EDITAL DE PESQUISA VALE/CNPq

0

Terminam hoje, 18.01, as inscrições para o edital de pesquisa lançado pelo Instituto Tecnológico Vale (ITV) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), com o objetivo de selecionar e apoiar propostas de pesquisa dentro das linhas definidas pelo estudo Projeto Setor Mineral – Tendências Tecnológicas Brasil 2015. O resultado deste estudo, realizado pelo Centro de Tecnologia Mineral (CETEM) e pelo Serviço Geológico do Brasil (SGB), em 2006, gerou uma agenda de prioridades para investimentos no setor mineral. O edital disponibiliza um total de R$ 6,9 milhões para as pesquisas selecionadas, dos quais R$ 4,7 milhões serão aplicados pela Vale e o restante financiado pelo Fundo Setorial Mineral (CT-Mineral).  A iniciativa da Vale faz parte de um esforço da empresa para fomentar a produção de pesquisas científicas, o desenvolvimento econômico de base tecnológica no país, além de gerar e difundir novos conhecimentos para o desenvolvimento socioeconômico, ambiental e para a cadeia da mineração sustentável no país. “Com este edital a Vale inaugura uma política de ação em parceria com as agências de fomento à C&T do país”, comemora o diretor do ITV, Luiz Mello. O público alvo desta ação de fomento são os grupos de pesquisa que residem nas universidades brasileiras, liderados por docentes-pesquisadores, e que tenham interesse nas linhas temáticas sugeridas no edital.  O financiamento dos projetos inclui itens relativos a custeio (material de consumo, serviços, equipamentos e passagens), capital (equipamentos e serviços de uso permanente, além de material bibliográfico) e capacitação de recursos humanos (bolsas de estudo). Pelo menos 30% dos recursos deverão ser destinados a projetos vinculados a instituições sediadas no Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país. As propostas de pesquisa serão selecionadas pela área técnica do CNPq e julgadas por um Comitê Julgador, com um representante da Vale. No dia 11 de março o resultado será divulgado no site do CNPq e o início da contratação das propostas aprovadas está previsto para 16 de março. (ITV)

 

BANESE: MAIS RECURSOS DO FNE

 

O Banese obteve a ampliação do limite operacional de recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste – FNE. Segundo comunicado encaminhado ao presidente do Banese, Saumíneo Nascimento, pelo presidente do BNB, Roberto Smith, o limite operacional de repasses do BNB para o Banco do Estado, dentro dos programas do FNE, passou de R$ 50 milhões para R$ 73 milhões. De acordo com o presidente do Banese, podem ser beneficiários do FNE produtores, empresas, associações e cooperativas de produção.

HAITI

Em resposta ao trágico terremoto ocorrido no Haiti, as operações do Walmart em todo o mundo e a Fundação Walmart anunciaram uma doação no valor de US$500.000,00 para os trabalhos de emergência da Cruz Vermelha no Haiti. A empresa também está enviando kits de alimentos pré-embalados no valor de US$100.000,00 para o Haiti a pedido da Cruz Vermelha. A Fundação Walmart também lançou a página na web, www.walmartstores.com/Haiti através da qual seus clientes e associados podem fazer doações para entidades sem fins lucrativos que estão apoiando os trabalhos de ajuda no Haiti.

TURISMO EM ALTA

O Aeroporto de Aracaju bateu em 2009 seu recorde histórico, com 727.366 passageiros, crescimento de aproximadamente 9% (nove por cento) em relação a 2008. “Este crescimento é explicado pelo aumento do numero de turistas a partir do terceiro trimestre do ano passado”, comemora o atuante diretor de Operações da Emsetur, Diego da Costa.

 

DESTACANDO:

 

CIMENTO 1A produção de cimento de Sergipe, referente ao mês de outubro de 2009, registrou crescimento de 4,8% na comparação com mês de setembro, passando de 235,4 mil toneladas para 246,6 mil, de acordo com os dados do SNIC. A produção do Estado representou 26,2% de toda a produção do Nordeste. No confronto com o mesmo mês de 2008, a produção de cimento de outubro de 2009, retraiu-se 7,2%. No acumulado do período de janeiro a outubro os dados revelaram uma retração de 8,2%, em relação ao mesmo período de 2008.

 

CIMENTO 2Ainda de acordo com o SNIC, o consumo aparente de cimento (diferença entre o que é produzido e o que é vendido para fora do Estado) no mês de outubro de 2009 apresentou um crescimento de 10,6%, comparando com o mês de setembro, passando de 34,8 mil toneladas para 38,5 mil. Em relação ao mesmo mês do ano anterior o aumento foi de 6%. No acumulado do período de janeiro a outubro, o resultado também foi positivo, com um crescimento de 3,3% em relação ao mesmo período do ano anterior.

 

FPEOs dados da Secretaria do Tesouro Nacional mostraram que a receita originária do FPE de Sergipe somou o montante de R$ 156,1 milhões no mês de dezembro de 2009, contra R$ 144,8 milhões do mês de novembro, um aumento de 7,8%. No mês de dezembro de 2008, o FPE de Sergipe havia atingido R$ 153,4 milhões. No acumulado do ano, registrou-se uma perda de R$ 489 milhões dessa fonte de receita, o que corresponde a uma redução de 5,6%, sem corrigir a inflação.

 

FPMO Fundo de Participação dos Municípios sergipanos, no último mês do ano de 2009, somou R$ 87,2 milhões contra R$ 90 milhões de dezembro de 2008, perda de 3%, sem descontar a inflação. No acumulado do ano, a queda na receita do FPM atingiu 8,2%, o que significou menos R$ 51,5 milhões nos cofres dos municípios sergipanos, também sem descontar a inflação. Aracaju em 2009 somou o montante de R$ 104,5 milhões, na receita do FPM, contra R$ 126 milhões do ano de 2008, uma perda de R$ 21,5 milhões (ou aproximadamente 17,1%), sem corrigir a inflação. (Ricardo Lacerda/Rodrigo Rocha)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais