Hora de pular a cerca

0

Os políticos que pretendem disputar as eleições deste ano e não estão satisfeitos com seus partidos só têm até a próxima sexta-feira, 3, para trocar o endereço partidário. Por conta disso, tem havido um grande reboliço, mas ninguém abre o bico sobre suas pretensões. A pandemia de coronavírus tem impedido que os caciques partidários corram atrás de novos filiados, geralmente pré-candidatos a prefeito e vereador. Desde quando o aperto de mão e os tapinhas nas costas foram proibidos em nome da saúde pública, a briga pelos melhores quadros tem sido travada por telefone e mensagens nas redes socais. Diante disso e do natural segredo sobre os entendimentos, só depois do prazo final de filiações será possível fazer um balanço sobre os partidos que perderam mais filiados para os adversários. Encerrada esta fase, saberemos quais as siglas que mais se fortaleceram para o próximo embate eleitoral. Aguardemos, portanto!

É proibido proibir

E os senadores Alessandro Vieira (Cidadania) e Rogério Carvalho (PT) comemoraram a suspensão dos efeitos da absurda Medida Provisória restringindo a Lei de Acesso à Informação. Liminar nesse sentido foi concedida pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal. “O princípio da transparência é essencial para este momento em que vivemos”, discursa o cidadanista. Já o líder do PT no Senado afirma que “quem quer esconder os gastos públicos não pode estar na gestão pública”. Homem, vôte!

Sergipe na lanterna

Sergipe precisa investir mais na geração de energia fotovoltaica, aquela captada diretamente da luz do sol. Basta passar a vista pelos gráficos da Agência Nacional de Energia Elétrica para perceber como estamos atrasados neste quesito. Sergipe aparece com desempenho quase zero entre os 22 estados com experimentos nesta atividade. Uma lástima!

Final feliz

Terminou bem a trapalhada de alguns fiscais da Empresa de Serviços Urbanos de Aracaju contra um vendedor ambulante. Tão logo soube da agressão física contra o comerciante, o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) afastou os “valentões” do trabalho. Por sua vez, a Emsurb devolveu as mercadorias e pagou o prejuízo ao ambulante. Tirando de lado a injustificável violência, – felizmente punida – vale ressaltar que o vendedor não respeitou o aviso antecipado sobre o plano de contingência contra o coronavírus, que proíbe o comércio ambulante na capital. Vixe!

O mundo dá voltas

Em 2012, o então deputado estadual Belivaldo Chagas (PSD) tentou se eleger conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe. Obteve apenas nove votos dos colegas parlamentares, perdendo a disputa para a também deputada Susana Azevedo (PSB). Reeleito governador em 2018, Belivaldo ganhou o direito de nomear três novos conselheiros do TCE, em substituição a Carlos Alberto Sobral de Souza, Carlos Pina de Assis e Clóvis Barbosa. Até 2022, os três farão 75 anos de idade e terão que se aposentar compulsoriamente. Ôxe!

Dinheiro bem-vindo

O Tribunal de Justiça de Sergipe vai disponibilizar cerca de R$ 4 milhões em favor da luta contra o covid-19. Assinado pela desembargadora Elvira Maria de Almeida Silva, o provimento libera recursos depositados em nome da Justiça a título de medidas e penas alternativas. O dinheiro, liberado em tão boa hora, custeará a compra de materiais e equipamentos médicos para enfrentar a pandemia. Legal!

Braço na seringa

Não deixe de se vacinar contra a gripe Influenza A e B. Levada pouco a sério, ela é tão mortal quanto o coronavírus. Segundo o Ministério da Saúde, essa perigosa doença, tida como uma gripezinha por alguns mentecaptos, matou 1.122 brasileiros no ano passado. Em 2018, o número de óbitos causados pela Influenza foi ainda maior: 1.328. Misericórdia!

Bateu asas

E o PSDB tem perdido bons quadros nessa fase de troca-troca de partidos. O último prefeito a deixar o ninho tucano foi Otávio Sobral, de Itaporanga D’Ajuda. O moço aproveitou a janela partidária e se mudou de mala e cuia para o Progressista do deputado federal Laércio Oliveira. Aliás, falam pelas esquinas de Sergipe que as legendas mais requisitadas na hora de pular a cerca são o Progressista e o PSD do governador Belivaldo Chagas. Marminino!

Sedentários

Quase 90% dos que abandonaram as atividades físicas e os esportes o fizeram antes dos 34 anos. Segundo a Pesquisa Diagnóstico Nacional do Esporte, 45% dos entrevistados tornaram-se sedentárias entre os 16 e os 24 anos de idade. Na faixa etária seguinte, de 25 a 34 anos, 18% abandonam a prática. O início do sedentarismo se dá antes dos 15 anos para 26,8% dos que já praticaram esporte ou atividade física e pararam. Cruzes!

Perguntar não ofende!

Aproveitando esse lenga-lenga bolsonariana de que o isolamento geral da população não evita o coronavírus, o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) fez a seguinte pergunta: “E se, para que saíssemos da quarentena e voltássemos à normalidade, algumas pouquíssimas pessoas tivessem que morrer e dentre estas uma fosse o seu pai ou sua mãe, você aceitaria voltar à vida normal? Toda vida tem valor”. É vero!

Recorte de jornal

Publicado no jornal Correio de Aracaju, em 31 de janeiro de 1917

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários