Iguais, mas diferentes

0

Sábado, dia 24: Wagner Santos de oliveira e José Roberto Cardoso de Oliveira Santos são parados numa blitz em Aracaju e a Polícia encontra no Fox de placa JQX -5053 uma escopeta calibre 12, munição e uma arma de choque. Os dois são algemados e levados presos à delegacia, onde se lavrou o flagrante por porte ilegal de armas. A foto de ambos engatados pelas algemas, ao lado de um militar pousando com a escopeta, também foi distribuída à imprensa. Domingo, dia 25: Ítalo Bruno Araújo Fonseca e Eduardo Aragão de Almeida foram presos pela Polícia Militar na orla de Atalaia. Na caminhonete Amarok de placa OEQ 6871 os PM’s encontraram três pistolas, um fuzil e muita munição pertencentes à Polícia Civil. Conduzidos à delegacia sem algemas, os dois foram liberados rapidamente sem que, ao menos, tivesse sido lavrado o flagrante por porte ilegal de armas. Qual a diferença entre as duas ocorrências? Ítalo Bruno é o enteado queridinho do secretário da Segurança Pública, João Eloy, dono do carro e responsável pelas armas.

Fato novo

O que levou o pré-candidato a governador Eduardo Amorim (PSC) a encostar percentualmente em Jackson Barreto (PMDB) na pesquisa divulgada ontem pelo Cinform? Certamente, o fato novo mais importante foi a desistência de João Alves Filho (DEM) em disputar o governo. Os índices das pesquisas de março e maio levam a acreditar que o pré-candidato cristão foi o mais beneficiado com o recuo do prefeito de Aracaju.

Na dúvida

Embora esteja muito bem na pesquisa para o Senado, o deputado estadual Adelson Barreto (PTB) ainda não decidiu se enfrenta uma candidatura majoritária. Diferente dele, o deputado federal Rogério Carvalho (PT), que aparece 25 pontos abaixo da líder Maria do Carmo Alves (DEM), não abre mão de disputar a única vaga para o Senado. O petista promete tirar a diferença que o separa da demista durante a campanha. Não será tarefa fácil!

Casa de ferreiro

Segundo o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Clovis Barbosa, 64% das prefeituras estão com as despesas acima do limite prudencial previsto pela Lei de Responsabilidade Fiscal. “O gasto excessivo com pessoal está entre as principais causas para a rejeição das contas municipais”, revela Clóvis. E quem rejeitou as contas do TCE quando este órgão, dito fiscalizador, extrapolou os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal?

Acha pouco?

Talvez por achar pouco o exagerado número de secretarias estaduais, o pré-candidato ao governo Eduardo Amorim (PSC) prometeu que, se eleito, vai criar a Secretaria da Família. A iniciativa foi anunciada durante reunião do político cristão com pastores evangélicos.

Sem acordo

Não adianta tentar convencer o deputado federal Valadares Filho (PSB) a ser candidato a vice-governador. O pai do moço, senador Antônio Carlos Valadares, foi taxativo no twitter: “Valadares Filho é a prioridade do PSB como pré-candidato a deputado federal”. Segundo o senador, insistir em ter o filho dele como candidato a vice é pura perda de tempo.

Ajudazinha

O Banese vai contribuir com R$ 400 mil para a realização do Forró Caju deste ano. A ajuda foi anunciada ontem pelo presidente do Banco, Fernando Mota: “Criada pelo governador Jackson Barreto quando era prefeito de Aracaju, esta festa já é uma tradição e o Banese sente-se na obrigação de participar dela”, frisou Mota. Na semana passada, o prefeito João Alves Filho (DEM) se queixou porque até então o banco não tinha sinalizado com a ajudazinha.

Proibidos

A Anvisa determinou a suspensão da fabricação e comercialização de todos os lotes dos produtos Lustrador para Veículos, Limpa Pneus e Desengraxantes da marca Texas King. Segundo a Agência, a empresa comercializava os produtos sem a devida Autorização de Funcionamento (AFE) para esse tipo de fabricação.

Propaganda

Desde ontem os pré-candidatos a cargos eletivos já podem fazer propaganda intrapartidária para ter seu nome homologado na convenção do partido. Esta propaganda não é voltada ao eleitor em geral, mas somente aos convencionais. Diante disso, a legislação eleitoral limita esse tipo de propaganda aos locais próximos onde ocorrerá a convenção, sendo proibido o uso de rádio, televisão e outdoor. A propaganda eleitoral de caráter geral somente é permitida a partir do dia 6 de julho deste ano.

Mal na fita

O ex-prefeito Manoel Messias, o ‘Sukita’ (PSB) foi criticado pelo deputado estadual Augusto Bezerra (DEM). O parlamentar não gostou da queixa de ‘Sukita’ porque a Assembleia aprovou uma lei regulamentando o pagamento de ICMS pela Vale a Capela e Japaratuba: “Ele está em busca de espaço na mídia, mas para isso não precisa criticar sem razão o Legislativo”, reclamou Bezerra. Alguém precisa dizer a ‘Sukita’ que ex-prefeito tem tanta serventia quanto Coca-Cola sem gás.

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano O Imparcial em 31 de agosto de 1918

Resumo  dos Jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais