Ex-militar defende ditadura e Operação Cajueiro

0

Pense num espaço democrático. Este blog. Apesar de discordar de tudo que escreve abaixo o ex-militar  Gilmário Dantas Nascimento, principalmente sobre a não existência de tortura (só quem sabe são as vitimas que estão vivas e seus familiares) o blog pública um e-mail que, só acredita que é verdadeiro depois de checar a origem dele e a existência do seu autor.

 

É uma verdadeira ode não só a ditadura militar, mas defendendo o que ele chama de “contra revolução”. O ex-militar chega ao cumulo de escrever que “deveria ter baixado o cacete nesta corja”. O blog publica todo o e-mail para a Juventude de hoje saber da importância de relembrar sempre fatos do passado que deixaram marcar, não só na história política,mas na cabeça de milhares de cidadãos, alguns torturados até a morte e outros com seqüelas até hoje.

 

O e-mail do ex-militar mostra, sobretudo, como a prepotência e a arrogância reinavam no tempo da ditadura militar.

 

A integra do e-mail do ex-militar Gilmário Dantas: “Sr Claudio Nunes. É muito bom falar sem ser contestado sôbre assuntos sempre retorcidos pela imprensa,como se fosse verdade absoluta.

Em 1964 estava servindo em Aracaju,e participei ativamente da contra revolução no 28 BC.Tudo que se fala sôbre tortura, porrada é mentira,muitos presos,Viana de Assis,Jaime Araujo.Jackson Barreto, Arly, Arcy, Dr Hardman, o prefeito de Propriá, Robério, Senador,funcionário do BB,o único macho,o resto todo se mijando de medo.

O único que levou uns tapas foi o prefeito,que era muito folgado.

As pessoas nas ruas,inclusive as altas autoridades,nos pediam para intervir e acabar com a baderna no pais,inclusive minha mão foi beijada diversas vezes.

Fui eu quem bateu na porta do então governador Seixas Doria,para prende-lo e levá-lo para o quartel,de onde seria levado para Fernando de Noronha.

Quanto arrependimento de levar fama injustamente, devíamos ter baixado o cacete nesta corja,que hoje saqueia o Brasil,sem a mínima compostura.

A bolsa anistia é uma vergonha, ninguém fala nada,mensalão,família do sem dedo,Dirceu,etc…

Bem feito para o povo,que se deixa enganar por esmola,principalmente no NE,bolsa família,bolsa gás,bolsa ,bolsa,……

Os marginais do congresso nacional,se deram um aumento de 65%,ninguém foi para a rua ,UNE(comprada),SEM TERRA,idem,políticos,etc….

Vocês não sabem o que é ditadura tipo Fidel,tão admirado,passou o cerol em todo dissidente em cuba.

O erro foi nosso,fazer abertura e deixar eles comandar a Opinião Pública com mentiras repetidas,que se tornaram verdades para esta imprensa corrupta.

BRASIL ACIMA DE TUDO”. Dantas.

 

Dilma mostra conhecimento técnico

O Nordeste não pode parar. Essa frase foi a tônica do Fórum dos Governadores realizado ontem na Barra dos Coqueiros. Na reunião realizada após o almoço sem a presença da imprensa entre a presidente e os governadores do Nordeste, Dilma surpreendeu aos presentes mostrando não só conhecimento dos problemas da região, mas com um estilo caracterizado pelo detalhamento dos projetos e programas. Mostrou não só que tem conhecimento técnico, mas foco na precisão dos programas com abordagens bastantes objetivas, quando questionadas pelos governadores. Este relato foi “pescado” pelo blog de várias autoridades que participaram da reunião.

 

Investimento para o Nordeste

Além de anunciar que os cortes no Orçamento da União não afetarão o PAC e diversos programas sociais, a presidente Dilma Rousseff anunciou ontem um investimento de R$ 120 bilhões para a região Nordeste até 2017. Dilma agradeceu a votação que recebeu dos nordestinos e disse que o Governo Federal vai desenvolver um projeto estratégico para fomentar o desenvolvimento e promover a inclusão social na região.

 

Saúde

Apesar de alguns governadores defenderem o retorno de um imposto para a saúde, a presidente disse que é preciso um debate mais profundo. Entre os que apoiam a criação de um imposto estão Cid Gomes (PSB-CE), Jaques Wagner (PT-BA) e os tucanos Teotonio Vilela (AL) e Antonio Anastasia (MG). Entre os opositores mais firmes estão Eduardo Campos (PSB-PE) e Marcelo Déda, anfitrião do encontro.

 

O Nordeste não pode parar

Na carta da Barra dos Coqueiros os governadores reivindicaram, entre outros itens:O contingenciamento orçamentário não pode por em risco os investimentos e os programas sociais que são estratégicos e prioritários para a região;A manutenção e a aceleração dos investimentos na infraestrutura de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos do Nordeste, visando o fortalecimento da integração regional e como fator fundamental de competitividade regional;A implantação de novas modalidades de financiamento da infraestrutura, em especial que contemple projetos interestaduais e de âmbito regional,articulando agências nacionais e internacionais para integrar as linhas existentes para a região, construindo uma pauta comum de financiamento da infraestrutura produtiva regional.

 

Erguer o Nordeste

“Aqui estamos unidos em torno de um único objetivo – erguer um Nordeste forte, economicamente desenvolvido e socialmente justo, como parte da obra de construção de um novo Brasil. Neste espaço de discussões e de debates, temos tido a responsabilidade de afastar da pauta aqueles temas que nos dividem; aqueles assuntos que, não obstante a sua importância relativa para cada um dos estados individualmente, provocariam desnecessários conflitos, estimulando a pulverização das nossas forças e dispersando a energia da nossa união”, descreveu o governador Déda em uma das partes do seu discurso na abertura do evento.

 

Ministério. Novidade?

E parte da imprensa de Sergipe divulgou ontem com estardalhaço o anúncio de Dilma que o futuro Ministério das Micro e Pequenos Empresas vai beneficiar também o Nordeste. O ministério não é nenhuma novidade. Aliás, até o senador Valadares foi cotado para o cargo.

 

Carona com Eduardo Campos

Ao final do Fórum o governador Marcelo Déda pegou carona com o governador de Pernambuco, Eduardo Campos para a participar da festa do aniversário do jornal Folha de São Paulo na capital paulista. Déda iria com a presidente, mas com o atraso pela manhã, a presidente antecipou sua saída de Sergipe.

 

Déda recomenda Carlos Alberto a Dilma

No aeroporto, ontem, 21, ao receber a presidente Dilma e toda comitiva presidencial, para o Fórum

Dilma foi apresentada a Carlos Alberto.
de Governadores do Nordeste, o governador Marcelo Déda fez o dever de casa. Déda  reporta-se a Dilma e apresenta Carlos Alberto Menezes, candidato de Sergipe ao STJ, na lista tríplice que encontra-se com a presidente da República.

 

 

 

 

 

 

Servidores

Quem acompanha este espaço há algum tempo sabe que o blog defende que o governo estadual esteja focado nas áreas prioritárias como educação, saúde, segurança pública, entre outras. Defende a terceirização dos serviços em várias áreas, principalmente para vigilante, serviços gerais, merendeiras e até funções de nível médio. Um servidor qualificado tem que fazer concurso para nível superior e não para funções básicas.

 

TV Sergipe: mais uma baixa

E a jornalista Dânia Matos anunciou ontem, 21, pelo twitter, que deixou a TV Sergipe: “Respirei fundo e pedi demissão da TV Sergipe. Ufa! Foi difícil. Deixo para trás um sonho realizado e sigo para desafios desejados, novos projetos”. Pelo clima que encontra-se o jornalismo da TV Sergipe ficará pouca gente experiente e qualificada.

 

Pobreza de espírito

E não é que ao ser entrevistado ontem, 20, no programa Liberdade Sem Censura, comandado pelo radialista George Magalhães, alguns “ouvintes” elogiaram o deputado Márcio Macedo por ter presidido rapidamente a sessão da Câmara dos Deputados na última sexta-feira. Detalhe: uma sessão esvaziada. E outro ponto foi mais cômico, para não dizer trágico já que envolve dinheiro público: o “ouvinte” parabenizou Márcio porque ele tirou uma foto com Romário. Cada “ouvinte” tem o representante que merece.

 

Polícia Militar

E será que o novo comandante da PM de Sergipe já determinou que as motos do Getam sejam identificadas para o bem do serviço público? Será que o coronel Resende determinou abertura de inquérito para verificar qual o policial militar que estava usando o veículo gol cinza, placa PM 368, na última quinta-feira, às 6h45 na Avenida Beira Mar transportando estudantes? O blog recebeu também uma informação que não acredita: que Resende nomeou para os comandos da capital e interior dois tenentes-coronéis. O problema é que nos batalhões subordinados aos dois comandos existem coronéis. Ou seja, quebra de hierarquia.

 

Reinaldo Moura é homenageado na CMA

Ao visitar ontem, 21, a Câmara de Aracaju, o presidente do TCE, Reinaldo Moura foi homenageado pelos vereadores com uma Moção de Aplauso aprovada por unanimidade.  Reinaldo foi ao Poder Legislativo  agradecer pessoalmente o apoio dos vereadores no decorrer da gestão que se encerra no próximo dia 1º. “A partir de março assumo a corregedoria-geral do TCE e também serei o conselheiro responsável pela área de Aracaju. De mim podem esperar a continuidade dessa relação aberta e direta com a sociedade. Estarei sempre à disposição para prestar as informações que precisarem”, acrescentou o presidente.

 

Esclarecimento “rebelião”

Da assessoria de comunicação da Fundação Renascer: “A informação referente a “rebelião” no Centro de Atendimento ao Menor – Cenam no último domingo, dia 20, é totalmente improcedente. Não foi registrado entre os socioeducandos nenhum tipo de evento fora da normalidade nesta data.  Também não há nenhuma informação sobre a possibilidade ou ameaça de greve por parte dos agentes de segurança em medida socioeducativa. As informações de bastidores além de inverídicas, tem a má fé de buscar criar um clima de instabilidade que não existe na atual gestão da Fundação Renascer”.

 

Esclarecimento blog

O blog mantém a informação publicada ontem, 21, porque foi repassada por mais de uma pessoa que vive diariamente a realidade do Cenam. A assessoria da Fundação não se reportou sobre a lotação também noticiada na nota do blog. Este espaço está esperando um documento que provará que o local está com a lotação bem superior a normal.

 

Esclarecimentos sobre a Ponte Inácio Barbosa/Augusto Franco I

Do Secretário e Planejamento da Prefeitura de Aracaju, Dulcival Santana: A Emenda Parlamentar, a que o Sr João Fontes se refere, é uma Emenda de Bancada e foi selecionada no ano de 2005, Contrato firmado no dia 29/12/2005, no valor de R$ 7.478.640,00, cujos detalhes poderão ser obtidos através do site www.caixa.gov.br – Nº do Contrato 186289-98. Para o restabelecimento da verdade, cabe esclarecer que a proposta apresentada à época era a Construção da Ponte e o orçamento estimativo era de R$ 11.000.000,00. O Município precisava desembolsar a diferença num momento em que estava desembolsando mais de R$ 10.000.000,00 de recursos próprios para a Construção do Viaduto do DIA”.

 

Esclarecimentos sobre a Ponte Inácio Barbosa/Augusto Franco II

Continua o secretário: “É fácil para o Sr. João Fontes dizer que faltou competência à Prefeitura. Difícil é explicar como o Município iria desembolsar esses recursos para viabilizar, simultaneamente, dois Empreendimentos com volumes tão expressivos de Recursos Próprios. Lembre-se, Sr. João Fontes, que, além da Contrapartida necessária para a construção da Ponte, são necessários volumes expressivos de recursos para a construção dos acessos à ponte, que não foi pensado na hora de apresentar a proposta da Emenda Parlamentar, ou ela foi subdimensionada.Ao contrário da sua afirmação, é preciso muita competência e zelo ao erário público para viabilizar um planejamento orçamentário, a médio prazo, de forma a destinar recursos e possibilitar a construção da ponte dando funcionalidade, com a construção dos acessos”.

 

Esclarecimentos sobre a Ponte Inácio Barbosa/Augusto Franco III

Conclui o secretário Dulcival Santana: “Tudo foi feito dentro de um cronograma físico-financeiro possível de ser honrado. Para construção da ponte foi preciso desembolsarmos mais de R$ 6.000.000,00 de recursos próprios e serão precisos mais de R$ 2.500.000,00 para a construção dos acessos, que já estão licitados para serem iniciados em breve, contrariando a expectativa do Senhor.Esclarecemos ainda que a Prefeitura, pensando em soluções conjuntas, elaborou um projeto que cria um novo corredor de transporte ligando o Centro à Zona Sul, com a construção de um Complexo Viário que ligará o Bairro Jardins ao Bairro Santa Maria, passando sob um viaduto a ser construído na Av. Tancredo Neves, continuando pela Av Paulo VI, no bairro Inácio Barbosa, transpondo a nova Ponte sobre o Rio Poxim, seguindo pelo Conjunto Augusto Franco e terminando na Av. Alexandre Alcino, no Bairro Santa Maria. A construção da ponte terá ainda mais importância dentro do novo contexto do Complexo Viário”.

 

Dom Luciano sem aula

Quem passou ontem, 21, por volta das 11hs próximo ao Colégio Dom Luciano Duarte, no centro de Aracaju viu que muitos estudantes já estavam deixando a unidade escolar naquele horário. O que entende-se por falta de professor já no início do ano letivo.

 

Qualificação e Gestão

A Fundação Hospitalar de Saúde (FHS) lançará na próxima terça-feira, 22, o Programa de Qualificação e Gestão. Baseado nos critérios do Compromisso com a Qualidade Hospitalar, o programa busca a melhoria do atendimento ao cidadão e otimização dos recursos. O laçamento acontece às 15h no auditório do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse). Além do presidente da FHS, Emanuel Messias, a abertura contará com a presença do secretário de Estado da Saúde, Antônio Carlos Guimarães, e dos médicos Gonzalo Vecina Neto, Paulo Carrara de Castro e Rogério Carvalho.

 

Solidariedade: Pó de Arroz

O blog é solidário a dezenas de torcedores sergipanos do Fluminense – figuras conhecidas da comunidade e do twitter – que tinham comprado antecipadamente passagem de avião para assistirem a final da Taça Guanabara, profetizando que o Fluminense estaria na final. Tiveram que vender suas passagens e agora vão pensar duas vezes antes de novas previsões. Faltou uma boa visão, ou melhor uma Boa Vista, aos torcedores do pó de arroz.

 

Prefeitura de Riachuelo investe em capacitação profissional

Começou a temporada de cursos profissionalizantes para a população de Riachuelo, município localizado a 31 km da capital, através da parceria entre a Secretaria Municipal de Assistência Social e o Senac, com o curso de operador de microcomputador, oferecido pelo projeto Senac Móvel.As aulas tiveram início na semana passada e vão até o mês julho. “Com a forte concorrência do mercado de trabalho as pessoas precisam estar muito bem qualificadas, e a nossa administração sabe muito bem disso, por isso, temos investido em cursos profissionalizantes”, explica a diretora de projetos e programas sociais, Iole Jacy.

 

Mangue da Coroa do Meio

Quem passa pela Avenida Desembargador Antônio Gois, na Coroa do Meio, que separa o bairro do mangue, pode constatar que a Guarda Municipal deixou de fiscalizar o local. Em vários pontos os moradores estão jogando restos de construção e aterrando após a ciclovia. Em um local, o morador já aterrou e serve de estacionamento para três carros, um deles uma Kombi velha. Será que vão deixar invadir o mangue novamente? Com a palavra a Guarda Municipal.

 

CREA-SE prepara livro e vídeo sobre engenharia em Sergipe

O presidente do CREA-SE, engenheiro Jorge Roberto Silveira confiou ao engenheiro civil Etelvino de Oliveira Freitas, ex-presidente do Crea-SE e ex -Conselheiro Federal do Confea, uma das missões mais importantes de sua vida profissional: Coordenar o resgate e confecção de um livro e vídeo sobre a História da Engenharia, Arquitetura, Agronomia, Geografia, Geologia e Meteorologia do Estado de Sergipe, com abordagem nas obras, serviços, pesquisas, projetos e ensino.

 

Pesquisa

De acordo com Etelvino Freitas será um trabalho que envolverá muita pesquisa junto aos historiadores, profissionais, dirigentes, empresários, instituições de ensino, entidades de classe e setores governamentais.”Para isso, estamos solicitando a colaboração dos setores da sociedade sergipana que tenha informações importantes das áreas tecnológicas e comprometidas com os registros das informações”, destaca Etelvino Freitas.

 

Coleta de informações

O ex-conselheiro do Confea revela que está solicitando ao presidente do CREA-SE, o engenheiro Jorge Roberto Silveira que agende entrevistas através do telefone do conselho (79) 3234-3002 para que mais informações possam ser coletadas e diz que os contatos também poderão ser feitos através do e-mail etelvinofreitas@hotmail.com Etelvino informa ainda, que o presidente Jorge Silveira quer estender essa obra não somente a participação informativa dos empresários, como também os convida para serem parceiros na elaboração do material. “Para isso estaremos oferecendo cotas de participação de forma a viabilizar os recursos financeiros”, detalha.

 

Laércio vai defender profissionais de educação física I

“A educação física profissional já tem um deputado”, disse o parlamentar federal Laércio Oliveira (PR/SE) ao se reunir com membros do Conselho Regional de Educação Física do Distrito Federal. Eles discutiram sobre a Frente Parlamentar em Defesa do Exercício Físico e sobre a atuação na área.

 

Laércio vai defender profissionais de educação física II

O presidente da entidade José Dias Gabriel disse que faz campanhas nacionais e luta no Congresso por projetos que qualifica a atividade. Outra batalha é por uma remuneração mais justa. “Foi definido recentemente um valor de R$ 3,80 a hora/aula para um professor de educação física, que é muito baixo”, informou.Laercio destacou que o grupo está no caminho certo, ao batalhar e buscar parlamentares na Câmara. ?Já estive do outro lado da mesa e sofri essas mesmas angústias, defendendo o meu setor de serviços e terceirização?, comentou Laércio.

 

Regulação da imprensa não é censura, afirma José Dirceu

Não se pode confundir regulação da imprensa com censura, afirmou na noite de ontem, 21, o ex-ministro José Dirceu, durante a celebração dos 90 anos da Folha. “Há um grande preconceito e resistência em aceitar a regulação. Aqui no Brasil se confunde regulação com censura. Acredito que há um medo da concorrência [com a regulação]. Porque ter o poder de informar é ter o poder político.” Segundo ele, “a prévia regulação é importante para discutir mais [conteúdo] cultura, pode ser a regulação em relação a temas que envolvam religião, etnias. E novas oportunidades para novas mídias”. “Nós temos que superar o medo de ter esse pluralismo.” Dirceu, por fim, disse não acreditar em risco à liberdade de imprensa, que considera essencial à democracia. “O risco é zero. Pelo contrário, está mais do que consolidada.”

 

IDARÁ: seminário e lançamento da cartilha

A Sociedade de Estudos Étnicos, Políticos, Sociais e Culturais OMOLÀÌYÉ convida para o Seminário e lançamento da cartilha IDARÁ, etapa final da realização do Projeto IDARÁ: Construindo Cidadania com as Comunidades de Terreiros, conveniado com o Fundo Brasil de Direitos Humanos. Presença da Profª. Dra. MARISE DE SANTANA (UNEB/BA) e do Advogado e Professor SAMUEL VIDA (UFBA/BA). O evento, que acontecerá no dia 24, no Sindicato dos Bancários, começará às 18hs, com a abertura instituicional, lançamento da Cartilha IDARÁ, apresentação da Cia Danç’art e um coquetel.

 

Operação cajueiro

Ontem 21, na Câmara de Vereadores de Itabaiana, o vereador Olivier Chagas ressaltou o ato promovido pela OAB/SE, no último dia 18, em homenagem aos perseguidos pela ditadura política, especialmente aos presos na Operação Cajueiro, além de formalizar apoio ao Dr. Carlos Alberto Menezes a vaga de ministro do STJ. Segundo Chagas “Foi um ato providencial, com duas intenções sublimes: uma de homenagear aos Sergipanos perseguidos pelos covardes da ditadura, outra de fazer coro na defesa do nome do Dr. Carlos Alberto Menezes para o STJ, que também foi um dos perseguidos”.

 

 

DO LEITOR

 

Aterramento lagoa

Do leitor Jôfre  Tarquínio: “Conforme denúncia já feita por esse seu leitor, venho mais uma vez

A foto tirada pelo morador mostra a dimensão do aterro.
solicitar o seu apoio no sentido de divulgar esse crime ambiental que está acontecendo na Aruana, mais precisamente em frente ao Residencial Águas Belas, o ATERRAMENTO DA LAGOA que fica em frente ao referido Residencial. Será que a Secretaria do Meio Ambiente e os órgãos responsáveis não vão atentar para esse crime? Por onde anda O Pelotão Ambiental? Por onde andam os Fiscais do IBAMA e da Secretaria do Meio Ambiente?Alguém precisa salvar aquele Ecossistema!!!”

 

 

ARTIGO

 

O Tormento da Violência no Interior do Estado –  Willams Noia Ribeiro*

 

 

         Comumente, temos acompanhado nos nossos telejornais notícias sobre o crescimento alarmante do índice de criminalidade no interior de nosso Estado. No entanto, quando as ações criminosas adentram nos nossos quintais, sentimos a sensação de indignação, perplexidade e falta de proteção.

         Pois bem.

         Situamos o fato na cidade de Riachuelo/Se, distante, aproximadamente, 30 (trinta) quilômetros da Capital, especificamente na Fazenda Porto dos Barcos, localizada na periferia daquele Município.

         Na madrugada do dia 19 de fevereiro do corrente ano, por volta das 4h00 horas, estavam os caseiros daquela propriedade rural preparando-se para ordenhar vacas, quando foram surpreendidos pela ação rápida de indivíduo encapuzado e bem armado que, após agredir as vítimas, subtraiu importância em dinheiro e vários pertences das vítimas e daquela propriedade rural, além de evadir-se do local em eqüino que, até a presente data, não foi localizado.

         Tal fato, é bem verdade, tem ocorrido não só naquele Município, assim como em outras veredas deste Brasil afora.

         Mas o que nos causa transtorno é a freqüência com que tais acontecimentos têm se repetido. As ações vão desde subtração de animais, agressões, roubos, furtos, enfim, ilícitos de várias natureza que têm estabelecido um quadro de insegurança e insatisfação para aquela comunidade, bem como para os produtores rurais.

         Registre-se que na Fazenda Porto dos Barcos não é a primeira ocorrência de tal natureza, pelo contrário, constitui este evento uma série de outros, onde a formalização de ocorrência nos órgãos competentes, quando possível, restou completamente infrutífera, daí que não se pretende, para este caso, fazê-lo novamente.

         A Segurança Pública tem sede Constitucional (Artigo 144, caput., da Carta Magna), é dever do Estado, portanto, cabe às autoridades direcionar as ações no sentido de reprimir ou pelo menos diminuir os índices de criminalidade.

         Enquanto isto não ocorre, os pequenos e médios produtores rurais estão abandonados à própria sorte. O receio de serem vítimas de assaltos impede a pernoite na sua terra e, quando assim o fazem, ficam em estado de tensão constante, sem tranqüilidade, pois a insegurança é total. Não há limite para realização das ações criminosas que são perpetradas, indistintamente, nos períodos noturnos e diurnos, de forma freqüente, sem qualquer tipo de ação efetiva por parte do Poder Público.

         Não se pretende aqui com este relato manifestar tendências políticas ou eleitoreiras. Intenta-se, apenas, ter o direito de vivenciar um pouco do cotidiano rural e, sobretudo, alertar as autoridades para o quadro alarmante de criminalidade que assola o Município de Riachuelo e regiões circunvizinhas, a exemplo de Divina Pastora e Santa Rosa de Lima.

 

*Bel. em Direito e Pós-Graduado em Direito Processual Civil

 

 

 

DEBATE/TURISMO – Entidades defendem regularização da orla

 

 

ABIH-SE apóia a regularização do comércio na Orla de Atalaia

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis em Sergipe (ABIH-SE) através da sua Diretoria e representando a Hotelaria do Estado de Sergipe apóia a regularização do comércio na Orla de Atalaia. A Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur) tem realizado um trabalho, com foco no diálogo, para organizar os Bares, Restaurantes, Artesanatos e Alimentos. No retorno da Emsetur, ficou visível o momento democrático com que os empreendedores do Turismo voltaram a ser tratados. “A Emsetur mostra profissionalizmo, dinamismo, eficiência e eficácia no tratamento do equipamento turístico e na Orla de Atalaia não é diferente. Shows, eventos, artesanato, comida típica, todos são tratados da mesma forma, quando precisamos da Emsetur sempre somos atentidos. Além disso, a Orla de Atalaia não deve servir a grupos isolados, e sim a população e aos turistas que visitam Aracaju e Sergipe.” Enfatiza, Kátia Pimentel, Presidente da ABIH-SE.

 

A profissionalização do Turismo Sergipano – Irma Karla F. Barbosa*

 

A atividade turística em Sergipe tem crescido muito nos últimos anos. Embora de forma rápida, mas ainda pouco organizada. Apesar de possuirmos diversos segmentos de turismo: ecoturismo, turismo rural, turismo cultural, turismo religioso, turismo de lazer e turismo de negócios, pouco são explorados de modo a atender os mais variados públicos.

 

Aracaju, capital e portão de entrada do Estado, têm sido citada por turistas e imprensa especializada, como a pérola do Nordeste, pela organização e limpeza da cidade, pela simplicidade e hospitalidade do seu povo, pela segurança, sim, segurança, porque se fizermos um comparativo com as outras cidades do nordeste, estamos com um índice ínfimo.

 

Mas turismo não é somente alguns elogios de quem nos visita. É preciso muito mais. É preciso comprometimento do setor público e privado para o desenvolvimento de algumas ações como: infra-estrutura, sinalização turística, melhoria nas estradas, divulgação de seus produtos turísticos de forma a atingir um público alvo para cada segmento e acima de tudo organizar todo mercado turístico estadual através de regras e procedimentos das atividades de cada setor.  Quando citei, anteriormente, que poucos segmentos do turismo são explorados em Sergipe, é pelo fato de que muitas vezes, autoridades municipais e comunidade esperam que tudo seja feito pelo Governo Estadual. Cada um tem sua parcela de responsabilidade para o desenvolvimento da atividade turística.

 

É o caso da parceria público/privada que ultimamente vem ocorrendo em nosso Estado, uma prova que temos muitos empresários com visão empreendedora, mas ainda existe alguns que precisam saber diferenciar o amadorismo do empreendedorismo visto que hoje a maioria das empresas turísticas primeiro divulgam o produto e só depois investem na infra-estrutura e na qualidade profissional; essa é uma das razões para tamanha deficiência no setor.  Acredito que já seja a hora de ser criada uma Lei Estadual com regras e procedimentos para exploração do Turismo Sergipano, muito embora tenha sido criada pelo Governo Federal a Lei Geral do Turismo, a mesma não consegue definir a competência da fiscalização. A clandestinidade no setor continua imperando. A criação da Lei Estadual com as regras e procedimentos do setor turístico, tais como: 1)Fiscalização dos transportes de turismo; 2) Cadastramento de todas as agências de viagens que trabalham na clandestinidade, que de certa forma, estão sonegando impostos; 3) Fiscalização da profissão de guia de turismo que é exercida ilegalmente por motoristas e funcionários das agências de viagens – caracterizando assim, exercício ilegal da profissão e falsidade ideológica (ambos previstos no Código Penal Brasileiro); 4) Cadastramento e Fiscalização da ocupação irregular da Orla de Atalaia – cada vez mais surgem vendedores ambulantes na área ocupando calçadas onde os turistas e famílias sergipanas disputam um espaço para fazer seu passeio ou mesmo sua atividade desportiva. E o que dizer da invasão dos estacionamentos públicos ocupado com Trailers ou Towners que demarcam território com mesas e cadeiras e ainda com toldos “horrorosos” sem uma devida padronização. Sinceramente, está parecendo uma favela, pois estão impedindo a visão da mais bela orla do Brasil.

 

 Todos nós somos contribuintes e temos o direito de chegar na orla e estacionar nosso veículo em seu devido lugar, mas infelizmente isto não está ocorrendo, devido a invasão destes vendedores ambulantes. Recentemente com a Feira de Sergipe, organizada pelo Sebrae, o que se viu foi os ambulantes que ficam em frente ao Centro de Arte e Cultura, terem se deslocado, deixando seus espaços vazios e abandonados,  ocupando o espaço em frente à entrada do referido evento. Um absurdo pois as pessoas disputavam um pedaçinho da calçada para entrar no evento.  Muitos deles já virou até um tipo de negócio, onde se consegue um espaço e depois vende e invade outro espaço. Sem falar que muitas vezes colocam uma barraca ou espaço para vários integrantes da mesma família.

 

É urgente e imprescindível organizar o espaço da orla de Atalaia.  Acredito que este problema da ocupação irregular da orla só se resolverá com o envolvimento de todos os órgãos ligados à questão: MPE, Emsetur, Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social, e Polícias Civil e Militar (é quem tem o poder de se fazer cumprir a lei ou o acordo firmado). E depois desta tarefa de regularizar os vendedores ambulantes, faz-se necessário oferecer cursos de capacitação profissional, tal qual foi a realização no ano passado do “Sergipe de Braços Abertos” – Cursos de Qualificação Profissional para todo Trade Sergipano. Pode-se atrelar a ocupação regularizada com a participação em cursos de qualificação, como forma de melhoria no atendimento ao turista.

 

Sergipe tem um grande potencial natural e cultural para a prática do turismo; é preciso agregar valores a essa riqueza para que a atividade turística seja explorada de forma adequada para a captação de recursos financeiros tanto para o empreendedor como para a população local que se desenvolve econômica e socialmente com a prática do turismo no Estado ou em sua cidade local.  “Vamos explorar o turismo e não o turista”.

 

*Presidente do SINGTUR/SE

 

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

 

Frase do Dia

Os animais selvagens nunca matam por divertimento. O homem é a única criatura para quem a tortura e a morte dos seus semelhantes são divertidas por si”. James Froude.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários