Hora da fatura

0

Diferente de 2010, quando os prefeitos estiveram envolvidos com a eleição para o governo estadual, Assembléia, Câmara Federal e Senado, agora em 2011 e em 2012 todos estarão empenhados em se reeleger ou fazer seus sucessores. Isso significa o aumento do apetite por recursos e obras para seus municípios. Eles sabem que se não mostrarem muito serviço nestes dois anos, dificilmente vencerão as próximas eleições. Portanto, os aliados do governador Marcelo Déda (PT) vão bater mais vezes na porta do Palácio. Não será pequeno o tamanho da fatura a ser cobrada pelos prefeitos que contribuíram para a reeleição do petista. Restará saber se ele estará disposto e se terá condições de pagar a fatura, pois o governo começa 2011 com o caixa quase zerado. Não bastasse isso, Déda ainda precisará demonstrar muito jogo de cintura para administrar as brigas políticas entre os aliados dispostos a bater chapa em 2012.

 

Ano difícil

 

O ano de 2011 será de austeridade. A previsão é do secretário de Estado da Fazenda, João Andrade. Segundo ele, o Estado vai trabalhar para recompor as reservas nos recursos financeiros e reduzir as despesas de custeio, de forma a preservar o máximo possível a capacidade de investimento. “Estimamos que 2011 será um ano difícil, exigindo cuidados semelhantes aos adotados em 2010, para manter o equilíbrio fiscal do Estado”, alerta Andrade.

Troca de comando

 

O secretário-adjunto da Segurança Pública, coronel Rezende, deverá ser o novo comandante da Polícia Militar, numa indicação do secretário da SSP, João Eloy. É o que informa hoje a colega Rita Oliveira em sua coluna no Jornal do Dia. Segundo ela, o sub-comandante da PM deverá ser o coronel Genário, atual sub-chefe do Estado Maior da corporação.

 

De volta

 

Após passar 15 dias em Belo Horizonte, o amigo Camilo reabre hoje seu agradável restaurante Mineiro, ali na Coroa do Meio e onde se come o melhor da cozinha de Minas Gerais. Além do delicioso tempero, a casa possui uma fantástica clientela, que garante um ótimo bate-papo regado à cerveja geladíssima e à boa cachaça de Salinas (MG). Hoje é dia de matar a saudade da boa comida mineira e dos velhos e bons amigos. 

 

Não perde tempo

 

O vice-governador Jackson Barreto (PMDB) não perde uma oportunidade para fustigar João Alves Filho (DEM). Segundo ele, o ex-governador deixou para se confraternizar com a imprensa a semana passada, justamente para aparecer na imprensa junto com a posse do governador Marcelo Déda (PT). Jackson garante que Alves Filho não engoliu ainda a derrota no 1º turno e que está morrendo de inveja do petista. Será?

 

Recusou

 

Alegando preferir continuar na Assembléia, o deputado estadual Paulinho da Varzinhas (PT do B) não aceitou ser secretário estadual do Trabalho. Há quem garanta, no entanto, que a recusa foi porque seu adversário político em Laranjeiras, Zezinho Sobral, será secretário da Agricultura, pasta bem mais importante que a do Trabalho. A indicação de Paulinho foi feita pelo grupo do senador Eduardo Amorim (PSC) e visava abrir vaga no Legislativo para o deputado estadual João da Graças (PT do B), que não conseguiu se reeleger.

 

Posse prestigiada

 

O governador Marcelo Déda (PT) prestigiou ontem, a posse do novo ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general José Elito Carvalho Siqueira. “Fiz questão de comparecer à posse para representar o povo sergipano no momento profissional mais importante de um ilustre conterrâneo, com 46 anos de carreira exitosa”, explicou Déda, que até agora não conseguiu indicar ninguém para o Ministério ou 2º escalão do governo de Dilma Rousseff (PT). O general sergipano chegou ao cargo por seus méritos pessoais.

 

Exame da OAB

 

Estarão abertas até o próximo dia 20 as inscrições para o Exame de Ordem Unificado 2010.3. A primeira fase da prova será aplicada no dia 13 de fevereiro próximo. O edital da OAB está à disposição no site http://oab.fgv.br/. A aprovação no Exame de Ordem é condição para que o bacharel em Direito venha a obter sua inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil, podendo atuar como advogado.

PM ouvido

 

O sargento Vieira, gestor da Associação Beneficente de Servidores Militares de Sergipe, será ouvido hoje em um procedimento aberto pela Polícia Militar. O comando da PM não gostou das declarações feitas à imprensa por Vieira sobre as irregularidades em algumas unidades e subunidades da Polícia. O depoimento acontecerá no Grupamento Tático Aéreo. Caso o oficial responsável pelo interrogatório entender que houve insubordinação, o sargento poderá ser preso, ou receber uma repreensão.

 

Livros caros

 

Os pais que têm filhos com idade escolar devem estar preparados para gastar um pouco mais nas livrarias este ano. Isso porque os livros didáticos devem ficar entre 6% e 10% mais caros este ano. Além disso, os paradidáticos também devem apresentar aumento no mesmo patamar. Para economizar, na hora de comprar livros didáticos, evite a compra pela internet, que cobra frete, encarecendo o produto; e negocie sempre. Se pagar à vista, dependendo das condições, o consumidor pode conseguir descontos de 3% a 5%.

 

Do baú político

 

Faltando menos de um mês para o golpe militar de 1964, o então deputado estadual José Raimundo Ribeiro, o “Cabo Zé”, recebeu um telefonema de um coronel do Exército convidando-o para uma reunião no Hotel Pálace. Chegando lá, foi informado que a partir daquela data seria “amigo do Exército”. Quis saber o motivo, mas o militar recusou maiores informações sobre o título, porém pediu ao deputado para não se ausentar de Aracaju pelos próximos 30 dias. Como Raimundo Ribeiro, o presidente da Assembléia, Fernando Leite, e outros dois deputados também foram chamados ao Hotel Pálace e informados que também eram “amigos do Exército”. No dia 31 de março, o coronel chamou os quatro ao quartel do 28º Batalhão de Caçadores e os “convidou” a irem levar a renúncia do governador Seixas Dória, que dormia no Palácio, de onde já saiu preso. “Foi uma situação muito constrangedora”, afirma “Cabo Zé”. Ele promete contar esta e outras passagens de sua vida pública, num livro de memórias que está escrevendo.

 

Resumo dos jornais

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários