É preciso oxigenar a PM

0

Na posse do novo comandante da Polícia Militar, coronel José Carlos Pedroso, o governador Marcelo Déda (PT) disse esperar que não haja comando paralelo na corporação. Não será fácil acabar com os conflitos internos existentes no seio da tropa, mas a missão do coronel Pedroso poderá fracassar se algumas providências não forem adotadas pelo próprio governador. Uma delas é o reajuste salarial, que vem tirando o sono da equipe econômica do governo e deixando estressada a base da Polícia. Outra alternativa para reduzir a tensão na PM pode ser o decreto pijama, ou seja, mandar para a reserva remunerada pouco mais de uma dezena de coronéis, visando abrir a temporada de promoções desde o topo até a base da pirâmide. Além de tirar do caminho do novo comandante alguns subordinados que apostam no perigoso poder paralelo, o governador oxigenaria a Polícia e faria justiça aqueles que há muito esperam para ser promovidos.

 

O peso dos impostos

 

Reduzir o preço dos remédios é o desejo da indústria farmacêutica e do governo federal. Para que isso aconteça, será preciso que os governos estaduais diminuam o ICMS que incide sobre os preços dos medicamentos. A idéia é que o tributo caia dos atuais 17% para 12%, visando reduzir os preços em quase 9%. Para se ter uma idéia do peso dos tributos, os medicamentos consumidos pelos brasileiros têm uma carga tributária média de 35,7%, menor do que as drogas de uso animal, que é de 14,3%. Pode uma coisa dessas?

 

Último dia

 

Termina nesta segunda-feira, o prazo para as prefeituras com mais de 100 mil habitantes apresentarem propostas ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) para instalação de restaurantes populares. Cada município poderá receber até R$ 1,4 milhão para implantar um novo estabelecimento, ou até R$ 500 mil para modernizar os existentes.

 

Ação Global

 

Promovido pelo Serviço Social da Indústria (Sesi), o Projeto Ação Global vai acontecer no próximo dia 30, em Estância, levando a toda a população do município ações de cidadania e solidariedade. Algumas novidades estão previstas para esse ano, como um stand para coleta de alimentos e agasalhos à população que sofre com as fortes chuvas caídas em Sergipe. Este ano haverá um número recorde de casamentos coletivos: 43. Neste item, o Ação Global conta com o apoio da Secretaria de Ação Social de Estância e de representantes de instituições religiosas.

 

Feira da Indústria

 

As indústrias sergipanas que participarão da Feira da Indústria e Inovação Tecnológica – Fitec – já estão iniciando a montagem dos estandes do evento. Mais de 70 empresas e indústrias estarão expondo seus produtos na Feira que tem como objetivo oportunizar negócios através da interação entre as indústrias sergipanas e os mais variados setores produtivos do Estado. A Feira acontece no Centro de Convenções de Sergipe, a partir desta quarta-feira (27), seguindo até o sábado (30), das 16 às 22 horas. A entrada para o público é franca.

 

Trabalho reconhecido

 

O presidente da Construtora Celi e da Associação Sergipana dos Empresários de Obras Públicas e Privadas (Aseopp), Luciano Barreto, será condecorado com a medalha Arício Fortes, a mais alta distinção concedida pelo Rotary Club de Aracaju. A homenagem vai acontecer na próxima quarta-feira, no Celi Praia Hotel, Orla de Atalaia. O empresário será homenageado pelos relevantes serviços prestados à sociedade e por ser uma grande referência no setor da construção civil em Sergipe.

 

Devendo menos

 

Pesquisa feita pelo Serasa aponta queda no endividamento do consumidor com o cartão de crédito. Nos quatro primeiros meses deste ano, a dívida média com cartões e financeiras ficou em R$ 370, ou seja, 13,5% menor que em 2008. A oferta de dinheiro teve leve recuperação após o período de instabilidade que começou antes mesmo da crise financeira mundial. A qualidade do crédito no país melhorou no primeiro trimestre do ano e já alcançou o patamar pré-crise.

 

Juros menores

 

O governo vai abrir linha de crédito para que motoboys e pessoas que utilizam o veículo para trabalhar possam financiar motos a juros baixos. Na área econômica do governo, é dado como certo que a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) será usada. Os juros mensais atuais dos financiamentos de moto são de 2% a 2,5%. Uma moto de R$ 4 mil comprada em uma financiadora sai a 36 parcelas de R$ 158,60, com juros mensais de 2,2%. Se a TJLP for adotada, a parcela seria de R$ 121,49, com economia de R$ 1.335,96 no preço final.

 

Concurso prorrogado

 

A Petrobras Distribuidora prorrogou por mais seis meses, desde o dia 21 passado, o prazo de validade do concurso público realizado em janeiro último visando a formação de cadastro de reserva para vários cargos de nível médio e superior. Participaram do concurso profissionais de Administração, Análise de Sistemas, Arquitetura, Ciências Contábeis, Comunicação, Direito, Economia, Engenharia, Medicina, Pedagogia, Química, Serviço Social e Odontologia. Outros profissionais de nível médio também fizeram as provas.

 

Icasa outra vez

 

E o nosso Confiança escapou de uma baita goleada ontem no Batistão. O Icasa venceu o jogo por dois a zero, mas poderia ter feito bem mais gols na apática defesa do Dragão. A estréia do time proletário no Campeonato Brasileiro – série C – mostrou que o treinador Roberto Cavalo vai precisar suar a camisa para arrumar a equipe se quiser passar para a próxima fase. Nem precisa dizer que os torcedores do Confiança deixaram o Batistão fulos de raiva. O próximo adversário dos proletários será o CSA, de Alagoas.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais