DUTRA AO SENADO?

0

Sexta-feira passado estava tudo pronto para o lançamento da candidatura de José Eduardo Dutra (PT) ao Senado Federal. No mesmo dia, pela manhã, em conversa com o ex-governador Albano Franco (PSDB), o ex-prefeito Marcelo Déda (PT) e o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB), atenderam ao pedido de suspender a festa de Dutra por apenas uma semana, porque o ex-governador tinha repensado e voltou a optar por uma candidatura majoritária, dentro de uma aliança informal com o bloco oposicionista. Eduardo Dutra jamais impôs candidatura e, ele próprio, foi quem anunciou a Albano Franco que abriria para ele. Só para ele. Ontem, entretanto, o deputado Jackson Barreto (PTB) fez o programa de televisão do seu partido e aproveitou para anunciar a candidatura de José Eduardo Dutra ao Senado Federal: “Será fundamental para ajudar Marcelo Déda no governo do estado e o presidente Lula no comando do país”, disse.

Pelo anúncio de Jackson é possível que o prazo para o ex-governador se esgotou. Entretanto é bom lembrar que o deputado sempre defendeu a candidatura de Dutra para o Senado. Para o PSDB ele sempre sugeriu uma coligação com o PTB, PSB e PL.

Todos os dias, os tucanos fazem vôos rasantes em campos diferentes. Neste momento sobrevoa a área do PFL e está praticamente em posição de pouso. Ontem à tarde, do Rio de Janeiro, o empresário Ricardo Franco (PSDB) revelou que o melhor para o pai é disputar uma das vagas de deputado federal dentro de uma chapão com outros partidos vinculados ao PFL. Domingo passado o PSDB pôs na mesa o que deseja para integrar a coligação pefelista: “estamos pedindo o básico”, disse ele, desmentindo que em algum momento foi exigida vaga no Tribunal de Contas. Os tucanos querem indicar o vice e isso o PFL cede com naturalidade. Ricardo também acha que há uma protelação para fechamento da aliança e essa demora faz com que haja certa frieza dos dois lados. Sábado passado, quando foi divulgada a informação da suspensão do lançamento da candidatura de Dutra e que Albano Franco poderia retomar o seu projeto de disputar o Senado por uma aliança branca, um tucano aflito procurou um vereador pefelista e sugeriu que enviassem alguém para uma conversa com o ex-governador, na tentativa de contorna a situação.

A sugestão foi dada e ontem um emissário de alto quilate do PFL teve uma demorada conversa com Albano Franco. A ponto que está marcada para hoje mais uma rodada de conversas entre o governador João Alves Filho e o ex-governador, possivelmente no apartamento de Tácito Faro, secretário do primeiro e cunhado do segundo. Se depender do empresário Ricardo Franco e de dois candidatos a mandatos parlamentares, o martelo será batido hoje e a aliança consolidada, desde que sejam aceitas as exigências tucanas. Ontem, um atuante político revelou que o melhor para Albano Franco é disputar uma vaga para o Senado. Vê nisso a única chance dele sair-se bem desse momento político, porque se trata de uma disputa majoritária. Admite que dificilmente ele terá condições de eleger-se deputado federal, caso o seu partido saia sozinho e tente pequenas composições com legendas de médio porte: “todo mundo já está comprometido com candidatos à Câmara Federal, porque todos pensavam que Albano disputaria o Senado”. Realmente, o ex-governador tem ouvido isso quando conversa com velhos amigos do interior.

Entretanto, na hipótese dos tucanos saírem juntos em um chapão para federal e estadual, o experiente político acha que o ex-governador pode ser um dos candidatos mais votados e levar inclusive o deputado federal Bosco Costa à reeleição. Bom, mais tudo isso vai depender do que acontecerá nestes próximos dias, porque não há tempo para José Eduardo Dutra adiar o lançamento de sua candidatura. Hoje, depois do jogo Brasil e Croácia, os políticos viajam a Itabaiana para acompanhar a procissão de Santo Antônio. Albano estará com a prefeita Maria Mendonça (PSDB), que estará junto a Déda e ao lado de Eduardo Amorim (PSC), aliado de João Alves e o candidato da prefeita a deputado federal. O governador estará com ex-prefeito Luciano Bispo (PMDB), que vota em José Carlos Machado (PFL) para se manter na Câmara Federal. É muito difícil de entender.

 

 

CONVENÇÃO

O ex-governador Albano Franco estava em Belo Horizonte, este final de semana, onde participou da convenção do PSDB, que homologou a candidatura de Geraldo Alckmin a presidente.

Estava lá toda a força tucana no país e membros da Executiva Nacional do PFL, partido que faz coligação com o PSDB. De Sergipe haviam seis representantes…

 

ENCONTRO

Em Belo Horizonte, o governador Albano Franco teve um encontro com o presidente nacional do PSDB, Tasso Jereissati, e falou sobre a situação do partido em Sergipe.

Insistiu na dificuldade de composição com o PFL. Tasso diz que Albano pode ser candidato ao que quiser, menos em aliança branca com o PT.

 

RADICALIZA

O próprio Albano Franco sentiu que a convenção realizada ontem na Expominas radicalizou a disputa entre PSDB e PT. Os discursos foram fortes e contundentes.

Todos eles falavam do “governo corrupto do presidente Lula”. Albano vai definir a posição do partido em Sergipe, ainda esta semana.

 

DECISIVA

O presidente do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), afirma que a semana que se inicia será decisiva para o fechamento da maioria dos acordos.

“Está clara qual será a regra do jogo. Não há mais razão para postergar entendimentos”. Em Sergipe uma aliança PSDB e PFL chega ao grau de impossível.

 

UNIVERSIDADE

O secretário da Educação, Lindberg Lucena, está satisfeito com o programa que abre vagas para estudantes do ensino público em faculdades particulares, financiado pelo governo do estado.

Ao invés do Estado criar uma Universidade Estadual, o programa agiliza a entrada de alunos nos cursos superiores. O Estado poderá fazer convênios com outras faculdades, inclusive a FGV.

 

SOCIALISTAS

O PSB precisa atrair 5% dos votos em nove Estados para cumprir a chamada cláusula de barreira. Se não cumprir, perderá dinheiro do Fundo Partidário.

Em Sergipe o partido tem um único candidato a deputado federal – Valadares Filho – em uma coligação que elege apenas dois.

 

FONTES

O deputado federal João Fontes (PDT) viaja hoje pela manhã a Brasília para tentar implodir a candidatura do senador Cristóvam Buarque a presidente da República.

Já há um manifesto, assinado por figuras expoentes do PDT, que recusam o nome de Cristóvam para presidente: “o senador não representa o trabalhismo brasileiro”, disse Fontes.

 

COEFICIENTE

O vereador  Fábio Henrique (PDT), candidato a deputado estadual, diz que o partido tem que montar uma estrutura para apresentar candidatos a deputados estadual e federal.

Diz que se não for derrubada a candidatura a presidente da República de Cristóvam Buarque, o seu partido não terá condições de eleger deputados em muitos estados.

 

RICARDO

O nome escolhido pelo ex-governador Albano Franco (PSDB) para ser intermediário na conversa com o governador João Alves Filho (PFL) foi o filho Ricardo Franco.

João avisou a aliados que não trataria desse assunto com representantes e estava disposto a conversar para fechar um entendimento.

 

COM LULA

Segundo informação de Brasília, Sergipe está entre os 16 estados que apóiam a reeleição do presidente Lula da Silva (PT).

O partido está conversando com PT e PFL no estado e analisa a melhor condição para fechar aliança. O PMDB quer uma boa posição na chapa majoritária.

 

HELENO

O deputado federal Heleno Silva (PL) esteve reunido, domingo passado, em almoço numa churrascaria da orla, com lideranças políticas.

Heleno está trabalhando sua candidatura e tem conversado política com lideranças que jogam em campos diferentes.

 

SLOGAN-1

O pré-candidato a governador pelo PT, ex-prefeito Marcelo Déda, está utilizando um velho slogan da UDN da Paraíba, nas eleições de 1960.

“Esta com medo? Não! Estou com Pedro”, dizia uma frase da música de campanha de Pedro Gondim, candidato a governador da Paraíba, cujo slogan era “sem ódio e sem medo”.

 

SLOGAN-2

Quatorze anos depois, em 1974, o então candidato ao Senado Federal, Marcos Freire (falecido), foi eleito pelo PMDB com o mesmo slogan: “sem ódio e sem medo”.

Derrubou um nome forte da oligarquia pernambucana: João Cleofas (Arena). No mesmo ano, em Sergipe, o médico Gilvan Rocha esfacelou o comando político de Leandro Maciel.

 

 

Notas

 

CONDENAÇÃO

O Tribunal de Contas da União (TCU) julga irregulares contas de Ananias Menezes Nascimento, ex-prefeito de Salgado, e o condenou a pagar R$ 156.141,21, valor atualizado, por não prestar contas dos recursos transferidos pelo FNDE. A verba foi destinada à assistência financeira aos pequenos investimentos nas escolares do município.
O ex-prefeito terá 15 dias para comprovar o recolhimento da dívida ao FNDE, além de pagar multa no valor de R$ 5 mil aos cofres do Tesouro Nacional. Foi autorizada a cobrança judicial. A ação cabe recurso da decisão.

 

FUNDO PARTIDÁRIO

O TSE decidiu que o partido político que recebe verbas do Fundo Partidário pode assumir e contabilizar, por meio de seu diretório nacional, despesas com luz, água, telefone, aluguel, correios, pessoal e encargos sociais dos diretórios estaduais que, por decisão da Justiça Eleitoral, tiveram suspensas as cotas do Fundo Partidário.

Ao analisar consulta do deputado Leodegar Tiscoski (PP-SC), ministros do TSE seguiram o voto do relator, ministro Cézar Peluso. Para o deputado, suspensão do repasse de cotas do FP pode provocar a paralisação do diretório.

 

BANDEIROLAS

TSE decidiu que é permitida a confecção e distribuição de displays, flâmulas e bandeirolas com propaganda eleitoral para afixação em veículos. Os ministros também entenderam que pode ser feita a exposição de mídia exterior e pintura de muro em propriedade. O TSE responde consulta do deputado Antônio Fleury (PTB-SP).

O deputado diz que a minirreforma eleitoral que estabeleceu diretrizes a serem aplicadas a partir das eleições de outubro, “deixou diversas lacunas quanto à proibição e veiculação de material publicitário a ser utilizado no período eleitoral”.

 

 

É fogo

 

A deputada estadual Angélica Guimarães (PSC) se recusou a fazer dobradinha com Albano Franco (PSDB) para a Câmara Federal.

 

O ex-prefeito de Pirambu (PSC) está firme na dobradinha com o médico Eduardo Amorim (PSC), que é candidato a deputado federal.

 

As eleições colocaram o ex-prefeito Gilson dos Anjos (PSDB) e Airton Martins PT, nas ruas da Barra dos Coqueiros.

 

O deputado federal João Fontes (PDT) está cada vez mais animado com a sua candidatura a governador do Estado. Acha que fará a diferença…

 

O governador João Alves Filho (PFL) tem aprofundado conversas com o partido importante que pode provocar surpresa e decepção.

 

O ex-prefeito Marcelo Déda (PT) tem dedicado os finais de semana para viagens a várias cidades do interior. Tem visitado muita gente.

 

José Eduardo Dutra (PT) tem mantido inserções na televisão, numa demonstração de que será candidato ao Senado, apesar de ainda sair para deputado federal.

 

Está tudo quase pronta para os festejos juninos que se iniciam no final desta semana. Tem muita festa a rolar até o final do mês.

 

A programação do São João em Aracaju é das melhores. Tanto no Forrocaju, que se realiza no mercado, quanto na vila do forró, na praia de Atalaia.

 

A TAM lançou uma promoção para quem não gosta de futebol. A empresa dá desconto de até 90% para as passagens válidas nos dias dos jogos da seleção brasileira deste mês.

 

Essa promoção da TAM são válidas exatamente para dias e horários em que a Seleção Brasileira estiver jogando.

 

brayner@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários