Indústria do golpismo

0

 

 

 Ninguém pode, de boa-fé, ser contrário à punição daqueles governantes que corrompem o processo eleitoral. Compra de votos, uso indevido da máquina pública, abuso do poder econômico – são todos comportamentos passíveis de sanções, até mesmo da cassação do mandato, medida que se banalizou, mas de trivial não tem nada. Este é o primeiro ponto.

 

Segundo: ninguém compromissado com a democracia pode aceitar que a cassação de alguém tenha como consequência a sua substituição por quem foi vencido nas urnas. O segundo colocado não é o próximo da fila, mas o que foi rejeitado pelo voto popular. Não é o reserva do time, é o adversário derrotado. É preciso desvincular o castigo ao corrupto do prêmio ao perdedor.

 

Não tem sido essa, porém, a interpretação da justiça eleitoral. Suas decisões recentes parecem dar curso a uma nova indústria do golpismo no país, agora com amparo legal. Ainda mal começamos a perceber as consequências políticas desse protagonismo.

 

 Há dois meses, José Maranhão (PMDB), derrotado em 2006 por Cássio Cunha Lima (PSDB), assumiu o governo da Paraíba. Agora, Roseana Sarney (PMDB) vem ocupar o cargo de Jackson Lago (PDT) no Maranhão. Falta a esses dois governantes o oxigênio da democracia: legitimidade popular.

 

 Há outros seis governadores na mira do TSE. Se a moda pega, corremos o risco de regredir para um quadro realmente sinistro: quase um terço das unidades da Federação nas mãos de quem foi derrotado nas urnas em 2006.

 

Não por acaso os governantes sub judice vêm de Estados periféricos, onde a disputa pelo poder se trava muitas vezes entre famílias rivais e o aparelho burocrático vive refém do arbítrio, sujeitado ao pessoalismo mais brutal.

 

O caso do Maranhão, a capitania hereditária dos Sarney e seus agregados, é exemplar e joga luz sobre um problema que o ultrapassa. A justiça eleitoral está patrocinando a reciclagem da política dos coronéis. (Artigo de Fernando de Barros e Silva publicado na FSP).

 

João Alves no interior

O ex-governador João Alves Filho (DEM) está aproveitando bem o atual momento do Governo do Estado. Ontem, 23, dormiu em Frei Paulo e hoje, 24, concede entrevista logo cedo, a partir das 6hs, na rádio Educadora, ao programa “Tribuna do Povo”, apresentado por Anselmo Tavares. De lá segue para os municípios da região.

 

Por falar em Frei Paulo

Em Frei Paulo, o prefeito José Arinaldo Filho (DEM) entregou ontem 10 novos veículos, inclusive uma caçamba. O prefeito reformou a sede da Prefeitura e está prestes a fazer uma parceria com a Secretaria de Estado da Saúde para a construção de um hospital que servirá para cirurgias de porte médio.

 

Inaugurações em Cristinápolis

O governador Marcelo Déda estará em Cristinápolis nesta sexta-feira, 24, para realizar uma série de inaugurações. Às 16h, Déda vai inaugurar o sistema de abastecimento de água no Povoado Água Branca.  A partir da realização de 170 ligações domiciliares, o sistema atenderá 1.640 pessoas dos povoados Água Branca, Cajá dos Índios e Zumbi. Em seguida, às 16h30, o governador vai entregar 144 casas do Conjunto Habitacional ‘Moradas do Sol’ no bairro São Francisco. A construção deste empreendimento é resultado do programa ‘Casa Nova, Vida Nova’. Às 17h, Marcelo Déda inaugurará a base do Samu 192 Sergipe, localizada à Rua Epaminondas Menezes Reis. As novas bases contam com um local de repouso para os trabalhadores, copa/cozinha, arsenal (depósito para material), sala de desestresse e expurgo.

 

“Policiamento” especial

Imagine caro leitor, se você fosse um empresário e, preocupado com a insegurança, recebesse a orientação de um oficial da PM que o melhor caminho seria a contratação de uma segurança privada…Pura coincidência…

 

Acordo com a PM

Ontem, 23, foi realizada mais uma rodada de negociação entre a comissão do Governo do Estado e os representantes das associações da PM. O governo acenou com 44 semanais para os policiais até dezembro e a partir de janeiro de 2009 40 horas semanais. O governo apresentou também o nível superior, no curso de direito para os oficiais. Já a questão salarial será debatida na próxima segunda-feira, depois que o governo fechar o quadrimestre no próximo dia 26.

 

Ações contra policiais

O promotor de Justiça Jarbas Adelino ajuizou ontem, 23, ação contra quatro oficiais da Polícia Militar de Sergipe. Os oficiais são acusados de prática de crime de motim, por quebra da disciplina militar. Para o promotor, as Associações Militares Unidas desrespeitaram o Comando da PM ao promover manifestações.

 

Conselho Nacional do MP

Ainda ontem as lideranças das associações preparavam a defesa contra a ação da promotoria militar e devem, entre outras coisas, questionar a suspeição de Jarbas Adelino. Vão questionar na Justiça qual o motivo que levou o promotor a estar na última quinta-feira, às 18hs, no Quartel Militar, em reunião com o comandante ao lado do Chefe da Casa Militar do Governo, tenente-coronel Carlos Augusto. As associações estão dispostas a levar o caso ao Conselho Nacional do Ministério Público.

 

TJ declara ilegal greve dos professores

Os professores municipais de Aracaju terão de retornar às salas de aula imediatamente. Foi o que determinou a desembargadora do Tribunal de Justiça (TJ) Célia Pinheiro, em decisão emitida ontem, 23. Na ação, a magistrada declara a ilegalidade da greve e determina a retomada das atividades, sob pena de multa de R$ 15 mil para o Sindicato dos Profissionais de Ensino de Aracaju (Sindipema) por dia de descumprimento. Em seu texto, a desembargadora Célia Pinheiro considera, entre outros fatos, que a greve foi deflagrada antes que se encerrassem as negociações abertas no início do ano pela Prefeitura. (Infonet).

 

Sem graça

O radialista Alex Dias, que apresenta um programa jornalístico na Rádio Eldorado e é assessor de imprensa do prefeito de Lagarto Valmir Monteiro, ficou sem graça com a participação de uma ouvinte. Uma jovem de 17 anos, residente no povoado Brasília, ligou para dizer que o prefeito havia lhe prometido um emprego na campanha e até hoje não tinha lhe arranjado. Meio sem graça, Alex ainda perguntou se a garota já tinha procurado o prefeito, e ela disse que sim. O radialista-assessor tratou de encerrar logo o assunto sem, é claro, tecer nenhum comentário. Agora fica o questionamento: oferecer vantagem ao eleitor em troca de voto não é crime eleitoral? Com a palavra, o Ministério Público.

 

Wal-Mart: novas lojas em SE

Ontem, 23, o governador Marcelo Déda recebeu a visita de integrantes da diretoria Executiva do grupo Wal-Mart, controladora da rede Bompreço. Eles detalharam o plano de investimentos da rede no Nordeste e, especificamente, a construção de oito novas lojas na capital e interior de Sergipe. “Além das seis lojas que mantemos que geram hoje cerca de 1000 empregos diretos, nosso plano de expansão para Sergipe prevê, a partir de julho, a inauguração de oito novas lojas entre capital e interior, onde estimamos a geração de aproximadamente 500 empregos diretos”, afirmou o diretor de Operações para Sergipe e Bahia, Walter Maciel.

 

Municípios beneficiados

As novas lojas serão inauguradas em Aracaju, São Cristóvão, Nossa Senhora do Socorro, Própria e Lagarto. Na capital, as unidades estarão situadas nos bairros Cidade Nova, Ponto Novo, São Conrado e no conjunto Bugio. “Isto será fruto de um investimento de aproximadamente R$ 40 milhões. O grupo Wal-Mart tem consolidado seus investimentos no Nordeste por acreditar no potencial da região. Das 90 lojas que temos em todo o país, 30 estão no nordeste”, enfatizou.

 

Aposentadoria de Flávio

Os conselheiros do Tribunal de Contas (TCE) aprovaram na sessão do pleno de ontem, 23, o processo 56/2009, que trata da aposentadoria do conselheiro Flávio Conceição. O relator do processo, Carlos Alberto Sobral de Souza, considerou legal as certidões do INSS juntadas ao processo a título de comprovação de tempo de serviço. A aprovação foi por maioria de votos. Flávio foi aposentado compulsoriamente.

 

Departamento de narcóticos

O superintendente da Policia Civil, Gilberto Guimarães ao conceder entrevista ontem a TV Sergipe anunciou que a delegacia de entorpecentes vai ser transformada num Departamento de Narcóticos com um maior suporte de estrutura e de pessoal. Segundo Gilberto, a idéia é criar também um núcleo voltado a conscientização contra as drogas nas escolas públicas e privadas. Será uma excelente ação.

 

Mutirão contra o crack

Gilberto Guimarães alertou que o crescimento do uso do crack em Sergipe é alarmante já que em 2005 não se ouvia falar na droga no estado. Não basta apenas o trabalho da SSP é preciso uma ampla campanha com o apoio da imprensa e dos setores organizados. Estão brincando com uma droga que está acabando, não só com os jovens, mas com a tranqüilidade de centenas de famílias. Até quando…

 

Comando militar do Nordeste

Na tardede ontem, 23, o governador Marcelo Déda recebeu a visita do comandante militar do Nordeste, general de Brigada Marius Teixeira Neto, acompanhado do comandante da 6ª Região Militar, que compreende os estados de Sergipe e Bahia, general de Divisão João Francisco Ferreira. Durante o encontro, o governador Marcelo Déda apresentou aos oficiais aspectos sobre o desenvolvimento econômico e social do Estado, além de destacar os eixos administrativos priorizados na atual gestão. A interiorização do desenvolvimento e a redução das desigualdades regionais foram apontadas, segundo o governador, como as metas principais de sua administração.

 

Carros-pipa e dengue

Déda também relatou a relação extraordinária que é mantida entre o Governo do Estado e o Exército Brasileiro, além do espírito de colaboração e interação que fica consolidado em ações como o combate à dengue e a distribuição de carros-pipa nos municípios atingidos pela seca. “Desde a época em que eu era prefeito de Aracaju, conseguimos estabelecer uma relação de parceria e respeito mútuo que tem sido muito produtiva. Tanto o Governo do Estado como, tenho certeza, a Prefeitura de Aracaju encontram no Exército Brasileiro um parceiro estratégico e de fundamental importância”, afirmou o governador. Os oficiais estão em Sergipe para participar de um simpósio sobre a ‘Operação Pipa’, encarregada da distribuição de água potável para 549 municípios do semi-árido nordestino, e envolvendo o atendimento a mais de dois milhões de habitantes.

 

 

Fim do rodízio, mas não das apurações

Deu no blog do jornalista Adiberto de Souza: “Os aracajuanos festejaram muito a chegada das chuvas e o conseqüente fim do rodízio de água, que durou 29 dias. A alegria da população e do pessoal da Deso pelo fim do racionamento, contudo, não pode significar que se coloquem no esquecimento as denúncias de irregularidades cometidas no passado e que resultaram no atraso das obras da barragem do rio Poxim e de duplicação da adutora do São Francisco. Foram denúncias gravíssimas feitas pelo próprio governador Marcelo Déda (PT). Portanto, a sociedade que ver todas elas apuradas para que, em se comprovado o suposto desvio do dinheiro público, os responsáveis sejam punidos”.

 

Confiança X amadorismo

Com todo respeito. Apesar da abnegação de alguns diretores do Confiança, um time que se respeita e quer ser profissional de verdade, não guarda dinheiro numa caixa de sapato. Foi isso que aconteceu com o Confiança quando roubaram R$ 13 mil e dezenas de ingressos na última terça-feira. Chega de amadorismo é preciso pensar alto…

 

Gripe

A piada ontem entre os torcedores era que o Confiança só pensava em enfrentar o Vasco da Gama e foi surpreendido com as fortes chuvas que caíram nos últimos dias na capital deixando todos os jogadores com a gripe “em casa”. Ou melhor, Icasa…

 

Homenagens da PMA

A Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) vai homenagear 25 personalidades com as medalhas de Ordem do Mérito Serigy e do Mérito Cultural Ignácio Joaquim Barbosa, que serão entregues pelo prefeito Edvaldo Nogueira. A solenidade acontece às 17 horas no auditório do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ-SE), situado na Praça Fausto Cardoso, Centro. Anualmente, as medalhas são entregues como forma de reconhecer a atuação de pessoas que desempenharam papéis importantes para o desenvolvimento de Aracaju. Os homenageados são políticos, jornalistas, escritores, médicos e profissionais de diversas outras áreas.

 

Encontro de práticas culturais de saúde

O Movimento Popular de Saúde (MOPS/SE) surgiu no Estado de Sergipe, em 12 de outubro de 1989. Ele busca articular e fortalecer grupos de base que lutam pela reforma sanitária e em defesa da saúde pública e da implantação do SUS, ao tempo que articula experiências de práticas culturais e alternativas nesta área. Suas atividades são desenvolvidas em diversas áreas, que vão desde a socialização dos conhecimentos através da multiplicação do saber, realizando vários cursos de formação. Com o objetivo de continuar realizando suas atividades, está realizando o I Encontro da Região Nordeste de Práticas Culturais de Saúde e Gestão Participativa nos 20 anos do SUS e I Encontro Estadual de Parteiras, Rezadeiras (os), Benzedeiras (os), agentes de saúde e gestores de saúde de ontem, 23 até hoje, 24. O encontro está ocorrendo no CEPES – Rua Luis Carlos Prestes, 99 – Loteamento Areias, no bairro Ponto Novo.

 

Revista Técnica da PGE

A Procuradoria-Geral do Estado lançará, nesta sexta-feira, 24, mais uma edição da sua Revista Técnica. Trata-se do volume 06, que traz uma série de trabalhos jurídicos e pareceres técnicos, relacionados a vários temas importantes da advocacia pública, assinados por Procuradores do Estado e outros juristas convidados. A capa da revista tem como ilustração uma pintura do artista plástico sergipano José Fernandes. A solenidade de lançamento da Revista da PGE acontecerá às 10 horas, no auditório da Escola Superior da Magistratura de Sergipe (ESMESE), localizado no anexo do Palácio da Justiça “Tobias Barreto de Menezes”, à rua Pacatuba, nº 55, 7º andar, centro de Aracaju.

 

 

Pastor que coagiu fiéis para ganhar voto não poderá assumir mandato

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu ontem, 23, que o suplente de deputado estadual no Amapá, Antônio Carlos da Silva Nogueira, não poderá assumir a vaga deixada pelo titular do mandato. Os ministros consideraram que o suplente praticou crime eleitoral ao usar a posição de pastor para coagir os fiéis para ganhar seus votos e distribuir cestas básicas para ser eleito.O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Amapá cassou seu diploma de suplente. Inconformado, Nogueira recorreu ao TSE.

 

Doação de alimentos para campanha

Segundo a acusação, ele teria obrigado os obreiros e fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus, onde exercia a função de pastor, a assumirem o compromisso de votar em seu número de campanha e aderirem à sua campanha política para deputado estadual nas eleições de 2006. Além disso, cada obreiro teria sido obrigado a doar alimentos para fornecer cestas básicas a comunidades carentes e assim conseguir 33 votos em benefício do candidato.

 

Pressão nos cultos

Uma testemunha disse que quem recebesse a cesta básica estaria comprometido a votar no candidato, e que nos cultos que participava havia pressão no mesmo sentido. Relatou ainda discursos em que o candidato dizia que quem não votasse nos candidatos da igreja seria amaldiçoado por Deus. Além disso, faz parte das provas uma carta com alto poder coercitivo moral em que um bispo da igreja dizia em um dos trechos: “Quem é de Deus luta ao lado do bem e não ao lado do mal. Peço seu voto e de sua família para o pastor Carlos Nogueira que é o meu candidato”.

 

Se a moda pega…

Se a moda pegar e os fieis resolverem denunciar seus lideres religiosos que usam nas igrejas para pedirem votos, através da pressão religiosa e tudo mais, muita gente boa vai entrar numa fria…

 

DO LEITOR

 

Deso: dois pesos, duas medidas I

Um publicitário bastante conhecido em Sergipe desde o último dia 05 de abril tenta um acordo amigável com a Deso, mas nada. Tudo aconteceu no dia 05, quando numa rua próxima ao Hotel Parque dos Coqueiros bateu o fundo do seu veículo numa tampa da Deso que está alguns centímetros acima do nível da rua. Como conhece alguns diretores da empresa, na mesma hora foi na residência de um deles e chamou o mesmo para ver o prejuízo. De imediato o diretor disse que o problema era por conta do veículo ser velho. Desde aquela data ele espera uma providência da Deso e nada. Resta agora entrar na Justiça.

 

Deso: dois pesos, duas medidas II

Será que se fosse um veículo caro, tipo Mercedes, de alguém importante a ação da empresa seria a mesma? O que é isso companheiro?

 

PM descumpre a lei

Do leitor Anselmo: “Hoje, 23, por volta da 8hs, foi ao centro da cidade, e no cruzamento do  calcadão da João Pessoa  com a rua São Cristovão, estava um veículo Gol da PM, de placa PM 08106, estacionado com as portas abertas.  Gostaria de saber se o comando da capital autoriza esse tipo de infração. Nossas autoridades precisam se conscientizar, que o exemplo de cidadania e de cumprimento às leis, devem partir delas. Nós cidadãos, já somos diariamente policiados e punidos com as infrações que cometemos, entretanto, os equívocos e abusos de autoridades que presenciamos no dia a dia ficam impunes. Hoje, por exemplo, presenciei duas vezes, carros da polícia avançar sinal vermelho e outro posicionado na calçada no bairro jardins. Uma vergonha!!!!”

 

Sobre energia elétrica

E-mail de uma autoridade: Li ontem o desabafo de Bobô Cruz. Passei por situação semelhante ao necessitar dos serviços da Energisa que “cortou” indevidamente o fornecimento de energia e passou dois dias sem restabelecer e na segunda ao religar o pessoal que compareceu disse: ” -é, o corte foi por engano…”

 

Participe ou indique este blog para um amigo:

claudionunes@infonet.com.br

 

Frase do Dia

“Ao rejeitar a espada, não tenho senão a lâmina do amor para oferecer àquele que investiu contra mim. É ao oferecer-lhe esta lâmina que espero sua aproximação. Não posso conceber um estado de hostilidade permanente entre um homem e outro. Pois, crendo na reencarnação, vivo na esperança que, se não nesta vida humana mas numa outra, poderei cingir toda a humanidade num fraternal abraço.” Mahatma Gandhi.

 

 

 

                                                                                 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários