Em Sergipe Del Rey nada muda para melhor. Marasmo nos últimos anos

0


“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Há um marasmo histórico em Sergipe. Basta analisar apenas os últimos anos para perceber que pouca coisa mudou para melhor no feudo chamado Sergipe Del Rey. Há 20 anos, Sergipe era superior em quase tudo se comparado com os outros Estados do Nordeste.

O titular deste espaço não esquece uma conversa que teve com o então governador eleito, professor Marcelo Déda, quando ele despachava na fase da transição numa sala do Centro de Convenções em Aracaju. Déda pensava a mil nos seus planos e ações e disse: “você não tem ideia dos pedidos que venho recebendo diariamente para manter algumas pessoas.” Sim, este jornalista tinha noção. Eram pedidos de todos os poderes, para manter estruturas de parentes e agregados comissionados. Podres poderes que deveriam ser harmônicos e independentes numa democracia, mas na verdade têm parasitas  para pedirem e, se necessário, intimidarem os gestores.

Em Sergipe, o Executivo, o Legislativo e o Judiciário – além daqueles órgãos que se acham poderes – se entrelaçam de uma forma não democrática e não republicana como pregava Marcelo Déda. E ele, para manter a tal “governabilidade” teve que ceder e se rendeu aos ditames dos mais fortes.

Depois chegou Jackson Barreto. Desse só ficou a marca do pior governador da história de Sergipe. Não fez nada, não deixou nada.

Sergipe não tem planejamento. O último foi realizado no governo Déda pela competente Lúcia Falcon que criou projetos como o Sergipe Cidades e o Proinvest. De lá para cá ninguém pensou Sergipe para longos anos. Apenas reuniões, reuniões e muita mídia. Sergipe é um estado “sob maldição.” Nas últimas duas décadas nenhuma obra proveniente de dinheiro de político é concluída. A Catedral Metropolitana, a BR-101, as rodovias estaduais, obras de Aracaju. Nenhuma tem seu fim.

Assume Belivaldo que assim como Jackson, foi reeleito. Qual a marca que ele deixará? Nenhuma, mesmo tendo colocado nos últimos meses alguns técnicos competentes em determinadas áreas.

Faltando 23 meses para deixar o cargo, o governo parece que está em seu ápice final. Nada de produtivo!

Os líderes só jogam todas suas energias no que eles entendem como produtivo: as próximas eleições. Ninguém espere que surja algo de muito importante em Sergipe Del Rey nestes dois próximos anos.

É assim que a criatividade funciona em Sergipe Del Rey: todos pensando em 2022. O blog quase esquece do principal responsável por tudo isso: a maioria do eleitorado que critica, mas troca o voto!

Em 2022 os que são governo hoje se dividirão para disputá-lo, já que a oposição, também acéfala, caminha mais torta do que caranguejo que fugiu do saco.

Em 2022 não haverá mudança, apenas troca de governador, que, por melhor intenção que tenha, não conseguirá mudar ou derrubar um sistema promíscuo que perdura há muito tempo em Sergipe Del Rey.

E Sergipe Del Rey continuará assim: um Estado atrasado, um governo acéfalo, uma sociedade individualista que aplaude uma iniquidade social nunca vista. Ninguém pensa em enfrentar os problemas reais, em distribuição de renda, em emprego para a juventude. Senhor, Piedade!


Será que Sergipe vive uma epidemia coletiva de incompetência em todas as esferas? O posto da Polícia Rodoviária Federal em São Cristóvão continua com a obra paralisada. O corredor central da Avenida Hermes Fonte e os pontos de ônibus, o que falta para colocar em funcionamento? Os pontos de ônibus? O prédio do IFS em Aracaju e o de Nossa Senhora da Glória têm obras intermináveis.

PF estima desvio de R$ 157 milhões no Hospital Santa Isabel Essa foi a manchete de vários veículos de comunicação de Sergipe no dia 05 de agosto de 2020 quando uma operação da PF, de nome Retificadora, com o objetivo de obter provas para investigação que apura as práticas dos crimes de lavagem de capitais e de desvios de recursos públicos destinados à Associação Aracajuana de Beneficência (Hospital Santa Isabel).

Investigação continua? Um ano e meio depois? A Polícia Federal estimou o desvio de recursos do Hospital Santa Isabel no valor de R$ 157 milhões de reais. Durante a operação foram apreendidos R$ 420 mil reais em posse de investigados. Os nomes dos acusados não foram divulgados na época porque a PF disse que a investigação continuaria. E agora? Um ano e meio depois? O que a PF pode divulgar para a sociedade sergipana?

O país está precisando de dias úteis Não de pedidos para que o governo estadual conceda pontos facultativos ou altere feriados.

Com a palavra a Sejuc/SE! Pergunta que não quer calar: Servidores da saúde que trabalham com pessoas positivadas de Covid tem disponibilizada máscara de proteção respiratória N 95.Por que a Secretaria de Justiça em unidade Prisional onde 56% das internas testaram positivo para Covid-19 não disponibiliza mera máscara cirúrgica?

Movimento Polícia Civil Unida Chegou ao conhecimento desta coluna que a Adepol e o Sinpol, que lançaram no ano passado o movimento Polícia Civil Unida, que reúne Agentes, Escrivães e Delegados, estão preparando uma nova fase da mobilização. Os representantes dos policiais civis solicitaram audiência com o governador do Estado e até o momento não foram atendidos. Cansados de esperar, vão dar um novo passo no movimento. A pauta é a implementação do adicional de periculosidade. Em Sergipe, os policiais não recebem.

Nota PSL Sergipe O Partido Social Liberal (PSL) dá início a um ciclo da renovação em Sergipe, trazendo uma nova composição para a executiva do estado. O Diretório será comandado pela advogada Yandra Moura, empossada presidente do PSL/SE. Assumem, também, cargos na Direção Executiva, o ex-prefeito e presidente da Federação dos Municípios do Estado de Sergipe (Fames), Christiano Cavalcante (1º vice-presidente), advogado e empresário, Pedrinho Barreto (2º vice-presidente), e o ex-deputado, Zeca da Silva (secretário geral). Farão parte do corpo diretivo o advogado, Marcelo Sobral, e o empresário, Breno Silveira. A nova estruturação tem como compromisso o fortalecimento do PSL em Sergipe para que o partido chegue às eleições de 2022 com candidaturas robustas que possam oferecer uma chance de renovação para a população sergipana.
                                     
Ambulância para o povoado Capim Grosso Ontem, 24, o deputado estadual Luciano Pimentel esteve no povoado Capim Grosso, em Canindé de São Francisco, para entregar nas mãos da vereadora Bianca Carvalho um ofício comunicando que a emenda parlamentar de minha autoria, destinada à aquisição de uma ambulância para localidade, já se encontra no orçamento do Governo do Estado. “Essa foi uma solicitação da vereadora, que tem se mostrado atenta às necessidades da população”, explicou o parlamentar pelas redes sociais.


Obras não param em Estância E o prefeito de Estância, Gilson Andrade, visitou no último sábado, as obras de pavimentação da antiga Rua do Açude, Bairro Walter Cardozo Costa. É uma das quatorze ruas da antiga Baixada que ganharam pavimentação a paralelepípedos. Como as demais, a “Rua do Açude” – denominada de Rua Pedro Francisco dos Santos – esperou por cerca de 30 anos para ser contemplada. ‘Antes desta obras estas ruas não tinham condições de tráfego de grande veículos como o da coleta de lixo, o de entrega de gás, entre outros”, disse o prefeito pelas redes sociais.


PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018


JFilhos resgata confiança no mercado imobiliário de Lagarto Revista Realce: Na década passada (2010-2019), algumas construtoras e imobiliárias enfraqueceram o mercado imobiliário de Lagarto. No entanto, uma das empresas responsáveis por salvar confiança do consumidor e a principal responsável por salvar esse setor, foi a Construtora Sergipana JFilhos, que chegou ao município para mostrar excelência, profissionalismo e compromisso para com seus clientes, cumprindo prazos de entrega, disponibilizando imóveis com preços acessíveis e superando todas as expectativas de uma cidade até então desconfiada. A JFilhos conseguiu reverter o quadro do mercado, deixando para trás o que outras empresas geraram no município.É importante frisar também o trabalho da Primasa Camel e da Hórus Incorporações que também trouxeram confiabilidade ao setor. Já os empreendimentos que enfraqueceram o mercado na década passada foram o Residencial Club Flowerville, da MS Empreendimentos, Marina Club, da Construtora Copel e o Lagoa Azul, da Poly Promotion. Esse último caso, a empresa conseguiu restituir todos os clientes. A Realce trará, nas próximas edições, um pente fino sobre as construtoras que estão em Lagarto. E iniciamos hoje com a JFilhos Construtora.

                   
A forma como você se comunica está prestes a mudar de uma maneira que você nunca imaginou. Acesse o link: https://conteudos.vox2you.com.br/evento-de-oratoria-gratuito e inscreva-se na Semana do Orador, 3 palestras imperdíveis, gratuitas, a partir de hoje, 25 das 20h as 21h. Evento 100% online e gratuito; Acesso a conteúdos exclusivos da maior academia de oratória da América Latina; Interações ao vivo durante o evento; Bônus exclusivos para os participantes. Conheça mais as técnicas de oratória seguindo: https://www.instagram.com/vox2you.aju/

EVENTOS ONLINE – É SÓ ENVIAR PARA DIVULGAR NESTE ESPAÇO

                                 
Primeiro Aniversário da Academia Sergipana de Educação Na próxima quarta-feira, 27, às 19h30, Mesa Redonda com o tema “Educação em Tempos de Pandemia.” A mesa será coordenada pelo professor José Fernandes de Lima tendo expositores: Anaci Paim, educação infantil e ensino fundamental; Gabriela Zelice, ensino médio e Antônio Samarone, ensino superior. Aqui: https://www.youtube.com/watch?v=PAG5Bkh5qmY
 

 

 

 


Curso de francês a partir de 06 de fevereiro O curso de francês para iniciantes da Aliança Francesa está com Matrículas Abertas, cujas aulas começam a partir de 6 de fevereiro, através de uma plataforma interativa, de forma online e ao vivo. Aproveite o valor promocional, escolha um horário e participe gratuitamente de uma aula experimental virtual de francês. Para mais informações, acesse www.afaju.com.br ou entre em contato conosco através do e-mail secretaria@afaju.com.br ou do Whatsapp 98877 7904 | 98877 7905 | 98877 7906.

 


PELO E-MAIL nunesclaudio@infonet.com.br E FACEBOOK


OPINIÃO

Em cima do muro, Fábio Henrique?

Querendo contentar a multidão, Pilatos soltou-lhes Barrabás, mandou açoitar Jesus e o entregou para ser crucificado. (Marcos 15:15)

O Brasil vive um momento delicado. As piores crises econômica e sanitária das últimas décadas encontraram um governante totalmente despreparado guiando a nação. Os resultados têm sido trágicos: mais de 215 mil mortos, milhões de desempregados, preço dos alimentos e combustíveis disparando, Amazônia e Pantanal devastados.

Bolsonaro tem culpa pela situação do país. Mesmo antes da pandemia, as condutas do presidente abalaram a credibilidade do governo: interferiu na PF para proteger seu filho das investigações, ameaçou o STF diversas vezes, respaldou ataques contra a democracia. Diante da Covid-19, não seguiu as recomendações da comunidade científica, negligenciou os riscos à
saúde pública, demitiu dois médicos do comando do Ministério da Saúde, incentivou aglomerações e atrasou a vacinação.

Políticos de diferentes espectros ideológicos consideram que Bolsonaro abusou do poder, atentou contra a segurança do país, agiu de modo incompatível com o decoro do cargo, estimulou ataques contra a ordem democrática e expôs os cidadãos à morte pelo coronavírus.

O instrumento constitucional adequado para lidar com um presidente que comete crimes de responsabilidade é o impeachment. Na Câmara Federal, já foram protocolados 61 pedidos de impeachment. O primeiro partido político a apresentar um desses pedidos foi o PDT.

Lideranças pedetistas importantes – como Ciro Gomes, Carlos Lupi, André Figueiredo e Antônio Neto – defendem publicamente que o presidente seja impichado.


Assim, nada justifica as declarações recentes do Deputado Federal Fábio Henrique(PDT/SE). Em entrevista à rádio Xodó FM, questionado sobre sua posição acerca do impeachment de Bolsonaro, respondeu que o momento não é de pensar em impeachment, mas no auxílio emergencial. Ora, por acaso não seria possível apoiar o auxílio emergencial e o impeachment?

Geralmente, a omissão de um líder costuma ser um erro político. Entretanto, na atual conjuntura, pode adquirir a gravidade de um pecado histórico. Mesmo convencido da inocência de Jesus, Pilatos escolheu agradar a plateia e lavou as mãos. As realizações de Pôncio Pilatos como governador da Judeia caíram no esquecimento. Mas sua atitude omissa face à condenação de Cristo será eternamente lembrada.

Assinam esta nota:
EmFrente/Sergipe
Juventude Socialista/Aracaju
PDT Diversidade/Aracaju
Socialismo Moreno
Turma Boa de Sergipe



OPINIÃO

A respeito dos artigos sobre a Arquidiocese.

Caros,

Não vejo assim… antes eu estava influenciado por essas falas, mas não faço parte de nenhuma instância de decisão (mas possa ser que seja eu esse sonso da matéria!), e, de alguma forma conduzia meus discursos da maneira que a mim chegavam. Hoje penso diferente: que tudo deve vir à luz. Seja com quem for. Inclusive comigo. Porque só dessa forma, e infelizmente desta forma, OS ROSTOS APARECEM!!

Nesta pandemia, se não fosse Dom João, com quem não tenho nenhuma proximidade pelo meu – não dele – perfil, as paróquias estariam falidas completamente!!!

Ele liberou a nossa co-responsabilidade na manutenção da Arquidiocese. Isto é muito!! Porque não é São Miguel nem outro anjo superior que mantém os funcionários, as estruturas enfim da Igreja de Cristo neste mundo. Claramente: tem que ter o mínimo de condição material. Ingenuidade pura e fé não racional pensar diferente. E ele, há quase um ano, nos liberou do que é legítimo!! “Os céus são os céus do Senhor, mas a terra ele entregou aos homens” (Sl 115,16).

O que é público do meu pensar é a minha indignação por ele e outros do episcopado brasileiro é o de não manifestar com vigor a opinião sincera, mesmo angustiada, deles. Por exemplo, poderia ter dito, “Pois bem, sou aqui representante de uma instituição bimilenar e gostaria de expor meu parecer: em tudo respeitaremos as decisões técnicas e as orientações da OMS. Mas temos também nossos experts. E gostaria de ousar propor o seguinte: não teremos celebrações presenciais nem reuniões. Contudo, se houver entre os peritos alguém que entenda o fenômeno religioso, do homo faber, do homo sapiens ao homo religiosus, já chegou a oportunidade de pensar o que significa um terreiro, um centro espírita, uma sinagoga, uma mesquita, uma igreja evangélica, uma igreja católica, enfim, fechados quase que permanentemente? Sabe o que significa ver esses lugares fechados, com suas luzes apagadas durante esse tempo todo? Nada que os aponte, nesta terra, para o Alto e lhe renove a esperança? Sabe o que significa “morrer lentamente para dentro”? Uma humanidade que foi “se empalidecendo”? Pois bem – continuaria – também temos uma proposta.” Não foi proposto nem mesmo, no mínimo, que as igrejas nossas, com nossos padres, expusessem o Santíssimo Sacramento no altar-mor ou mesmo nas portas das igrejas,mesmo no deserto das ruas, das 6h às 7h e das 17h às 18h para que, ao menos, de longe, quando à padaria, ao mercadinho, à farmácia forem, e sem entrar, rezassem… ao menos isso, ao menos uma proposta.

Mas ficar calado não. É preciso ter uma santa indignação. Cristianismo sem luta, sem combate, sem cruz é, para mim, suborno espiritual.

Mas aí é questão pessoal minha…

Aos demais: reze, ofereça penitência, esmolas, pois há ainda que crê, graças a Deus. Sofra com a Igreja. Não é fragmentador. Se for verdade, SÓ VAI APARECER ONDE JÁ ESTÁ O FRAGMENTO. E ISSO É BOM. Os srs médicos cuidam de nós muitos e têm cuidado por mim. Já pensou se eu simulasse e dissesse que estava tudo bem? Ou que não tem jeito?!

Obrigado porque essa fala sem rostos, de fantasmas, me deu oportunidade de me expressar.

Avante!!!

Pe. Gilvan Carvalho

PELO TWITTER

www.twitter.com/ISMARVIANA “A impunidade e a irresponsabilidade, a irresponsabilidade e a impunidade, são as causas eternas e infalíveis de tais perturbações da ordem política e da ordem moral.” Rui Barbosa.

www.twitter.com/AroeiraCartum https://brasil247.com


www.twitter.com/frednavarro Não, não sigo de volta quem coloca o avatar com as caras azedas de Trump ou Bolsonaro. Deixem de ser carentes. Vão procurar sua turma.

www.twitter.com/RodZeidan Israel, país que mais vacinou no mundo, tem queda de 60% nas hospitalizacões.
Não só a vacina funciona, como funciona pra cacete.

www.twitter.com/ayres_britto A maior de todas as conquistas individuais é uma alma pra chamar de sua, especialidade dos que têm bom coração.


Siga Blog Cláudio Nunes:               

Instragram

 Facebook

 Twitter



Frase do Dia
“Não é preciso ter olhos abertos para ver o sol, nem é preciso ter ouvidos afiados para ouvir o trovão. Para ser vitorioso você precisa ver o que não está visível” Sun Tzu.

https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2021-01/angelus-domingo-palavra-de-deus.html

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais