Falta de privacidade

0

Durante o tempo que estive offline da coluna o Google lançou um serviço (Buzz) que tem como objetivo concorrer diretamente com o Twitter.

Com a força que o Google tem sobre a sua comunidade, o Buzz se tornou bastante popular do dia para a noite. Ele possui recursos bem interessantes, como verificar quem está por perto (quando usado por meio de dispositivos móveis) e uma iteratividade que não existe no Twitter. É possível ter (e agrupar) vários comentários do post. Um post que contenha um link pode automaticamente adicionar imagens ou ainda ter links diretos para vídeos do YouTube. Pode ainda linkar o Buzz com outros serviços, como o Blogger e o próprio Twitter, de forma a “puxar” os post de “lá” e mostrar eles “cá”. Legal mesmo.

O pessoal do Google só deu uma pequena (???) mancada. Por padrão, os contatos dos seus contatos podem ser vistos facilmente. Escutei algumas coisas do tipo “redes sociais são assim e ninguém reclama”. Concordo! Porém, numa rede social entra quem quer e aquele que faz isso já sabe quais são as regras. O usuário ao entrar numa rede social concorda que poderá ter seu perfil vasculhado por outras pessoas. Com o Buzz as coisas foram feitas de forma diferente. O Buzz está integrado no Gmail (email do Google) e o padrão foi adicionar como “seguidor” aquelas pessoas com quem mais você troca emails ou conversas do Gtalk (comunicador do Google). Sendo assim, sem esforço algum os usuários do Buzz passaram a ter muitos seguidores. Jornalistas, por exemplo, tiveram seus contatos (provavelmente suas fontes de notícias) expostos para quem entrasse no Buzz.

Muita gente reclamou desse posicionamento da empresa de busca. Realmente, o pessoal do Google não teve cautela nesse ponto, ou então achou que não seria relevante expor os contatos do contatos. Não demorou muito e algumas pessoas acabaram colocando o Google na justiça por isso. E você, o que acha?

 

TV Digital na TV Sergipe

Desde ontem a TV Sergipe está transmitindo sua programação em formato digital. Embora a TV Digital ainda se resuma a qualidade de imagem, é um avanço significativo pois dentro de alguns anos teremos uma convergência da TV com internet. Aí sim o negócio vai ficar bom.

 

Serviços indispensáveis

Um estudo de uma entidade americana (do norte) fez uma pesquisa na qual perguntou aos entrevistados se tivesse que cortar gastos qual destes escolheria: TV a cabo, telefone fixo, telefone móvel ou internet. Quer saber o resultado? Seguem os percentuais na ordem: 26%, 21%, 17% e 8%. Análise: TV (a cabo ou não) foi pro saco. Telefone fixo não é prioridade. Telefone móvel é mais útil. Sem Internet? Nem pensar!

O estudo foi lá nos EUA. Aqui o resultado seria outro, mas nada que esteja muito diferente disso.

 

Parece piada

A operadora Claro informou que é possível atualizar o Facebook usando SMS ou MMS. Para usar o serviço o dono do celular precisa cadastrar seu número de telefone na rede social e configurar a permissão de enviar mensagens SMS para atualizar o Facebook. Além disso, permite também enviar fotos com MMS. Não é demais? Bem… Tudo isso pela irrisória quantia de 29 centavos por SMS ou 60 centavos por MMS. Alguém deveria falar para as operadoras que elas precisam achar outros modelos de negócio. Voz e SMS devem ser apenas serviços que rodam sobre dados. Não sei o motivo delas ainda venderem voz. Aliás, sei… Falta de visão de futuro.

 

Tweets da semana

ammenendez Toda terca eu fico me arrependendo de não ter escrito a coluna da Infonet. Na próxima semana vou escrever sem falta.

catglobo Mapa mostrando como a energia do terremoto no Chile deve se propagar pelo oceano — http://is.gd/9kctH #fb

srlm precisamos de uma língua mais COMPACTA ou mais EXPRESSIVA: um tweet de 100 caracteres, em japonês, vira uns 500, em português.

christiantriad Tenha foco. Você não pode ser ginecologista e tarado ao mesmo tempo! (não sei o autor)

DeLuCa RT @LFmarinho: Gooooooooll do Flamengooooooo!!!! Vinicius Pacheco!!!! 4 x 1

Dani_braun IRPF 2010: Receita libera programas para declaração pela internet – http://bit.ly/aAF7nA

 

 

Não deixe de enviar email ou comentário para a coluna: andresmenendez@infonet.com.br

 

Até a próxima semana!

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários