Itaúnas ( ES) – Forró capixaba

0

Dunas e águas cristalinas 

A Vila de Itaúnas do Espírito Santo reúne alguns dos maiores atrativos turísticos da região Norte do Estado. As famosas dunas, que separam a nova vila da praia, são um atrativo ímpar e cenário a ser apreciado por todos que por ali passam.

A história da vila está ligada às dunas, que surgiu após o soterramento do núcleo primitivo, fundado há cerca de 300 anos. A areia soprada pelos ventos invadiu casas e soterrou a vila. Fugindo do desastre ecológico ocasionado pela degradação da restinga entre a vila e o mar, os antigos moradores, em geral pescadores, foram se estabelecer na margem oposta do Rio Itaúnas, dando início ao atual povoado.

Suas praias de águas mornas se estendem desde a foz do Rio Itaúnas até os limites do

Itaúnas fica na divisa com a BA

Estado da Bahia. A Praia do Riacho Doce, por exemplo, é extensa e ainda em estado nativo. Fica na divisa com o estado da Bahia, tem águas mornas e próprias para banho e também é possível pescar.

O Parque Estadual de Itaúnas é outra atração, sendo área piloto da reserva da Biosfera de Mata Atlântica, que em 1992 foi declarada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) como Patrimônio da Humanidade.

A área total do parque é de 3.150 hectares, compreendendo o espaço que vai da Foz do Rio Itaúnas até Riacho Doce, nos limites do Estado da Bahia. A biodiversidade do parque é rica, formando diferentes ambientes entre dunas, restingas, manguezais, praias, rios e alagados.

Região conhecida por ter altas dunas

Os visitantes podem conhecer o local com passeios a cavalo, bicicleta, caiaques e canoa. Também é possível fazer descida de rapel e trilhas a pé pelos sítios arqueológicos e ambientes naturais.

Para quem quer conhecer atrativos naturais junto com um bom arrasta-pé, o povoado realiza no período de 16 a 24 de julho o Festival Nacional de Forró de Itaúnas. A vila, conhecida como a capital nacional do forró pelos capixabas, tem em seu calendário de festejos que reúnem artistas consagrados como Dominguinhos, Elba Ramalho e o Trio Virgulino, atraindo milhares de turistas ávidos por curtirem um bom pé-de-serra num paraíso natural.

Itaúnas reúne dias de contato com a natureza, rusticidade e modernidade, e muitas dunas. A vila fica perto do mar, mas os visitantes também têm contato com o banho de rio, ou seja, o turista conjuga tudo numa só paradisíaca vila de pescadores andar a pé pelas estradas de areia é uma máxima do local.

Na Bagagem

Forró Caju 2011 e falta de banheiros químicos

Os forrozeiros que compareceram a praça de eventos dos mercados para curtirem as atrações do Forró Caju 2011 reclamaram da falta de banheiros químicos. Os que foram instalados perto do mercado Albano Fraco não supriram a demanda e as paredes do referido mercado foi transformado em mictório público. Imaginar a limpeza da área ficou difícil. A reclamação foi geral.

Maior mídia nacional

Os sergipanos ficaram orgulhosos de ver várias vezes os festejos juninos de Sergipe na telinha. O barco de fogo de Estância no Fantástico, os festejos juninos no Bom Dia Brasil,  no Jornal da Record, no Jornal Nacional e vários outros. O que mais chamou atenção foi sem sombra de dúvida a matéria da repórter Carla Suzane fazendo uma comparação dos festejos juninos de Sergipe com Campina Grande (PB), Caruaru (PE) e Mossoró (RN). Ficou confirmado que em números temos o maior São João do país.

Mudanças no Singtur/SE

Como já tinha antecipado, a presidente do Sindicato dos Guias de Turismo de Sergipe, Irma Karla,  deixa a entidade para ocupar a presidência da Federação Nacional de Guias de Turismo. Em seu lugar fica a vice-presidente Cacilda Campos. A pose será no dia 24 de outubro, no Rio de Janeiro, em local ainda a ser definido.

Figura enviada por leitor transmite que o policial segura no pescoço da criança

Sinalização turística estranha

Duas sinalizações turísticas instaladas recentemente têm chamado à atenção dos sergipanos por serem um tanto estranhas: a figura que indica a Delegacia Especial de Turismo, na orla da praia de Atalaia, e a do Memorial da Bandeira. A primeira figura transmite que um policial está segurando no pescoço de uma criança e a segunda, por indicar um memorial abandonado. A foto foi enviada por um leitor que diz indignado com o preconceito. O que você acha?

Passaporte

Com seus 114 anos de existência, a Fun Fun Tangueria é a mais velha e tradicional da capital uruguaia. Há um mural de fotos antigas com gente importante e jornais da época de Carlos Gardel. O balcão é bastante disputado e acima a bandeira do Uruguai com outras bandeiras confere uma atmosfera de boteco. O proprietário também é o show-man do bar e logo que terminei de cantar as milongas e tangos, inicia uma outra apresentação da noite.

A dica é chegar por volta das 22h, quando ainda não tem ninguém, pois as mesas do lado de dentro são disputadíssimas e não pense que porque são 22h não haverá ninguém. A casa enche de turistas e uruguaios saudosistas.. O Fun Fun é uma atração de Montevidéu.

Atmosfera de boteco uruguaio
Quinquilharias e relíquias nas paredes
Legenda
Legenda

Foto: Silvio Oliveira

Contato: silviooliveira@infonet.com.br

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais