancia. Lá na roça dizemos que isso tudo é fruto de uma plantação equivocada. Só irão colher o ostracismo e o isolamento político. Chega a ser cômico para não dizer triste, ver o presidente Rodrigo Mais, dizer que caso a escolha do vice seja mesmo outro tucano, isso não será motivos para um racha. De uma coisa, eles têm consciência. Já não são mais os  “naninhas” de antigamente.  Obra e graça da falta de visão e de capacidade de terem enxergado o futuro”.

 

Participe ou indique este blog para um amigo:

claudionunes@infonet.com.br

 

Frase do Dia

“O erro é o preço que os seres humanos pagam pela habilidade de pensar e agir intuitivamente. É a possibilidade de errar ou acertar, que faz da espécie humana a única dotada de livre-arbítrio, a capacidade de escolher entre idéias, caminhos, soluções e alternativas diferentes. É também esse mecanismo que faz as pessoas melhorarem com o aprendizado e o acúmulo de novas experiências. Sem a perspectiva do erro seríamos todos exatamente iguais, homens e mulheres aborrecidamente infalíveis e previsíveis….” Alfredo Bosi. 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários