FILIAÇÕES PARTIDÁRIAS

0

Há um movimento em Sergipe para novas filiações partidárias, em busca do fortalecimento das legendas e do seu comando, em preparação ao que poderá vir com a reforma política para as eleições de 2006. Muitos ainda estão com certa dúvida quanto à permanência ou queda da verticalização. Tem também a prorrogação de mandato, que poderia adiar esse movimento de troca de partidos neste momento. A questão do PSDB é que tem provocado uma forte celeuma, porque há a possibilidade da troca de comando e isso, naturalmente, expõe uma reação de quem é filiado ao partido. O ex-governador Albano Franco é um dos tucanos mais requisitado por algumas legendas e aparentemente rejeitado por outras, porque indiscutivelmente é o nome que lidera um grupo forte no estado e, de alguma forma, terá influência nas decisões de um novo partido que ingresse ou no lugar em que está. Já se criou um fato novo em torno do seu nome: a candidatura ao governo do Estado no próximo ano.

 

Na semana passada, em conversa sobre o interesse de outras legendas pelo seu ingresso, o governador Albano Franco revelou que até o momento apenas o PMDB havia lhe oferecido guarida. A primeira teria partido do presidente regional, Benedito Figueiredo, durante almoço na casa do ex-deputado Gilton Garcia, na praia do Saco. E a segunda em São Paulo, através do senador alagoano Renan Calheiros, hoje presidente do Congresso Nacional. Quarta-feira à noite, ao tomar conhecimento da conversa de Calheiros, o deputado federal Jorge Alberto (PMDB) disse que não era contra a nenhuma filiação no seu partido, desde que seja bom para quem já está nele e para quem está chegando. Acrescentou que o PMDB continua com o “mesmo pensamento de antes, aguardando o que acontece em Brasília, mas procurando parcerias para não sermos pegos de surpresa”. PMDB e PL já iniciaram conversações, que devem ser ampliadas, inclusive com outras legendas.

 

Jorge Alberto deixou claro: “a questão da vinda ou não de alguém para o PMDB é uma discussão nossa”. E acrescentou: “temos um grupo em Sergipe que mantém um relacionamento harmonioso em Brasília. A coisa independe de conversas, é uma questão regional”. Anunciou que só veta um projeto, caso seja ruim para o partido, mas adverte: “quem quiser entrar no PMDB não pode ser por cima, mas dentro de um entendimento no estado e sem influências”.

 

O deputado Jorge Alberto considerou que a preocupação, neste momento, é fortalecer o PMDB no Estado. A direção do partido tem conversado com prefeitos e fará novas filiações até maio. Segundo o parlamentar, “tudo de forma silenciosa, cuidadosa, para disputar o processo político do próximo ano, dentro de uma composição majoritária”. Jorge Alberto pergunta: “será que não vamos ter um candidato majoritário?” Toda a explicação de Jorge Alberto tem o objetivo de mostrar que o PMDB manterá a organização em relação às filiações, obedecendo a decisões do Diretório Regional e abonando as fichas dentro de um consenso partidário. Ninguém será vetado, mas a legenda não será refúgio de rejeitados ou de quem pensa que virá comandar a sigla nas eleições do próximo ano. O próprio Benedito Figueiredo já revelou que seria candidato a um mandato no próximo ano. Ainda não fez a escolha, mas pode ser a governador, desde que o partido veja a necessidade de participar do processo com uma chapa majoritária.

 

A conversa com o Partido Liberal vai continuar e pode se aprofundar a ponto de se chegar a um entendimento maior. É lógico que os partidos querem iniciar as coligações e vão se aproximar a partir de agora, para a possibilidade da formação de blocos. Uma coisa, entretanto, pode mudar tudo: a queda da verticalização. Se acontecer, os partidos ficarão mais à vontade para tomar o rumo que quiser no estado e na disputa para presidente. De qualquer forma fica o recado: o PMDB não aceitará imposições vindas de cima. Só chegará ao partido quem se entender com o Diretório Regional.

 

 

EXPLICA

O ex-governador Albano Franco (PSDB) informou, ontem, que em nenhum momento fez comentário pessoal contra o senador Almeida Lima (PSDB).

Acrescentou que a TV-Sergipe, da qual ele é sócio, não colocou no ar declarações do deputado estadual Ulices Andrade (PSDB) contra Almeida Lima.

 

OPINIÕES

Albano Franco acrescentou que o senador José Almeida Lima tem a opinião dele “e eu tenho as minhas, cada um agindo dentro do seu estilo”.

Reafirmou que não veta o ingresso do senador no partido e acrescenta que os rumos do PSDB em Sergipe são decididos pelo presidente, deputado Bosco Costa.

 

ENTREVISTA

O senador José Almeida Lima concede hoje, às 8 horas, entrevista coletiva para esclarecer sua filiação no PSDB e passar outras informações a jornalistas.

Almeida Lima vai também explicar a questão de ter de anunciar a saída de uma legenda para poder se filiar em outra e provar que ele agiu corretamente.

 

REUNIÃO

A Executiva Nacional do PFL fará uma reunião em Aracaju, para prestigiar o governador João Alves Filho, que inaugura a orla de Atalaia.

A decisão foi tomada ontem. O prefeito do Rio de Janeiro, César Maia, possível candidato a presidente da República pelo partido, participará da reunião.

 

PRESIDENTE

O gabinete da Presidência da República, em Brasília, informou que anda não está agendada, para março, a viagem do presidente Lula da Silva a Aracaju.

O prefeito Marcelo Déda, que o convidou para a festa do sesquicentenário, também não teve a confirmação. A expectativa era que o presidente viesse entre os dias 15 e 16.

 

ABASTECIMENTO

O abastecimento de água será racionado até que haja chuva suficiente que recupere o volume de água do rio Poxim. Caso não chova nestes próximos dias a situação se agrava.

Segundo informação do Deso, o Poxim é responsável pelo abastecimento de 30% de Aracaju. Hoje está em condições de abastecer apenas 10%.

 

CHUVAS

O serviço de meteorologia do estado está prevendo chuvas torrenciais para hoje, em Aracaju, o que regularizaria o abastecimento.

Ontem, um dos funcionários do Deso lamentou que a meteorologia tem errado muito na previsão de chuvas para a capital.

 

E-MAIL

O prefeito de São Domingo, Hélio Mecenas (PFL), envia e-mail reclamando: “A insatisfação dos deputados com determinados secretários não é menor que o que sente os prefeitos do interior”.

“Alguns totalmente marginalizados do processo político e administrativo do Estado”. O prefeito está chateado.


BRITTO

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) elegeu, o ministro Carlos Ayres Britto como substituto eventual do ministro Marco Aurélio  no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Carlos Britto foi eleito por nove votos a um, recebido pelo ministro Joaquim Barbosa. O ministro agradeceu a Deus por mais essa oportunidade de poder servir à sociedade.

 

AUDIÊNCIA

Uma comissão de suplentes de vereador de Sergipe vai a Brasília, terça-feira, para uma audiência com os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB) e da Câmara, Severino Cavalcanti (PP).

As suplentes vão renovar o pedido para que Renan e Severino conversem com o ministro Nelson Jobim, para colocar em votação a Adin que derruba a redução de vereadores.

 

ASSEMBLÉIA

Segunda feira (14) os 112 suplentes de Sergipe participarão de uma sessão especial na Assembléia Legislativa, para tratar do assunto.

Serão convidados todos os deputados federais e senadores para discutir uma forma de apressar a votação da Adin que reduz o número de vereadores em todo o país.

 

MIGRAÇÕES

Dois ou três parlamentares estão começando a pensar em trocar de partidos já agora, para tomar uma posição definitiva.

As conversas estão bem acentuadas e as migrações podem começar a partir de abril. Haverá muitas surpresas em vários segmentos.

 

“MEU BEM”

A nota serviria para uma boa coluna social: um importante recém solteiro, acompanhado de amigos, participou da “Noite do meu bem”, que acontece em uma casa de forró na Atalaia.

Recebeu um “caminhão” de torpedos, enviados por mulheres alucinadas. Os amigos do ilustre solteiro foram ao delírio com a enxurrada de bilhetinhos.

 

 

Notas

 

TÍTULOS

Mais de um milhão de brasileiros que deixaram de votar em três eleições consecutivas podem ter o título de eleitor cancelado pela Justiça Eleitoral. Eles ficarão impedidos de tirar passaporte, participar de concurso, assumir cargo público, obter empréstimo em bancos oficiais, tirar CPF e até mesmo receber salário.

Em Sergipe existe um total de 9.102 eleitores que estão nessa situação, em vários municípios. O prazo para que o eleitor faltoso regularize sua situação começou dia1º de março e termina no dia 29 de abril.

 

MINISTRO

O prefeito de Aracaju, Marcelo Déda, diz que vai continuar exercendo o mandato tranqüilamente. Marcelo Déda teve o seu nome cogitado para ser ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), logo após o anuncio de que o ministro Marcos Veloso seria aposentado no início do próximo ano.

Segundo Déda, “ser prefeito de Aracaju é algo que me motiva e me orgulha. Fiquem tranqüilos, estaremos aqui à disposição do povo”. Com essas palavras o prefeito encerra o assunto da possibilidade de ir para o STJ.

 

GILMAR

O secretário da Fazenda, Gilmar Mendes, marcou para a próxima segunda-feira, às 11 horas, sua participação na reunião da Comissão de Finanças da Assembléia Legislativa. Gilmar para expor, a situação financeira do estado nos últimos três meses, dentro do que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal.

A visita estava agenda para 28 de fevereiro, mas foi adiada e confirmada ara segunda feira. A Comissão de Economia, Finanças e Orçamento é das mais importantes da Assembléia. É presidida pela deputada Lila Moura (PFL).

 

É fogo

O governador João Alves Filho (PFL) deu início a uma série de inaugurações na capital e interior. A maratona vai até terça-feira.

 

Quarta-feira João Alves Filho esteve em Nossa Senhora da Glória e participou da aula inaugural do colégio Manuel Messias Feitosa, que se transformou no primeiro Centro de Excelência do Interior.

 

Mais uma equipe de 40 bombeiros foi encaminhada para controlar o incêndio na mata da Serra de Itabaiana.

 

O deputado estadual Venâncio Fonseca quer saber quantas facções tem o PT. Venâncio acha que o PP também precisa ter os seus grupos.

 

O presidente do Deso, Victor Mandarino, pode ir à Assembléia explicar o que está acontecendo com o abastecimento de água em Aracaju.

 

O deputado estadual José Milton dos Santos (PFL) pediu uma licença de 30 dias para tratamento de saúde.

 

O cantor Xanddy (Harmonia o Samba) propôs realizar um show no Augustu’s com toda renda revertida para o Grupo de Apoio à Criança com Câncer de Sergipe.

 

A partir da próxima semana começa uma série de eventos em comemoração aos 150 anos de Aracaju.

 

No primeiro dia do prazo de entrega da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física 2005, a Receita Federal recebeu 57 mil declarações de contribuintes.

 

O número de devoluções de cheques por falta de fundos caiu 3,1% no primeiro mês do ano, totalizando 15,3 folhas sem saldo a cada mil compensados. O levantamento é do Serasa.

 

Segundo o Serasa, esta é a terceira queda consecutiva e a primeira registrada no mês de janeiro, em comparação com o mês anterior, nos últimos nove anos.

 

No mês passado, até o dia 25, no Banco Central apurou R$ 363 milhões em lucro com operações de ajuste do swap cambial.

 

brayner@infonet.com.br

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários