Impostos em excesso

0

Este ano, 147 dias de trabalho do assalariado, equivalente a cerca de 40% da sua renda anual, serão para pagar impostos. É o que aponta estudo do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT). Como se vê, o número é um indicativo de que a carga tributária é excessiva, penalizando os trabalhadores e o setor produtivo. Além dos valores pagos, que significam quase 37% do PIB, o modelo de tributação também é problemático. De acordo com o estudo, como a maior parte dos impostos e contribuições incidem sobre a renda e o consumo, o setor produtivo e as pessoas de menor renda são os mais prejudicados. Segundo o IBPT, quem ganha entre R$ 3 mil a R$ 10 mil paga a maior carga de impostos, 42,62% da renda. Isso faz lembrar aquele velho adágio: Plante e coma, senão o governo toma.

Está nas ruas

O deputado federal Rogério Carvalho (PT) será um páreo duro para os prefeituráveis da base aliada do governo. Disposto, ele tem usado boa parte do seu tempo livre para conversar com a população sobre as eleições de 2012. Seus assessores mais próximos garantem que o eleitorado tem sido muito receptivo ao discurso do parlamentar.

Contra excessos

O excesso de controle exercido pelos órgãos públicos de fiscalização e os desencontros de entendimento entre eles têm causado sérios prejuízos ao país. Quem pensa assim é o empresário Luciano Barreto, presidente da Associação Sergipana dos Empresários de Obras Públicas e Privadas (Asseopp). Ele não é contra o controle, porém condena a forma atabalhoada como isso acontece no Brasil.

Corrupção

O deputado estadual capitão Samuel (PSC) está envolvido com a organização da “Marcha contra a corrupção”, que acontecerá em Aracaju no dia 27 de novembro próximo. Nesta quarta-feira, o parlamentar vai se reunir com representantes de sindicatos e associações para definir a estratégia do movimento. A Marcha vai começar às 10h do dia 27 na Orla de Atalaia, e o deputado acredita que os aracajuanos vão participar em grande número.

Não é juiz

O governador Marcelo Déda (PT) insiste que seu partido não deve propor a cassação do vereador Robson Viana porque este trocou o PT pelo PMDB. “Dirigente partidário não é juiz de Direito, que tem uma lei na mão para aplicar na forma fria e dura do texto”, argumenta Déda. Ele diz não ser contra a fidelidade partidária, porém ressalta que essa prática entrou na vida pública brasileira pela porta errada, “por uma decisão judicial e não por uma construção política dentro do Congresso Nacional”.

Bater chapa

A posição do prefeito de Socorro, Fábio Henrique (PDT), contra a implantação de um aterro sanitário em seu município contrariou o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PC do B). Em resposta à recusa do pedetista, o comunista tem estimulado a oposição em Socorro, a ponto de defender a candidatura a prefeito do padre Inaldo (PC do B). O religioso está tão entusiasmado com a possibilidade de enfrentar Fábio Henrique que até já anunciou seu afastamento da Igreja.

Lavagem

Os sergipanos adeptos do candomblé e umbanda vão participar do 11º Seminário sobre a Lavagem de Conceição. Será às 8h do próximo dia 31, no Sesc do bairro Siqueira Campos. Segundo a ialorixá Maria Angélica, organizadora do evento, durante todo o dia acontecerão palestras e oficinas. A Lavagem de Conceição acontecerá no dia 8 de dezembro, quando os pais e filhos de santo promovem a lavagem da escadaria da Catedral Metropolitana de Aracaju.

Domicílio

E o deputado estadual Augusto Bezerra (DEM) nega que tenha transferido na última hora seu domicílio eleitoral para Socorro, onde pretende ser candidato a prefeito. Segundo ele, seu novo endereço existe desde março e tudo foi feito dentro da legalidade. Bezerra aposta que os eleitores socorrenses que votaram em João Alves Filho para governador vão apoiá-lo para prefeito. Será?

Parados

Os médicos que trabalham para o Sistema Único de Saúde (SUS) vão cruzar os braços nesta terça-feira. Durante o período da manhã, eles participam de um ato público organizado pelo Sindicato dos Médicos de Sergipe e que acontecerá no calçadão da rua João Pessoa. A paralisação faz parte da mobilização nacional em favor do SUS.

Sem Árvore

O secretário estadual de Turismo, Elber Batalha Filho, ainda tenta impedir que a Árvore de Natal da Energisa deixe de ser erguida este ano. Hoje ele tem uma reunião com a direção da empresa para sugerir outros locais em Aracaju onde a Árvore de Luz, considerada a maior do mundo, seja montada. A assessoria de comunicação da Energisa informou, no entanto, que a decisão de não montar a Árvore é irreversível. Uma pena!

Do baú político

O primeiro candidato do Partido Verde a prefeito de Aracaju foi o jovem Paulo Dantas, o “Paulão”. Oriundo do PT, onde participou da tendência ecológica “Fel”, ele se diferenciava dos demais prefeituráveis pela defesa da flora e da fauna. Já no final da campanha, Paulão foi participar de um debate no auditório da então Escola Técnica Federal de Sergipe. Liderando todas as pesquisas de intenção de votos, Jackson Barreto (PMDB) evitou o confronto de idéias, tendo sido representado por seu candidato a vice, o advogado Viana de Assis (PMDB), que quis saber do candidato verde o que ele faria para impedir a devastação das dunas de Aracaju pela construção civil. ‘Paulão’ fitou demoradamente o peemedeista de cima abaixo, ajeitou-se na poltrona e quando o tempo para a resposta já estava findando saiu com essa: “Viana, você é muito cara de pau!”. O auditório não entendeu patavina, mas gargalhou demoradamente.

Resumo dos jornais 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais