Gazeteiros bem pagos

0

Diferente dos servidores públicos e operários, que labutam de sol a sol para receber um mísero salário, boa parte dos deputados estaduais só aparece no trabalho quando quer. Ontem foi mais um dia de sessão esvaziada na Assembleia porque a maioria dos bem pagos parlamentares estava “ocupada” com afazeres particulares. E vai ser assim até o fim das eleições, pois todos alegam estarem empenhados em eleger prefeitos e vereadores aliados. Tudo bem que os deputados se envolvam nas campanhas eleitorais, porém não é justo continuarem recebendo fábulas do erário. Enquanto os gazeteiros batem perna a procura de votos, projetos de Lei do interesse da população “dormem” nos acarpetados gabinetes. Era mais honesto fechar o Legislativo por dois meses.

Luto

Está marcado para as 10h de amanhã no Cemitério Colina da Saudade o sepultamento da publicitária Mariana Moura, que morreu domingo passado no Canadá. O corpo deve chegar em Aracaju hoje à noite. Ela estava em Montreal há cerca de 30 dias, onde fazia um intercâmbio na companhia da mãe, a juíza de Direito Adelaide Moura, esposa do deputado federal Laércio Oliveira. Mariana era fruto do primeiro casamento da magistrada com o médio José Eduardo Souza.

Clima quente

A temperatura política está esquentando muito nos últimos dias. Segundo a deputada estadual Maria Mendonça (PSB), desconhecidos seguiram o radialista Alex Henrique enquanto este se deslocava para fazer uma entrevista. Também relatou que um imóvel de sua propriedade foi invadido por desconhecidos e denunciou que jovens ligados aos adversários dela estão promovendo confusões nos comícios organizados por seu grupo político.

Sujismundos

O Tribunal de Contas do Estado enviou ofício aos prefeitos dos municípios sergipanos com mais de 20 mil habitantes advertindo-os para a necessidade de elaborarem o Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. O documento é uma das exigências da Política Nacional de Resíduos Sólidos, e o não cumprimento pode restringir o recebimento de recursos federais pelas prefeituras.

Com empresários

Depois de João Alves, agora será a vez do prefeiturável Valadares Filho (PSB) participar do Almoço com Negócios. Organizado pela Associação Comercial e Empresarial de Sergipe, o encontro acontecerá no Hotel Mercure Aracaju. Valadares vai receber da entidade um documento elencando problemas enfrentados pelos aracajuanos e apresentando soluções para o desenvolvimento da capital.

Turismo

Será lançado hoje à noite o Guia Sergipe Trade Tour, referente aos anos 2012/2013. Idealizado e desenvolvido pela S&Z Comunicações e apoiado pela Prefeitura Municipal de Aracaju, o Guia visa divulgar os atrativos turísticos do estado, além de valorizar as atividades folclóricas e culturais do povo sergipano. O lançamento vai acontecer às 19h30, no Hotel Mercure Del Mar, na Orla da Atalaia.

Ficha limpa

A Justiça Eleitoral começou a divulgar a campanha Voto Limpo, por meio de peças publicitárias no rádio e na televisão. As mensagens pretendem estimular os eleitores a participar do processo eleitoral e a escolher candidatos ficha limpa, ou seja, sem problemas na Justiça. A campanha ficará no ar até o dia 4 de outubro. Nas cidades onde houver segundo turno, será retomada logo após o anúncio do resultado do primeiro turno.

Balanço positivo

Os resultados obtidos pelo Banese no primeiro semestre deste ano foram comemorados ontem pela presidente do banco, Vera Lúcia de Oliveira. O balanço mostra que a carteira de crédito total do Banese atingiu R$ 1,514 bilhão, sendo de R$ 1,2 bilhão na carteira comercial e de R$ 314 milhões na carteira de desenvolvimento. O Ativo Consolidado alcançou R$ 3,005 bilhões no final do semestre, enquanto o patrimônio líquido da instituição é de R$ 238 milhões. Quanta grana, né?

Blá-blá-blá

Vejam algumas mentiras que nunca faltam no horário eleitoral gratuito: “Você me conhece”; “Se eleito for, vou construir mais escolas e casas populares”; “Podem vasculhar o meu passado. Não vão encontrar nada!”; “Sou muito melhor do que os que aí estão!”; “Nesse bolso nunca entrou dinheiro desonesto!”; “Vote em mim que você não se arrependerá”.

Do baú político

Esse negócio de usar a máquina pública em benefício próprio é antigo, muito antigo. No livro ‘Memória do Aprendizado’, o professor Jorge Carvalho do Nascimento escreve sobre a fundação, em 1902, da Escola Agrícola Salesiana São José, no município de São Cristóvão. Em sua pesquisa, Jorge apurou que o então governador de Sergipe, monsenhor Olímpio Campos, foi o grande beneficiado com a criação do estabelecimento de ensino. Em discurso proferido na Câmara Federal, o intelectual e deputado Fausto Cardoso denunciou a malandragem do religioso e político sergipano: “Este governador tirou dos cofres do estado e deu aos salesianos a quantia de 60 contos de réis para a fundação de uma colônia agrícola e depois vendeu aos mesmos salesianos por aquela mesma quantia o sítio Tebaída, que é seu e que nada vale, pois as suas terras são estéreis”. Como se vê, Olímpio Campos assinou a doação do dinheiro público com a mão direita e, em seguida, o embolsou com a mão esquerda. Fosse hoje, estaria entre os réus da Operação Navalha.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários