Hoje tem debate na TV

0

A TV Sergipe promove hoje à noite o último debate entre os cinco candidatos a prefeito de Aracaju. Será depois da novela das oito e deverá contar com a participação dos cinco prefeituráveis. O confronto verbal organizado pela sucursal da Rede Globo em Sergipe, que encerra o período de divulgação das propostas políticas dos candidatos, está sendo muito aguardado, principalmente porque o prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) já confirmou presença. Espera-se que os candidatos aproveitem mais esse espaço na televisão para reforçar suas propostas de governo, pois é isso que o eleitor deseja. Muita gente que ainda não decidiu em quem votar terá mais uma chance decidir qual o concorrente que ele achar melhor para administrar Aracaju. Que vença a democracia.

 

Tropas federais

Oito municípios sergipanos vão receber tropas federais no dia das eleições. A Justiça Eleitoral autorizou o enviou do reforço policial para Tobias Barreto, Carira, Aquidabã, Ilha das Flores, São Cristóvão, Itabaiana, Canindé do São Francisco e Lagarto. O pessoal do Exército começará a fazer o reconhecimento das áreas de atuação a partir de hoje, devendo a tropa chegar os municípios no sábado à noite.

Celular proibido

 

Os eleitores não poderão entrar na cabine de votação portando celulares, máquinas fotográficas e filmadoras, que deverão ser depositados em uma bandeja ou guarda-volume. A decisão da Justiça Eleitoral tem como objetivo impedir o registro do voto pelos eleitores eventualmente ameaçados por candidatos. Portanto, não esqueça de tirar o celular antes de se dirigir à cabine de votação.


Candidato cassado


O candidato a prefeito de Lagarto, José Willame Fraga, o “Lila” (PSDB), teve seu registro cassado pela juíza eleitoral Susete Ferrari. O tucano está sendo acusado de abuso do poder econômico e de fazer propaganda política indevidamente. Na representação contra “Lila”, foram anexadas filmagens, áudio e fotografias para comprovar o crime eleitoral praticado pelo tucano.

 

Água suja

 

Os estabelecimentos comerciais que compra água através de caminhões-pipa e utilizam para consumo humano estão sendo denunciados junto ao Ministério Público de Sergipe. Na ação civil pública, a Deso denuncia a prática ilegal de comercialização de água potável em Aracaju. A companhia atua para prevenir riscos à saúde dos consumidores. As pessoas não sabem que podem estar consumindo uma água contaminada, pois os estabelecimentos comerciais (restaurantes, escolas e hotéis) e condomínios residenciais não fazem qualquer tipo de controle de qualidade sobre o produto que estão adquirindo.

Licença maior

O governador de Sergipe, Marcelo Déda (PT), assinou uma proposta de emenda constitucional visando à ampliação da licença-maternidade para 180 dias. A emenda ao texto constitucional foi embasada por estudos da Sociedade Brasileira de Pediatria que indicam o tempo mínimo para o estabelecimento de um vínculo afetivo entre mãe e filho. A proposta de emenda será remetida para apreciação da Assembléia Legislativa.

 

Apertando o cinto

A crise econômica internacional já começa a trazer prejuízos aos consumidores brasileiros. Quem pretende financiar a compra de um carro atualmente vai pagar juros mais altos do que pagaria antes do início da turbulência no mercado. Os juros médios dos créditos para a compra de automóveis subiram para cerca de 33% ao ano, devido a adequações de bancos ao cenário de incerteza. Antes dos primeiros sinais da crise, a média dos juros era de 29% ao ano. Apesar de os prazos de pagamento não terem sido modificados – média de 60 meses -, a crise também causou uma maior rigidez na análise para a concessão dos empréstimos. Os bancos estão mais seletivos.

Apoio à cultura

Tramita no Senado o projeto de lei que estabelece novos percentuais de dedução do imposto de renda para pessoas jurídicas que fizerem doações ou patrocinarem projetos culturais. A proposta é do senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) e já teve parecer favorável aprovado pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE). Segundo a proposta, as empresas que tiverem receita bruta inferior a R$ 500 milhões no ano-calendário anterior poderão deduzir até 10% do imposto de renda devido; as que tiverem receita superior a R$ 500 milhões, até 4% do imposto devido.

Braços cruzados

 

Os bancos não funcionarão nesta quinta-feira. É que os bancários decidiram cruzar os braços por 24 horas com forma de advertência aos banqueiros, que ofereceram à categoria um reajuste bem abaixo do solicitado. Os bancários estão reivindicando um reajuste de 13,23%, mas os bancos ofereceram 7,5%, que não cobre nem a inflação do período.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários