E-commerce x S-commerce

0

Nas pesquisas sobre como estruturar um comércio eletrônico, muitos empreendedores acabam se deparando com uma expressão que, vez por outra, abre margem para dúvidas: o S-Commerce. Vamos, então, desmistificá-la.

O termo vem da expressão Social Commerce (“e-commerce social”, no português) e consiste em um formato específico de loja virtual. Ou seja: o S-commerce nada mais é que um tipo de e-commerce. Neste caso específico, ele encontra nas mídias sociais o seu suporte comercial majoritário, transformando-as em verdadeiros catalisadores de vendas online.

Um bom exemplo no Brasil é o Magazine Luíza, que lançou o “Magazine Você”, plataforma através da qual o próprio internauta pode montar uma loja e oferecer produtos aos amigos, através das redes sociais. A sistemática é simples: você seleciona os itens que deseja colocar à venda (contando com a vantagem de poder disponibilizar os milhares de opções da rede) e eles são apresentados na sua própria rede social. A cada venda, você ganha uma comissão. E o melhor: todo o restante – pedido, entrega e demais afins – fica sob a responsabilidade do Magazine Luíza.

Ficou interessado? Então, aqui vai outra dica da nossa coluna, para quem pretende montar uma loja no Facebook: o BazzApp. Trata-se de um aplicativo web que permite vender e comprar através desta rede social, com a possibilidade de criar o seu próprio ‘shopping virtual’.

Faça um bom planejamento de Marketing Digital, confirme se esta é uma boa opção para o seu negócio… E boas vendas online!

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários