Essas pesquisas eleitorais…

0

Este blog está no ar desde maio de 2006 e de lá para cá por várias vezes analisou as pesquisas eleitorais. Por conta disso ainda responde a processos civis e criminais do Instituto veiculado a um jornal de classificados.


Este ano as pesquisas começaram a surgir. Embora o acesso a metodologia usada pelos institutos, na maioria das vezes, é difícil, por outro lado é fácil encontrar erros primários no que é divulgado. Um deles é o número de entrevistas realizado em cada município.

 

Partindo do princípio que a amostra deve ser proporcional ao tamanho do município e, com base nos dados do TRE, fica perceptível mesmo para leigos em estatísticas que os números apresentados por algumas pesquisas fugiam da realidade local e, desta forma, produziam viés nos resultados publicados.

 

A legislação eleitoral, atende aos pré-requisitos para que não haja manipulação nos resultados apresentados pelos institutos de pesquisas eleitorais. Segundo esta legislação uma pesquisa eleitoral para ser publicada precisa cumprir uma série de regras, entre elas, prestar informações sobre a metodologia da pesquisa. Porém, muitas vezes a Justiça Eleitoral esquece de cobrar essas determinações aos institutos.

 

Em 2006, por exemplo, foi realizado um trabalho minucioso das pesquisas divulgadas. Um técnico competente chegou a fazer uma tabela e enviar para este espaço, destacando o número de eleitores, naquele ano, por município. O percentual do município na amostragem, o número de entrevistas que deveriam ter sido realizadas em cada município e, o número de entrevistas realizadas por alguns institutos com a sua respectiva margem de erro. È importante salientar que cientificamente uma margem de erro maior do que 5 pontos percentuais não é aceitável, o que aconteceu em praticamente todos os resultados apresentados.

 

A Justiça Eleitoral, que tantas regras cria (virou Legislativo pela omissão do próprio Congresso Nacional) no período das eleições, bem que poderia criar regras mais duras para as pesquisas eleitorais.

  

Roupas de advogado encontradas na casa de suspeito

Desde a sexta-feira que a polícia prendeu Roberto Caetano dos Santos, como principal suspeito do assassinato do advogado Wellington Noronha. Além do celular da vitima, que foi encontrado com o suspeito, ontem, 24, a família da vitima reconheceu  algumas roupas do advogado que foram encontradas na casa de Roberto Caetano (em Glória), numa busca e apreensão feita pela polícia. Como tinha várias audiências no interior, Wellington Noronha, viajava sempre com uma pequena mala no interior do veículo.

 

São várias contradições

O trabalho da polícia civil está sendo feito de maneira cuidadosa, mas a certeza é que o Roberto Caetano vem caindo a cada dia em várias contradições. Resta saber se o crime teve a participação apenas dele ou fez parte de algum complô. De parabéns a polícia civil pela rapidez na apuração do crime que abalou o Estado. O delegado Júlio Prado (coordenador do interior) e toda equipe (delegados e policiais) chegaram a ficar de campana da quinta-feira para sexta-feira, por várias horas sem dormir para conseguir prender o suspeito e a esposa dele. E olhe que a polícia civil está trabalhando com poucos policiais no interior…

 

Intervenção em São Cristovão

Com tantos problemas em São Cristovão, escândalos e mais escândalos, porque a demora da Justiça e do MP em pedir uma intervenção no município de São Cristovão? É a melhor opção. O interventor assume e passa a bola, em janeiro de 2009, para o escolhido pela maioria da população.

 

Mota dos Correios: decepção para Albano

O deputado federal Albano Franco tem alguns aliados fieis. Um deles era Mota, dos Correios, que vivia participando, como ouvinte dos programas de rádio matutino, colocando Albano no céu, próximo de Deus. Mas nesta eleição de Aracaju, Albano está decepcionado: Mota dos Correios está com Almeida Lima e não abre. Por coincidência, pura coincidência, os Correios em Sergipe é comandando por um indicado de Almeida Lima.

 

Horário eleitoral não influencia voto

Segundo pesquisa realizada pela Folha On line, o horário eleitoral gratuito de rádio e TV não influencia no voto. Dos que responderam a pergunta, apenas  12% (1.439 votos) disseram sim. Os outros 88%, 10.330 votos disseram não.  

 

Barra/Atalaia Nova: e m outubro faz primeiro aniversário !

Eram só 4,5 Km de pista, Rodovia Barra dos Coqueiros – Atalaia Nova, obra anunciada pelo Governador em cima do palanque montado na própria entrada da Barra, e fora dito que a obra seria executada pelo contingente do próprio DER-SE por trata-se de rodovia menor que 5 Km. Em outubro/2008 comemora-se seu primeiro aniversário, e nada da obra ser concluída… no máximo estão fazendo o recapeamento asfáltico da pista já existente… mas nada de alargamento, de iluminação, de calçadas e de ciclovias !!!

 

É apenas um exemplo

Essa situação, da rodovia Barra/Atalaia Nova é apenas uma situação de várias. Mesmo com recursos e projetos as obras não andam. A coluna está fazendo um levantamento que vai mostrar para o leitor dados interessantes. E o pior: quando inicia-se a obra o governador informa o prazo (deve ter sido informado por algum engenheiro), mas o mesmo não é cumprido.

 

Coronel Yunes está lotado em que local?

A polêmica gerada na semana passada, com as declarações do coronel Yunes, defendendo a esposa dele que é candidata a vereadora em Rosário levantou um questionamento de um leitor: onde está lotado Yunes? Boa pergunta! Segundo um coronel, consultado pelo blog, ele está em casa. É um absurdo! O comando da PM pode até responder por improbidade administrativa por pagar um coronel que não trabalha. Neste caso, o coronel Yunes não tem culpa nenhuma.

 

Coronéis sem função

Um dia desses o comandante disse que tem muito coronel na PM e não tem função para todos. Mas ele não lembra que quando promovido também não tinha função. Agora na intervenção que fez para apurar possíveis desmandos administrativos na HPM ele convoca um oficial da reserva e pior a direção do HPM foi constituída por decreto do governador e ele destituiu o diretor com uma portaria. Desde quando uma portaria poderia revogar um decreto governamental?  Será que não tem um coronel da ativa em condições?

 

Boato maldoso

Olhe a maldade que a oposição vem divulgando nos bastidores: a contratação do escritório de advocacia de Alexandre Jobim, filho do ministro da Defesa, Nelson Jobim, pelo deputado estadual André Moura. Tem gente jurando que, o escritório  de Jobim não pega uma causa por menos de R$ 1 milhão. É maldade pura, já que ninguém contrataria um escritório por R$ 1 milhão, para ficar mais dois anos como deputado. O boato é porque está para ser julgada em Brasília representação movida pelo  Ministério Público Federal Eleitoral que pede a cassação do  mandato de André  por compra de votos. A ação corre no Tribunal Superior Eleitoral.

 

Cartas marcadas

O atual prefeito de Carmópolis Volney Alves joga duro com seus próprios aliados, especialmente com aqueles a quem considera “”traíras””. Nessa relação estão os candidatos os vereadores José Augusto e Márcio de Louro (DEM) e o candidato Gladston de Santo Amaro (PSC). Apoio eleitoral para esse três “”judas”” está definitivamente cortado, conforme confidencia um empreiteiro muito influente na cidade.

 

Escola sem fogão para merenda escolar

O blog vem recebendo reclamações dos alunos da Escola Municipal Anísio Teixeira, localizada em Aracaju. Segundo as reclamações, foram feitas várias reivindicações a Secretaria Municipal de Educação e nada. A Escola Municipal Anísio Teixeira, está sem fogão para cozinhar a merenda dos alunos. As aulas foram reiniciadas a cerca de um mês e até o presente momento os  alunos só tomam suco e biscoito, pois, infelizmente não tem fogão para cozinhar a comida.  A direção da escola vai até o setor responsável e a resposta é que é hoje, é amanhã e nada. O pior de tudo é que se demorar mais, muitos produtos irá se perder, passar da validade. Estoque de mantimentos tem na dispensa, mas, o fogão pra cozinhar não. Pergunta-se, até quando esta situação vai perdurar?

 

Ventiladores, extintor e sirene

Além do fogão, a Escola Anísio Teixeira tem problemas também com os ventiladores, onde boa parte não funciona e até extintor de incêndio não existe. Sem falar da sirene. Tudo já foi solicitado, mas nada. . Espera-se que a situação seja resolvida, principalmente o da merenda, pois, grande parte dos alunos são carentes, e vão para escola muitas vezes se  deliciar com a comida que é de boa qualidade. Pais e alunos do Anísio Teixeira solicitam providências urgentes da Secretaria de  Educação de Aracaju.

 

Edvaldo participa hoje de bate-papo

Na próxima segunda-feira, dia 25, às 16 horas, o prefeito candidato à reeleição Edvaldo Nogueira (PCdoB) irá participar de uma sessão de bate-papo no Portal Edvaldo 65, site oficial da campanha da coligação “Todos por Aracaju. Durante 1h30 os internautas poderão fazer perguntas diretamente para o candidato, que estará respondendo da sede do Portal. Esse chat será uma oportunidade imperdível para o eleitor tirar suas dúvidas sobre projetos, realizações e propostas do candidato que está fazendo Aracaju avançar com trabalho. O site: www.edvaldo65.can.br As perguntas podem ser enviadas por e-mail com o assunto “Pergunta” para: web65@edvaldo65.can.br.

 

Violência em Macambira

O blog recebeu uma denúncia grave, de violência em Macambira, por conta das eleições municipais. Segundo a denúncia o fato aconteceu ontem, 24. Amanhã, depois de apurada, se confirmada, a denúncia será publicada neste espaço.

 

A campanha nas ruas

Parte do artigo de Ivan Valença no JC de domingo: “…Na televisão, o horário gratuito mostrou, já no primeiro dia, como se quer vender o dr. alcaide, Edvaldo Nogueira, como estadista. A foto dele, ao encerramento do programa, é a de um bem-sucedido político ou de um executivo realizado. Não diziam que Edvaldo não tinha carisma? Pois agora tem demais. Já Almeida Lima procura dar o enfoque de que é um bom sujeito, até simpático. Certamente é para que ninguém se lembre da campanha antipática que ele fez a favor do financista alagoano Renan Calheiros. Os filmetes sempre terminam com o mais abjeto dos clichês: um garotinho soltando o slogan de campanha.  A insistência de que ele começou vendendo caju pelas ruas de uma cidade do interior parece uma cópia do filme “Menino de Engenho”. Almeida, vendendo caju? É duro de acreditar… Poupe-me da publicidade da candidata do PSTU. A pregação dela contra a Lei de Responsabilidade Fiscal, que ela quer substituir por uma esquisita e inexistente Lei de Responsabilidade Social, chega a ser jurássica. Resta Anderson Góis, comunista e evangélico. Taí, eu queria ver essa espécie rara sendo autoridade…”

 

Oficina do Programa Nacional da ANA

Amanhã, 26, a partir das 14H30 no auditório da Deso, localizado a Rua Campo do Brito, 331, a SEMARH/SRH, estará realizando uma oficina com a participação da Agência Nacional de Águas – ANA relativa ao Programa Nacional de Avaliação da Qualidade de Água – PNQA.  Tal programa visa reverter um quadro de falta de conhecimento adequado da qualidade das águas superficiais brasileiras em âmbito nacional, o que dificulta a identificação de ações estratégicas para redução do quadro de poluição hídrica encontrado em muitas bacias hidrográficas. Esse programa pretende disponibilizar à sociedade avaliações da qualidade da água em âmbito nacional e está diretamente ligado ao que estabelece a Resolução nº. 58 do Conselho Nacional de Recursos Hídricos, de 30 de janeiro de 2006, de que a Agência Nacional de Águas deverá elaborar anualmente o relatório “Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil”. Esse relatório deverá apresentar uma visão geral da situação dos recursos hídricos em nível nacional, sendo que a avaliação da qualidade dos corpos d’água, objeto do PNQA, é parte vital do Relatório de Conjuntura.

 

DO LEITOR

 

Falta de criatividade

Do leitor Paulo Silva Costa: “Quanto a sua matéria veiculada na Infonet de 06/08/2008 às 04h21min a respeito do candidato Almeida Lima e da criatividade do seu slogan da campanha, ora amigo, falar em criatividade quando o candidato Edvaldo Nogueira utiliza Slogan similar ao da campanha de João Alves na campanha passada no AVANÇA SERGIPE. Será que os marqueteiros do prefeito se esqueceram ou acharam bom e resolveram copiar ???? (seguindo seu conselho quanto a Lavoisier).Quanto a SMTT, afinal o prefeito tem ou não poder e força política para mandar ? Se não tiver amigo, deveremos, nós cidadãos comuns, ficar preocupados em reeleger um político que não tem pulso dentro de seu próprio grupo”.

 

Sobre Escritório virtual em Sergipe I

De  Rosivaldo Nascimento sobre a nota publicada no último dia 20 sobre a instalação de um escritório virtual em Aracaju em setembro: “Alguns amigos e clientes me telefonaram chamando a atenção para a nota. Eles, eu e centena de outras pessoas sabemos que desde o final do ano 2003 Aracaju já possui empresa deste segmento, que vem proporcionando aos profissionais liberais e empresas de Aracaju, que não necessitam de estrutura própria para desenvolver suas atividades, economia até de 90% nos seus custos fixos. A Portal Escritório Virtual, localizada próximo do Bairro Jardins, na rua Nestor Sampaio, 140, com telefone 3225-7171, tem na sua carteira de clientes empresas de navegação, de consultoria, de eventos, de publicidade, de web designer, imobiliárias, clínicas médicas, associações, ongs, entre outras. Empresas como a Claro, Queiroz Galvão, Fundação CESPE já utilizaram dos nossos serviços. Estaremos participando da Feira International RIO OIL & GAS, no Rio de Janeiro, no período de 15 a 18 de setembro próximo e assim criando facilidades para novas empresas que atuam no segmento de petróleo e gás se instalem em nossa cidade”.

 

Sobre Escritório virtual em Sergipe II

Continua Rosivaldo: “Nossa empresa utiliza de inovações tecnológicas, proporcionando gerenciamento de agenda on-line, Atendimento Telefônico Personalizado, com transferência da ligação para qualquer lugar que o cliente esteja, Salas de Reunião, Salas Executivas entre outros. Somos mantenedora do Movimento Competitivo Sergipe, integramos a Rede Petrogás, somos associados de entidades como CDL e Associação Comercial de Sergipe. Fizemos um comentário diretamente no seu blog, tentando ser o primeiro a comentar a nota,  mas até esta data não li nada a respeito. Findo, afirmando do respeito e do reconhecimento profissional que tenho para com você”. Cordialmente, Rosivaldo A. do Nascimento – Diretor, Portal Escritório Virtual Ltda.

 

Esclarecimentos sobre novo escritório

A nota publicada no dia 20 foi porque este espaço recebeu a informação que em setembro será instalado um escritório virtual no bairro Jardins. Não tinha conhecimento que já existia um, mas confirma que o outro será inaugurado em breve.

 

Terreno abandonado nas ruas Siriri/Maruim

De uma leitora: “Perto da minha casa há uma construção em ruínas situada na esquina da rua Siriri com rua Maruim que tem dado muita dor de cabeça na vizinhança. Quando ainda era casa, uma vez que foi parcialmente demolida há cerca de 2 meses, o prédio causava inúmeros transtornos. Era local de consumo de drogas, servia de banheiro público, foco de dengue, esconderijo de contraventores, etc.  Ao ser demolida, a ex-casa passou a ser um grande lixo a céu aberto. Entulhos decorrentes da demolição se misturam, agora, a todo tipo de sujeira, excrementos e, recentemente, um odor de carne em putrefação passou a pairar sobre o local, inclusive atingindo minha casa. A saúde da vizinhança está sendo posta em risco. Contatamos inúmeras vezes o proprietário do terreno, mas ele faz pouco caso do problema. Em uma das oportunidades ele perguntou se gostaríamos que ele ficasse de “campana na porta da casa”. Não bastasse isso, ainda disse que se em Brasília os bandidos estão soltos, como ele impediria que outros entrassem na casa?

 

Emsurb não toma as devidas providencias

Continua a leitora: “Dado o desinteresse do proprietário na resolução do problema, tentamos, infrutiferamente, contatar a EMSURB para, ao menos, recolher o lixo do local. Sempre nos é informado que o órgão vai mandar alguém, que vai verificar o problema, mas na verdade fazem ouvidos moucos e em nada ajudaram até então. Tentamos também contatar a TV Sergipe para que veiculasse o problema na imprensa e solicitasse informações das autoridades, no entanto, foi-me informado que, como 2008 se trata de ano eleitoral, esse tipo de reportagem talvez não possa ir ao ar. Aí eu me pergunto: o fato de um prefeito ser candidato à reeleição o exime das suas obrigações como gestor público? A vizinhança só quer uma providência e não falar mal de gestão de quem quer que seja. Mas estamos, pelo jeito, de mãos atadas….”

 

Sobre a proibição de uso de camisas de candidatos

De um leitor: “Parece que o Ministério Público eleitoral quer ser mais realista do que a lei nessa questão das camisas. Realmente é proibida a confecção, utilização e distribuição de camisas por candidato ou qualquer outros bens ou materiais que “possam proporcionar vantagem ao eleitor”. Ora, se tem pessoas, contratadas e pagas por comitê ou candidato nas ruas, segurando bandeiras com nome, número e foto de candidato, qual é a vantagem que essa mesma pessoa leva se estiver usando uma camisa? Se tem vantagem, o emprego para essa finalidade,  já caracteriza. Além do mais, se uma pessoa ou um grupo de pessoas, deseja(m) manifestar seu apoio, mandando confeccionar com recursos próprios uma camisa para usar apoiando seu candidato, qual é a vantagem que existe? O que não pode é fazer como se praticava anteriormente, distribuindo 10, 20, 30, 100 mil camisas. Aí sim, caracteriza abuso do poder econômico e pode realmente proporcionar vantagem ao eleitor. As representações feitas contra Edvaldo e Almeida precisam ser contestadas pelas assessorias jurídicas. Eu quero usar minha camisa que paguei com meu dinheiro, não recebi de ninguém”.

 

Lojas não estão cumprindo tabela da Souza Cruz

De um leitor: “O Ministério Público precisa fiscalizar as lojas de conveniência os empresários das mesmas não cumprem a tabela de preços estipuladas pela Souza Cruz , as lojas do Jardins e  Saneamento de propriedade de Teixeirinha da Norcon, o posto Petrox, o posto Vitória de propriedade de Armando Batalha todos metem a mão no bolso do consumidor. Se o preço é tabelado porque eles vendem acima do preço. Quem é o responsável pela fiscalização destas?”.

 

Frase do Dia

“É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã.” Renato Russo.

 

 

 

 

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários