Elefante branco

0

Enquanto o governo de Sergipe vive a tomar empréstimo para pagar a folha de pessoal, a Assembleia torra sem pena o dinheiro do contribuinte. Prova disso é o elevador instalado no suntuoso prédio do Parlamento e que deve ser inaugurado a qualquer momento. Adquirido na legislatura passada, o elevador só chega até o 2º andar do prédio de sete pavimentos e custou mais de R$ 100 mil. Foi implantado para transportar as profissionais de taquigrafia até o plenário, só que hoje o setor não funciona mais no 2º piso. Qualquer suplicante enxerga isto como desperdício do dinheiro público, mas não deve preocupar os senhores deputados, acostumados a queimar por ano R$ 1,5 milhão com verbas de subvenção. Aliás, além do gordo salário e demais mordomias inerentes ao cargo, o parlamentar sergipano abocanha mensalmente R$ 80 mil de verba de gabinete para gastar como bem quiser e entender. Aqui pra nós, nem na Ilha Fiscal a farra era tão animada!

Desmentido

A Secretaria Estadual da Fazenda desmente a anunciada redução no repasse da parcela do ICMS, relativa a agosto, para as Prefeituras. Informa que diferente do que chegou a ser divulgado, não existe redução de valores, que estão seguindo o mesmo patamar dos meses anteriores. “Qualquer alteração se deve à sazonalidade e ao fluxo de arrecadação”.

Passa bem

Foi um sucesso a cirurgia a que se submeteu ontem o governador Jackson Barreto (PMDB) visando religar o tendão do pé esquerdo. A intervenção ocorreu no hospital paulista Albert Eistein, onde JB permanecerá até amanhã. Após a alta médica, o governador continuará em São Paulo até segunda-feira, quando retornará a Sergipe para um período de repouso absoluto.

Fere a Lei

A seccional sergipana da OAB recorrerá à Justiça se a Assembleia aprovar o Projeto autorizando o governo de Sergipe a botar a mão em 70% dos recursos de precatórios. A direção da Ordem entende que a propositura afronta a Constituição Federal. Segundo o presidente da OAB, Carlos Augusto Monteiro, “O que se pretende é invadir o espaço do Judiciário, retirando-lhe a autonomia para gerir recursos sob sua guarda”. Misericórdia!

Sujeira

Veja o que publica hoje o Jornal da Cidade: “Foram vistos em Aracaju caminhões da Viva Ambiental/Estre e trabalhadores uniformizados coletando lixo em alguns bairros. A coluna obteve a confirmação de que a Estre está prestando o serviço de limpeza para a Prefeitura da capital. A questão é: como isso está acontecendo, se existe um contrato em vigor com a empresa Torre?”. Estranho, muito estranho!

Faz escola

Falar em lixo, o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), fez escola ao atrasar por meses o pagamento da coleta de lixo, forçando Torre a suspender o serviço por três dias. O aplicado aluno de João é o prefeito de Estância, Carlos Magno (DEM). Por não receber há meses pelos serviços, a empresa responsável pela coleta naquele município recolheu os caminhões, deixando a cidade jardim na maior sujeira.

Braços cruzados

E os servidores estaduais prometem cruzar os braços no próximo dia 2 para protestar contra a demora do governo em atender suas reivindicações. Dentre as manifestações previstas para o dia, consta um ato público em frente ao Palácio de Despachos. Reunidos ontem, os sindicatos que representam as várias categorias de servidores concluíram que o Executivo está enrolando a galera com muito blá, blá, blá.

Fim da greve

Após 14 dias em greve, os policiais civis de Sergipe retornaram ontem ao trabalho. Mesmo assim, eles seguem impedindo as visitas aos presos nas delegacias. O fim da paralisação foi motivado pela decisão da Justiça considerando a greve ilegal. Mesmo sem terem as reivindicações atendidas pelo governo, os agentes cantam vitória: “Ao menos, conseguimos diminuir o grande número de custodiados nas delegacias”, festeja o Sindicato da categoria.

Torrar nos cobres

O Conselho de Administração da Petrobras autorizou a venda de 25% de ações da subsidiária BR Distribuidora. A petrolífera já fez o pedido de registro à Comissão de Valores Mobiliários, para a “oferta pública de distribuição secundária de ações de emissão da BR”. Atualmente, todas as ações da empresa de distribuição de combustíveis são controladas pela estatal Petrobras.

Mão grande

A Polícia Civil desarticulou uma quadrilha que desviava materiais hospitalares do almoxarifado do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). Detalhes da operação, desenvolvida há dois meses, serão apresentados durante entrevista coletiva, marcada para as 10h desta quarta-feira. Funcionários de empresas terceirizadas foram indiciados por peculato. Um absurdo!

Recorte de jornal

Publicado em A Tribuna no dia 22 de fevereiro de 1933

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais