Edvaldo encarna mote João: experiência

0

Em 2012, na disputa da Prefeitura de Aracaju, cuja eleição venceu no primeiro turno, o mote de João Alves era a experiência contra a renovação que era o mote do candidato Valadares Filho. O marketing funcionou, ele se elegeu e hoje João Alves tem uma alta rejeição e na disputa pela reeleição quase perde para o quarto colocado Dr. Emerson ficando apenas com 9,99% dos votos válidos. A administração de João está terminando de forma calamitosa.

Agora, com o desespero do segundo turno, o candidato Edvaldo Nogueira escalou os aliados para incorporar o discurso de experiência administrativa como mote principal para ser prefeito. Na Alese, escalou o líder do governo, Gualberto que cheio de problemas para defender, resolveu agradar o candidato do governador. E do PCdoB, o recém eleito vereador, Antônio Bittencourt.

O blog tem o maior respeito pelo professor e vereador eleito por Aracaju, Antonio Bittencourt Filho. O pai dele, Antônio Bittencourt, está aí vivo e sabe do relacionamento especial  com o avô deste jornalista,  José Nunes da Silva. Criticar o adversário faz parte, mas usar pejorativamente o termo estagiário é lamentável. Aliás, quem hoje é chamado de estagiário em 2012 foi cantando e prosa em verso para ser prefeito. Pura incoerência.

Qual a experiência do outro: sete anos e deixou Aracaju com vários problemas, sem coragem de fazer uma simples licitação de transporte? Ou o ano e 2015 que passou na Agência de serviços? E um detalhe: é melhor ser estagiário do que realizar uma gestão pífia que saiu com uma rejeição de 79%.

E o blog nem vai analisar “o branco” e “a tremendeira” que o suposto estagiário fez o “experiente” passar no debate.

O fim da calamitosa gestão de João hoje e a de Edvaldo em 2012 têm algo em comum: uma alta rejeição da população aracajuana.

2º turno
Propaganda eleitoral em Aracaju no rádio e TV, no 2º turno deve começar na segunda-feira, 10. O dia 15 era o prazo máximo para início.

João Alves e o DEM: ninguém quer o apoio
Os candidatos que disputam o segundo turno, Edvaldo Nogueira e Valadares Filho já deixaram claro que não querem o apoio de João Alves e do DEM. A rejeição de João Alves é fatal para quem quer ganhar a eleição em Aracaju.

Lideranças que são “a cara” de João sem palanque no 2º turno
E a rejeição de João,  em torno de 50%, deixou sem palanque no 2º turno algumas lideranças que são “a cara dele, ou seja, são a imagem da administração atual. Nenhum dos dois candidatos que levar para passeatas e carretas nos bairros da periferia quem representa a imagem da atual administração que abandonou os serviços básicos.

Dr. Emerson: todos querem o apoio dele
Já o candidato Dr. Emerson, da REDE, vem sendo cobiçado por Edvaldo Nogueira e Valadares Filho. Na noite da segunda-feira numa reunião a maioria desejou que não apoiasse ninguém, mas a decisão só será anunciada hoje. Qualquer um dos dois pode receber o apoio da REDE. Ele concede coletiva a imprensa hoje,05, na Câmara de Aracaju, às 7h. Deve ficar neutro.

PPS anuncia hoje apoio a Valadares Filho
O PPS anuncia hoje, 05, às 15 na sede do partido (Rua Zaqueu Brandão,70), o apoio a candidatura de Valadares Filho. O PPS elegeu dois vereadores: Fábio Meireles e palhaço Meireles. Todos os suplentes também se engajarão na campanha.

Candidatos
É possível que ainda esta semana o TRE/SE  comece a convocar os candidatos que obtiveram menos de 8 votos para se explicarem.

Sobre o artigo de ontem e a difamação
Esclarecimentos para alguns leitores: vocês não leram as difamações porque elas não foram publicadas. Foram através de comentários que não foram autorizados no sistema.

E  o Instituto Paraná?  A TV Atalaia que se redimir. Agora contratou o Instituto Única, de Sergipe
Parece que o empresário Walter Franco quer se redimir do vexame das pesquisas divulgadas no primeiro turno pela TV Atalaia que contratou o Instituto Paraná. Agora é o Instituto Única, de Sergipe.

Mesmo sem partido, Gilmar está apto para assumir Alese
O suplente de deputado estadual Gilmar Carvalho está apto para assumir um mandato a partir de janeiro (por conta das vitórias de Gilson Andrade e Valmir Monteiro), mesmo estando sem partido. É que ele se desfiliou do SD, segundo um advogado especializado em direito eleitoral, dentro do prazo, ou seja, até 18 de março de 2016, dentro da janela que foi aberta. Com isso pode ficar no mandato sem partido e só se filiar se desejar disputar à reeleição.

Indenizar-se e recomposição da Câmara
Deflagrada em março deste ano pela Polícia Civil e Ministério Público, a Operação Indenizar-se teve impacto claro na recomposição da Câmara Municipal de Aracaju na eleição do último domingo, dia 02. Dos dez vereadores afastados após as investigações, nenhum foi reeleito. Dos 15 indiciados, apenas Anderson de Tuca e Dr Gonzaga conseguiram a reeleição.

Indenizar-se e recomposição da Câmara II
A estimativa é que as negociações ilícitas detectadas nas investigações do Departamento de Crimes Contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap) retiraram cerca de R$ 5 milhões dos cofres públicos. Após o indiciamento e denúncia, a Justiça avalia todo o processo, cujo conteúdo aponta para os crimes de peculato, associação criminosa e falsidade documental.

Bom de voto
O prefeito reeleito da Barra dos Coqueiros, Airton Martins, PMDB, se consagrou como o político mais bem votado da história da cidade, com seus 10.293 votos, o que representou 67,55% dos votos válidos. Em se tratando de uma reeleição, ficou claro que o povo apoiou a maneira de administrar de Airton. Em meio a crise econômica geral e ao crescimento súbito que a Barra experimentou nos últimos anos, Airton Martins, portanto, se consagra bom de urna e bom de gestão.

Bom de apoio
Mas o que pouca gente em Sergipe sabe é que Airton também foi um grande apoiador de futuro prefeito de Santo Amaro das Brotas, Dadau, do PSB, que venceu a eleição dando de lavada no ex-prefeito Ivaldo e também no atual, Chileno. Modesto, Airton não anda a se gabar desses seus dois feitos por aí. Mas por se tornar uma liderança inconteste, está na hora até dos envolvidos na disputa de segundo turno em Aracaju prestarem atenção em Airton, pois ele se mostra um exemplo como gestor e coimo liderança boa de voto para ele e para seus aliados.

Propriá: oposição saiu satisfeita da eleição
O vereador e candidato a vice-prefeito da chapa derrotada, Fernandinho Britto disse que todos estão satisfeito.  “Perdemos a eleição por 538 votos de diferença para a Chapa Iokanaan e Hélio Gomes, que conseguiu reunir no mesmo palanque forças antagônicas; a exemplo dos ex prefeitos  Renatinho, Luciano e do atual prefeito José Américo”, explicou.

Propriá: oposição saiu satisfeita da eleição II
Fernandinho Britto explica que a chapa não teve nenhum cacique político apoiando e obteve de 7.340 votos.  “Enquanto a outra chapa, além do acórdão que foi feito, contava com o apoio dos maiores empresários da cidade.”

E Camilo Daniel em? Nada a declarar…
E o candidato a vereador pelo PT em Aracaju, Camilo Daniel, que iniciou a campanha indo ao aeroporto agredindo verbalmente parlamentares e depois teve o episódio em um comitê eleitoral sumiu. Sumiu não só das ruas, mas também da urna eleitoral.

Os 100 melhores colégios do ensino médio no Brasil – Enem 2015. Nenhum de Sergipe
O atento leitor Luiz Brandi lembrou que ontem, 04, a imprensa publicou a lista em referência, e chama a atenção positivamente, o fato de 05 colégios de Teresina (PI) constarem naquela lista, com as colocações numeros. 02, 17, 25, 51 e 84.Os outros colégios do Nordeste foram 04 de Recife (PE), 02 de Fortaleza (CE), 02 de Natal (RN), 02 de Feira de Santana e 01 de Salvador (ambos BA). Não constando nenhum de Aracaju.

Nova alça do viaduto do DETRAN está 60% concluída
Quem passa pelo complexo viário Manoel Celestino Chagas já visualiza o avanço da nova alça que será o elo principal entre a Avenida Tancredo Neves e o inicio da interligação das Avenidas Augusto Franco e Gasoduto.São R$ 40.184.429,70 oriundos do programa Pró Transportes executado pela Seinfra e será crucial para o melhoramento da mobilidade urbana, facilitando acesso a alguns bairros da Zona Sul, às praias e à Zona de Expansão.

Max faz balanço de mandato e destaca projetos sancionados
Em pronunciamento no Plenário da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), ontem, 04, o vereador Max Prejuízo (PSB), fez uma avaliação positiva de suas atividades como parlamentar.  No balanço das suas principais propostas, ele citou o PL 170/2015 que institui a Campanha Permanente de Informação, Prevenção e Combate à Depressão, o PL 15/2013 que dispõe sobre os serviços de Psicologia Escolar e Assistência Social nas escolas da rede pública municipal de ensino, ambos sancionados, e ainda o PL 77/2015, aprovado em primeira votação, que visa fomentar a política de formação de reservas de terras públicas destinadas à construção de moradias em consórcio intermunicipal.

Propositivo
“Durante esses quase quatro anos fizemos um mandato propositivo com muitos resultados para a cidade. Todos os nossos projetos aprovados são plenamente executáveis, não são projetos para serem engavetados. Com um pouco de boa vontade, o Executivo terá instrumentos legislativos e normativos para construir sonhos coletivos, como o de tornar real a casa própria para pessoas de baixa renda, e políticas públicas importantes, como combater a violência nas escolas, à evasão escolar e ampliar o atendimento psicológico nas unidades básicas de saúde, através de nossas muitas propostas apresentadas e aprovadas no parlamento municipal”, disse Max.

Invasão
Outra ação que mereceu destaque pelo parlamentar, foi à retirada de mais 180 famílias da antiga invasão Recanto dos Manguezais, que viviam de forma sub-humana, mas hoje recebem auxílio moradia enquanto aguardam suas casas definitivas. “De todo o trabalho que realizamos, essa conquista foi a que me deixou mais feliz e realizado. Não ver mais aquelas famílias viverem de forma indigna, no meio do esgoto, convivendo com ratos, cobras e outros bichos desta natureza, é o que levo de melhor deste mandato”, destacou Max.

Primeira suplência
O parlamentar, que no pleito do último dia 2/10 ficou com a primeira suplência em sua coligação, agradeceu a população pela sua votação e afirmou continuar lutando pelas causas que acha justa, como sempre fez antes de ser eleito. “Vou seguir trabalhando como sempre fiz, de cabeça erguida, buscando o melhor para a minha comunidade, para a minha cidade. Passamos por uma eleição apertada, disputada voto a voto, feita de forma limpa, sem compra de votos, cheia de amigos e com muito trabalho. Isso é uma grande vitória. Agradeço imensamente o apoio de todos que me ajudaram nessa campanha, parabenizo a todos os eleitos e desejo que façam o melhor por nossa cidade. Deus sempre está no comando de todas as coisas”, disse Max.

Curso técnico de karate Mestre Machida
Dia 08 de outubro Aracaju terá a presença do mestre Machida, uma lenda vida do karate mundial. O curso, que terá como tema o kumite, será realizado no Colégio Master, das 9h às 12 hs e das 14h30 às 18h. Maiores informações com o coordenador do curso, Yoacan Jócelis 79 – 98809 – 0037. Ficha de inscrição e regulamento em:http://clubedekarateuniao.blogspot.com.br/2016/09/ficha-de-inscricao-e-programacao-curso.html

A Top Fight Produtora de Eventos Esportivos traz a Aracaju o maior evento de grappling (lutas agarradas) da história da capital sergipana.
Um evento que colocará frente a frente no tatame vários dos melhores atletas locais, num dos maiores palcos do esporte, o ginásio Constâncio Vieira. É a história do jiu-jitsu sergipano sendo contada na prática com muita técnica, suor, garra e amor pela arte suave.O Top Fight Desafio de Grappling acontecerá no dia 08 de outubro às 20h e contará com mega estrutura nos moldes dos grandes eventos de lutas realizados nas maiores metrópoles brasileiras. Serão disponibilizados ao público praça de alimentação, espaço kids com cuidadores, show com a banda de pop rock Os Faranis, apresentação de stand up comedy com o youtuber sergipano Ramon Coxinha e mega estrutura de som e luz, além de 11 lutas divididas em dois cards.

Programação
"O melhor lugar da casa" é aquele lugar aconchegante, acolhedor, confortável, cheiroso, macio. É com esse tema que Aracaju recebe a Semana Internacional de Incentivo ao Uso de Slings. O evento começa nesta sexta (7) e visa conscientizar as mães, pais e cuidadores do uso de carregadores de bebês feitos de pano e que tem se popularizado no mundo todo. A programação começa a partir das 15h desta sexta no Centro Cultural de Aracaju e no sábado a partir das 14h, no Parque dos Cajueiros. A entrada é gratuita.

Programação II
A amarração junto ao corpo da mãe, além de deixar a criança mais calma e segura, a coloca em posição ergonômica, semelhante aquela em que estava no útero. Assim, as crianças choram menos e dormem melhor do que nos berços ou carrinhos. Na programação de sexta (7) será exibido o filme "O Começo da Vida",  que faz uma análise profunda e um retrato apaixonado sobre os primeiros mil dias de um recém-nascido.

Programação III
No sábado (8) a tarde será voltada para a exterogestação e o uso correto do sling.“Não adianta a pessoa ter o carregador e colocar a criança de qualquer forma, o que pode trazer prejuízos físicos a médio e longo prazo”, explica Juliane Barbosa, uma das organizadoras do evento. Também ocorrerá uma oficina prática de tipos de amarrações conforme peso e faixa etária da criança. A agenda inclui também caminhada pelo parque com os slings, práticas integrativas: massagem, acupuntura, reiki, ervas medicinais, além de um picnic colaborativo.

PELO TWITTER

www.twitter.com/clovis_silveira  A grande abstenção nas eleições é um recado muito claro de que o povo que reformas, cabe as autoridades atender essa reivindicarão!

www.twitter.com/willgomes  Puxa, o PSDB não confiava em urnas eletrônicas faz tão pouco tempo. Ainda bem que as urnas eletrônicas de SP são melhores que as do Brasil

www.twitter.com/MegSantanaAju  Ilha FM:Até sexta sairemos c nota c a posição d PSOL o partido ñ ficará em cima d muro podemos pregar o voto Nulo diz Sônia Meire @redeilha.

www.twitter.com/Thiago_Reis_Aju  Frase do dia – #JoãoTarantela em @georg_magalhaes: no debate da TV Sergipe @EdvaldoNogueira mostrou mais uma vez que é um.#INCOMPETENTE!

www.twitter.com/braynerr  O PT quer se fazer de 'patinho feio' da mídia. esquece que é a própria legenda que não se faz respeitar.

ARTIGO

88 anos da Independência: Ode ao Quatro de Outubro   Por Ailton Francisco da Rocha*

Comemorado nas ruas de Cedro de São João, Sergipe, o Quatro de Outubro é um marco no processo de construção da identidade do nosso povo. Fui informado, que este ano dentro da programação alusiva aos Oitenta e Cinco Anos de Independência será realizado um grande desfile. Lembro do meu primeiro desfile do Dia da Independência de Sete de Setembro, naquela época não se desfilava no dia Quatro de Outubro. À tarde do, dia seis, iniciava os meus preparativos, engraxando os sapatos pretos, até ficarem brilhando. As meias pretas eram postas na gaveta da banqueta do quarto; em cima delas uma calça comprida caqui, com vincos perfeitos e, num cabide, a camisa branca de manga curta, com o escudo no bolso, onde se lia “Grupo Escolar Municipal 31 de Março”. Era todo o uniforme.
Dois meses de treinamento de marchas e fanfarra, além das professoras, que nos introduziam um patriotismo maravilhoso, onde o gesto de desfilar era explicado como um tributo ao País e ao nosso Município, nosso berço, que deveria ser reverenciado e defendido.
As nossas professoras, iam ao desfile muito bem vestidas, perfumadas. Assim, nos sentíamos envaidecidos de estarmos ali. No palanque oficial, o prefeito e as demais autoridades, rendiam homenagens. 
A povoação de Cedro de São João, iniciou-se com a fazenda Cedro, montada no século XVIII por Antônio Nunes, exatamente no local onde está localizada a Igreja Matriz.
O nome do município originou-se do Cedro, árvore encontrada em grande quantidade na localidade, usada para cercar a primeira fazenda.
Já em 1834, além da casa do fazendeiro, havia nos arredores cerca de 20 casas de taipas construídas para os vaqueiros.
O ilustre professor Valdemar Nunes, argumentava que Cedro de São João teve sua origem em ciganos, oriundos do estado de Minas Gerais, que no começo do século XIX chegaram e se fixaram nas terras cedrenses. Leituras realizadas das obras de autores como Câmara Cascudo e Felte Bezerra, apontam indícios sobre marranos em Cedro de São João. Apesar destes dois estudiosos não detalharem os aspectos da cultura local, ambos inserem a cidade na rota da colonização marrana no Brasil.
Felte Bezerra cita no seu livro Etnias Sergipanas “A nosso ver, algum resíduo de sangue flamengo que se encontrou em Sergipe estará, antes de tudo, na margem franciscana ou, mui salpicamente, em outros pontos do interior do Estado. O reduto de alourados de Cedro, que é particularmente notável, contém um tipo de braquicéfalos, de olhos azuis ou esverdeados, que praticam quase que verdadeira endogamia e gozam a fama de uma origem cigana. Ali talvez haja, mesmo, resíduo judaico, de mistura com esses alourados, quer portugueses, quer flamengos. Entre eles há homens de compleição forte e avermelhados, embora de estatura média ou mesmo baixa, em muitos casos. As mulheres são prolíferas. Há um grande número de crianças em Cedro. O povo é longevo; lá é fácil atingir os 80 anos até mesmo os 100”.
Pela Lei Provincial de 5 de março de 1835, o proprietário da Fazenda Cedro, Antônio Nunes, criou uma escola, posteriormente fechada, e que voltou a funcionar em 9 de Julho de 1872, sob a direção da professora Carolina Leopoldina Regina de Sá.
A partir do ano de 1894, passou a haver uma organização para separação política de Propriá. Surgiram três engenhos no Vale do rio jacaré: Imbira, de Antônio Santana ; Poço dos Bois, de Antônio Soares, e o da Lagoa Seca de Antônio Baptista Nascimento, que colaboraram na formação da estrutura econômica.
Em 29 de outubro de 1901, Cedro retornou à condição de Povoado, pela Lei nº 422. Pouco depois, iniciava-se um movimento pela restauração do Município, tendo como principais líderes, Antônio Batista do Nascimento, João de Deus da Rocha, Manoel da Rocha e Antônio Santana.
A Lei nº 1.015 de 4 de outubro de 1928, sancionada pelo Governador Manoel Dantas, elevou Cedro à Categoria de Vila e Sede do Município, desmembrado de Propriá, sendo instalada a Vila à 1º de Janeiro de 1929. O decreto nº 69 de 26 de março de 1938, anexou o termo à Comarca de Propriá. Pelo Decreto-Lei nº 533, de 7 de dezembro de 1944, o Município passa a ter o nome de "Darcilena", mudando para Cedro de São João em 6 de Fevereiro de 1954, pela Lei Estadual nº 554, passando a contar com mais um Distrito de Paz, o de São Francisco. Depois, o Distrito de São Francisco foi desmembrado, tornando-se Município.

Atualmente, o município pertence judicialmente a sua própria comarca, formado pelos povoados Bananeiras, Batinga, Piçarreira, Cruzes e Poço dos Bois.

Por Quatro de Outubro, por um município verdadeiramente livre, soberano e independente, dizemos presente.

*Engenheiro Agrônomo, Advogado e Escritor.

ARTIGO

Entre o jornalismo do possível e a chantagem Luiz Eduardo Costa (Jornal do Dia)

Já disse, com evidente exagero, o inigualável Millor Fernandes: “Jornalismo é oposição fora disso é armazém de secos e molhados”.

Realista, e cinicamente correto, definiu Assis Chateaubriand: “A liberdade de imprensa acaba onde começa o interesse do dono do jornal”.

Na época em que ele falou isso, a palavra imprensa era exclusivamente sinônimo  de jornal. A TV ainda um experimento incipiente e arriscado, o rádio o mais abrangente, todavia, jornal era mesmo o grande formador de opinião, ou melhor, o que circulava os “recados” da elite, e por isso tinha influencia preponderante no mundo político, e nas decisões.  Todos os grandes jornais dependiam  do poder público, dos financiamentos do Banco do Brasil, e faziam uma espécie de cartel da comunicação. O cartel foi rompido quando um ousado  Samuel Wainer criou, sob as benção de Getúlio, a Ultima Hora. Foi derrubando um a um os jornalões, fazendo uma comunicação descontraída, popular, sem editoriais sisudos e floreados. Depois de 64, todos se juntaram para exterminar a Ultima Hora. O jornal moderno e popular acabou.
Como se vê o terreno da comunicação não é assim aquela superfície limpa, muito menos virtuosa, que alguns chegam a imaginar. Esse jornalismo investigativo de hoje, que inventaram como o supra-sumo da arte de comunicar, é algo que deve ser visto com reservas, dentro daquela visão do velho Chateaubriand, sobre os “interesses do dono”.
É preciso que se relativize aquela imagem de idealismo e coragem que aureolava os velhos jornalistas, os que enfrentaram empastelamentos , prisões, atentados. Que se relativize, em função do tempo decorrido desde então. Agora, o capital sobranceiro se colocou bem acima de quaisquer outras considerações, inclusive éticas. Afinal, o que vem a ser mesmo ética, nesse nosso meio tão cercado e tão  susceptível às tentações?
Dizia Filipe, pai de Alexandre o Grande: “Não há muralha, por mais sólida que seja capaz de  resistir a um burro carregado de ouro”.
É sensatamente recomendável que não acreditemos plenamente nos ídolos da retidão, da pureza ética, do moralismo colocado no pedestal intocado da virtude absoluta. Valeria até perguntar, lembrando desses  ícones do moralismo: “Será que o Juiz Sérgio Moro faz, sem nada receber, essas freqüentes  palestras para empresários?”
Mas, já que estamos a falar sobre jornalismo, comunicadores, tentações, e chantagens, caberia a pergunta: Será que o radialista André Barros incorporou definitivamente a chantagem explícita ao seu ofício?

ARTIGO

A vitória da Ética.  Prof. José Renilson Souza Santos* 

    Mais uma vez o povo brasileiro acaba de prática sua cidadania.  Mais uma vez milhões de brasileiros foram as urnas escolherem seus gestores municipais e seus edis, no último domingo (02/10/2016). O povo brasileiro escolheram de forma democrática aqueles que vão gerenciar suas cidades e aqueles que durante 4 anos serão os responsáveis pelas leis municipais e pelas criações de novas leis com a finalidade do bem comum a cada munícipe brasileiro. 
Mais uma vez a Democracia cujo seu conceito é o poder do povo pelo povo e para o povo está de parabéns por de forma direta e indireta permanece firme e viva desde os tempos romanos até hoje. O povo brasileiro fizeram a sua parte ao irem as urnas e participarem da maior festa democrática de um país que tem a honra de ser uma nação de genes democrático e de direito. Ao final das Eleições de 2016 saíram (e sairá) vencidos e vencedores. Aqueles (as) que não lucraram êxito nas urnas, lembre-se és brasileiro e brasileiro não desiste nunca. Aos vencedores os nossos parabéns e vigilância; parabenizamos por se elegerem e a vigilância com o zelo com o patrimônio público e o erário vindo do suor de cada brasileiro. Agora não houve e nem haverá maior vencedor dessa Eleição do que a Ética do que a decência do que a honestidade com o povo brasileiro.  É possível sim participamos como coadjuvante ou protagonista desta novela real da vida que é um pleito eleitoral sem perdermos os adjetivos supracitados (ética, decência e honestidade). É notório que alguns ainda, infelizmente,  praticam vícios asco em suas campanhas eleitorais;  alguns candidatos preferem a metodologia reprovável de usarem métodos de compra de votos, falatório,  enganação e promessas que jamais serão cumpridas;  com a finalidade de elegerem a um cargo público custe o que custar. Tais atitudes mancham o espírito democrático das eleições.  Agora é possível tem êxito sem praticarem essas "ferramentas" ? Afirmo que SIM e citarei como exemplo a vitória do Padre Inaldo na cidade de Nossa Senhora do Socorro/SE o mesmo foi eleito com mais de 35 mil votos e a partir de 1° de janeiro de 2017 estará a frente do governo municipal. De tal forma os munícipes dessa cidade elegeu um edil para o parlamento municipal o cidadão brasileiro Robson,  hoje vereador eleito, cidadão esse que preferiu usar os princípios éticos do que os "vícios politiqueiros" . 0 Robson foi eleito porque dois princípios básicos adotou durante toda sua campanha eleitoral que foram: a honestidade e humildade.  A honestidade de ser honesto não para com o eleitor mas ser honesto com sua história de vida, sua formação acadêmica, ao Deus que serve e principalmente honesto para com sua comunidade. E humildade para com todos sem acepção de pessoas e sempre ouvido a todos. Citamos tais candidatos eleitos como prova cabal que é possível sim participamos de um processo eleitoral sem manchamos nossa biografia de vida e principalmente respeitamos os sujeitos principal dessa  grande festa da democracia que são os eleitores. Por fim parabenizamos em nome do Padre Inaldo (Pc do B) todos os prefeitos eleitos de Sergipe e, também,  em nome de Robson (PSDC) vereador eleito o   saudamos todos os vereadores eleitos da terra do índio Serigy. Nossa Senhora do Socorro/SE provou que através da cidadania é possível sim fazer da ética uma vitoriosa campeã a cada processo eleitoral.

*Eleitor brasileiro.

Blog no twitter: http://www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
“O amor é um mistério que transforma tudo o que toca,em coisas belas e agradáveis a Deus.”Santa Faustina, santa polonesa e divulgadora do culto à misericórdia divina, morreu em 05 de Setembro de 1938 (n. 1905).

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários