Entrevista/Valadares Filho

0

 

 

“O apoio de Bosco Costa é um orgulho para mim”

 

O ex-presidente estadual do PSDB e deputado federal Bosco Costa, maior liderança política de Moita Bonita, vai apoiar para deputado federal Valadares Filho, do PSB. Em troca,  as lideranças ligadas ao PSB em Simão Dias apoiarão o candidato a deputado estadual, Vander Costa (Vandinho), do PTB, sobrinho de Bosco Costa. A decisão foi tomada ontem à noite, depois de várias conversas e anúncio foi feito por Valadares Filho  com exclusividade para esta coluna. A seguir a entrevista:

 

 

Cláudio Nunes – Como presidente do Diretório do PSB em Aracaju quais as perspectivas do

Valadares Filho destaca fortalecimento do PSB em Sergipe.
partido para as eleições deste ano?

Valadares Filho –  É a melhor perspectiva possível. O partido se preparou para este momento eleitoral, está extremamente organizado, montamos uma grande chapa de deputados estaduais, com 10 candidatos e a nossa candidatura a deputado federal que vem sendo consolidada por diversas lideranças. Conseguimos também indicar o candidato a vice-governador, que é o nosso companheiro Belivaldo Chagas que mostra como o partido cresceu e ganhou força sendo uma referencial política no Estado de Sergipe. Vejo como um momento importante que o PSB está vivendo em Sergipe.

CN –  A indicação de Belivaldo Chagas como candidato a vice-governador causou algum atrito entre o PSB e os outros partidos de oposição?

VF – O deputado Belivaldo Chagas foi bem aceito pelos partidos aliados porque se não fosse assim ele não seria o vice hoje. Foi uma indicação simpática entre todos que fazem a oposição em Sergipe através do pleito do PSB que foi referendado pelos outros partidos. De maneira nenhuma teve algum atrito, se o nome dele fosse criar algum problema nós mesmo do PSB não iríamos indicar o vice porque não queríamos causar nenhuma desunião no bloco da oposição. A indicação do PSB com Belivaldo Chagas foi para contribuir com a eleição do governador Deda.

CN – E como vem sendo a receptividade da candidatura de Deda no interior do Estado?

VF – Tenho acompanhado nosso candidato Deda e tenho ficado muito feliz com a receptividade que ele vem tendo das lideranças municipais e do povo em todos os municípios. Esse momento está propicio para a renovação que tanto nosso Estado precisa e nas viagens que estamos fazendo aumenta o otimismo porque as pessoas se voltam para Deda com a esperança de mudança e renovação.

CN – Alguns setores da imprensa chegaram a noticiar a retirada de sua candidatura a deputado federal. Em algum momento foi colocada essa possibilidade?

VF – De maneira nenhuma. O nosso partido sempre colocou a nossa candidatura como uma das prioridades. O PSB não abria mão desta candidatura porque temos todas as possibilidades de voltar a ter um representante na Câmara dos Deputados. O PSB tem legitimidade e força política para que possamos ter de novo esse representante. Os partidos aliados e o candidato Marcelo Deda sempre foram simpáticos a nossa candidatura e bastante corretos.

CN – Qual a perspectiva da oposição para a chapa proporcional para a Câmara dos Deputados?

VF –  A avaliação hoje fria que estamos fazendo é que três deputados federais já estão garantidos, com certeza absoluta.  Como nós temos a perspectiva concreta do crescimento ainda maior da candidatura de Marcelo Deda nós temos uma grande possibilidade de fazermos o quarto deputado federal. Isso pode ser uma realidade em virtude do crescimento ainda maior da candidatura petista.

CN – Como estão às conversações com o deputado federal Bosco Costa, que deixou o PSDB, para apoiar a sua candidatura?

VF – Tivemos uma conversa com o deputado federal Bosco Costa que é amigo do senador Valadares há muitos anos e amigo do deputado estadual Belivaldo Chagas. Bosco é uma pessoa que admiro muito na política de Sergipe, principalmente depois dessa última atitude onde ele mostrou novamente a seriedade e a coragem que sempre foram colocadas em primeiro lugar na vida pública dele. Esse apoio dele a nossa candidatura é algo muito representativo porque Bosco Costa é uma pessoa que tem uma história política de seriedade e correta, com serviços prestados e exerce um mandato exemplar de deputado federal. É um orgulho para mim ter o apoio de Bosco  e do grupo político dele.

CN – Chegaram a convidar Bosco Costa para se filiar ao PSB?

VF – Convidamos Bosco Costa para ingressar no PSB, através do deputado Belivaldo Chagas. Se isso acontecer o partido vai se engrandecer ainda mais com a filiação de um homem que honra a política de Sergipe.

CN – O senador Valadares concedeu algumas entrevistas defendendo a necessidade de tropas federais em Sergipe durante o pleito eleitoral. Você também defende essa idéia?

VF – Nós vamos enfrentar um adversário que não vai querer entregar o poder de qualquer jeito e que vai correr atrás do prejuízo usando de todas as armas que tem. Confio muito na policia de Sergipe, sou admirador da polícia sergipana porque nós sabemos da independência e da coerência como ela atua, agora avalio que o reforço de tropas federais seria necessário para dar uma tranqüilidade maior até mesmo para os nossos policiais.

  CN – O que Valadares Filho pretende apresentar para conquistar o voto do eleitorado de Sergipe?

VF – Sou um candidato jovem que defende a renovação e as mudanças. Defendo muitas bandeiras voltadas para a juventude como a geração de empregos, através da ampliação do programa primeiro emprego, sugerindo novas idéias. Sou um defensor da universidade pública, da expansão dos campus universitários, onde já tivemos um avanço no governo Lula em todo país, onde Sergipe já ganhou o campus de Itabaiana e o projeto para o campus de Glória. Defendo também o incentivo ao esporte que é uma maneira de tirar os jovens do caminho das drogas, através do incentivo de vários esportes. No próximo ano teremos o Pan Americano no Rio de Janeiro e o Brasil com certeza ganhará várias medalhas devido ao incentivo que está ocorrendo em todo país. Também o incentivo à cultura, onde o PSB tem legitimidade para falar nesta área, porque Valadares quando governador trabalhou muito prestigiando os artistas sergipanos em todos os campos. Além de projetos para a juventude, vou defender melhorias para o produtor rural, defensor do rio São Francisco e muito mais. Serão projetos voltados para a juventude e para diversos outros segmentos.

CN – Na sua avaliação esses escândalos que ocorreram com a participação de membros da Câmara dos Deputados prejudica ou ajuda vocês que estão querendo ingressar naquela casa legislativa?

VF – Acho que ajuda, mas não é bom esse escândalo porque descredibiliza toda classe política que acaba sendo vista como não merece respeito do povo. Como candidato jovem, filho de um homem que tem uma trajetória de seriedade, de credibilidade e de postura ética pode até me ajudar nesta conjuntura. Mas não me sinto feliz neste momento que a política passa no país, porque acaba generalizando e a generalização não avança o crescimento do país.

CN – Você citou seu pai, o senador Valadares. É difícil iniciar na política tendo esta cobrança do referencial do senador Valadares ou você pretende empreender um estilo próprio de fazer política?

VF –  Sempre digo que minha entrada na vida pública trás uma responsabilidade dupla. Primeiro a responsabilidade com o povo e com o Estado que pretendo representar e segundo a responsabilidade de ser filho de um dos homens mais íntegros da história deste país. Por mais que defendo a mudança e a renovação em Sergipe tenho o respaldo de ser filho de um homem que fez tanto pelo Estado e pelo país. Sou Valadares Filho com pensamento próprio, mas jamais esconderei, pelo contrário, farei sempre questão de citar que sou filho de um dos homens públicos que mais aprendi na minha vida. Não é só meu pai, é meu amigo e minha referencia política.

Comentários