Fusão: Ricardo Eletro e Insinuante

0

Ricardo Nunes, da Ricardo Eletro (empresa mineira), comandará a nova segunda maior empresa de eletroeletrônicos e móveis do Brasil, enquanto Luis Carlos Batista, da Insinuante (empresa baiana), ficará na presidência do Conselho de Administração. A fusão foi anunciada ontem, 29, pela manhã durante coletiva à imprensa. O ranking do segmento agora terá nas primeiras posições o grupo formado pelo Pão de Açúcar/Ponto Frio/Casas Bahia e o Magazine Luiza. Especula-se que a rede de Maria Luiza Trajano também, no futuro, se incorporaria à Ricardo Eletro/Insinuante para não perder força no mercado e ser engolida. Toda a negociação entre as redes mineira e baiana foi conduzida por André Esteves, do BTG Pactual, sócio da Insinuante. Jornalistas de todo o Brasil puderam fazer perguntas ontem aos executivos por meio de um link na internet. O assunto não foi bem explicado na entrevista coletiva, mas a existência de muitas lojas no mesmo local levará ao inevitável fechamento de algumas unidades em diversas cidades dos 17 estados onde as redes atuam. Em Aracaju, por exemplo, Insinuante e Ricardo Eletro disputavam o mesmo espaço em um dos corredores do Shopping Jardins e agora vão ter que reavaliar esses espaços de vendas. Por outro lado, foi anunciada para este ano a abertura de 30 a 50 filiais, mas privilegiando somente o Rio de Janeiro e Norte do Brasil.

BENEFÍCIO PARA OS TRABALHADORES

Com a proposta de colocar o benefício do Seconci-SE na Convenção Coletiva, o Sinduscon passará a ter como exigir, junto ao Ministério do Trabalho e à Justiça do Trabalho, que as empresas contribuam para que seus trabalhadores tenham o benefício. Para que seu funcionamento seja possível, os empresários deverão recolher mensalmente 1% do valor da folha de pagamento bruta em favor do Seconci-Se sem descontar absolutamente nada de seus funcionários. As principais atividades do SECONCI consistem em proporcionar consultas médicas e odontológicas para os trabalhadores, de forma autônoma, sem nenhum custo adicional tanto para o trabalhador, denominado beneficiário, quanto para a empresa, denominado sócio contribuinte. A arrecadação do SECONCI e o seu patrimônio não poderão beneficiar pessoa, família, empresa ou entidade de classe sob pena de se estar cometendo crime contra a ordem tributária. Prova disso é que, no caso de extinção do SECONCI, todo o seu patrimônio deve ser transferido para entidade congênere que não tenha fins lucrativos. De parabéns o empresário e presidente do Sinduscon-Se, Tarcisio Teixeira, pela excelente iniciativa.  

PÁSCOA

O consumidor sergipano interessado em comprar ovos de Páscoa dispõe de uma enorme variedade no que se refere a sabor e a preço. São inúmeros produtos pendurados nas gôndolas dos supermercados desde os formatos de volume de 100 gramas aos maiores de 500 gramas. Os valores variam de R$ 10,00 até R$ 70,00. A diversidade de produtos encanta adultos e, principalmente, as crianças que ficam ansiosas para ganhar e saborear os ovos de Páscoa ante mesmo do Domingo da Páscoa (o dia de abertura para comer ovo de Páscoa como reza a tradição).

USINA NUCLEAR

O uso de energia mais limpa, que não lance gases causadores de efeito estufa para a atmosfera, é apenas um dos argumentos de especialistas que defendem a instalação de uma central nuclear em Sergipe. Por não poluírem o ar, serem seguras e produzirem grandes quantidades de energia ocupando pequenas áreas, a construção do empreendimento em Sergipe está sendo indicada por pesquisadores da Universidade Federal de Sergipe (UFS).

USINA NUCLEAR 2

Até então, a Eletronuclear está elaborando estudos técnicos para apontar o local mais adequado para instalação da central nuclear, que deverá ter capacidade para seis usinas, sendo que duas devem ser construídas na primeira etapa. Por enquanto, continuam na disputa os nordestinos Sergipe, Bahia, Alagoas e Pernambuco.

USINA NUCLEAR 3

A maioria das pessoas ainda tem um preconceito histórico sobre a instalação de uma central nuclear, mas é preciso esclarecer o que ela pode representar para o Estado, a começar pela geração de empregos e pelo fato de o seu impacto ambiental ser considerado muito baixo.

ROSSI EM SERGIPE

A Construtora Rossi, uma das principais incorporadoras e construtoras do Brasil, – presente em mais de 60 cidades, atua em diversos segmentos do mercado imobiliário e tem no seu portfólio inúmeros sucessos de vendas de imóveis residenciais e comerciais, nos mais variados perfis de renda –, já tem data-limite para atuar em Sergipe: até 2012.

ROSSI EM SERGIPE 2

Fernando Motta assumiu a diretoria da Regional Nordeste da Rossi, com sede em Salvador, compreendendo os estados do Rio Grande do Norte, Pernambuco, Ceará e Bahia. O novo diretor de negócios do Nordeste revelou que nos próximos anos, cerca de 50% de seus empreendimentos lançados serão voltados para o segmento econômico.

DESTACANDO:

Shoppings – Alguns dos principais lojistas dos Shoppings Jardins e Riomar estão abismados com o alto valor que é cobrado pelo aluguel do metro quadrado nesses dois centros de compras. Principalmente, no Riomar, onde a situação beira ao absurdo diante da cobrança quase que equivalente ao metro quadrado comercializado pelo Jardins. Mas os gestores precisam ter muito cuidado. Ganância também tem alto preço. E um festival de tapumes em frente a lojas vazias pode começar em breve.

 

 

 

 


 

Comentários