Excesso de leis

0

O cidadão comum está regulado por milhares de leis e artigos que desconhece. O resultado disso é uma grave contradição, pois o princípio básico do direito brasileiro diz que a pessoa não pode alegar desconhecimento da lei para se eximir de responsabilidade. O excesso de leis e códigos deixa o cidadão comum confuso e o afasta da Justiça. Para alguns juristas, a competição eleitoral de parlamentares é a principal razão para os abusos legislativos, que vão além da função ordenadora das leis. Os congressistas querem ganhar o jogo de quem apresenta mais projetos e o resultado dessa disputa medíocre é a aprovação de leis de todo tipo para todos os gostos, causando uma enorme confusão na cabeça do contribuinte.

Troca de postos

O ex-deputado federal Márcio Macedo trocou a tesouraria pela vice-presidência nacional do PT. Escolhido pela nova presidente do partido, senadora Gleisi Hoffmann, Macedo atuará na coordenação política e na preparação da legenda petista para as eleições de 2018. Como parte deste processo, Lula virá a Sergipe em agosto próximo. Além de Aracaju, o ex-presidente visitará Lagarto e Itabaiana.

Fica onde está

A médica Waneska Barboza foi efetivada como secretária da saúde de Aracaju. Ela assumiu o cargo interinamente após a renúncia do secretário André Sotero. Segundo o prefeito Edvaldo Nogueira (PCdoB), a nova auxiliar conhece muito bem o serviço público e tem capacidade de liderança muito grande. A posse de Waneska está marcada para terça-feira que vem.

De olho em 2018

Sergipe tem um novo governador. Com a viagem de férias do titular Jackson Barreto (PMDB), o vice Belivaldo Chagas (PMDB) assumiu o comando do estado, devendo permanecer no cargo pelos próximos 15 dias. Não deixa de ser um bom “treino” para quem sonha em disputar o governo estadual em 2018. Marminino!

Nem a pau

Não há quem convença o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) a votar favorável à reforma tributária. Ele afirma não ser correto aprovar um projeto que, entre outros absurdos, amplia a terceirização, permite a contratação de autônomo com exclusividade, admite gestantes e lactantes em atividade insalubre, possibilita demissões arbitrárias e corrige os créditos trabalhistas abaixo da inflação. Certíssimo!

Olho por olho

A população de Itabaiana está assustada com a sucessão de assassinatos no município. Em menos de uma semana, sete pessoas foram fuziladas ali sem que a Polícia tenha conseguido prender um único criminoso. Aliás, a própria Secretaria da Segurança Pública revelou, em nota, que também está surpresa com o crescimento da violência em Itabaiana. Misericórdia!

Afago tucano

E o senador Eduardo Amorim (PSDB) foi um dos 11 votos do Conselho de Ética favoráveis ao arquivamento do processo propondo a cassação do senador Aécio Neves (PSDB-MG). Ele disse que não podia votar contra o tucano mineiro após o Supremo, que o investiga, ter determinado o seu retorno ao mandato. Diferente de Amorim, o senador Antônio Carlos Valadares (PSB) foi um dos quatro votos pela continuidade do processo contra Aécio.

Missa de 7º Dia

Será às 19h do deste domingo (9), a Missa de 7º Dia pelo sufrágio da alma do jornalista e radialista Adalvo Fernandes. O ato religioso acontecerá na Igreja do conjunto residencial Santa Lúcia, em Aracaju. O comunicador, de 78 anos, morreu vítima de complicações após uma pneumonia.

Superando desafios

Além de administrar os problemas financeiros, o gestor deve ficar atento às questões jurídicas para não enfrentar dissabores futuros. Esta afirmação foi feita pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Luciano Bispo (PMDB), durante palestra na Sociedade Médica de Sergipe (Somese). O peemedebista falou sobre “administração pública e seus desafios” para um público composto por médicos, jornalistas, publicitários e empresários.

Livre da Bahia

Há 197 anos, o rei do Brasil e Portugal, Dom João VI, assinou, do Rio de Janeiro, a Carta Régia elevando Sergipe à categoria de Capitania Independente. Um feriado estadual marca, neste sábado (8), mais um aniversário da Emancipação Política de estado. Segundo o historiador sergipano Felisbelo Freire, alçar Sergipe a uma capitania independente foi a maneira que Dom João VI encontrou para compensar a participação dos sergipanos na vitória de Portugal sobre a revolução pernambucana de 1817.

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Gazeta do Povo, em 4 de agosto de 1934

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais