Encosto ruim

0

A pesquisa do Instituto Única traz uma informação surpreendente: o elevado índice de rejeição do candidato a prefeito de Aracaju, Valadares Filho (PSB). Com apenas dois mandatos de deputado federal e sem qualquer senão na biografia, o jovem prefeiturável é rejeitado por 18,20% dos aracajuanos, índice superior ao de João Alves Filho (DEM), que está na política há quase 40 anos. A tamanha repulsa do eleitorado ao candidato do PSB só pode ser motivada pelas companhias que o cercam. Pode está acontecendo agora o que ocorreu em 1988 com o candidato a prefeito da capital, o médico Lauro Maia (PFL). Embora contasse com o apoio do então governador Antônio Carlos Valadares e de lideranças tradicional, como João Alves Filho e Albano Franco, o “bom Lauro” foi derrotado pelo pouco conhecido Wellington Paixão, que só tinha o apoio de Jackson Barreto. Naquele pleito, o povo não rejeitou Lauro Maia, mas quem o acompanhava, da mesma forma que agora diz não a Valadares Filho não pelo que ele é, mas pelos políticos que o apoiam.

Tá invocado

O deputado estadual Adelson Barreto está invocado com o presidente do PSB aracajuano, Elber Batalha Filho, que prometeu cassar o mandato do parlamentar se este deixar o partido. A ameaça não intimidou Barreto. Ele já consultou a Justiça sobre a possibilidade de pular fora do barco. O grande prejudicado com a atitude de Elber deverá ser Valadares Filho, pois agora Adelson tem toda a razão para trabalhar contra o prefeiturável do PSB. Se fizer isso, o estrago será enorme.

Despacho

Quem passou ontem pelo bairro Capucho, ali perto do Tribunal Regional do Trabalho, se assustou com o enorme despacho de macumba colocado na encruzilhada. A oferenda tinha vários bodes pretos sem cabeça, farofa à vontade, cachaça de péssima qualidade, velas e galinhas pretas. Resta saber se, diante de tanta fartura, o orixá vai atender as suplicas de quem investiu tanta grana no ebó.

Exagero

Inconformado com o baixo índice de aceitação revelado pela pesquisa do Instituto Única, o prefeiturável Almeida Lima (PPS) radicalizou. Achando que a consulta onde aparece com apenas 5,50% é suspeita, ele promete ajuizar um processo pedindo a prisão do dono do instituto, Alexandre Wendell. Menos, Almeidinha, menos!

Corpo a corpo

O senador Eduardo Amorim (PSC) faz campanha hoje em Estância. Participa de corpo a corpo ao lado do candidato a prefeito daquele município, deputado estadual Gilson Andrade (PTC). Segundo o prefeiturável, a presença do senador é muito importante nestes primeiros dias da caminhada. “Estamos muito satisfeitos com as constantes demonstrações de carinho do povo”, diz Gilson. Ele garante que o apoio do prefeito Ivan Leite (PSD) tem sido fundamental para o visível crescimento da campanha.

Sem embargos

A candidatura de João Alves Filho (DEM) a prefeito de Aracaju foi deferida ontem pela juíza da 2ª Zona Eleitoral, Ana Bernadete. A magistrada não acatou o pedido de impugnação feito pelo Ministério Público Eleitoral, alegando irregularidades na documentação apresentada pelo prefeiturável à Justiça Eleitoral.

Carro de bois

Moradores da rua Homero de Oliveira, no bairro 13 de Julho, estão injuriados com o caminhão que coleta o lixo no local. O carro faz um barulho ensurdecedor, enquanto o lixo é colocado na caçamba. Até parece um velho carro de bois gemendo ladeira acima. Os reclamantes acham que o problema é a falta de lubrificação no equipamento. Não custa à empresa Torre, que realiza uma excelente coleta de lixo na capital, mandar verificar o que está acontecendo com o seu caminhão coletor.

Com empresários

A Associação Comercial e Empresarial de Sergipe inicia no próximo dia 10 uma série de debates com os candidatos a prefeito de Aracaju. O primeiro a participar do programa Almoço com Negócios será João Alves Filho. Posteriormente vão conversar com os empresários sergipanos os prefeituráveis Valadares Filho e Almeida Lima, respectivamente, nos dias 17 e 31 deste mês.

Nas ruas

O candidato a vereador Antônio Leite (PV) coloca sua campanha nas ruas de Aracaju amanhã cedo. O verde dará o pontapé inicial de sua caminhada rumo à Câmara no calçadão da rua João Pessoa, em frente ao antigo Cine Palace. Tonho Leite diz que, se eleito, será um defensor intransigente do meio ambiente e promete lutar pela construção de um teatro municipal.

Biodiesel

O governador Marcelo Déda (PT) pediu ontem ao presidente da Petrobras Biocombustível, Miguel Rossetto, a ampliação da produção de biodiesel em Sergipe, a partir do aumento do cultivo de girassol e de outras oleaginosas. O apelo foi feito durante a homenagem ao ex-presidente Lula (PT) prestada pela União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene e pela Associação dos Produtores de Biodiesel do Brasil.

Do baú político

A coluna pública hoje uma história política lembrada pelo experiente jornalista Luiz Eduardo Costa: “Luiz Garcia, quando governador, por conta de um piscar de olhos, transformou em vítimas quatro radialistas, que foram violentamente espancados pela Polícia. Ele estava no Palácio quando chegou um major do seu gabinete militar dizendo-se revoltado com os radialistas que faziam na rádio Jornal o programa Risolândia. No entender do PM, eles estavam achincalhando, insultando a pessoa do governador, e por isso iria aplicar-lhes uma surra. Garcia o proibiu terminantemente, mas, quando o major se afastava decepcionado, vislumbrou o governador, que dava uma piscada de olhos. Logo interpretou o gesto como uma forma de desautorizar a proibição. Luiz tinha o sestro de piscar olhos, que transmitiu aos seus filhos”. Por conta da piscadela do governador, os quatro radialistas foram levados para a periferia de Aracaju e apanharam mais do que pandeiro em samba.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais