Habilidade e tiro no pé

0

A reação esboçada pelo governador Marcelo Deda, que de forma imediata promoveu exonerações de políticos e auxiliares ligados aos partidos e parlamentares que votaram pela reeleição da deputada Angélica Guimarães, representa sem sombra de dúvida, uma demonstração de imaturidade.

O gesto abrupto do governador fere de morte a liturgia do cargo, e cria para o governo um processo de vulnerabilidade preocupante.

Mesmo manipulando as votações e decisões adotadas pela Assembléia Legislativa, os governadores sempre fizeram questão de publicamente declarar respeito pela independência do Poder Legislativo, isso em razão do respeito às instituições democráticas, e a preservação do respeito mútuo, sob pena de vulgarizar a autoridade do próprio cargo.

Num discurso proferido recentemente, quando recepcionava em Sergipe o governador Eduardo Campos, o governador Marcelo Déda ao responder a um equívoco cometido pelo deputado Adelson Barreto, que o chamou de “senador” ao invés de “governador”. Deda foi exaustivo no esclarecimento do que significava para ele o cargo de governador, do orgulho que possuía e da superioridade desse cargo em relação a questões menores.

No entanto, ao agir com o fígado para atender aos caprichos de aliados seus, Déda apequenou a importância do cargo, ninguém tem o direito, de ficar impune, após explicitar de forma acintosa que a estrutura administrativa do Estado, é montada e desmontada a qualquer momento, apenas para atender aos interesses eleitorais do governador e do partido ao qual ele pertence.

A estrutura administrativa de um Estado deve ser montada para atender aos interesses políticos, no sentido de operacionalizar as políticas públicas oriundas do programa de governo apresentado à população. É recomendável não confundir política pública com política eleitoral.

O governador tem interesses eleitorais explícitos, mas não pode e não deve em hipótese alguma colocar em risco a governabilidade do Estado de Sergipe em função de um projeto menor.

A antecipação da eleição da mesa diretora da AL,  pode ter sido realizada com a intenção de promover a divisão no comando político do Estado, mas pode também ter sido fruto apenas da habilidade pessoal da presidente do Poder que enxergando a possibilidade de ser ultrapassada no seu desejo de permanecer no comando do poder legislativo estadual, agiu rapidamente.

Se o fato se deu em razão da habilidade da deputada Angélica Guimarães para não perder o posto de presidente da AL, nada mais natural, até porque, na condição dela, qualquer outro parlamentar utilizaria as ferramentas disponíveis para permanecer no cargo. Sem contar que havia burburinhos de que o governador estava construindo uma maioria sólida, objetivando eleger a deputada Conceição Vieira para a presidência. Não contou talvez com rapidez de Angélica.

No entanto, se a antecipação da eleição foi realizada com o intuito de dividir o comando político do Estado, nem mesmo diante de toda certeza que isso tivesse ocorrido, o governador poderia esboçar qualquer gesto que fortalecesse a possibilidade de concretizar essa divisão.

Não será a retaliação imediata a melhor parceira do governador para enfrentar essa situação. Exonerar dois secretários políticos, no dia seguinte, demonstra imaturidade política e pode representar o segundo maior equívoco desse governo.

Quem está orientando Déda, ou é amador ou está pensando apenas no próprio umbigo.

Apenas uma humilde análise, o resto fica para os experts em política eleitoral.

Para reflexão
“A ira gera o ódio, e do ódio nascem a dor e o medo”. Santo Agostinho.

Oposição
A reunião de ontem, 29, do grupo de deputados que participa do bloco dos irmãos Amorim resultou na decisão de fazer oposição ao governo, mas não de forma radical. Agora os lideres vão procurar o senador Valadares para saber como ficará o PSB.  A palavra empenhada no apoio a candidatura para vaga de conselheiro do TCE, para Belivaldo Chagas pode ser quebrada.

Maria falou com o coração e emocionou a todos
É interessante como um fato político pode servir as vezes para mostrar a sociedade um lado de um parlamentar que muitas vezes fica “guardado”  por trás do mandato e apenas é sentido pelos colegas e eleitores mais próximos. O discurso da deputada Maria Mendonça ontem, 29, na AL, foi mais um fato que marcará esta semana história para o parlamento estadual.

Sentimentos expostos
De posições e discursos firmes, em todo este tempo na carreira pública nunca Maria Mendonça, como deputada e como prefeita de Itabaiana, abriu expos seus sentimentos de forma tão significativa. Maria fez um discurso lembrando seu ingresso no PSB, por sugestão do pai, já falecido, o ex-deputado Chico de Miguel e contou com detalhes o episódio da última segunda-feira com seu voto favorável à reeleição da deputada Angélica Guimarães.

Palavra dada
Maria disse que no início de fevereiro foi procurada por Angélica que manifestou o desejo de ser reeleita agora para preparar o Plano de Carreira dos servidores da AL e realizar um planejamento administrativo, contemplando, entre outros projetos, a construção do anexo da AL. “Disse sim a Angélica, vou apoiá-la”, registrou. Angélica informou a Maria que quando tivesse 14 assinaturas colocaria em votação com a reeleição da atual Mesa Diretora.

Telefonema
Maria disse que na última segunda-feira, antes de ir a AL procurou a liderança maior do seu partido, o senador Valadares para informar da decisão e tinha uma audiência marcada para a tarde com o governador. Quando chegou a AL para a sessão, no início da tarde, foi informada que a votação seria naquele dia e recebeu o telefonema do governador. Foi quando disse que já tinha dado sua palavra a Angélica e ouviu de Déda que se votasse na reeleição seria adversária dela.

Falta de condução e habilidade
Ao elogiar o governo Déda e as obras que vem realizando, Maria Mendonça avaliou que tudo o governador não soube conduzir todo o processo com a bancada, já que ele como líder maior teria toda a prerrogativa. “Nunca apoiei Déda por cargos”, disse ressaltando que os cargos que indicou em Itabaiana foi antes de ser deputada.

Cargos
Maria Mendonça disse que a maioria dos cargos do governo em Itabaiana está nas mãos do vereador Olivier Chagas, do PT e que os que têm foram convocados para entregar os cargos no dia de ontem. Ela lembrou que sua irmã – exonerada na terça-feira – foi para uma diretoria do Detran por indicação do presidente do órgão, Bosco Costa.  “O governador não soube conduzir o processo e não me deu oportunidade”, explicou.

“Onde está a traição?”
Reafirmando que não ocupa o poder buscando o espaço a qualquer preço, mas para trabalhar pelo bem comum, a deputada Maria Mendonça emocionada perguntou “Onde está a traição de Maria Mendonça. De que forma trair o amigo Marcelo Déda’, que me ajudou nos momentos difíceis?”, lembrando que foi companheira leal e fiel todos os últimos cinco anos. Maria disse que não poderia passar para a sociedade que cometeu alguma traição quando tem uma vida pública e privada de lisura. “Os Teles de Mendonça não podem levar a pecha de traidores”, registrou.

Valadares no “paredão”
Até a terça-feira, 28, a noite o titular do blog não apostaria com ninguém sobre o caminho político do PSB. Depois dos fatos de ontem, 29, onde o nome que já estava consolidado de Belivaldo Chagas para o TCE, com o apoio de todos os deputados, foi colocado na berlinda na condicional do PSB rachar com o governo Déda, é fácil descobrir com quem ficará todo o grupo. Não se coloca no “paredão” uma político experiente. O tiro sai pela culatra.

Gualberto diz que governo não rompeu com grupo de Valadares
Ainda sobre o processo de ruptura política entre o grupo do PSC e o governo do Estado, o líder da bancada de situação na Assembleia Legislativa, deputado Francisco Gualberto (PT), disse ontem, 29, que não considera rompida a relação política com o grupo liderado pelo senador Antônio Carlos Valadares, do PSB.

Oposição
“A oposição está fazendo de tudo para jogar os deputados do PSB (Adelson Barreto e Maria Mendonça) contra o nosso governo, mas sabemos que isso é interesse do DEM”, destacou Gualberto. “Nunca soube que Valadares estivesse fazendo parte dessa composição. Para nós do governo ele nunca teve envolvido. Continua sendo nosso aliado e desejamos que continue sendo”, disse.

Mandato tomado de Adelson Barreto
O deputado petista aproveitou o pronunciamento para lembrar que na eleição de 2002, o então vereador Adelson Barreto havia conseguido sua eleição para deputado federal e acabou não assumindo o mandato. Isso porque a justiça eleitoral alegou problemas com a documentação e o fato favoreceu um suplente do grupo do ex-governador João Alves, o deputado federal Cleonâncio Fonseca. “Em momento algum estou acusando a família do ex-deputado Cleonâncio pelo episódio, mas tiraram o mandato de Adelson para favorecer o DEM”, relembra Gualberto.

Mudanças na Casa Civil
Nos bastidores no inicio da noite de ontem, 29, o comentário é que na reforma administrativa Jorge Alberto será remanejado da Casa Civil. Dois nomes estão cotados para o cargo: o ex-deputado Jorge Araujo e o atual secretário de governo, Chico Dantas, que tem trânsito em todas as correntes políticas.

Desempenho  de Zeca na Sedetec
O presidente da ACESE Alexandre Porto parabenizou o deputado estadual Zeca da Silva pela qualidade do trabalho desempenhado frente à SEDETEC, o qual deu continuidade às ações realizadas desde o primeiro mandato de Marcelo Déda.

Nome técnico
Para Porto a saída inesperada de Zeca e no atual momento de turbulência por que passa o governo, o ideal seria indicar um nome técnico para ocupar essa pasta que é estratégica ao desenvolvimento de Sergipe. O presidente vai ainda mais longe e sugere o retorno do empresário e ex-secretário Jorge Santana.

Experiência e momento delicado
O nome de Jorge Santana realmente é a opção melhor para o governador, não só pela experiência, mas pela dificuldade que o governo passa neste momento. Resta saber se ele está disposto a novamente abrir mão do trabalho empresarial e vestir a camisa do projeto governamental. Jorge é um idealista iniciou sua participação política no PCB e depois no PT.

Cai secretário de Estado da Agricultura
E o secretário de Estado da Agricultura, Zezinho Sobral, caiu. Mas não foi do cargo e sim do cavalo no último final de semana. Foram apenas algumas escoriações e ele já trabalhando normalmente. A manchete da nota foi proposital: há alguns anos, no governo Lourival Batista, o secretário da agricultura da época teve uma queda (esta foi grave) ao cavalgar. E aí surgiu a manchete: Cai secretário da Agricultura.

Democracia e anarquia
Não se pode confundir democracia com anarquia. Dizer que um mandado de busca e apreensão contra um blog apócrifo é algo ilegal, não é verdade. O blog em questão é apócrifo e fez diversas incitações a tropa da PM/SE. Quem não deve assume o que faz. O Ministério Público apenas cumpriu a lei. Alguém deve se responsabilizar pelas incitações. O MP fez o rastreamento legal e descobriu os mentores do blog.

Visitas
O professor Anderson Gois (PSL), pré-candidato a prefeito de Aracaju, começa sua peregrinação de visitas aos bairros da capital nesta quinta-feira. Anderson Gois já se reuniu com os deputados estaduais do seu partido, Capitão Samuel e Mundinho da Comase, e os comunicou de sua posição em colocar o nome para disputa majoritária.

Conversa
Já nesta quinta-feira Anderson Gois conversará oficialmente com o líder do seu bloco, empresário Edvan Amorim, para comunicação de sua pré-candidatura a prefeitura de Aracaju.

Segurança em Socorro
Nos próximos 30 dias, Nossa Senhora do Socorro receberá o primeiro Centro Integrado de Segurança Pública, onde as polícias Civil e Militar trabalharão de forma conjunta no mesmo prédio, ampliando e dinamizando a ação de combate à criminalidade na cidade.  Para isso, a Prefeitura de Socorro firmou parceria com o Governo do Estado e cedeu o imóvel onde funcionava a Vigilância Sanitária do município e inicia hoje, 1º de março, as obras das adequações necessárias para o desenvolvimento das atividades da equipe de funcionários. Na quarta pela manhã, 29, o local foi visitado pelo prefeito Fábio Henrique e pelo coordenador dos delegados da Capital, Fernando Melo.

Câmara aprova previdência complementar dos servidores federais
O Plenário concluiu ontem, 29, a votação do Projeto de Lei 1992/07, do Executivo, que institui a previdência complementar para os servidores civis da União e aplica o limite de aposentadoria do INSS (R$ 3.916,20) para os admitidos após o início de funcionamento do novo regime. A matéria ainda será analisada pelo Senado.

Contribuição
Por esse novo regime, a aposentadoria complementar será oferecida apenas na modalidade de contribuição definida, na qual o participante sabe quanto pagará mensalmente, mas o benefício a receber na aposentadoria dependerá do quanto conseguir acumular e dos retornos das aplicações.

Fundações
O texto permite a criação de três fundações de previdência complementar do servidor público federal (Funpresp) para executar os planos de benefícios: uma para o Legislativo e o Tribunal de Contas da União (TCU), uma para o Executivo e outra para o Judiciário.“ Buscamos ouvir todas as classes, dialogamos com os servidores interessados e unimos no texto os interesses dos mesmos e a viabilidade do governo. Acredito que foi uma vitória para os servidores e para a União. O mais importante é que dialogamos inclusive com a oposição, em um sinal claro de Democracia”, comentou o relator do projeto, o deputado Federal Rogério Carvalho.

Emplacamento de ciclomotores
Em pronunciamento na tribuna da Câmara de Aracaju, ontem,29, o vereador Danilo Segundo pediu o apoio dos colegas parlamentares e defendeu o emplacamento das motonetas ou ciclomotores. O parlamentar destacou que o compromisso dele é defender a vida dos aracajuanos, principalmente daqueles que dependem do poder público, porque não são os filhos de ricos que dependem desses meios de transportes para se locomoverem.

Palestras
Conforme o vereador, é necessário levar palestras as escolas e nos bairros de Aracaju, no sentido de  formar uma consciência coletiva sobre  a importância da regulamentação desse meio de locomoção e assim ter um meio legal de punir quem o utiliza de forma irresponsável.

Redução de IPTU
Ainda na sessão de ontem na Câmara de Aracaju, 29, o vereador Bertulino Menezes usou a tribuna para defender uma Indicação de sua  autoria. A propositura sugere a redução de 50% na cobrança de IPTU para pessoas as quais residam em ruas que tenham feiras livres. O parlamentar explicou que ia apresentar projeto, mas por receio de ser considerado inconstitucional preferiu apresentar Indicação.

Transtornos
Atualmente o município tem mais de 30 feiras livres. Segundo Bertulino, o aracajuano gosta, mas não na porta de sua casa, pois causa transtornos para quem tem a rua interditada ou alguma barraca em frente a sua residência. No entender do vereador, nada mais justo que a prefeitura contemple todos esses moradores que são sacrificados pelo menos uma vez por semana.

Situação das Malvinas
O vereador Jailton Santana  fez a defesa dos moradores do Recanto da Paz, conhecido como Malvinas,  próximo ao Aeroporto de Aracaju. Segundo ele, a Prefeitura de Aracaju se responsabilizaria pela moradia das famílias que deverão ser retiradas daquele local para a ampliação do aeroporto. No entanto, o município recorreu da decisão judicial, deixando os referidos moradores preocupados em perder suas casas.

Jony rebate Jailton
O vereador Jony Marcos rebateu as críticas do colega parlamentar Jailton Santana sobre a administração do prefeito Edvaldo Nogueira.  Jony frisou que não se pode negar que a administração de Edvaldo Nogueira é uma das que mais trabalha em benefício da população de baixa renda de Aracaju

Festa dos alunos da rede estadual aprovados nos vestibulares 2012
Shows e premiações marcarão a grande festa dos 3.733 alunos da rede estadual aprovados nos vestibulares 2012. O evento vai ocorrer nesta quinta-feira, 1°, a partir das 19h, no espaço de eventos da Orla da Atalaia. O Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Educação, já iniciou a montagem da festa que vai ter dois trios elétricos e um palco, além de toda uma estrutura de apoio. As atrações da noite serão os cantores Netinho, da Bahia, e Maysa Reis, de Sergipe. O governador Marcelo Déda comandará a festa, juntamente com o secretário de Estado da Educação, Belivaldo Chagas.

União Estadual dos Estudantes de SE, é resgatada. Posse amanhã, 02
Fundada em 1953 e extinta pela Ditadura Militar em 64, a UEES – União Estadual dos Estudantes de Sergipe foi o berço do movimento estudantil sergipano, que sempre operou na vanguarda política e cultural dos movimentos sociais. Mola mestra da intelectualidade que sempre moveu todas as transformações sociais, os estudantes estiveram à frente das lutas pela redemocratização do nosso País, pelo combate a qualquer tipo de opressão e na construção de um país mais justo e mais fraterno para todos nós.

Resgate através do Conselho Estadual de Entidades Gerais
Num processo de resgate e reconstrução de valores sociais e morais, buscando fortalecer o movimento estudantil e combater as práticas viciadas que se alastraram no micro e macro política de um modo geral, os Dirigentes das Entidades estudantis de nosso estado (DCE – Diretório Central de Estudantes e AU – Atlética Universitária), convocaram o I CEEG – Conselho Estadual de Entidades Gerais, realizado na sede da OAB/SE no dia 22 de setembro de 2011, que reuniu todos os DCE'S e Atléticas ativas no estado (DCE da UFS, DCE da UNIT, DCE da PIO DÉCIMO, DCE da FASE, DCE da FANESE, DCE da FJAV, DCE da FACAR, DCE da FASER, DCE da UNOPAR, ATLÉTICA da UFS, entre outros). O CEEG torna-se então um verdadeiro divisor de águas no movimento estudantil sergipano, um conselho histórico, que refunda a UEES e cria uma comissão que nomeia a nova diretoria da UNIÃO ESTADUAL DOS ESTUDANTES DE SERGIPE.

Desafios
A nova diretoria da UEES assume a entidade com inúmeros desafios e com bandeiras bem definidas, dentre as quais estão a luta pela MEIA PASSAGEM INTERMUNICIPAL para os estudantes do INTERIOR DO ESTADO, consolidação da Meia-Entrada em Show e eventos Culturais, o Passe Livre para estudantes bolsistas do PROUNI e FIES na luta não só pelo acesso a educação mas sobretudo pela Há cerca de 40 dias um comerciante que está instalado na esquina da Av. Sete de Setembro com rua Siriri, no Centro, deciciu instalar uma corrente na calçada que tem sido motivo de muitas reclamações dos transeuntes no local. Sob a alegação de 'proteger' a sua propriedade, ele impede a passagem dos pedestres na maior parte da área da calçada e obriga-os a fazer um verdadeiro contorcionismo (vide foto) para evitar bater a cabeça na cobertura de um orelhão também instalado na referida calçada. A dita corrente também impede a eventual passagem de um cadeirante e até de um deficiente visual, visto que o piso táctil instalado para orientá-los está 'isolado' pela tal corrente. A posse da entidade ocorrerá nesta próxima sexta feira, 02 de março, na Assembléia Legislativa, às 10 horas. O presidente será Thiago Dhatt e o vice-presidente, Saulo Vieira.

Escolinha Dragão 10 abre inscrições
Atenção garotada proletária. Desde a última segunda-feira, 27, estão abertas as inscrições para Escolinha Dragão 10. O objetivo é dar os primeiros passos no esporte para garotos entre 8 e 13 anos e  estimular a prática do futebol como uma forma de lazer e, no futuro, preparar jogadores para demais categorias. Durante as aulas, o aluno terá toda a estrutura, fundamentos básicos e espírito de competitividade no grupo.

Inserção social
Além disto, o projeto busca desenvolver ações de inserção social, contribuindo para a formação de futuros atletas, mediante a prática saudável e íntegra do esporte. Os garotos que se inscreverem na escolinha terão direito a um kit composto de sacola, boné, garrafa, camisa, short e meião. As aulas devem começar na primeira semana de março, a depender a procura dos jovens.

Como participar
As inscrições devem ser feitas na secretaria do Estádio Sabino Ribeiro de segunda a sexta-feira, das 9 às 12 horas e das 14 as 17h30, com Dayana Santana. A matricula só pode ser feita pelo responsável e vai custar R$ 60,00. É preciso levar  identidade do pai ou responsável e do garoto, comprovante de residência (todos originais e cópias) e atestado médico de aptidão fisica.  O aluno parará a mensalidade no valor de R$ 50,00. Mais informações pelo telefone 3215 – 1173.

Especialização em Oftalmologia
Foi realizada na última sexta, 02 a aula inaugural do primeiro curso de oftalmologia em Sergipe credenciado pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), com duração de 3 anos. O encontro que aconteceu no auditório do HOS, teve como palestrante convidada a psicóloga, paranaense, Márcia Campiolo que abordou o tema “Gerenciando uma clínica oftalmológica: caminhos e possibilidades em busca do sucesso profissional”. Dentro de 36 meses teremos o primeiro residente formado em oftalmologia em Sergipe Dr. Marcus Vinícius Melo do Amaral.

PELO TWITTER

www.twitter.com/RodrigoPaixaoSE  O silêncio muitas das vezes é muito mais agressivo do que um mero descontrole emocional (chilique).

www.twitter.com/esmeraldoleal  A pergunta que não quer calar: quem rompeu primeiro, ovo ou a galinha?

www.twitter.com/marilu_2010  @tvcamara Ideias para o Brasil: Fechar TCEs e aplicar de verdade o dinheiro nos Centros de Oncologia. Quanto estamos sofrendo!

www.twitter.com/clovis_silveira  Alguns problemas entre governo e base aliada, são causado por falta de habilidade política de secretario!

www.twitter.com/antoniaamorosa  Não houve traídos e nem traidores. Todos conhecem o jogo, e sabem que o mais rápido daria o xeque mate.

www.twitter.com/FalaSergipe  Maria Mendonça dá show no plenário, se emociona e vai as lágrimas.

www.twitter.com/AlmeidaLimaPPS  Claudio Nunes não divaga não, ele deve mesmo é estar sofrendo de alucinações. Vá se tratar sujeito!

DO LEITOR

Mobilidade Urbana e calçada com correntes
E-mail de um leitor devidamente identificado: “Há cerca de 40 dias um comerciante que está instalado na esquina da Av.

Correntes obrigam aos pedestres passarem "apertados" ao lado de um orelhão e um poste.

Sete de Setembro com rua Siriri, no Centro, deciciu instalar uma corrente na calçada que tem sido motivo de muitas reclamações dos transeuntes no local. Sob a alegação de 'proteger' a sua propriedade, ele impede a passagem dos pedestres na maior parte da área da calçada e obriga-os a fazer um verdadeiro contorcionismo (vide foto) para evitar bater a cabeça na cobertura de um orelhão também instalado na referida calçada. A dita corrente também impede a eventual passagem de um cadeirante e até de um deficiente visual, visto que o piso táctil instalado para orientá-los está 'isolado' pela tal corrente. O mais grave é que mesmo com o fato sendo denunciado à Emurb e à SMTT, nada foi feito até o momento. A área também está sendo alvo de uma intensa campanha em prol da "mobilidade urbana", onde os tais 'educadores' ficam inclusive na dita calçada, sob a sombra da cobertura, e não detectam qualquer irregularidade nessa situação. Se a SMTT e a Emurb não viram qualquer irregularidade nesse fato, resta recorrer a quem?”

Situação da Fundação Hospitalar
Comentário de Wellington Oliveira Sales Junior: “gostaria de fazer uma denuncia a respeito da FHS – Fundação Hospitalar de Saúde – . Bem, desde o início do ano que o governo federal concedeu o aumento do salário mínimo, que representou um acréscimo de  77 reais no salário base de todo o trabalhador brasileiro. Infelizmente, nós concursados da FHS contratados em regime CLT, não recebemos até o momento o aumento no salário base. O pagamento dos funcionários CLT's  das fundações é composto pelo  salário base + remuneração variável ( seria uma gratificação, defasada por desempenho). Procurei o Setor Pessoal da minha unidade, Huse, e eles informaram que  a FHS não pagará o ajuste do salário mínimo, pois recebemos  acima do mínimo. Sou assistente administrativo nível 1 meu salário base é de 545 + 150, com os descontos recebo em média  620 reais que por sinal muito irrisório, pois minha carga horária é de 8h/dia e sem auxilio alimentação e mesmo trabalhando em uma unidade hospitalar não recebo insalubridade mesmo entrando nas alas e setores onde contaminação é presente. Dessa maneira, com o aumento do governo  federal, com os descontos o salário chegaria por volta de 670 reais, isso sem contar que o acordo coletivo de 2011 não esta sendo cumprindo. A situação dos funcionários da saúde em geral é precária, falta de insumos, péssimas condições de trabalho e salários abaixo da média de mercado. Sem falar as perdas em todos os sentidos que as fundações fazem com seus funcionários. Por favor, divulgue essa situação, faça com que os órgãos competentes fiscalizadores conheçam essa realidade para que possamos ter melhores condições”.

Blog no twitter: www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
“A palavra é o instrumento irresistível da conquista da liberdade”. Ruy Barbosa, jurista, jornalista e político brasileiro que morreu em 01 de março de 1923.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários