Gás insuficiente

0

Há muito que a classe política sergipana reivindica a ampliação da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen), localizada em Laranjeiras. Porém, existe um sério entrave neste sentido. Questionado quando a Petrobras pretende ampliar a unidade sergipana, o presidente da estatal, Sérgio Gabrielli, foi enfático: “Depende”. De quê? “Do crescimento da oferta de gás natural”. Além da ampliação da Fafen, que em 2008 produziu mais de 400 mil toneladas de uréia, a Petrobras projeta a construção de uma fábrica de ácido nítrico.

 

Política equivocada

 

Existe gás natural, mas falta uma política ordenada para o setor. Quem pensa assim é o empresário José Carlos Freitas Mascarenhas, vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI). “A Petrobras guarda gás para abastecer as termoelétricas, que ficam desligadas porque as represas das hidrelétricas estão cheias de água. Enquanto isso, o setor industrial não cresce e não se pode ampliar a Fafen por falta gás. Ademais, o preço do gás brasileiro está muito acima do praticado pelo mercado internacional”, queixa-se Mascarenhas.

 

Bilhetes de Getúlio

 

Quase 700 bilhetes manuscritos pelo então presidente Getúlio Vargas em seu gabinete no Palácio do Catete foram entregues por doação ao Arquivo Nacional. As mensagens são dirigidas ao chefe de gabinete de Getúlio, o sergipano Lourival Fontes, e estavam com o filho de seu amigo e xará Lourival Baptista, o psiquiatra Francisco Baptista, que as guardou por mais de 40 anos, a pedido de Fontes. Fontes entregou os bilhetes de Getúlio ao ex-governador sergipano Lourival Baptista na década de 60. Deverá ser editado um livro contextualizando as mensagens no período em que foram redigidas (1951 a 1954).

 

Aposta em 2010

 

O próximo ano será de muitas obras em Sergipe. A previsão otimista é do empresário Tarcísio Teixeira, presidente do Sindicato de Indústria da Construção Civil do Estado (Sinduscon/SE). Segundo ele, apesar da crise econômica mundial, o setor reagiu muito bem este ano, mostrando que o presidente Lula (PT) estava certo quando disse que tudo não passava de uma “marolinha”. Teixeira revela, inclusive, que o Sindicato já está pensando em promover cursos visando preparar mão de obra qualificada para atender a demanda que ocorrerá em 2010.

 

Ponte defendida

 

O governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), é um entusiasta da construção de uma ponte sobre o rio Piauí-Puaitinga, que vai permitir a interligação de Sergipe à Bahia pela Linha Verde. “Esse é um pleito que tanto eu quanto o governador Marcelo Déda (PT) defendemos desde o início dos nossos governos. Esta obra vai aproximar ainda mais Salvador de Aracaju e, consequentemente, contribuir com o aquecimento do setor turístico entre os dois estado”, afirma Jaques Wagner.

 

Cartões brilham

 

O Valor Econômico publica hoje que o movimento financeiro com cartões cresceu 20%, mesmo com a crise, e esse filão se mostrou uma boa opção em vista da estabilidade das receitas tradicionais com tarifas bancárias e a queda nas de crédito. Os quatro grandes bancos que já divulgaram balanço – Santander, Itaú Unibanco, Bradesco e Caixa Econômica Federal – ganharam com tarifas decorrentes do uso dos cartões no acumulado do ano, 10,9% mais do que no mesmo período de 2008. As receitas de conta corrente recuaram 1,9%, e as tarifas associadas ao crédito tiveram queda de 11,9% em 12 meses.

 

Para consulta

 

A Receita Federal libera hoje para consulta o sexto lote de restituições do Imposto de Renda 2009 (ano-base 2008). A relação dos contribuintes beneficiados está disponível na página da Receita na internet (www.receita.fazenda.gov.br). Também é possível fazer a consulta pelo telefone 146. O dinheiro terá correção de 5,39%. O acréscimo é correspondente à variação da taxa Selic entre maio e novembro. A restituição poderá ser sacada a partir do próximo dia 16.

 

PEC do calote

 

“A aprovação da PEC dos precatórios em primeiro turno deixou indignado o presidente nacional da OAB, Cezar Britto. Para ele, com as novas regras, o Poder Legislativo “passa um trator por cima do Judiciário”. Britto disse à ISTOÉ que “a PEC do Calote atropela as decisões judiciais que mandam pagar os precatórios, em total desrespeito aos direitos dos cidadãos”. Lembrando que a PEC é obra do senador Renan Calheiros (PMDBAL), a partir de sugestão do então presidente do STF, Nelson Jobim, Britto lamenta que “um ex-presidente da mais alta Corte do País seja responsável pela criação desse monstrengo”.

 

Brincando na web

 

Os brasileiros gastam em média 23 minutos por dia conectados à internet durante o expediente em páginas que nada têm a ver com trabalho. A discussão sobre o uso da web no local de trabalho vem crescendo nas empresas à medida que novas ferramentas se popularizam. Algumas já estabeleceram restrições de horário para o acesso às redes de relacionamento. Por outro lado, as empresas estão no Twitter e sabem que hoje ele faz parte dos negócios.

 

Seguro menor

Os mutuários da casa própria com contratos vigentes vão poder renegociar o custo do seguro de seu imóvel e, com isso, baixar o valor da prestação. É o que mostra reportagem publicada hoje em O Globo. Essa possibilidade consta das novas regras para o seguro habitacional, que já estão prontas no Ministério da Fazenda. Outra novidade, que promete aumentar a concorrência no setor será a permissão para que seguradoras de vida entrem neste mercado, restrito hoje às seguradoras de bens. A previsão é que as medidas passem a valer a partir de fevereiro de 2010.

Energisa em alta

 

A Energisa S/A, companhia responsável por cinco distribuidoras de energia localizadas em Sergipe, Paraíba, Minas Gerais e Rio de Janeiro, divulgou balanço do terceiro trimestre deste ano. Houve lucro líquido consolidado de R$ 65 milhões, o que mostra um crescimento de quatro vezes (+ 324,8%) o valor registrado em igual período de 2008, quando o lucro líquido foi de R$ 15,3 milhões. O aumento do consumo de energia entre os clientes cativos, principalmente das classes residencial e comercial, subiu 5,1% no período analisado.

No cangote

 

Mais do que nunca, as torcidas do Palmeiras e do São Paulo estão sentindo o bafo da urubuzada no cangote. Depois da espetacular vitória do Flamengo sobre o Atlético Mineiro, a tônica dos rubro-negros é alcançar o 1º lugar do Brasileirão e, naturalmente, conquistar o título. Nem precisa dizer que desde ontem o vermelho e o preto são as cores que predominam pelo país afora. Dá-lhe, Mengão!

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários