Hora das compras

0

E mais uma vez está chegando o Natal, a época onde tradicionalmente temos que demonstrar nosso carinho pelos entes queridos com presentes. Nada mais comercial. De qualquer forma, não vamos entrar nesse mérito. Tradição é tradição e sendo centenária ela tem mais é que ser respeitada.

 

A partir deste final de semana, o que vamos ver na TV são reportagens de shoppings cada mais cheios de gente apressada e estressada com a aproximação do prazo final de compras. Na verdade este final de semana já foi registrado um aumento no número de clientes não só de Aracaju, mas de todo o Brasil. A primeira parcela do 13° salário saiu, o que fez com o movimento realmente fosse acima da média.

 

Mas o que é que podemos fazer para não ter que enfrentar essa multidão? Deixar de comprar não é opção, então o negócio é procurar meios alternativos, como o e-commerce, por exemplo. São muitas as vantagens de fazer compras somente com os cliques do mouse e os consumidores estão começando a perder o medo de usar a Internet para isto. Algumas estimativas apontam um crescimento de até 35% em relação ao mesmo período de 2007.

 

Não somente as enormes filas na hora de efetuar a compra, mas também a cada vez mais demorada vaga do estacionamento fazem com que o passeio de compras ao shopping acabe virando uma tortura. Se lembrarmos que nestes tempos de crise é importante pesquisar antes colocar a carteira para fora do bolso, podemos perceber que não adianta ir somente a um local, isto pode significar outro shopping e conseqüentemente outro estress com estacionamento e fila de atendimento. Como é que a gente faz no e-commerce? Abrimos várias “abas” do nosso browser e em cada uma delas colocamos uma loja inteira: Americanas, Magazine Luiza, Submarino, Shop Time, etc, etc, etc. A comparação dos preços em diversos “locais” não vai levar mais do que 10 minutos.

 

Um ponto chave no e-commerce é a segurança da transação financeira. Ninguém quer que seus dados sejam roubados e utilizados de forma indevida. É claro que as transações precisam ser feitas em um ambiente seguro, com informações criptografadas, onde a confidencialidade seja preservada. A boa notícia é que as grandes redes presentes da Internet funcionam a muito tempo dessa forma, ou seja, fazer compras, por exemplo, no site da Livraria Cultura é muito mais seguro do que usar seu cartão para abastecer seu carro. Surpreso? É verdade! O problema é que a mídia faz um alarde enorme com os roubos na Internet e não divulga que nas transações tradicionais (leia-se uso do cartão em restaurantes, lojas, postos de combustíveis, etc) o índice de fraudes é imensamente maior. Porém, em lojas pouco conhecidas é melhor ter um pouco mais de cautela. Pegue referências e, de preferência, faça contato com elas. Uma dica: fuja de ofertas super tentadoras.

 

 

O único ponto desfavorável no comércio eletrônico é o preço do frete e tempo de entrega dos produtos. Veja que de vez em quando recebemos emails marketing informando que não teremos custo de frete. As lojas já perceberam que é um inconveniente, mas não tem como fugir dele pois não é o cliente que vai ao produto, é o produto que vai até o cliente, e isso custa caro. O tempo de entrega também é um ponto a ser melhorado pois a vontade do consumidor é levar o produto imediatamente para casa. No caso do e-commerce precisa de um pouco de paciência pois, dependendo da região, pode demorar várias semanas para a chegada do produto. De qualquer forma, se quiser fugir da multidão é melhor preparar o… mouse.

 

 

Novo serviço e-commerce na city

 

A pedida vai para quem gosta de comida japonesa. Temos um novo serviço de e-commerce funcionando em Aracaju. O site é o www.clicksushi.com.br, na verdade é uma franquia que foi instalada no nosso estado. Site bem feito, fotos dos pratos, cadastro do usuário, carrinho de compras, site seguro na hora de fazer o pagamento. Tudo como manda o figurino. É só clicar e aproveitar da deliciosa culinária japonesa.

 

Veja

 

Esta semana a revista Veja colocou 50 páginas dedicadas à tecnologia. Tem algumas reportagens interessantes. Vale a pena dar uma conferida.

 

 

Até a próxima semana!

 

em tempo: antes que alguém faça insinuações, não recebi nada por divulgar o Click Sushi, mas bem que eles podiam me mandar um Temaki de salmão! 🙂

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários