Fontes: do sucesso ao fracasso

0

 

 

  Se tem um parlamentar que fez um brilhante trabalho como deputado federal, é João Fontes. O mandato concedido a ele pelo voto popular, de 2003 a 2006, foi importante e Fontes soube honrar seu eleitorado. Este jornalista faz essa justiça para deixar claro que não tem nada de pessoal contra João Fontes, mas critica o comportamento dele, mas do que dúbio, a partir da campanha de 2006 – quando foi candidato ao governo e teve uma votação pífia – passando pela campanha de 2008, quando pediu desculpas ao eleitorado e declarou “amor” ao projeto comandado por Marcelo Déda, chegando a participar do programa eleitoral pedindo votos para Edvaldo Nogueira.

 

 Depois de não conseguir espaço neste grupo, por conta da desconfiança de todos, João Fontes, retornou a oposição e voltou a criticar Marcelo Déda. E mais recentemente anunciou na imprensa que iria comandar o PPS em Sergipe. Mais uma ilusão. Abaixo o blog publica uma carta do Diretório Estadual que está sendo apoiada pela Direção Nacional, que inclusive vai enviar um membro no próximo dia 23 para acabar com as especulações. Fontes mais uma  vez vai sair de um partido.

 

 Quem estudou filosofia e história mundial conhece alguns nomes que difundiram concepções veladas. Fontes está mais para o sociólogo e publicista russo, Nicolai Mijailovski, que combatia encarniçadamente o marxismo, sustentando que a sociedade é apenas uma “multidão” com concepções uniformes, cinzentas e triviais. É assim que Fontes deve pensar da sociedade sergipana. Fontes tenta usar a tática de Nicolai Mijaillovski, de que  o “individuo heróico” (no caso ele), organiza a multidão, faz dela uma massa coerente durante um certo tempo, arrasta-a à luta. Ou seja, Fontes tem uma concepção democrática burguesa, velada com frases “socialistas”.

 

 A correspondência do Diretório estadual do PPS de Sergipe enviada para todos os diretórios estaduais e para a Direção Nacional:

 

A imprensa sergipana divulgou que o Senhor João Fontes, assumiria a Presidência do PPS em nosso Estado, no dia 12 de maio de 2009. Ocorre, companheiros, que o PPS se encontra organizado e em processo de realização de Congressos Municipais, preparatórios ao XVI Congresso Nacional.

 

 

Ademais, o Partido se organizou, praticamente, em todos os Municípios sergipanos. Constituiu Advogados e Contadores para legalizar suas organizações junto à Justiça Eleitoral, Justiça Estadual e a Receita Federal, mesmo porque, quando a ex-Deputada Estadual Venúzia Rodrigues Franco, assumiu a Presidência Estadual, o PPS encontrava-se totalmente desestruturado, sem sede em nenhum Município, exceto em Nossa Senhora do Socorro, que, diga-se de passagem, tinha como Prefeito o companheiro Zé Franco, ex-Deputado Estadual, Ex-Prefeito de Areia Branca, Prefeito por três mandatos do 2º maior município do Estado (Nossa Senhora do Socorro), ex-Presidente da Associação dos Prefeitos do Vale do Cotinguiba e Barra do Japaratuba – E nosso futuro deputado federal.

 

 

Vale lembrar, que o Partido respondia diversos processos na Justiça Eleitoral, na Justiça Estadual e até mesmo no Patrimônio da União, em face, neste último caso, de não ter, a Direção anterior, se ocupado de garantir a posse de uma área de terra valiosa, legada por escritura pública, pela família do Industrial Joaquim Sabino Ribeiro, que, era simpatizante e colaborador ativo, do velho PCB.

 

Assim, estranhamos a atitude isolada do Senhor João Fontes, em dizer, publicamente, na imprensa local, que assumiria o comando do PPS no estado, sob a falsa e pueril alegação de que os atuais dirigentes não tinham mais interesses em continuar no Partido.Ora, não só todos queremos continuar, como todos estamos engajados no projeto nacional de construção do PPS e ALINHADOS COM SEU PROJETO NACIONAL. E, frise-se, não participamos do Governo Marcelo Deda – PT, nem tampouco da Prefeitura de Aracaju, comandada pelo PC do B. 

 

 Finalmente, é público e notório que João Fontes é intempestivo, blasonador, messiânico e, no dizer popular, um espalha brasa.E mais, quem conhece João Fontes sabe que ele se apresenta como o mais puro dos homens, porém, sua postura inconseqüente o faz afastar-se de todos de quem um dia foi amigo.João Fontes pode ser um soldado do nosso partido, mas nunca um sargento, que dirá o nosso Comandante. Desde seu ingresso no partido, em 2007, fez apenas uma filiação.Na eleição de 2008, lançou-se primeiro, candidato à Prefeito com o apoio maciço da direção do partido da capital e do Diretório Estadual, e, no meio do processo, retirou a candidatura, deixando o partido em situação difícil, como é do conhecimento da Direção Nacional.

 

  Ao desistir da candidatura à prefeito de Aracaju, lançou-se candidato à vereador, Exigindo ser candidato único, quando havia mais de 30 pretendentes, alegando que assim sendo, seria o mais votado e, por conseqüência, pleitearia a Presidência da Câmara de Aracaju, em um acordo, segundo ele, já feito com o PT e  o PC do B. Após o registro da candidatura, no prazo fatal possível para se fazer substituição, DESISTIU mais uma vez de concorrer ao pleito, deixando o partido mais uma vez em situação vexatório. Com esforço, o partido indicou o companheiro George Lemos, que numa atitude altruísta aceitou a tarefa/desafio, não contando, em momento algum, com o apoio de João Fontes…, pelo contrário, o mesmo abriu sua mansão para a realização da festa em apoio à candidatura de “Vovô Monteiro”, candidato a Vereador do PC do B.

 

Quanta petulância!!! E é esse cidadão que se acha credenciado para dirigir o destino do partido em nosso Estado, querendo se impor como um imperador, na lógica clara de romper com as nossas tradições de respeito à democracia, consagrada a partir da Declaração de Março de 58. Um partido se faz com seus filiados. Ele não conta com nenhum dos nossos, exceto com Paulo Valiatti, o único que ele filiou. Convém ressaltar, que afora os doze reais de contribuição, pago por ele, no ato de sua filiação em 2007, nunca mais contribuiu com sua instância partidária, não atentando para as despesas que se dão em torno de R$ 30.000,00 mensais, para manter a estrutura partidária em nosso Estado. O Partido tem sabedoria acumulada nesses 87 anos de vida, e não será agora que cairemos no canto da sereia.  Sabemos que o bom senso prevalecerá. Diretório Estadual do PPS.

 

 Dirigente nacional do PPS

 O diretório estadual e os diretórios municipais do PPS se reúne com Francisco Inácio Almeida, Secretário de Organização Nacional do no dia 23 de maio do corrente ano na sede do Diretório Estadual situado na Rua Vila Cristina, 206 no bairro São José. Esta reunião será de preparação e organização dos Congressos municipais, estadual e nacional do partido e terá como o tema central as eleições de 2010.

 

 

Disputa dos Carlos em 2010

As eleições 2010 em Sergipe promete reunir três dos melhores marqueteiros políticos do país. Carlos Cauê, Carlos Pancho e Carlos Sarno. Depois o blog conta mais detalhes sobre a disputa. O certo é que a vitória dará a um deles o sucesso para voos bem mais altos.

 

Narcotráfico

O novo secretário da SSP, João Eloy já definiu com o superintendente da Polícia Civil, João Batista, o delegado que vai comandar a Departamento de Combate ao Narcotráfico – Denarc, que será inaugurado em breve. Trata-se do delegado Flávio Sandro Albuquerque. Se tiver estrutura a delegacia será importante, principalmente para realizar ações no combate ao crack. É preciso que o Governo do Estado monte uma equipe com a participação de educadores, profissionais da saúde e da SSP, para levar a toda rede educacional um programa voltado a conscientização dos estudantes contra as drogas, mais especificamente o crack.

 

Posse concorrida

Foi concorrida a posse ontem, 13, do superintendente da Polícia Civil, João Batista. Ele tem tudo para fazer um excelente trabalho, já que tem experiência e conhece bem os problemas da segurança pública em Sergipe. Durante o seu discurso o ex-superintendente Gilberto Guimarães fez um balanço dos projetos e avanços conquistados durante sua gestão. Reformas e construções de delegacias, aquisição de armamentos e equipamentos de proteção individual, aperfeiçoamento dos agentes de segurança, além de investimentos em inteligência.

 

Polícia Civil X Comunidade

Durante a exposição dos trabalhos da Polícia Civil, através do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) ficou evidenciado que os recursos estão sendo investidos na estrutura, mas não existe nenhum projeto na busca de uma integração maior entre a Polícia Civil e a comunidade. Assim como na polícia militar, a integração com a comunidade é um dos caminhos mais seguros para a redução da violência. Uma tarefa para o novo superintendente.

 

Operações cinematográficas

Dessa nova equipe que começa a comandar a SSP espera-se muito. Experiência tem de sobra. Espera-se também que não repita algumas ações realizadas sempre que se muda o comando: operações cinematográficas onde se chama a imprensa, principalmente as emissoras de televisão para acompanhar. O espaço torce para que a nova cúpula não caia neste “modus operantes”.

 

Policiamento ostensivo. Prioridade?

Tornou-se uma constante a cessão de policiais militares para os mais diversos órgãos através da secretaria de estado da administração, um exemplo claro disso são as publicações no BGO n° 81 de 12 de maio. Todas as cessões feitas com ônus para o órgão de origem, ou seja, a Polícia Militar. São os órgãos beneficiados: promotoria de justiça de Ribeirópolis, moita bonita, aparecida e são Miguel do Aleixo, secretaria de estado de planejamento e tribunal regional federal 5ª região. Essas não são as primeiras cessões feitas pela administração.

 

Cerca de 500 PMs em desvio de função

O governo do estado está de parabéns pelas inaugurações da penitenciaria do bairro santa maria e do cadeião, todavia necessário se faz um maior planejamento por parte da secretaria no tocante ao número de agentes penitenciários para gerir suas necessidades. O boletim geral ostensivo da Policia Militar de 13 de maio, n° 82, publica a transferência de mais 10 policiais militares para o cadeião, além dos mais de 50 retirados das ruas para tomar conta da penitenciaria do Santa Maria. Isso tudo somado aos mais de 400 PMs nos muros dos presídios do estado, perfaz um total de cerca de 500 policias desviados de função, realizando atividade diversa do que a constituição determina. Essas atividades são de agentes penitenciários. A Sejuc se sustenta pela força da PMSE fazendo com que a população sergipana seja prejudicada com a escassez do policiamento ostensivo. E o mais importante, todos os policiais militares são pagos pela Polícia Militar, a Sejuc não entra nem com a gratidão e o reconhecimento pelos serviços prestados.

 

Pelotão Ambiental

O governador do Estado precisa mandar apurar a exoneração do capitão Matheus, do comando do Pelotão Ambiental, que foi transferido para Lagarto. O comentário é que o mesmo O mesmo foi exonerado do comando da pelotão e transferido para Lagarto por cumprir com o seu dever. Com a operação do pelotão ambiental para diminuir os abusos com uso de equipamentos de som, ao fazer uma abordagem na coroa do meio e apreender equipamento de uma casa noturna, o mesmo recebeu a visita do motorista da Sub-Comandante da PM que, a pedido do mesmo, solicitava a devolução dos equipamentos. Como não o fez, foi exonerado! O Pelotão Ambiental estava realizando um excelente trabalho com o apoio do MP. Certamente o MP vai investigar este problema.

 

Posse de Bosco e Jorge

Também foi concorrida a solenidade de posse de Jorge Araujo e Bosco Costa, respectivamente nas secretarias de Governo e Articulação Política. Bosco fez um discurso fazendo um histórico de sua vida, desde jovem, como caminhoneiro até se tornar deputado federal. E rasgou elogios ao governador. “Podem até dizer que o governador é vaidoso e um ator, mas não vão dizer que ele é mentiroso e corrupto”. Eitá…

 

Ampliação política

Já Jorge Araújo, no estilo descontraído disse que encara a nova missão com a mesma responsabilidade de sempre. O governador lembrou que os dois quadros políticos do PDT honram qualquer governo. “São homens corretos”, disse. Déda lembrou da atitude de coragem tomada em 2006, por Bosco, Jorge e Ulices Andrade quando não aceitaram a composição do PSDB com o DEM. Ele aproveitou a platéia cheia de prefeitos e vereadores de vários partidos para dizer que “nenhuma ampliação política será feita as custas dos meus companheiros”,.

 

Rota do Sertão

Falando da Rota do Sertão que será inaugurada nesta quinta-feira, 14, o governador aproveitou para lembrar que além de levar o progresso para a região e melhorar diversas ações, ela também é um exemplo até para a democracia. “Se não fosse ela os membros da oposição teriam que fazer uma cota para alugar um helicóptero para conceder entrevistas nas rádios do sertão”, ironizou.

 

 

Deso: passado e presente I

Todo mundo sabe como estava a Deso em 2006 que, certamente, não agüentaria outro governo do DEM. Que a atual diretoria tem erros, administrativos e até de relacionamento com funcionários, ninguém nega e este espaço já fez criticas por diversas vezes. Agora, justiça seja feita: um deputado estadual, no caso Arnaldo Bispo, munido de sua imunidade parlamentar, classificar o presidente Max Montalvão de mentiroso e incompetente, é muita cara de pau. É cara de pau porque o parlamentar faz parte do grupo político que deu sustentação ao DEM, que quase leva a empresa a falência.

 

Deso: passado e presente II

É o mesmo caso do prefeito de Itaporanga, César Mandarino, criticar a direção pela falta de água naquele município. É claro que a falta de água deve ser cobrada pela comunidade que está sendo afetada, mas a cobrança por Cesar Mandarino, irmão de Vitor Mandarino, que comandou a empresa no governo anterior, é também cara de pau. Esquecem de um passado recente. Mas este espaço faz questão de lembrar, até porque a Deso não é patrimônio do governador de plantão, mas do povo sergipano. Repete-se: Max Montalvão, pode ter erros administrativos, mas além de ser funcionário de carreira da empresa é um homem sério e decente. Por isso sobreviveu com tranqüilidade a duas reformas administrativas.  

 

Aniversário de três anos da coluna                                                                                                   

Este espaço está completando três anos na rede mundial de computadores. São três anos de uma parceria consolidada com o provedor Infonet. Para comemorar a data foram veiculados alguns outdoors em Aracaju. E para os leitores foi reeditado o adesivo para carro, com um novo lay out. O adesivo é pequeno (10 cm por 9,8 cm). Quem desejar o adesivo é só enviar e-mail com endereço que receberá em sua residência: claudionunes@infonet.com.br

  

 

Turismo

Representantes dos segmentos do turismo do estado se reúnem hoje à noite para analisarem a extinção da Secretaria de Turismo. Ao contrário do que a coluna informou ontem alguns setores estão apreensivos com a extinção da pasta.

 

 

 

 

 

 

 

Advogado receberá Ordem Sergipana do Mérito Trabalhista

O TRT da 20ª Região entregará a insígnia da Ordem Sergipana do Mérito Trabalhista, no Grau Grã-Cruz, ao advogado Roberto de Figueiredo Caldas. A homenagem acontecerá na próxima segunda-feira (18/5), às 11h, na Sala da Presidência do Tribunal. A indicação foi feita pelo desembargador federal do Trabalho Augusto César Leite de Carvalho. Roberto de Figueiredo Caldas é juiz ad-hoc da Corte Interamericana de Direitos Humanos, membro da Comissão de Ética Pública da Presidência da República e Conselheiro Federal da Ordem dos Advogados do Brasil.

 

Inovação I

A empresa sergipana Tecnogás está mais uma vez inovando em sua prestação de serviços de instalação de gás predial. Desta vez as novidades estão na utilização de energias limpas e renováveis. Em parceria com a ENERGEN, em breve, a empresa deverá iniciar a instalação do sistema de energia solar e eólica nos prédios das construtoras para as quais presta serviço, a exemplo da Norcon e Celi. Estes e outros trabalhos da Tecnogás poderão ser conhecidos pelas indústrias sergipanas durante a Feira da Indústria e Inovação Tecnológica – FITEC.  

 

Inovação II

Classificado como o 3ª maior pagador de ICMS do Estado o Moinho Sergipe aproveitará a Feira da Indústria e Inovação Tecnológica – FITEC para inovar em seus produtos. Estará lançando a Farinha de Trigo Sarandi de 500g para as pequenas famílias e a linha profissional da mistura para bolo que terá como público alvo as delicatessen, padarias e hotéis. Genuinamente sergipana, e trabalhando ininterruptamente desde 1960, a Indústria Moinho Sergipe processa diariamente 600 toneladas de grão, somando um total de 10 mil toneladas de farinha mensalmente. Confira os lançamentos nos dias 27, 28, 29 e 30 de maio no Centro de Convenções de Sergipe, durante a FITEC.

 

Segrase apóia U.T.rIso I

Em comemoração aos 10 anos de existência do grupo U.T.rIso, foi aberta ontem, dia 13 de maio, no Espaço Cultural Yázigi, a exposição  fotográfica de José de Aquino intitulada “Imagem da Sintonia Humana”. Na ocasião, foi lançado o catálogo da exposição que apresenta o grupo atuando com crianças que passam por tratamento oncológico. Este trabalho que foi acompanhado pelo fotógrafo durante um ano.Para cooperar com este trabalho, a Empresa Pública de Serviços Gráficos de Sergipe – Segrase contribuiu, através de patrocínio, ao produzir em seu parque gráfico 1000 (mil) catálogos que retratam a relação estabelecida com as crianças/pacientes da oncologia durante as visitas em períodos de internação, passeios e sessões de quimioterapia.

 

Segrase apóia U.T.rIso II

O catálogo é espelho de todo um trabalho desenvolvido pela competente equipe de profissionais da Segrase, dentre eles, designers, diagramadores e impressores, a partir da concepção do artista plástico Adauto Machado responsável pelo layout e diagramação. A equipe teve a preocupação de apresentar o produto final com qualidade, revelado em 36 páginas, confeccionado em papel couchê com aplicação localizada em verniz (capa) e papel apergaminhado (miolo). “Abraçamos esta causa como uma forma de mostrar a importância de valorizarmos o sentido da vida, que mesmo diante de obstáculos é possível dar um novo sentido com momentos de felicidade. A Segrase se sente honrada em poder estar contribuindo com a divulgação do belíssimo trabalho desenvolvido pela U.T.rIso, e apresentar um primoroso material, graças aos nossos profissionais que estiveram empenhados neste trabalho. Me sinto orgulhoso por isso”, revelou.

 

DO LEITOR

 

Associações da Barra dos Coqueiros

E-mail recebido: “No site do Pronese -_Empresa de Desenvolvimento Sustentável do Estado de Sergipe – encontram-se registrados nome das Associações dos Municípios do Estado de Sergipe. Ocorre que em consulta não consta registro das associações existentes no Município da Barra dos Coqueiros. Segundo informações, há diversas Associações que foram e continuam sendo beneficiadas com recursos públicos. Porém, como existe um apelo cívico na transparência  desses recursos alocados por tais órgãos, então na dúvida, solicitamos que investigue a razão deste Município não está na relação. Vale ressaltar que os recursos recentemente conquistados pelo Governador Marcelo Déda para sua implantação requer a participação não só dos Municípios como também das Associações”.

 

Denúncia sobre o uso de viatura da PM

Denúncia recebida com a devida identificação do remetente: “O fato em questão é que tenho observado diariamente e a qualquer hora do dia que viaturas, algumas vezes um siena com plotagem da polícia militar e outras vezes um fiat uno com plotagem também da polícia militar e identificação de Areia Branca, as quais segundo informações deveriam estar sendo utilizadas no policiamento do interior do Estado, estão literalmente paradas, estacionadas, “dormindo” na casa do Capitão Márcio Roberto  que reside à Rua Bela Vista, vizinho ao Bar do Vieira, no Bairro Santos Dumont. Claudio Nunes, a impressão maior que se tem não é o fato destas viaturas se encontrarem todos os dias neste logradouro mas sim de se constatar que a qualquer hora do dia, da tarde, da noite ou da madrugada elas cumprem RIGOROSAMENTE seu expediente na capital sergipana. É impressionante como tem determinados oficiais, minoria é claro como este, que de longe já não representa um exemplo de caráter, de ética e de compromisso com a sociedade, e se concebe a um papel destes, lesando não somente o Estado, mas também o povo sergipano, dissimulando um serviço de comandante de companhia do interior! Faça um levantamento da ficha deste oficial e verá também que ele é mais sujo do que pau de galinheiro, já respondendo até administrativamente por conduta ilegal, publicado em boletim e fora as dividas que ele contrai e não paga. Senhor jornalista, convido o senhor e sua equipe a visitar o endereço por mim citado, confirmar o que aqui redijo e até fotografar a viatura em sua nobre “missão” particular! Sempre acompanho seu blog, e na época do comando do Coronel Péricles observava que sua coluna divulgava quase que diariamente a utilização ilegal de viaturas da polícia militar. Porém, após a sua sucessão essas denuncias deixaram quase que totalmente de serem divulgadas! O que aconteceu??? Com certeza, essas irregularidades não acabaram. Pois, é fácil, possível e evidente, a qualquer dia da semana você esbarrar na capital com uma viatura do 2º, 3º, 4º, 6º ou 7º Batalhão e Companhias subordinadas, em frente de residências ou trafegando em horários noturnos pela capital sergipana, e te garanto que nem todas são viaturas administrativas e mesmo assim se fossem, deveriam estar no local de serviço.  Espero que o senhor divulgue este e-mail e solicite às autoridades competentes que apurem esse “reforço” de viaturas do interior não só na capital sergipana como na grande Aracaju (Nossa Senhora do Socorro, São Cristóvão e Barra dos Coqueiros). Ah! E aproveitando que agora temos um delegado de Polícia Civil como secretario da SSP, que solicite do mesmo que também fiscalize a utilização das viaturas da PC, pois só uma pessoa desprovida de inteligência ou que não quer enxergar além do nariz, não sabe e não percebe que viaturas da Polícia Civil são utilizadas a luz do dia como transporte particular, levando esposa, filhos, mãe, irmãos, cachorro e papagaio para qualquer lugar, em vez de serem empregadas no policiamento investigativo; ou o policial civil, que diga-se de passagem hoje ganha muito bem, leva diariamente sua família para acompanhar o seu serviço de investigação”.

 

Participe ou indique este blog para um amigo:

claudionunes@infonet.com.br

 

Frase do Dia

“O homem nasceu para a ação, tal como o fogo tende para cima e a pedra para baixo”. Voltaire.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários