E agora, Vale?

0

Agora que a Assembleia aprovou o projeto sobre o ICMS a ser gerado com a venda do potássio, a Vale não tem mais justificativa para protelar a exploração da carnalita naqueles municípios. Até a votação da propositura, a mineradora ameaçava abortar o investimento de R$ 4 bilhões, alegando que só atua onde é bem vinda. Com o caminho livre para tocar o projeto, cabe agora à Vale colocá-lo em apreciação no seu conselho administrativo para, em seguida, instalar o canteiro de obras. A não ser que, além da briguinha dos dois municípios pela partilha do ICMS, a mineradora tenha outros motivos para empurrar com a barriga o projeto carnalita, tão desejado pelos sergipanos.

Fome braba

Diante da fome de reajuste salarial demonstrada pelos servidores estaduais, é bom o governador Jackson Barreto (PMDB) preparar algo mais consistente do que sopa para alimentá-los. Somente ontem, fizeram manifestações os servidores da Coordenadoria Geral de Perícias, os bombeiros e policiais militares, sem contar que professores e outras categorias ameaçam cruzar os braços. Pelo visto, a galera quer coisa mais consistente do que o lero-lero oficial.

Greve a caminho

Motoristas e cobradores dos ônibus da grande Aracaju podem cruzar os braços a partir da próxima semana. A greve será definida na assembleia que a categoria realizará terça-feira que vem. Segundo os trabalhadores, enquanto pedem um reajuste de 16% para as passagens, as empresas não oferecem um centavo furado de reajuste. Sem contar que algumas atrasam salários, tíquetes refeição e outros benefícios. É, sendo assim…

Forte candidata

Os deputados estaduais já começaram a assinar o documento apresentando a presidente da Assembleia, Angélica Guimarães (PSC), como candidata a conselheira do Tribunal de Contas do Estado. Ela vai concorrer à vaga aberta com a recente aposentadoria de Reinaldo Moura (PSC). As chances da parlamentar cristã cresceram muito depois que o também deputado Luiz Mitidieri (PSD) desistiu da disputa.

Conversa fiada

Agora todo mundo quer ser responsável pela decisão do Ministério da Educação de implantar um campus da Universidade Federal de Sergipe em Nossa Senhora da Glória. Uns dizem que propuseram isso há muitos anos, outros alegam que influenciaram na decisão do MEC e alguns juram que sem o apoio deles o campus do sertão jamais sairia. Tudo conversa mole enganar os bobos. Cabe ao eleitor ficar atento.

Na telona

Aconteceu ontem à noite no Cinemark do Shopping Jardins a pré-estreia do filme ‘Aos Ventos que Virão’. Com vários atores sergipanos no elenco, a película foi rodada no município sergipano de Poço Redondo e conta a história de um ex-cangaceiro que vira político. Dirigido pelo cineasta Hermano Penna, o filme ficará em cartaz até a próxima semana. Não deixe de assistir!

Homenagem

A Assembleia realiza hoje sessão especial para homenagear mulheres sergipanas que se destacaram em suas áreas de atuação. Serão agraciadas com a Medalha Quintina Diniz
a procuradora regional do Trabalho, Vilma Leite Machado Amorim; a senadora Maria do Carmo Alves; a professora da Universidade Federal de Sergipe, Josefa Eliana Souza; a atriz e diretora do Grupo Imbuaça, Isabel Santos; e Etani Souza Fontes.

Prejuízo

O prefeito de Canindé, Heleno Silva (PRB), discute hoje com o governador Jackson Barreto (PMDB) sobre os prejuízos causados ao estado pela queda da produção de energia elétrica. Segundo Heleno, a redução da tarifa e a forte seca, que fez a Chesf desligar algumas turbinas na Hidrelétrica de Xingó, causarão um prejuízo de R$ 200 milhões ao estado e de R$ 25 milhões a Canindé. É muita grana, não?

PSTU define

O PSTU definiu ontem que Vera Lúcia será candidata a deputada federal nas próximas eleições. Esta será a primeira vez que Vera não disputará um cargo majoritário. No encontro realizado ontem em Aracaju, o partido decidiu ainda apoiar um candidato a governador a ser indicado pelo PSOL, que deverá ser a professora Sônia Meire. O PCB também participará da aliança política. O presidenciável José Maria de Almeida prestigiou o encontro da seccional sergipana do PSTU.

Supervendas

Políticos e empresários sergipanos prestigiaram ontem a abertura do 6º Encontro de Supermercadistas. Realizado no Centro de Convenções de Sergipe, o evento homenageou o empresário Juliano Souto por sua atuação no comércio sergipano. A expectativa dos organizadores é que o Supervendas gere cerca de R$ 25 milhões em negócios e seja visitado por mais de 12 mil pessoas.

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Notícia em 30 de março de 1897

 

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários