Estamos perdendo a guerra

0

O afrouxamento do isolamento social para atender os interesses dos empresários aumentou a propagação do coronavírus em Sergipe. O grande número de casos registrados na capital e no interior está colapsando o sistema de saúde. A rede hospitalar está ficando sem leitos de UTI para receber as vítimas da Covid-19, já existe carência de remédios e as projeções são de que a pandemia deve continuar crescendo rapidamente. Arrependido por ter feito vista grossa aos conselhos dos profissionais de saúde, o governo sergipano já pensa em decretar lockdown em Aracaju e Itabaiana, além de instalar barreiras sanitárias nas principais cidades e nas divisas do estado. Depois de ter relaxado a quarentena acreditando que a população iria se comportar, o governo tenta recuar para conter a Covid-19. Tomara que, após ser autorizado a ir às ruas de forma atabalhoada, os sergipanos aceitem o confinamento radical em estudo. Do contrário, Sergipe perderá essa guerra sanitária. Só Jesus na causa!

Sergipe de luto

Sergipe acaba de perder para a Covid-19 mais um sergipano ilustre. Morreu nesta madrugada, em Aracaju, o jornalista, cronista e poeta Amaral Cavalcante, fundador do já extinto jornal Folha da Praia. Segundo as primeiras informações, ele sentiu falta de ar ontem à tarde, foi levado para o hospital, mas não resistiu. Que a terra lhe seja leve, amigo!

Briga pela vice

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT), terá muito trabalho para acomodar todos os partidos aliados em torno de seu projeto de reeleição. Todos querem indicar o candidato a vice. Comenta-se à boca miúda que se o postulante o parceiro de chapa do pedetista não foi do Progressistas, o partido lançará a candidatura a prefeito do empresário Marco Pinheiro, presidente afastado da Fecomércio. Nas demais legendas que apoiam Nogueira o sentimento é o mesmo. Danôsse!

Livro de ficção

Tivesse sido cumprido o que prega a Constituição Estadual, Sergipe teria hoje 90 municípios. Em 1989, os constituintes aprovaram a criação de Alagadiço e Mocambo (ambos em Frei Paulo) Nossa Senhora do Patrocínio (Brejo Grande), São José do Itamirim (Itabaianinha), Nossa Senhora de Fátima e Luzinópolis (ambos em Porto da Folha), Samambaia (Tobias Barreto), Rosa Elze (São Cristóvão), Veracruz (Riachão do Dantas), Treze e Jenipapo (os dois em Lagarto), Escurial (Nossa Senhora de Lourdes), Santa Rosa do Ermírio e Sítios Novos (ambos em Poço Redondo) e São Mateus da Palestina (Gararu). Aff Maria!

PF no hospital

A Polícia Federal amanheceu, nesta terça-feira, batendo nas portas das pessoas envolvidas com o Hospital de Campanha de Aracaju. A Justiça Federal expediu nove mandados de busca e apreensão em residências e escritórios de pessoas envolvidas com a contratação da empresa para montar o hospital. A suspeita é que houve favorecimento nesta contratação, feita com recursos federais da ordem de R$ 3,2 milhões. Crendeuspai!

Fake news punida

A depender do deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC), quem espalhar notícias falsas nos meios de comunicação será punido. O parlamentar apresentou projeto na Assembleia estabelecendo multa de 100 UFP/SE a 400 UFP/SE aos autores das feke news “plantadas” nos jornais, televisões, rádios e redes sociais. Pela propositura, a pena fica mais pesada a depender dos prejuízos causados pela notícia mentirosa. Também será analisado se o fofoqueiro ganhou algum dinheiro para propagar a fake news. Vixe!

Pesquisa proibida

O Instituto França está proibido de divulgar uma pesquisa eleitoral feita em Aquidabã. Concedida pelo magistrado Raphael Silva Reis, a liminar atendeu a ação movida pelo Progressista. O partido alegou que o instituto feriu a legislação ao não informar quem pagou os R$ 3,5 mil para a realização da consulta e não ter apresentado nota fiscal pelo serviço. O juiz estabeleceu multa diária de R$ 1 mil se a pesquisa não for removida dos sites que a divulgaram no último sábado. Home vôte!

Deputado obtuso

O deputado estadual Samuel Carvalho (Cidadania) achou uma bobagem a Polícia Civil abrir inquérito para apurar a reunião que ele organizou, mesmo tendo testado positivo para a Covid-19. Ao contrário do que pensa o dito cujo, o condomínio do prédio onde ocorreu a malfadada reunião emitiu uma nota condenando a atitude de Samuel e nas redes sociais ninguém concordou com tal comportamento. Como servidor do povo, bem que sua excelência poderia se preocupar com a saúde dos outros. Misericórdia!

Banda vuô

Seis em cada 10 brasileiros (58%) admitem que nunca, ou somente às vezes, dedicam tempo a atividades de controle da vida financeira. A pesquisa feita pelo SPC também mostra que 17% dos consumidores, sempre ou frequentemente, precisam usar cartão de crédito, cheque especial ou até mesmo pedir dinheiro emprestado para conseguir pagar as contas do mês. O percentual aumenta para 24% entre os mais jovens. Você controla o que ganha? Cruzes!

Lava jato defendida

E quem saiu em defesa da Operação Lava Jato, aquela que levantou a bola do juiz e ex-ministro Sérgio Moro, foi o senador Alessandro Vieira (Cidadania). Segundo o parlamentar sergipano, o modelo de força tarefa para combater à corrupção é testado e aprovado no mundo todo, sendo que no Brasil a Lava Jato mostrou o impacto positivo. Vieira conclui dizendo que “abandonar o modelo vitorioso é flertar com o retrocesso. Quem defende o combate à corrupção tem lado nesta briga”. Misericórdia!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Gazeta do Povo, em 22 de novembro de 1926

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários