Fim de governo

0

A demora do governador Jackson Barreto (PMDB) em anunciar os futuros secretários e dirigentes de órgãos do segundo escalão está causando uma quase paralisia da máquina pública, comum em fins de mandatos. Muitos auxiliares do governo, especialmente, os ocupantes de cargos comissionados estão de braços cruzados. Aqueles que não alimentam esperança de serem aproveitados no segundo mandato de Jackson pouco têm aparecido ao trabalho. Quando vão, praticamente nada decidem, comportamento seguido pelos comissionados, bem mais interessados em saber quem será o ‘novo chefe’. Esse compasso de espera se reflete no andamento de projetos, deixando a máquina pública em ponto morto. É visível como o atendimento nas repartições ficou ainda mais lento, sem contar que, em muitos casos, a fidalguia deixou de existir, pois estando de ‘aviso prévio’ muitos comissionados estão se lixando para quem procura seus préstimos. Pior é que essa inércia deve perdurar até o início de 2015.

Estado incapaz

Diligente como é, bem que o Ministério Público Estadual poderia processar o governo de Sergipe pela total falta de segurança pública. Ao deixar de cumprir o artigo 144 da Constituição Federal, que estabelece ser o direito à segurança uma prerrogativa indispensável, o Executivo deixa os cidadãos entregues à própria sorte.

Vapt-vupt

Os servidores do Tribunal de Justiça de Sergipe tiveram que suspender a greve iniciada ontem, sob pena de pagar multa de R$ 50 mil. É que, atendendo a pedido da Procuradoria Geral do Estado, a desembargadora Aparecida Gama declarou a paralisação ilegal. E ainda dizem por aí que a Justiça neste país é lenta!

Tenta solução

O governador Jackson Barreto (PMDB) recebeu ontem os donos dos 65 bares e restaurantes ameaçados de demolição pelo Ministério Público Federal. O peemedebista telefonou para o Serviço do Patrimônio da União e solicitou pressa no Termo de Ajuste de Conduta, medida que pode evitar a derrubada dos estabelecimentos. Segundo Jackson, a área em questão não é mais de preservação ambiental e já se consolidou para o turismo. Então tá!

Luto

A população de Capela está de luto pela a morte violenta do padre daquela freguesia, Ériston Figueiredo. Ele e o motorista Pedro Henrique de Moraes morreram quando o carro em que viajavam colidiu, ontem à tarde, com um caminhão na BR 235. Os corpos dos dois estão sendo velados na Igreja São Marcos, localizada no conjunto Marcos Freire II em Nossa Senhora do Socorro. O prefeito de Capela, Ezequiel Ferreira Leite (PSC), decretou luto oficial por três dias.

Sem espigões

Decisão do juiz de Direito Ronivon Aragão impede a construção em Aracaju de edifícios com mais de 12 andares. Atendendo pedido da seccional sergipana da OAB, o magistrado declarou inconstitucionais as leis municipais autorizando construções com até 20 andares. A decisão determina ainda a imediata paralisação de todas as obras de espigões no território aracajuano. Isso está acontecendo porque a revisão do Plano Diretor de Aracaju arrasta-se há anos sem solução.

Último dia

Esta terça-feira é o ultimo dia para que os mesários que faltaram ao segundo turno das Eleições 2014 justifiquem a sua ausência em qualquer cartório eleitoral. A lei prevê multa de 50% a um salário mínimo para aqueles que não apresentarem a justificativa no prazo estabelecido. Se o mesário ausente for servidor público ou autárquico, a pena será a suspensão de até 15 dias. Portanto, se explique enquanto pode!

Sem violência

Entre outras atividades, o Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher será marcado hoje por uma audiência pública no plenário da Assembleia Legislativa. Convocado pela deputada estadual Ana Lúcia (PT), o ato reunirá militantes do movimento de mulheres, professoras, acadêmicas e ativistas. O desembargador Edson Ulisses fará palestra sobre a Lei Maria da Penha e a violência contra a mulher na atualidade. Prestigie!

Volta ao batente

Após quatro meses de licença para disputar o governo de Sergipe, o senador Eduardo Amorim (PSC) reassumiu ontem sua cadeira no Senado. Neste período, ele foi substituído pelo segundo suplente Kaká Andrade (PDT), pois o primeiro suplente Luarinho da Bomfim (PSC) preferiu ficar em Sergipe fazendo campanha para Amorim, pois se este se elegesse ele herdaria quatro anos de mandato como senador. Infelizmente para os dois, a estratégia fracassou!

Artesanato

O artesanato produzido no Baixo São Francisco estará em evidência no 14º Feirão de Artesanato e Produtos Regionais, promovido pela Codevasf. O evento, marcado para o período de 28 a 30 próximo, reunirá na sede da companhia, em Aracaju, cerca de 70 artesãos e produtores de municípios que integram a bacia do Rio São Francisco.

Meia sola

Com o fim do Pré-Caju, alguns blocos carnavalescos locais vão promover o AjuFolia. Marcado para o dia 25 de janeiro, a prévia meia sola reunirá o Caranguejo Elétrico, As Cajuranas, Bloco da Prevenção, Bloco Papelão e o Arraiá Elétrico. Eles desfilarão, das 14 às 22 horas, no percurso compreendido entre a Praça Fausto Cardoso e o bairro Treze de Julho.

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano Diário da Manhã, em 23 de julho de 1919

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais