Investir em água e saneamento dá lucro

0

Eis alguns dados referentes a investimentos em água e saneamento extraídos de um estudo elaborado pela Organização Mundial da Saúde (OMS):

 

– Um investimento de US$ 11,3 bilhões anuais em equipamentos básicos de água e saneamento equivaleria a uma melhora econômica de cerca de US$ 84 bilhões. Para estabelecer a quantidade dos benefícios levou-se em consideração o fato de anualmente morrerem 1,8 milhão de pessoas de diarréia e gastrenterite por consumo de água não potável. Destes, 90% são menores de cinco anos dos países em desenvolvimento.

 

– Se aqueles que passam horas até chegar a um poço em busca de água tivessem um poço perto de casa, as vantagens econômicas seriam de US$ 3 a 34 por cada dólar investido, pois poderiam dedicar o tempo economizado em trabalhos mais produtivos.

 

– De acordo com o estudo, cerca de 1,1 bilhão de pessoas não têm acesso à água potável 2,4 bilhões não dispõem de serviços de saneamento.

 

– A purificação da água para o consumo humano, mediante a desinfecção, por exemplo, pode gerar lucro para os lares de US$ 5 a 60, por cada dólar investido.

 

– O estudo aponta casos como o de Quênia, onde a minuta da nova constituição institui o direito a medidas básicas de saneamento para o conjunto da população.

 

– Se forem adotadas medidas pragmáticas, pode-se conseguir que 1,5 bilhão de pessoas tenha acesso ao saneamento básico em 2015 e outros 2,4 bilhões em 2025.

 

Para que estes objetivos sejam atingidos, ainda segundo o OMS, é necessário o aumento dos compromissos políticos, reforços da legislação, aumento dos recursos financeiros e a colaboração em projetos conjuntos com pequenas empresas e a sociedade em geral.

 

Como vimos, todo investimento relacionado com a água e saneamento melhora não somente a saúde das pessoas, mas também a economia dos países em desenvolvimento e sub-desenvolvidos.

 

Tudo isto será possível se a sociedade tiver uma participação ativa e, como não poderia deixar de ser, a base desta participação está vinculada a educação para todos.

Edmir Pelli é aposentado da Eletrosul e articulista desde 2000
edmir@infonet.com.br

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários