INTERIOR É A MIRA

0

A partir de agora as cidades do interior receberão maior assistência do governador João Alves Filho (PFL), candidato à reeleição. A informação é que a partir de segunda-feira ele vai visitar pelo menos cinco municípios por dia, para conversar com lideranças partidárias, circular nas feiras, manter encontros com prefeitos e trabalhar mais onde sempre foi eleitoralmente forte. Havia uma reclamação muito grande pela ausência do governador das cidades do interior. Era opinião geral que João estava dedicando todo o seu tempo à capital, com o objetivo de reduzir a diferença que a oposição sempre manteve sobre a situação. Um experiente político, hoje ocupando uma função importante em outro poder do estado, lembrou ao governador que o interior tem dois terços dos votos do estado, contra apenas um terço da capital.

A decisão está tomada. A partir de agora será o João do sertão…

Toda essa preocupação com a retomada dos espaços que estavam ficando à margem, é uma demonstração de que as eleições deste ano não serão iguais a tantas outras que já passaram e já se via a cara do eleito. Será um pleito difícil. Extremamente difícil. Não dá para abandonar um único reduto, nenhuma região e urge trabalhar com toda a intensidade, porque há diferença entre outros candidatos da oposição que já tentaram chegar ao poder mais não foram longe. Ontem, uma liderança forte do sertão disse que o candidato do PT, ex-prefeito Marcelo Déda, avançou bem numa região que o seu partido sequer penetrava. Entretanto, há uma melhor performance do governador João Alves Filho, que pode se consolidar com a sua presença: “o sertanejo gosta dele. João tem uma história na região que a maioria da população não esquece. Sua presença pode mudar o quadro”.

Foi feita uma observação: houve um avanço do governador João Alves Filho na capital, exatamente porque Marcelo Déda foi a busca de votos no interior. Déda antecipou a festa de adesão do prefeito de Nossa Senhora da Glória, Israel Andrade, o Zico (PFL), que ocorreria hoje, porque precisava ficar em Aracaju e visitar os bairros e áreas que ele sempre esteve presente. Segundo a mesma fonte, o problema de Glória foi absolutamente regional, assim como vem acontecendo na maioria dos municípios que mantém divergências graves entre os chamados “lados” políticos. Até nesse ponto há uma história antagônica nestas eleições: a oposição vem para a capital com o objetivo de conquistar pontos perdidos, enquanto a situação vai fixar-se no interior para recuperar a influência eleitoral que sempre teve entre a gente humilde do interior.

Nesta viagem que fará por outros municípios, o governador João Alves Filho pensa em percorrer de norte a sul e entrar por todo o sertão, para uma das primeiras apresentações como candidato à reeleição. Os próprios adversários sabem que soltar João no sertão não é fácil, porque ele executou muito trabalho em favor daquela gente e sabe onde as pedras se escondem. É difícil concorrer com ele nesta área, embora hoje existam lideranças que já não acompanham mais o seu grupo político. O ex-prefeito de Nossa Senhora da Glória, Sérgio Oliveira, já está trabalhando os municípios de Feira Nova, Monte Alegre, Poço Redondo e Canindé do São Francisco, para acolher João Alves Filho. Algumas lideranças já estão em pauta para conversas e até alguns prefeitos que estavam chateados com a ausência do governador terão encontro com ele.  

A partir de agora haverá uma movimentação grande em todo estado. Adversários estarão a postos para manter eleitores e conquistar outros, porque tudo indica que o pleito de 2 de outubro será decidido no primeiro turno. Apesar do otimismo de quem acompanha os candidatos, não se pode considerar fato consumado. O clima não pode ser de euforia, mas de dúvida, porque é impossível um prognóstico confiável. É preciso muita luta e fôlego para os últimos três dias, que serão decisivos.

Em certos casos, eleições ganham-se de véspera…

 

 

RECLAMAÇÃO

O candidato a deputado federal pela oposição reclamou do trabalho que realiza o senador Antônio Carlos Valadares (PSB), para a coligação.

“Além de indicar o candidato a vice-governador, Valadares está empenhado apenas em eleger o filho para deputado federal”, comentou.

 

PAPEL

O senador Antônio Carlos Valadares jamais escondeu isso e, pelo seu conhecimento, tem que trabalhar para eleição do filho, que disputa pela primeira vez.

Valadares, entretanto, se mantém fiel ao compromisso com os majoritários, mas não pode abrir mão do apoio a Valadares Filho para deputado federal.

 

DÉDA

Durante a adesão do prefeito de Nossa Senhora da Glória, Zico (PFL), ao candidato do PT, Marcelo Déda, houve muita festa.

Déda voltou a lembrar que jamais, desde a candidatura de Seixas Dórea, tantos prefeitos passaram a oposição. Déda já tem o apoio de 27 deles.

 

BENEDITO

O presidente regional do PMDB, Benedito Figueiredo, candidato a primeiro suplente de José Eduardo Dutra (PT), tem participado ativamente das carreatas.

Figueiredo acha que o suplente também tem que trabalhar para ajudar a eleger o titular: “não sou de cruzar os braços”, disse ele.

 

FONTES

O deputado federal João Fontes, candidato a governador pelo PDT, disse ontem que o seu programa de televisão “não está a minha cara”.

Acrescentou que estão divulgando muitas mentiras: “quem assiste a tanta mentira, é capaz de ter um infarto”.

 

CORRUPÇÃO

João Fontes acha que a corrupção está banalizada: “todos podem fazer o que quiser que não acontece nada”, lamentou.

Deu como exemplo o presidente Lula: “ele fez tudo que se viu e está em primeiro lugar. É um absurdo”. E deduziu: “só pode ser um bruxo”. 

 

TEMPO

O deputado federal João Fontes reclama do tempo que tem na televisão: “é muito pouco, não dá para absolutamente nada”.

Ele disse que aconselhou à candidata a presidenta, Heloisa Helena (Psol), para fazer composições que lhe desse alguns minutos a mais na TV.

 

INTERIOR

O governador João Alves Filho (PFL) viaja para o interior na próxima segunda-feira e inicia um trabalho junto às lideranças políticas.

João vai tentar visitar todos os municípios durantes os próximos dias que faltam para as eleições. A sua equipe está animada.

 

RECLAMAÇÃO

Segundo queixas da maioria dos candidatos da coligação de João Alves Filho, há muita reclamação de lideranças do interior pela ausência do governador.

João Alves estava dedicando maior parte de sua campanha à capital, mas agora a prioridade será o interior, onde ele passará um bom tempo.

 

RAULINO

O médico Raulino Galrão já foi indicado para direção clínica do Hospital Regional de Nossa Senhora da Glória.

O hospital de Glória vai reabrir dia 2 de setembro e será administrado por uma empresa privada, dentro do regime de terceirização.

 

PROGRAMA

O publicitário Luiz Sérgio vem fazendo a campanha de Laércio Oliveira, Albano Franco e Jorge Araújo, todos do PSDB.

Jorge já fez grandes campanhas em Sergipe e hoje continua executando um bom trabalho com os candidatos para os quais está trabalhando.

 

BANDEIROLAS

Quem passa pelos semáforos existentes na avenida Beira Mar e em um dos shoppings de Aracaju, vez dezenas de bandeiras tremulando.

Há um maior número do PT, principalmente na entrada da Unit. Lá o vermelho é 100%. As bandeirolas não dão votos, mas impressionam e influenciam.

 

SUKITA

O processo contra o prefeito de Capela, Manoel Messias “Sukita” (PSB), ainda não entrou em pauta. Mas pode acontecer hoje.

Segundo o site do TSE, o processo ainda está no gabinete do ministro Carlos Ayres Britto, que pediu vistas. Três ministros já deram voto pelo afastamento de Sukita.

 

 

Notas

 

DROGAS

A nova lei sobre drogas, sancionada pelo presidente Lula e publicada hoje no Diário Oficial da União, acaba com a prisão por posse de pequenas quantidades de drogas. A partir do dia oito de outubro, usuários de drogas ilícitas receberão tratamento diferenciado dos traficantes. O usuário não poderá ser mais preso.

“Tenho certeza de que essa lei vai estimular tanto o poder público como a sociedade civil a trabalhar de uma forma mais organizada, mais coerente e mais concisa em relação aos tratamentos”, afirmou Paulina Duarte do Senad.

 

PUBLICIDADE

A Câmara analisa o Projeto de Lei, do deputado José Divino (PMR-RJ), que exige a impressão de um código de barras em toda publicidade em meio impresso, publicada por veículo de mídia impressa, afixada em mídia externa, distribuída de forma avulsa ou veiculada por qualquer outro meio.

O código deve identificação do anúncio e disponibilizar informações sobre o anunciante, a agência responsável por sua elaboração e data de veiculação. O objetivo é facilitar punição de responsáveis por publicidade enganosa.

 

EDUCAÇÃO

A Câmara analisa Projeto de Lei, que estabelece metas para ampliar acesso à permanência em instituições públicas de ensino superior. A proposta, da deputada Luciana Genro (Psol-RS), prevê que o número de vagas em universidades públicas atenda 40% dos jovens de 18 a 24 anos no prazo de uma década.

O projeto amplia em 40% o quadro de vagas à noite, exceto os que não podem ser ministrados nesse período. A universidade pública que oferece maior número de vagas em cursos noturnos é USP, com cerca de 30% das vagas.

 

É FOGO

Nesta sexta-feira, das 8h30 às 16h25, será realizado no auditório da Procuradoria Geral de Justiça o Seminário “A criminalidade na era digital”.

 

O Seminário vai discutir importantes assuntos relacionados a temática central, a exemplo de “A Convenção de Budapeste sobre Cibercriminalidade.

 

Um candidato a deputado estadual está distribuindo dentaduras no povoado Cabeça do Russo, em Itabaiana.

 

O deputado Heleno Silva (PL) continua trabalhando intensamente para o novo candidato a deputado do seu partido, pastor Jony Marcos.

 

Jony Marcos além de substituir Heleno Silva como candidato a deputado federal, levou

também o seu número.

 

Heleno Silva se mostra tranqüilo em relação ao seu envolvimento na CPMI dos Sanguessugas. Diz que é inocente e vai provar isso.

 

O candidato a prefeito pelo PT, Marcelo Déda, está animado com adesões que recebeu em várias cidades, inclusive Nossa Senhora da Glória.

 

O governador João Alves Filho, a partir de segunda-feira, vai praticamente fixar-se no interior para conversar com lideranças e participar de feiras.

 

“O Sapato do Meu Tio”, eleita como o melhor espetáculo baiano no ano passado, estará em exibição de sexta a domingo, no Teatro Atheneu.

 

Quem nasceu em setembro, já pode sacar o abono do PIS na Caixa Econômica. Os funcionários públicos recebem o Pasep no Banco do Brasil.

 

O publicitário Antônio Leite é o responsável pelo programa eleitoral de Adelson Alves, candidato a governador do estado. Tem recebido elogios…

 

brayner@infonet.com.br

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais