Época de mexericos

0

Engana-se quem pensa que os partidos vão definir logo suas chapas majoritárias para as eleições do próximo ano. Até o começo de junho de 2014 o eleitor vai acompanhar o ‘chove não molha’ dos pré-candidatos, todos ávidos por se manterem na mídia e contar pontos para a ‘hora de a onça beber água’. Só mesmo nos dias que antecederão as convenções, as coligações ficarão mais claras. Mesmo assim, um lado vai aguardar ao máximo para anunciar o time que entrará em campo. Agora estamos no período de lançar petardos contra os adversários visando desgastá-los ou intrigá-los com os aliados. Portanto, não se deve dar muita atenção para tudo que se diz ou escreve nesta fase de mexericos, pois muita coisa não passa de intriga da oposição, e da situação também.

Grana preta

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, assegurou ontem os R$ 33 milhões que faltavam para a construção são do Hospital do Câncer de Sergipe. Esta última leva de recursos agora liberados e que se somarão aos R$ 47 milhões já disponíveis nos cofres estaduais, é consequência de emenda coletiva da bancada parlamentar sergipana no Congresso Nacional.

Prepare o bolso

A partir do próximo sábado, cerca de 131 consumidores de 12 municípios sergipanos e dois baianos vão pagar 8,14% a mais pela energia elétrica. A empresa Sulgipe foi autorizada a aumentar em 5,91% a energia de baixa tensão, e em 12,53% a de alta tensão. A luz vai ficar mais cara para quem mora em Estância, Arauá, Santa Luzia do Itanhy, Itabaianinha, Pedrinhas, Boquim, Tobias Barreto, Tomar do Geru, Riachão do Dantas, Indiaroba, Umbaúba e Cristinápolis, além dos municípios baianos de Rio Real e Jandaíra.

Ameaça

Quem mora ou tem comércio na Praia da Costa, localizada na Barra dos Coqueiros, pode ter os imóveis demolidos. Pelo menos é o que pretende o Ministério Público Federal em Sergipe, que ajuizou uma ação civil pública neste sentido. O órgão federal entende que as construções foram feitas em área de preservação permanente.

Bugalhos

O vereador Vinicius Porto (DEM) parabenizou o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM), por ter participado de um evento promovido na Alemanha pela Organização Mundial da Família. Dirigida pela curitibana Deisi Noeli Kustra, esta entidade não pertence a ONU como ela propagandeia. Aliás, o ex-governador de São Paulo, José Serra (PSDB), passou o maior vexame em 2009, pois divulgou ter sido premiado em Genebra pela ONU. Esta entidade internacional negou a homenagem e disse não ter nada com a tal Organização Mundial da Família, que agora levou João para a Alemanha.

Absolvido

A Justiça Militar absolveu ontem o sargento Jorge Vieira, presidente da Associação dos Militares do Estado de Sergipe (Amese). Ele era acusado de fazer duras críticas ao comando do Corpo de Bombeiros Militar. Enquanto isso, o juiz de Direito Diógenes Barreto mandou prender ontem o tenente Alexsandro Lino. O oficial da PM é acusador de desviar recursos da Polícia através de pagamento irregular de diárias.

Defesa

O governador Jackson Barreto (PMDB) deu uma de advogado de defesa do senador Antônio Carlos Valadares (PSB). O peemedebista usou o Facebook para negar que o aliado mantém 600 protegidos em cargos comissionados no governo de Sergipe. “Esse é um boato completamente falso. Valadares é um dos homens  mais íntegros, mais probos e sérios da história da política sergipana”, afirma Jackson. Sim, mas quantos protegidos do senador possuem mesmo cargos em comissão no governo?

Apague essa ideia

A classe A foi a única a aumentar o consumo de cigarro. Na contramão da média nacional, com queda de 20% no uso de tabaco, a população mais rica elevou o consumo de cigarros em 110%, entre 2006 e 2012. Pesquisa da Universidade Federal de São Paulo mostra que nas outras camadas sociais houve redução. Na classe B, passou de 14,7%, em 2006, para 12,7%, em 2012; na classe C, caiu de 21,8% para 19,1%; na faixa D, recuou de 22,7% para 19%; e na E, houve redução de 24,9% para 22,9%.

Tempo certo

O vereador aracajuano Lucas Aribé (PSB) sugeriu à classe política que deixe pra depois os debates políticos eleitorais. Segundo o parlamentar, é preciso pensar primeiro no povo antes de discutir sobre as eleições do próximo ano. Aribé aproveitou para desejar boa sorte ao governador Jackson Barreto (PMDB), que assumiu os destinos político-administrativos de Sergipe na última terça-feira.

Do baú político

A criação do município de Moita Bonita, no agreste de Sergipe, é fruto de uma briga entre os irmãos e ex-deputados estaduais Euclides e Pedro Paes Mendonça, este último pai do mega empresário João Carlos Paes Mendonça. Euclides sempre foi contra a criação de Moita Bonita, pois o território seria desmembrado de Itabaiana, seu principal reduto eleitoral. Por conta disso, travou fortes brigas com o irmão, porém Pedro saiu vitorioso, pois a Assembleia aprovou a criação do novo município no dia 19 de junho de 1962. Tendo iniciado a vida comercial em 1935 no povoado Serra do Machado, com uma bodega, Pedro Paes Mendonça transfere seu negócio para Aracaju em 1951, onde permanece até 1965, quando se mudou para Recife e fundou o Grupo Bompreço, hoje pertencente à rede americana Walmart. Já o irmão e desafeto, Euclides Paes Mendonça, juntamente com o filho Antônio, foi assassinado por forças policiais no dia 8 de agosto de 1963, em Itabaiana.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários