Intestino preso: obstipacão intestinal

0

“Diante da vastidão do tempo e da imensidão do universo, é um imenso prazer para mim dividir o mesmo planeta e uma mesma época com você.”(Sergio Camargos) 

Se você não consegue ir ao banheiro todos os dias, convém saber que essa pode ser uma das causas de estresse, desconforto e/ou inchaço abdominal, insônia, indisposição geral e até mesmo hemorroidas, podemos portanto baseado nesses sintomas definir que a prisão de ventre, ou constipação intestinal,corresponde a diminuição das idas ao banheiro, com o aumento da consistência das fezes,mas é interessante recordar que  adotar certos hábitos dietéticos e do cotidiano da vida podem ajudar a reduzir os sintomas da prisão de ventre e todas as complicações que podem vir associadas a ela.

O intestino preso ou prisão de ventre é uma doença provocada principalmente pelo consumo insuficiente de fibras, porém sabemos que existem outros aspectos que também são importantes, em nosso dia a dia, para manter um bom funcionamento intestinal, evitando com isso a ocorrência dessa ou de outras doenças de origem gastrointestinal.

Convém lembrar que a forte tendência atual do aumento da utilização de alimentos industrializados pode agravar ou prejudicar o consumo diário de fibras, responsáveis por favorecer o trânsito intestinal, isso decorre do fato de que eles são, em sua grande maioria, processados, e sabe-se com bastante segurança que esse processamento acaba retirando alguns nutrientes do alimento, sendo que as fibras,são  um deles, por isso é bastante importante que as pessoas devem sempre observar com muito cuidado a rotulagem nutricional que especifica a quantidade de fibras disponível nos alimentos selecionados para o seu consumo.

Você pode acabar com a prisão de ventre só com a dieta, para isso é necessário conhecer  os alimentos que são imbatíveis na luta contra o esse problema incomodo e extremamente desagradável.

Só quem sofre com a tão conhecida prisão de ventre sabe o tamanho do incômodo que ela representa, pois em geral o indivíduo apresenta mau humor, pele marcada e estômago inchado o que torna os seus  dias quase insuportáveis, porém para a solução do problema muitas vezes  é suficiente fazer uma alimentação caprichada somada a uma boa dose de exercícios físicos, que com certeza irá garantir que a prisão de ventre desapareça.

Sugestão de alguns alimentos que não podem faltar na casa de quem deseja viver de forma mais tranquila:

Alimentos Crus: Comer verduras e legumes crus rende, além de muitas vitaminas, fibras para o seu organismo, além disso mastigue bem cada bocado e, em no máximo dois dias, você já vai notar a diferença.

Frutas com bagaço: O bagaço das frutas ajuda na formação do bolo fecal, por isso chupe laranja e tangerina sem descartá-lo, por que com certeza fazendo isso uma vez por dia, o seu intestino passa a funcionar com regularidade, além do que o bagaço de frutas possui uma alta concentração de fibras, o que melhora o funcionamento intestinal, auxilia no controle dos níveis sanguíneos de glicose e colesterol e fornece maior sensação de saciedade.

Água: Ela ajuda na digestão dos alimentos e impede o ressecamento das fezes, um problema comum se você demora muito tempo para ir ao banheiro,além do que a hidratação ainda traz melhoras para sua pele, que fica mais clara e com mais brilho., portanto prezados leitores torna-se extremamente importante beber bastante água todos os dias, pois ela se mistura às fibras e fazem as fezes ficarem mais volumosas e pastosas, impedindo o ressecamento, conseqüentemente o efeito das fibras sobre o movimento intestinal se torna mais eficaz.

É lógico que a necessidade diária de água varia para cada pessoa e é influenciada por diversos fatores, como por exemplo a atividade física, mas de uma maneira geral, para pessoas saudáveis, recomenda-se a ingestão de dois litros de água por dia, mas devemos lembrar que pelo fato da ingestão de água potencializar os efeitos das fibras, de nada adianta tomar litros e litros de água por dia se não se ingerir a quantidade adequada de fibras, sendo que em contrapartida o inverso também é valido

Atividade Física: A grande maioria dos estudos sobre o assunto ainda são inconclusivos, no entanto é certo que, durante o exercício físico, o intestino tem o seu funcionamento estimulado, devido aos movimentos que o corpo faz, porém, com relação ao alívio da prisão de ventre, algumas pesquisas clinicas demonstram que a atividade física proporciona uma melhora, enquanto outras não conseguiram comprovar tal efeito,apesar disso, a prática de exercícios é essencial para a saúde, podendo contribuir de maneira até mesmo indireta para a cura da prisão de ventre.

Mastigue bem os alimentos: mastigar bem não só ajuda o organismo a digeri-los melhor, como também evita o mal estar intestinal, salientando que a digestão de alguns alimentos já se inicia na boca, através da enzima amilase, e a mastigação faz parte desse processo, portanto mastigar bem facilita o início do processo de digestão e, conseqüentemente, de todo o restante, incluindo o intestino..

Estresse: Este item torna-se de fundamental importância por que tanto o estresse quanto a ansiedade podem ocasionar sintomas gastrointestinais, seja ele uma prisão de ventre ou uma diarreia, lembrando que para aqueles que já sofreram do problema, o estresse pode fazer com que os sintomas retornem, nesse sentido os especialistas recomendam a adoção de hobbies ou técnicas de relaxamento para a redução do estresse e da ansiedade.

Frequentar regularmente o banheiro: Curiosamente as pessoas que não têm o hábito de ir regularmente ao banheiro podem apresentar maior irritabilidade, alterações no humor e agravamento dos sintomas de prisão de ventre, a  recomendação é ir ao banheiro de uma a duas vezes por dia, no sentido de tentar fazer o  intestino funcionar com maior regularidade, além do que é  muito importante reservar horários específicos do dia para a prática, pois assim o corpo se habitua e tem menos chances de desenvolver constipação intestinal.

Probióticos:o intestino tem a presença de bactérias boas e ruins, quando as boas estão em grande quantidade, evitam os danos causados pelas ruins, que são os casos de diarreia, aumento do risco de câncer de cólon, dor abdominal, gases e outros, já os iogurtes probióticos possuem uma série dessas bactérias boas, por isso para ter um intestino saudável, devemos incluir sempre os probióticos na nossa alimentação, pois eles vão equilibrar a flora intestinal, com muita certeza eles devem estar presentes na alimentação juntamente com as fibras, pois um potencializará a ação do outro, mas convém reforçar que o consumo deve ser diário porque, uma vez que interrompido, perde-se o efeito desejado, mas nunca é demais frisar que  alguns iogurtes intitulados probióticos não possuem as bactérias necessárias para melhorar o funcionamento do intestino, por isso, procure um Nutricionista antes de iniciar qualquer tratamento dessa natureza, pois certamente ele poderá indicar o iogurte mais adequado.

Iogurtes: Existem as versões específicas para quem sofre com a prisão de ventre, e a sugestão é de que o consumo contínuo desses iogurtes irá  regular o trânsito intestinal e mandar o inchaço e a irritação para bem longe de você. asse o mouse sobre o vídeo para ativar o som.

Alimentos integrais: São várias as opções de alimentos integrais que ajudam a acabar com a prisão de ventre; Arroz, trigo, pão, milho, aveia e granola são alguns exemplos, salientando que não devem haver exageros em seu consumo, por que  uma porção desses alimentos por dia já é suficiente.

Atenção: Para acabar de vez com o mal estar proporcionado pela prisão de ventre, também é preciso evitar alguns alimentos que colaboram com o transito intestinal, dentre eles estão as frituras, os biscoitos (com exceção daqueles à base de fibras) e os alimentos açucarados, como balas e chocolates.

Lembretes: Para acabar de vez com a prisão de ventre o individuo deve ingerir mais líquidos e evitar o consumo de gorduras.

Dicas importantes:

Coma mais fibras, pois elas são as responsáveis pela formação do bolo fecal, além de facilitar o trânsito dos alimentos no intestino, sendo portanto,peças  fundamentais na manutenção da flora intestinal.

As fibras podem ser divididas entre solúveis e insolúveis, sendo que as primeiras estão presentes em polpa de frutas e farelo de cereais e auxiliam no funcionamento do nosso metabolismo, e as outras que são encontradas em verduras e alimentos integrais, e que são as que ajudam efetivamente no funcionamento intestinal, combatendo a prisão de ventre, a sugestão é de que deve-se ingerir de 25 a 35 gramas distribuídas ao longo do dia.

CUIDADO!!! indivíduos que sofrem com a prisão de ventre devem evitar alimentos ricos em gordura saturada, gordura trans, açúcar e sódio, além disso com relação às bebidas,convém prestar bastante atenção ao consumo daquelas com quantidades excessivas de açúcar, como refrigerantes e xaropes; ou então com  cafeína, como chás e café; e sódio, como refrigerantes diet e isotônicos, isso posto por que a ingestão desses alimentos pode prejudicar o pleno funcionamento do intestino, contribuindo para o aparecimento da prisão de ventre, em decorrência disso torna-se muito importante sempre realizar a leitura de rótulos na hora da compra, a fim de escolher produtos mais saudáveis, além disso é bom frisar que uma consulta ao Nutricionista é extremamente importante para conseguir se obter uma orientação adequada para um habito alimentar saudável…..

Prevenção

Concluímos, informando, que o bom funcionamento intestinal depende de três elementos inseparáveis. a ingestão de água, o consumo de fibras e a prática de atividade física, e certamente que a regularidade da atividade intestinal só é adequada quando estes três fatores são atendidos, por que sabe-se que as fibras auxiliam na formação do bolo fecal e, em parceria com a quantidade de água ingerida e a atividade física, são responsáveis por estimular a atividade muscular intestinal.

As frutas, os legumes e as verduras (por exemplo, mamão, tamarindo, laranja, ameixa, manga, folhas em geral) são alimentos in natura e ótimas fontes de fibras e micronutrientes, além de ter baixa densidade energética, além disso é interessante salientar que os cereais integrais como arroz integral, pão integral, centeio, aveia, sementes de linhaça, farelo de aveia e trigo, dentre outros, também são ótimas alternativas para aumentar a quantidade de fibras ingeridas.

Finalmente gostaríamos de citar uma curiosidade relacionada com a prisão de ventre, podemos encontrar no Dicionário a palavra “ enfezado “ significando uma pessoa aborrecida, intolerante, e irritada, e a construção semântica da palavra significa “ ao pé da letra “, cheio de fezes, ou seja a prisão de ventre torna-se portanto em uma das principais causas da existência de indivíduos mau-humorados em nosso meio, por isso vamos fazer uma grande corrente de informações para combatê-la e com isso tornar nossa população mais feliz e bem humorada!!!!!

Uma boa semana, com muita saúde, muita paz e com o desejo, mais do que sincero, de que ninguém sofra mais com prisão de ventre

                                                                                                              

Comentários