Fábrica de partidos

0

Por que será que existem tantos partidos políticos no Brasil, se boa parte deles poderia se fundir numa única legenda sem prejuízo ideológico para os demais? Registrados já são 32, porém outras 31 legendas estão em fase de coleta de assinatura para pedirem, em seguida, registro definitivo à Justiça Eleitoral. Alguém pode dizer que isso é resultado do pluripartidarismo. Não é! Na verdade, boa parte dessas legendas não passa de siglas de aluguel, que só aparecem nas campanhas eleitorais para negociar apoio a candidaturas e vender o tempo de propaganda no rádio e na televisão. Passado o pleito, os donos desses chamados partidos ‘nanicos’ conseguem bem remunerados cargos comissionados para eles, familiares e agregados. Como se vê, além de confundir a cabeça do eleitor, essas legendas de aluguel servem apenas para políticos espertos se locupletarem com o dinheiro público.

Dia de posses

Duas concorridas solenidades marcam hoje as posses do desembargador Luiz Mendonça na presidência do Tribunal de Justiça de Sergipe, e do empresário Albano Franco como imortal da Academia Sergipana de Letras. O Magistrado será empossado às 17h, juntamente com a Mesa Diretora do TJ. Já Albano receberá o título de imortal em evento festivo marcado para o Centro de Convenções. A sociedade sergipana de A a Z deve prestigiar as duas posses.

Notícia da Gota

A pimenta Gota, produzida em Sergipe pela empresa Maratá, é um sucesso em todo o Brasil. No início, eram produzidas mensalmente 50 mil unidades da Gota, mas hoje já são envasados 2,5 milhões de frasquinhos. Segundo Antônio Carlos Borges, diretor da Maratá, 50% da produção são vendidos no Nordeste, enquanto a outra metade apimenta pratos saborosos no restante do país. A Bahia é o estado que mais consome a Gota. Vai um pouquinho aí, no catado de caranguejo?

Na Codise

O ex-deputado federal Sérgio Reis será o novo presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise). Ele vai substituir o engenheiro Roberto Bispo, que deixou o cargo para assumir a direção geral da Assembléia Legislativa. Sérgio é irmão do deputado federal Fábio Reis (PMDB) e sobrinho da deputada estadual Goretti Reis que, embora filiada do DEM, é aliada política do governador Jackson Barreto (PMDB).

Nome desagrada

Dependesse unicamente do governador Jackson Barreto, há muito que o Estádio de Futebol Presidente Médice, em Itabaiana, tinha sido rebatizado. Ontem, no discurso de inauguração da arena Batistão, Jackson falou sobre as reformas feitas pelo governo em outros estádios do interior. Ao citar o “Médice”, foi curto e grosso: “O nome é que não presta”. Misericórdia!

Dutra fica

Zé Eduardo Dutra (PT) não seguiu os cinco colegas da direção da Petrobras que renunciaram aos cargos. Diretor corporativo da estatal, o petista está de licença médica para tratamento de saúde. Além dele, só permaneceu na função o recém-empossado diretor de governança, João Elek. Resta saber se os dois serão mantidos pelo novo presidente da estatal, ainda a ser escolhido.

Desleixo

As pessoas são as principais responsáveis pelas falhas de Segurança da Informação. A revelação é do professor Victor Pasknel, que veio a Aracaju ministrar aula para os alunos de Pós-Graduação da área de TI da Faculdade Estácio Fase. Segundo ele, a maioria das empresas investe pouco em Segurança da Informação: “Muitos empresários acham que os seus bancos de dados jamais serão atacados. Ledo engano”, afirma.

Ato falho

O secretário de Comunicação da Prefeitura de Aracaju, Carlos Batalha, fez ontem uma grave afirmação. Questionado por que o prefeito João Alves Filho (DEM) não cumpriu a promessa de resolver em seis meses a situação caótica da saúde municipal, o comunicador disse que este foi um ato falho do demista.  É muito fácil o sujeito fazer campanha eleitoral prometendo mundos e fundos e depois dizer simplesmente que as promessas não passaram de um ato falho. Respeite o povo, galera!

Sem frouxidão

A Polícia só será forte se resgatar sua autoridade, acabar com a anarquia e a frouxidão. Pelo menos é assim que pensa Paulo Márcio Cruz, empossado ontem como presidente da Associação dos Delegados de Polícia de Sergipe (Adepol). A posse de Paulo Márcio foi prestigiada pelo secretário da Segurança Pública, Mendonça Prado (DEM).

Pernas pro ar

Dos nove dias de feriados nacionais definidos pelo Ministério do Planejamento para este ano, três serão em sextas-feiras – 3 de abril, 1º de maio e 25 de dezembro –, três, em segundas-feiras (7 de setembro, 12 de outubro e 2 de novembro), um, na terça-feira (21 de abril) e um, em um domingo – 15 de novembro. O primeiro feriado do ano, no dia 1º de janeiro, caiu numa quinta-feira. Ô, vidão!

Dá-lhe Dragão

E o Confiança fez bonito ontem ao derrotar o Vitória da Bahia pelo placar mínimo, em partida válida pela Copa do Nordeste. O jogo fez parte da festa de inauguração da nova Arena Batistão, obra realizada pelo governo de Sergipe e que custou R$ 25 milhões. Mais de 14 mil sergipanos assistiram a vitória do Confiança, propiciando uma renda superior a R$ 300 mil.

Recorte de jornal

Publicado no Diário de Aracaju em 30 de março de 1915

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários