Jackson e o salário dos servidores

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

O mês de julho de 2013, foi marcado pelo primeiro mês da administração Marcelo Déda (7 anos) que o pagamento dos servidores não foi pago dentro do mês de referência. A diferença é que o governo do estado está sob o comando do vice-governador eleito e governador em Exercício, Jackson Barreto.

Depois de muitas críticas dos servidores públicos, aposentados e pensionistas, através da mídia, o Governador Jackson disse que este fato não se repetiria.

O pagamento do mês de agosto inicia amanhã, dia 29 (quinta feira) portanto dentro do mês de referência. O que chama a atenção é que o pagamento se estende até dia 31 de agosto (sábado).

A pergunta que fica. Com o pagamento feito no dia de sábado, com os bancos fechados – é lógico que pelos caixas eletrônicos podem ser realizados pagamentos e saques –  o pagamento dos servidores públicos estaduais pode ser considerado dentro do mês de referência?

Desde ontem a oposição já começou a anunciar que a situação piorou: quem recebeu em 1º de agosto o salário de julho agora receberá em 2 de setembro o salário de agosto.

Só mais uma dúvida. Porque será que só quando Jackson assumiu o governo, mesmo que interinamente, o salário dos servidores não é pago dentro do mês de referência?

Senadora deve assumir Assistência Social em Aracaju
A senadora Maria do Carmo deve mesmo assumir a Secretaria Municipal da Família e da Assistência Social em Aracaju. Um político ligado ao prefeito João Alves confirmou ontem, 27, que desde o início do mandato a pasta foi colocada à disposição da senadora, que indicou Selma Mesquita. Se Maria realmente se licenciar do Senado, assume o primeiro suplente, pastor Virgilio de Carvalho.

Daí a César, o que é de César
Tem chamado a atenção a forma como um lobista tem se comportado no meio empresarial de Sergipe. Falando em nome da Codise, o homem afirma que tem influência dentro da companhia estatal na liberação de benefícios fiscais para instalação de empreendimentos, mas em troca pede favores financeiros.

Fato
A presidência da Codise ainda não tem conhecimento do fato. No entanto, um empresário, que ainda prefere não se identificar, gravou uma destas conversas, e disse que, se ele for procurado novamente, vai denunciar o esquema que pode se transformar em um escândalo sem proporções. Já o lobista garante que o seu acesso à companhia é total. Agora é aguardar.

Detran
E a diretoria do Detran/SE precisa explicar porque este ano a Semana do Trânsito será retirada da parte interna do órgão para a área do Sesc/Senat. Tem alguém querendo fazer média com um outro gestor.

Mais Médicos passará por sabatina no Congresso
O Programa Mais Médicos do governo federal vai passar por uma espécie de sabatina no Congresso. Ontem, 27,a comissão de deputados e senadores que analisa a Medida Provisória (MP) 621/13, que criou o programa, decidiu realizar três audiências públicas. Elas vão se somar à grande discussão que a Câmara vai fazer sobre o assunto na quarta-feira (4) da semana que vem.

Debates
A concentração dos debates nas próximas três semanas é uma tentativa de acelerar a tramitação da medida provisória. A MP perde a validade em 5 de novembro, mas antes tem de ser votada na Câmara e no Senado. Apesar da tentativa de adiar a definição da agenda, um acordo definiu que vão ser feitos três debates. Um sobre o exercício da Medicina e a quantidade de profissionais no País, a ser realizado na terça-feira da semana que vem (3). Outro sobre a formação de médicos, que será no dia 10 de setembro. E por último, a discussão sobre relações e condições de trabalho, que tratará também dos médicos estrangeiros no país. Esta audiência pública está marcada para dia 17.

Base aliada
O tempo de tramitação virou preocupação da base aliada ao governo, como explicou o relator da medida, deputado Rogério Carvalho (PT)."Vamos precisar correr, porque, além das audiências públicas, tem o trabalho de conversas com os parlamentares, com as bancadas. Esse trabalho também é importante, precisa de tempo para isso e para finalizar o relatório, que vai representar um acordo com chances de aprovação." Ao todo, já foram apresentadas 567 emendas ao texto.

Médicos cubanos
A definição da agenda de debates públicos da comissão foi aprovada após muita discussão. O ponto mais polêmico foi o acordo entre Brasil, a Organização Panamericana de Saúde (Opas) e Cuba, que permitiu a entrada de mais de 2 mil médicos cubanos no Brasil até o final do ano.

Texto
Os primeiros 400 já chegaram, mas parlamentares contrários ao governo alegam que não tiveram acesso ao texto completo do acordo e que podem existir ilegalidades, como afirma o deputado Mandetta (DEM-MS)."Existe uma suspeição de analogia a trabalho escravo nesse convênio.Eu preciso saber se haverá asilo político para essas pessoas quando elas quiserem debandar. Eu preciso saber se o passaporte deles vai ser retido."

Acesso ao acordo com Cuba
Antes do último debate, os parlamentares exigiram ter acesso ao texto completo do acordo assinado entre Brasil e Cuba. Já o grande debate a ser realizado pela Câmara está marcado para quarta-feira da semana que vem (4), às 10 horas, no Plenário Ulysses Guimarães. Ele foi adiado em uma semana depois de acordo com os líderes partidários.

Entulho em calçada. Apesar do esforço da Emsurb, população não faz a sua parte
No início do ano, por duas vezes o blog publicou fotos de um calçada na rua Jornalista João de Menezes, no bairro Luzia, em Aracaju, onde a população transformou em deposito de lixo e entulhos. A Emsurb fez a limpeza e colocou um fiscal no local.

Sem educação
No primeiro momento surtiu resultado, mas bastou deixar sem fiscalização que a população sem educação retornar a colocar lixo e entulho no local. Ontem, 27, a Emsurb teve que levar um trator para recolher duas caçambas de lixo e entulhos. A população reclama do poder público, mas não faz a sua parte.  Educação começa em casa.

Cobranças
Após solicitação feita por vereadores da oposição de Rosário do Catete, representantes da Prefeitura foram dar explicações, na última quinta-feira (22), sobre a demora de obras no Município e o atraso no pagamento de servidores e fornecedores da Prefeitura. O espaço foi aberto durante sessão plenária na Câmara Municipal e contou com a presença de populares, que ouviram do técnico e engenheiro Ambiental, José Dias, e da secretária de Finança, Joseane Souza, os andamentos que estão sendo dados para resolver os contratempos enfrentados pela comunidade, apresentados pelos parlamentares.

Mais ação
José Dias falou sobre a situação de demora no abastecimento d’água na comunidade de Siririzinho, que há muito tempo reclama a Prefeitura pelo serviço, que vem trazendo grandes transtornos aos moradores. Já a secretária Joseane disse que apesar dos problemas, o prefeito Laércio Passos tem feito o possível para deixar a casa em ordem. Os argumentos levantados pelos servidores não convenceram os vereadores da oposição de Rosário, que afirmaram que o gestor do município não tem dado a devida atenção à população.

Demora
O presidente da Câmara, Delson Leão, perguntou o porquê de tanta demora, já que os parlamentares da Casa têm aprovado os aditivos solicitados pelo prefeito. “Nós até entendemos certos pontos que o seu Zé Dias e a secretária Joseane levantaram aqui, mas não podemos aceitar tais desculpas, porque desde o começo da gestão que esperamos ações da Prefeitura e o prefeito parece que não está atento as cobranças da população. É preciso mais trabalho e pouca falação”, cobra o parlamentar.

Valorização do trabalho dos agentes de trânsito
Em audiência pública, realizada ontem,27, com dirigentes das entidades representativas dos agentes de trânsito, o presidente da Comissão de Turismo e Desporto (CTD), deputado Valadares Filho (PSB-), destacou que o trabalho dos agentes de trânsito está diretamente relacionado com a melhoria da qualidade de vida nas cidades.

Segurança
Valadares Filho destacou a importância do trabalho dos agentes de trânsito para melhoria da mobilidade urbana, para o bom atendimento ao turista, para garantir a segurança do trânsito. O parlamentar sergipano se colocou à disposição da categoria para fazer gestões junto aos Ministérios do Turismo e Esporte no sentido de viabilizar os treinamentos pleiteados pelos agentes.

PEC do ICMS sobre comércio eletrônico
O deputado federal Márcio Macêdo será o relator da Proposta de Emenda à Constituição 197/2012, que muda as regras de recolhimento do ICMS nas operações de compra e venda realizadas pela internet. Com as alterações, a expectativa é que o imposto não fique apenas com o Estado que sedia a empresa, como acontece hoje, mas seja repartido com os Estados para onde os produtos são enviados.

Alterações
“Essa PEC tem uma importância muito grande. É parte da reforma tributária. Toda a tributação desse tipo de comercialização fica no Estado de origem, geralmente, nas regiões Sul e Sudeste, sobretudo em São Paulo, onde estão as matrizes das empresas. A minha intenção é fazer um grande entendimento nacional para que haja alteração no modelo de hoje. Não se pode ficar 100% dos impostos na origem. Isto deve ser dividido entre estado de origem e estados destinatários. É fundamental para o Nordeste e aí se inclui o meu Estado, Sergipe, que será beneficiado com a mudança na lei”, afirmou Márcio Macêdo.

Fábio Reis participa de reunião executiva do PMDB
Ontem, 27, o deputado federal Fábio Reis (PMDB) participou de reunião executiva do PMDB, a convite do presidente do partido, senador Valdir Raupp (PMDB-RO). Entre os assuntos tratados está a regularização de diretórios municipais e a campanha nacional de filiação ao partido.Para o parlamentar, a organização é positiva. “Quanto mais organizado estiver o partido, melhor para os integrantes e também para a sociedade, que verá com mais transparência o que acontece aqui dentro”, afirmou.

Campanha de filiação
Fábio também aprovou a iniciativa do presidente do partido de lançar, no próximo mês, uma campanha nacional de filiação. “Precisamos da participação de ainda mais homens, mulheres e jovens, estes últimos que são portadores de ideias frescas e revolucionárias”, completou.

Aseopp pede apoio de associações de prefeitos, Obras em SE
Uma reunião será realizada nos próximos dias em Aracaju com a participação de todos os prefeitos sergipanos. O objetivo é um levantamento das obras paralisadas em todo o Estado, para detectar quais são os problemas e procurar as soluções.

Associações
A ideia, levantada pela Associação Sergipana de Empresários de Obras Públicas e Privadas – ASEOPP, foi encampada pelo presidente da Associação dos Municípios da Barra do Cotinguiba e Vale do Japaratuba (AMBARCO), o prefeito de Socorro, Fábio Henrique e o presidente da Associação dos Municípios da Região Centro Sul de Sergipe (AMURCES), Antônio da Fonseca Dórea, o “Toinho” de Dorinha, na reunião-almoço da associação. Os dois presidentes levarão a proposta para  o presidente da Federação dos Municípios de Sergipe (FAMES) e prefeito de Monte Alegre, Antônio Rodrigues, o “Tonhão”.

Recursos
Na reunião, os dois presidentes de associações de prefeitos, Fábio Henrique e Toinho de Dorinha expuseram os problemas financeiros que passam as prefeituras, com a grande concentração de recursos pelo Governo Federal. “65% do que se arrecada no Brasil fica com o Governo Federal, os municípios, responsáveis por tudo ficam apenas com 13%”, criticou Fábio Henrique, lembrando da alta carga tributária.

Obras paralisadas
Na exposição, o presidente da Aseopp, Luciano Barreto, explicou que muitas obras são paralisadas por conta dos preços irreais. Ele avalia que cerca de 200 obras estão paralisadas em Sergipe, sejam em nível federal, estadual e municipal.

Preço justo
Luciano Barreto explicou aos presidentes das associações que Aseopp está na luta há quatro anos brigando pelo preço justo, obras concluída e sociedade atendida, e, através do grupo de trabalho com representantes de diversos órgãos, fez um modelo de licitação, já referendado pelo TCE, que encontra-se para avaliação da PGE. “Nossa intenção é que as obras tenham o preço justo, prazo cumprindo  e qualidade para atender a necessidade da população”, disse.

Encontro
Luciano disse que a Aseopp está à disposição das associações de prefeitos para marcar a reunião com todos para expor os problemas. A intenção é realizar um levantamento estatístico de todas as obras paralisadas para detectar os problemas e encontrar as soluções, até mesmo, através de ajuda técnica aos prefeitos.

Rogério quer levar sugestão da Aseopp para debate Câmara
Presente a reunião-almoço o deputado federal Rogério Carvalho, que é relator de propostas importantes como a MP do Mais Médicos disse que é relator também da Comissão Especial de Aprimoramento do Estado, das Instituições e da Democracia Brasileira, que também está preocupada com a necessidade de modernização do modelo de licitação das obras.

Requerimento
Rogério Carvalho disse que apresentará um requerimento para que a Aseopp possa apresentar para os deputados e os órgãos federais, a proposta de mudança na lei das licitações. Ele disse que o governo federal também não está satisfeito com o atual modelo e a paralisação de obras. “Obra paralisada prejudica todo mundo”, disse, afirmando que a Comissão está à disposição da Aseopp e dos prefeitos para que o debate seja ampliado para todo país.

Governo isenta produtores de farinha do ICMS
Atendendo a sugestão do deputado estadual Zezinho Guimarães (PMDB), o Governo do Estado, entrega nesta quinta-feira, aos produtores de mandioca de Sergipe, o Decreto de Isenção de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviço (ICMS) incidido sobre a farinha produzida por eles. A solenidade acontece, às 9 horas no Centro de Treinamento da Fetase.

Exemplos
Há cerca de três meses, a Assembleia Legislativa aprovou uma Indicação, de autoria do próprio deputado Zezinho Guimarães solicitando a isenção dos índices do ICMS, sob o argumento de que a farinha de mandioca é um dos  produtos da cesta básica. Além disso, usou como justificativa o fato de vários Estados, como São Paulo, Bahia e Alagoas, além do próprio governo federal, já terem procedido a isenção do ICMS sobre  o item.

Diploma de Honra ao Mérito do Conselho Regional de Psicologia
O vereador Max Prejuízo (PSB) participou na noite de ontem, 27,a comemoração pelo Dia do Psicólogo, ao mesmo tempo em que o Conselho Regional de Psicologia apresentou a sua nova sede à categoria.

Surpresa
Durante a comemoração, o parlamentar foi pego de surpresa ao ser convidado para descerrar a placa da nova sede e receber das mãos da presidente do Conselho, Edel Ferreira, o Diploma de Honra ao Mérito do Conselho Regional de Psicologia de Sergipe, em reconhecimento à sua parceria e à sua dedicação à causa da Psicologia como Ciência e Profissão de compromisso social e dos direitos humanos.

Reconhecimento
"Todos os anos escolhemos para essa graduação pessoas que contribuem com o trabalho e o reconhecimento da psicologia. Este ano, escolhemos Max Prejuízo, que além de psicólogo, como político abraçou nossa causa e tem lutado pelas causas da classe. Hoje comemoramos não só o Dia do Psicólogo, mas a vitória pela manutenção dos vetos ao Ato Médico e a aquisição de nossa sede", disse Edel.

Fertilizantes
A Petrobras tem investido alto em suas unidades de fertilizantes nitrogenados uma nova fábrica de sulfato de amônio em Sergipe, por exemplo, tem previsão para entrar em operação em novembro deste ano. A informação é do Jornal Valor Econômico.

Pensionistas
Os pensionistas assistidos pelo Sergipeprevidência com idade abaixo dos 64 anos, aniversariantes dos meses de janeiro e fevereiro que não atualizaram os seus dados cadastrais no Censo Previdenciário terão o benefício bloqueado caso não compareçam até a próxima sexta-feira, 30, para fazer o recadastramento. Para que o desbloqueio seja efetuado, é preciso que o beneficiário se dirija ao Sergipeprevidência com os documentos obrigatórios. Sendo assim, o benefício será liberado em até 72 horas após a sua regularização.

Comenda Sebrão Sobrinho
Na noite da  última segunda-feira, 26, foi realizada na Praça Etelvino Mendonça em Itabaiana, a entrega da Comenda Sebrão Sobrinho, que é uma realização da secretaria de Cultura. A cerimônia contou com a presença do prefeito Valmir de Francisquinho, da vice-prefeita Lourdinha Machado, do presidente da Câmara de Vereadores, Zé Roberto Imperador, além dos deputados estaduais Pastor Antônio e Maria Mendonça, bem como outros vereadores e diversos secretários municipais.

Memória
“Quem não tem memória, não consegue construir um futuro melhor.Portanto, quem não valoriza as pessoas que fazem ou fizeram algo importante, não garante bons exemplos para os nossos jovens. Entendo que a comenda tem essa função: mostrar aos mais novos ao menos uma pequena parte da história de vida de pessoas que fizeram história com seus atos e gestos em Itabaiana”, avaliou o prefeito Valmir de Francisquinho.

TV Record faz matérias em Canindé
Uma equipe da Rede Record de Televisão está desde a sexta-feira, 23, na Cidade de Canindé de São Francisco produzindo cinco matérias para serem exibidas durante o "Jornal da Record". No comendo da equipe está o Jornalista Rodrigo Vianna.Segundo as informações passadas pelo jornalista, Canindé será destaque no jornalismo nacional, possivelmente durante a segunda quinzena do mês de setembro.

Vida
Serão abordados os temas; a vida em torno do rio. Que mostrará a vida dos pescadores que vivem as margens do São Francisco e as novas alternativas. Outra falará do Cânion, que mostrará a o trabalho da hidrelétrica de Xingó e os vestígios arqueológicos que foram descobertos depois da construção da obra. A história do Cangaço não ficou de fora. O Rodrigo mostrará o papel do rio na rota do cangaço. Ele fez toda a trilha, indo ate o local, Angicos, onde foram mortos os cangaceiros. Como a cidade tem projetos de sucesso em irrigação, outra matéria apresentará propriedades que recebem o beneficio e propriedades que ainda aguardam a chegada da água encanada. Por último vão ser mostradas as tradições culturais do município.

Beleza
Ainda segundo o Rodrigo Vianna, ele que já percorreu muitos países pelo mundo e conhece bastante as regiões brasileiras, o complexo turístico de Canindé de São Francisco é um dos dois lugares mais belos que ele já esteve. Outra região seria o Estado do Pará.Você que saber um pouco mais sobre o trabalho do repórter? Acesse o Blog www.escrevinhador.com.br  e ficará por dentro de tudo o que ele escreve. Vale buscar a leitura de um dos melhores e mais importantes jornalistas brasileiros.

Pirambu: toda prefeitura mobilizada para conter avanço do mar
Por determinação do prefeito, Élio Martins, todo secretariado do município de Pirambu, está empenhado em busca de alternativas para conter o avanço do mar sobre as casas e ruas que vêm sendo atingidas pelas águas devido a mudança das correntes marinha, na orla da cidade.

Defesa Civil
Ontem, 27, os secretários de Governo e Coordenador da Defesa Civil, Carlos Amaral, o de Agricultura e Coordenador Técnico da Defesa Civil, André Maciel e o secretário de Administração, Jíceno Menezes, se reuniram com o comando da Defesa Civil do Estado  em busca de alternativas.

Recursos
Demonstrando preocupação com o avanço do mar, o prefeito Élio Martins (PSC), esteve na semana passada no Ministério da Integração Nacional, tratando do assunto e em busca de recursos para que seja feito o projeto de contenção e ao mesmo tempo evitar o processo de erosão que avança sobre as casas e ruas.

Monitoramento
Na reunião a Defesa Civil Estadual orientou a Defesa Civil local que fosse feito o acompanhamento constante da movimentação das águas, por meio de relatórios que serão encaminhados posteriormente à Defesa Civil Estadual, para num futuro próximo, diante do agravamento da situação possa ser decretado estado de emergência, encaminhando ao Governo do Estado para elaboração do decreto a nível estadual.

Barcos
Uma outra preocupação do prefeito Elinho, e que o processo de erosão venha mais uma vez impossibilitar a saída e entrada dos barcos de pesca onde os pescadores já estão se mobilizando em busca de outros portos para a comercialização do pescado (peixe e camarão) uma das principais fontes de renda do município.

Famílias atingidas
– O fechamento da barra devido o processo de erosão impedindo a entrada e saída dos barcos de pesca trará grandes prejuízos para o município e para a comunidade local que depende única e exclusivamente da venda do pescado e também por ser uma das fontes de renda do município -, observou o prefeito, ressaltando que, caso o processo avance serão atingidas cerca de 1.500 famílias, entre pescadores e marisqueiras, que sobrevivem diretamente do pescado.

Pagamento
O Governo de Sergipe comunica que, no mês de agosto de 2013, a folha de pagamento dos servidores e dos aposentados será creditada no Banese a partir desta quinta-feira, 29. Sendo assim, receberão nessa data os trabalhadores da Educação. Por sua vez, os servidores das demais secretarias e órgãos da administração direta receberão na sexta-feira, dia 30. No sábado, dia 31, será a vez dos aposentados, pensionistas e servidores das autarquias, das fundações e os que recebem pelo Fundo Estadual de Saúde.

São Cristovão:Rivanda já pagou 1 milhão e 200 mil de salários atrasados
Segundo dados da secretaria Municipal de Fazenda, em São Cristóvão, de março até a presente data já foram sacados da receita liquida do município aproximadamente R$ 1,2 milhão. A conta está destinada ao pagamento do salário de dezembro e 13º dos servidores municipais em todas as secretarias, órgãos da administração direta, indireta e autarquias.
“Liquidamos as quatro primeiras parcelas e ainda faltam mais quatro, justamente quem recebe mais de um salário mínimo”, diz Sandro Zuzarte, secretário de Finanças.

Prefeitura de Capela regulariza situação junto ao CAUC
A Prefeitura Municipal de Capela já conta com todos os seus requisitos fiscais regularizados no Cadastro Único de Convênio (CAUC). Só assim, a administração do prefeito Ezequiel Leite passará, finalmente, a poder firmar convênios e receber benefícios dos governos federal e estadual, bancos federais, correios, etc.

Solução
A questão foi completamente solucionada na segunda-feira, 26. Até a semana anterior os requisitos fiscais apresentavam inadimplência pela ausência da prestação de contas por parte da antiga gestão, quanto da aplicação dos recursos conveniados. Só de INSS a dívida chegou a R$ 27 milhões.O site da prefeitura já havia divulgado que dos 14 requisitos fiscais que compõem o CAUC, Capela possuía 11 irregulares.

Carmópolis: falta de remédios e atendimento precário no hospital
O vereador Décio Neto voltou a cobrar da Prefeitura de Carmópolis, durante sessão na tarde de hoje, providências para o descaso na saúde pública municipal. Os problemas vão desde a falta de remédios, demissões e abandono do hospital. De acordo com o vereador, até remédios simples como dipirona e buscopan estão em falta. "Infelizmente o povo está sendo esquecido pela Prefeitura. É inadmissível que a população mais carente continue sofrendo na porta do hospital sem atendimento digno", afirmou.

Gratificação
De acordo com Décio, a situação da saúde piorou com o corte na gratificação dos médicos e a exoneração de dois profissionais contratados. “As pessoas que trabalham nas unidades de saúde não tem culpa pela ingerência da Prefeitura. São abnegados que procuram dar o melhor, mesmo sem ter estrutura para trabalhar. Tenho recebido queixas até da alimentação que é fornecida no hospital, resumida a frango e salsicha”.

Folha
Para solucionar o problema da falta de médicos, Décio sugeriu que a Prefeitura enxugue a folha. "Ao invés de demitir dois médicos, porque a Prefeitura não exonera os secretários adjuntos, que na grande maioria são pessoas de Aracaju que não tem compromisso com o nosso povo? No lugar dos adjuntos seria muito mais útil contratar mais médicos. Para quê 20 secretários e 10 adjuntos? São essas coisas que precisam ser mostradas à população", observou o vereador.

Atrativos turísticos rurais sergipanos são divulgados na PB
Um grupo formado por empresários sergipanos e técnicos do Sebrae participa até a sexta-feira, 30, da 9ª Feira Regional de Turismo Rural (Ruraltur),em Campina Grande (PB). Eles pretendem divulgar durante o evento os principais produtos e roteiros do turismo rural e ecoturismo do Estado, como o Parque dos Falcões, em Itabaiana, o Eco Parque Lagoa Grande, localizado em Pirambu, e o Apiário Mimo do Céu, em Nossa Senhora das Dores.Na Feira, os sergipanos buscam estabelecer novos contatos comerciais com agências de turismo de todo o Nordeste para incluir esses locais nos pacotes comercializados pelas empresas.

Apresentação ILBJ
Os jovens da Oficina de Teatro do Instituto Luciano Barreto Júnior (ILBJ), responsabilidade social da Construtora Celi, realizaram uma apresentação na abertura do ‘Curso de Estratégias de Intervenção para Casos de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher’ organizado pelo Tribunal de Justiça, através da Coordenadoria da Mulher. A peça encena a história de uma família que é atormentada pelas diferentes formas de violência doméstica. Flávio Henrique, Aline Nascimento, Alex Moura e Lindiane Andrade formam o elenco que é dirigido pelo educador Douglas Dias.

Conjuntos Musicais do Passado
Com o objetivo de rememorar os áureos tempos da Jovem Guarda e dos Hits Internacionais, o projeto visa fazer um registro para ficar para posteridade através de filmagem para o Programa Entre Amigos e consequentemente disponibilizando-o no You tube. A estréia será dia 31, próximo sábado, com Os Átomos de Propriá, dia 08 de setembro será a vez dos Vikings e dia 28/09 teremos Os Comanches… seguindo com diversos outros conjuntos. Todos eles terão a apresentação do grande entusiasta da época o radialista/apresentador Gilvan Fontes.Todos os Saraus serão abertos por Djalma, Medeiros e Cléber. Ingressos disponíveis para venda no Restaurante Nacib no Shopping Riomar 2º piso. Contatos com Ludwig Oliveira (79) 9977-3304. Colaboradores: Postos Presidente, Gleides Festas, Nova Schin, Sergipe Eventos, Toldos Deda, Vange Produções e Blog do Cláudio Nunes.

Agenda
28 DE AGOSTO – Hoje é o dia NACIONAL DO VOLUNTARIADO e do AVICULTOR. O STF retoma o julgamento dos recursos do mensalão. O ministro da Saúde, Alexandre Padilha afirma que médicos estrangeiros não precisam ter vergonha de não saber português. Jornal russo informa que Cuba não quis receber Snowden. Companhia aérea LAN entra na Justiça contra despejo de aeroporto em Buenos Aires. Carnaval em agosto anima as ruas de Londres. OSX, de Eike Batista, vai pagar 300 milhões de reais a empresa espanhola. Justiça paranaense censura o jornal Gazeta do Povo, impedindo que publique reportagens sobre o presidente do Tribunal de Justiça.

Curtas
JORNALISTA SE ARREPENDE DE COMPARAR MÉDICAS CUBANAS A DOMÉSTICAS. /// MANIFESTAÇÕES CONTRA MÉDICOS CUBANOS CAUSAM POLÊMICA NO PAÍS. /// ESTADOS UNIDOS E FRANÇA PRONTOS PARA ATACAR A SÍRIA. /// MINISTRA DO TSE QUER NOVO RELATOR PARA ANALISAR O PROCESSO DA REDE – NOVO PARTIDO DE MARINA SILVA. /// DILMA REBATE DIPLOMATA E AFIRMA: “EU ESTIVE NO DOI-CODI”.  /// POLÍCIA FEDERAL PODE INTIMAR CONVOCADOS PELA COMISSÃO DA VERDADE.

ESPORTE  – O  ESPAÇO DO ALCEU –  por Alceu Monteiro

Decisão polêmica
Conselho Gestor do Sergipe acaba de tomar uma decisão que é, no mínimo, polêmica. Atendendo à solicitação feita pelos jogadores e pelo treinador Givanildo Sales, os responsáveis pelo clube rubro resolveram optar por realizar sua próxima partida, já pela fase dos mata-mata, contra o Tiradentes do Ceará, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, na cidade alagoana de Arapiraca. É bem verdade que os atuais dirigentes do Mais Querido têm gerido o clube de forma positiva, tanto assim é que a equipe rubra conquistou o campeonato sergipano e realizou uma ótima campanha na fase preliminar da competição promovida pela CBF, liderando o seu grupo em quase toda a fase, vindo a perder, na reta final, duas partidas consecutivas, com o time superando todos os obstáculos e conseguindo vencer a cartada decisiva, oportunidade em que derrotou o seu concorrente direto, o Vitória da Conquista, dentro dos domínios do oponente, por 1 X 0. Prejudicado pela irresponsabilidade de torcedores que se comportaram indevidamente, o campeão estadual de 2013 perdeu o mando de campo da próxima partida, a ter lugar no próximo domingo. Assim, o Sergipe ficou impedido de jogar no Presidente Médici. Mas tinha à sua disposição o Francão, na cidade de Estância. Desportistas que foram verificar, in loco, as condições do Augusto Franco, na Cidade-Jardim, atestaram que, quanto ao gramado, se não está em boas condições, também não se apresenta impraticável para o futebol. Reunida ontem à tarde, a cúpula do Sergipe resolveu, atendendo a pedido do treinador e dos jogadores, levar o jogo diante do Tiradentes para a cidade de Arapiraca. Vale salientar que esse é um assunto que deveria, como o foi, ser resolvido “interna corporis”. Pode a decisão ser considerada equivocada, como ocorre com esta coluna. Mas ninguém discute a legitimidade da posição assumida pelos dirigentes rubros. Achamos equivocada porque o clube, no final das contas, acabou desprestigiando o seu maior patrimônio, que é sua torcida. Outros fatores foram considerados prioritários. Ficou claro que a decisão foi muito influenciada pela posição do correto técnico rubro, que já provou sua real capacidade em termos táticos/técnicos/motivacionais. Contudo, é bom lembrar que o tema é muito mais da alçada dos dirigentes. Aliás, isso não ocorre somente aqui. Mesmo grandes clubes brasileiros dobram-se a exigências feitas por seus treinadores. Imaginar que os torcedores alagoanos vão apoiar a equipe sergipana pode não corresponder à realidade. Assim como anunciar claramente que jogar no Fernando França era indispensável para a equipe, pois lá seria preparado um verdadeiro “caldeirão”, representou um erro, pois afinal o time armado por Givanildo Sales não precisaria de caldeirão algum para ganhar seus jogos, essa polêmica decisão também apresenta um flanco bastante vulnerável: os dirigentes não pensaram na torcida, cujo calor humano certamente estimularia a equipe em Estância. E tem mais: o estado do gramado não funciona como desculpa. Basta lembrar que o Sergipe não foi campeão atuando em tapetes. Muito pelo contrário, os estádios que lhe serviram de palco apresentaram, todos eles, deficiências no quesito qualidade do gramado. Mesmo assim, a torcida rubra deverá levar o seu apoio ao time de seu coração. Mas o número deles será, sem dúvida, bem menor em Arapiraca do que em Estância.

Memória do esporte
Silva Lima, emblemático personagem de nosso rádio esportivo, era, também, professor de inglês. Como os termos ingleses eram frequentes, na década de 50, ele não abria mão de utilizá-los, em suas narrações esportivas. Então, o desfile de vocábulos na língua inglesa tornava-se frequente: goal-keeper (goleiro), center-half (médio), linesman (bandeirinha), referee (árbitro), fullback (zagueiro) e catch-as-catch-can (luta livre) são alguns exemplos. Foi um dos primeiros e mais ouvidos narradores do rádio sergipano. Marcou época na Liberdade e na Difusora.

Jogo rápido
O presidente do STJD prevê pena grave para os clubes após a briga ocorrida em Brasília. /// Novo Beira-Rio terá shopping com lojas de até 650 metros quadrados. /// Marin se emociona e chora em velório do goleiro Gilmar. /// Hotéis sobem preços em até 500 por cento para a Copa do Mundo. /// Corintiano que foi preso em Oruro participa de briga no DF.

DO LEITOR

.”

Declarações de Robson Viana
Do leitor Saulo Lima: “Ao ouvir no rádio e depois ler na imprensa as declarações do Vereador Robson Viana, sobre a atitude de membros do PT de estarem traindo o governador em exercício Jackson Barreto e de ter se dirigido ao Secretário de Estado Chico Buchinho dizendo que este ganha sem trabalhar, fiquei pensando e cheguei a seguinte conclusão. O vereador Robson Viana é um dos parlamentares mais faltosos da Câmara de Aracaju, afirmo isso com convicção e baseado em dados da legislatura passada, ou seja, se tem alguém com experiência em ganhar remuneração sem trabalhar, esta pessoa é o parlamentar Viana. Sobre traição, outro requisito que compõe o currículo do jovem vereador, este na última eleição apesar de seu partido compor com o candidato do PSB, Valadares Filho, todos sabem que ele estava ao lado do então prefeito eleito João Alves Filho, digo isso porque participei da campanha de Valadares Filho e pude constatar a indignação do Senador Valadares quando visualizou propaganda de Viana e João Alves juntos. A psicologia explica estes fatos, e como hoje (ontem) é dia do psicólogo, fica a dica para que um profissional da área  faça a análise.”

PELO TWITTER

www.twitter.com/revinhogama Se a correria diária valesse a pena eu estaria magro e não pobre.

www.twitter.com/braynerr  Não imagine que as coisas estão tudo em ordem na política de Sergipe. Está começando a virar de ponta cabeça

www.twitter.com/alanbarretoso  Na guerra das informações, a opinião publica parece está simpática ao "Mais Médicos", ou seja, os críticos terão que rever seus conceitos!

www.twitter.com/esmeraldoleal  Para a elite brasileira – médico cubano ainda vai, mas médico negro, ai já é demais!

www.twitter.com/Jore_JCNB  "É difícil mas não impossível, quem sabe lutar pode ate apanhar mais nunca cair"

ARTIGO

A Polêmica em torno do mando de campo do CS Sergipe em Arapiraca  por Joseilton Nery Rocha

A respeito da decisão do CS Sergipe em mandar seu jogo contra o Tiradentes cearense, em Arapiraca, no próximo domingo, no primeiro jogo das oitavas de final da Série D do Brasileiro, teço algumas considerações, para apimentar mais ainda a gostosa polêmica.

Todos da imprensa e nós torcedores sabemos que jogar em casa com o apoio da torcida, não é certeza de vitória. Isso é muito relativo. Não precisamos ir longe: qual o resultado do CSS versus Botafogo/PB, com o mando de campo dos rubros? Qual o resultado de Conquista e CSS, tendo os baianos como mandantes? E um pouco distante: onde o Confiança, com o apoio de todos os torcedores sergipanos (de todos, repito), em 2008, perdeu a ascensão à Série C, naquela campanha "Vamos Subir Dragão"? Lembram-se? E o Flamengo, tido erroneamente como time de chegada, já perdeu inúmeros títulos e classificações em pleno Maraca, com toda a sua torcida. Lembram-se do gordinho Cabañas do América mexicano, Libertadores, em 2008; de Sandro Gaúcho, Dedimar e o nosso conhecido Péricles Chamusca do Santo André, Copa do Brasil, em 2004; do brasileiro, ex-colorado, Jair do Penãrol, Libertadores em 1982? Todos estes já fizeram o choro dos urubus em pleno Mário Filho!

Pensando numa renda maior, se a partida fosse em Estância, pelo lado econômico, é frágil a defesa. O aspecto financeiro agora não é prioridade. Prioridade é a busca pela classificação, pois o bônus, para o esquadrão rubro poderá vir logo a seguir e no próximo ano na Série C.

Entendo como visão muito pequena de todos os comentários contrários à decisão da Diretoria e Comissão Técnica rubras, a partir de apelo dos atletas, além de incoerentes, pois muitos criticavam o Francão, pelo estado do gramado. Imagine agora como se encontra a situação do estádio lá da terra de Gilberto Amado! Claro, para todos nós, seria bem mais conveniente economicamente e de fácil locomoção e acesso, o jogo em Estância. Porém compreendo a decisão adotada pelos rubros. E compreendo a posição contrária de parte da imprensa. O quanto é mais oneroso deslocar uma equipe e seus instrumentos, pela logística e dificuldades de patrocínio.

Contudo, agora, mais vale o bem maior do CSS e do futebol sergipano. E, creio, merece um pouco mais de sacrifício de todos nós. Sou Tricolor da Riberinha, mas na torcida pelo Gipão rumo à Série C. Eu também acredito! Pronto para roer o resto das unhas que ficaram do domingo que passou.

PARA REFLEXÃO E DEBATE

Conselho da Comunidade Penal. Quando o governo estadual faz a sua parte

O leitor diário deste espaço já percebeu que quase que semanalmente são publicadas notas e artigos sobre a necessidade de ajudar o Conselho da Comunidade na Execução Penal de Sergipe (CCEP/SE), que realiza cursos com egressos do sistema penal e necessita de apoio logistico, como vale transporte, cestas básicas, entre outros. A abnegação dos membros, em especial do presidente, José Raimundo de Sousa, merece não só reconhecimento, mas o apoio de quem pode ajudar.

Exemplo que deu certo – O blog publica hoje a história do Conselho da Comunidade Penal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Lá o governo estadual vem realizando parcerias, sejas com trabalhadores e principalmente ajudando na reinserção dos presos, através de quase todas secretarias, através das terceirizadas.  Lá a reincidência caiu para 4%, uma média alta se comparada com outros Estados, onde a média é de 80%.

Histórico Conselho da Comunidade de Campo Grande – MS

O Desafio

Trabalhando dentro dos presídios, professor Benjamin Padoa e Nereu Rios conviveram durante muitos anos com a dificuldade de reinserção dos internos na sociedade.  Mesmo já tendo cumprido a pena e pago pelo seu erro, não eram perdoados pela sociedade. De nada adiantavam as aulas e os cursos realizados na prisão.  A maioria acabava retornando ao mundo do crime, pois não lhes era concedida à oportunidade de encontrar emprego. A reincidência dos egressos chegava a 80%.  A grande questão era – como sustentar suas famílias, sem ter onde trabalhar?   Surge assim a CONVICÇÃO de que a melhor maneira de ajudar a pessoa que está saindo do regime fechado é inseri-lo no mercado de trabalho. É preciso um emprego para começar vida nova.

Foi preciso viajar e conhecer experiências de outros locais para implementar o Conselho. Em 1999, finalmente, o CCCG- Conselho da Comunidade da Comarca de Campo Grande – sai do papel e  começa suas atividades. A proposta foi inovadora desde sua criação. Poucos acreditavam na viabilidade de se colocar   ex-presidiários para trabalharem dentro de órgãos públicos. Foi necessário percorrer várias secretarias e instituições, convencendo as pessoas do papel social do Conselho.

O primeiro contrato foi firmado com o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul. O CCCG propõe assumir a responsabilidade da manutenção da limpeza e paisagismo do Parque dos Poderes. Foi o 1º desafio: dar oportunidade de trabalho remunerado com salário mínimo, alimentação, vale transporte e uniforme para 10(dez) egressos do regime fechado.

Os contratados podiam ser vistos varrendo, plantando, limpando os canteiros do Parque.  Ficaram conhecidos como integrantes do ELO, projeto que, na época, fazia a triagem dos reeducandos. Hoje, a seleção é feita pela AGEPEN – Agência Estadual  de Administração do Sistema Penitenciário de Campo Grande/MS, através do Patronato Penitenciário, com o qual o Conselho mantém um Termo de Cooperação Mútua, onde além da triagem, é oferecida assistência social, psicológica e jurídica.

Aos poucos, as resistências foram quebradas. O medo que autoridades e  funcionários tinham de serem assaltados pelos egressos, foi diminuindo. O resultado logo apareceu – constataram que os 10 trabalhadores faziam com perfeição o trabalho de 20, pelo custo de 5. Deu certo e logo foram contratados mais 10, mais 20, 30…

O segundo contrato firmado também foi entre o CCCG e o Governo do Estado. O desafio era transformar o Parque das Nações Indígenas, um “CARTÃO POSTAL” da Capital. O maior parque urbano do mundo, uma área de 119 hectares, estava abandonado. O mato tomava conta e  não  tinha  iluminação,  pois  os  cabos  tinham sido roubados. O Governo recuperou a estrutura básica e o Conselho, com 24 reeducandos – compreendendo porteiros, tratoristas, operador de maquinas e homens de limpeza – transformou o local.

Os 400 freqüentadores do 1º ano passaram a mais de 2000 nos anos seguintes.  Mais de 25.000 mil árvores foram plantadas no decorrer do tempo. Alamedas de pau-ferro, manduvi, tarumã, paineira, mogno, ipê branco, rosa, amarelo, foram criadas ao longo das pistas de caminhada. Um trabalho que ficará para as futuras gerações.

Cresce a credibilidade – Constatado o êxito do trabalho dos reeducandos nas primeiras experiências, o projeto deslanchou e outras instituições passaram a se interessar pelo trabalho do Conselho. Vários outros contratos foram sendo efetuados e se conseguiu inserir trabalhadores em diversos órgãos públicos, na manutenção da limpeza, paisagismo e até serviços internos como elétrica, hidráulica, marcenaria, alvenaria, encanadores, pintores. A Secretaria de Segurança Pública decidiu também estender os bons serviços ao corpo central de bombeiro da Capital.

O trabalho dos egressos chamou a atenção também de autoridades no âmbito federal. Assim o Conselho firmou contrato com a Diretoria da Embrapa para colocação de 20 trabalhadores da Colônia Penal Agrícola, com  transporte  garantido pela Embrapa, ficando sempre a disciplina sob responsabilidade de um agente da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário-AGEPEN.

Atualmente, empresas privadas também fazem parte da lista de parceiros. Um exemplo, é Imobiliária Monte Líbano que começou com oito trabalhadores reeducandos e, com apenas um  ano  de experiência, dobrou o número de pessoas em sua folha de trabalho. Um deles, depois de cumprir a pena, efetivou seu emprego e teve a sua carteira assinada.

No momento estão sendo atendidas 273 pessoas, através de parcerias com empresas particulares e órgãos estaduais, entre eles: Secretaria de Estado de Obras Públicas e de Transportes, Instituto de Meio Ambiente de MS,  Defensoria Pública, Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural, Agência Estadual de Imprensa Oficial de MS, Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública-Sejusp, Secretaria de Estado de Assistência Social, Cidadania e Trabalho/Procon, Fundação de Apoio Ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia, Fundação de Serviços de Saúde  de MS, Fundação Escola de Governo-Escola Gov, Empresa EPS Construções Civis-LTDA, Empresa Copremol Industria e Comercio de Premoldados-LTDA, Empresa Romero e Romero Projetos Sócios Ambientais-LTDA, Ordem dos Advogados do Brasil de MS, Empresa RHD Construções e Comercio-LTDA,  Empresa Armix Artefatos de Concretos-LTDA, Empresa VJ Veículos e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária-Embrapa. Um fator que merece comemoração é que muitos atendidos conseguiram efetivar seus empregos. A carteira assinada é uma grande conquista. Alguns postos de trabalho importantes. Pessoas ocupando cargos de confiança dentro do próprio governo e em empresas privadas. Mais um aprova que muitos só precisam de apoio para se recuperar. Neste ponto, a diretoria do Conselho acredita que é necessário trabalhar a sensibilização da sociedade, para de fato ressocializar o individuo.

Resultados Positivos – 10 Anos de trabalho – Hoje, 10 anos depois, são mais de 2.000 pessoas beneficiados com o trabalho do CCCG. Nesta caminhada, já se comprovou a redução do número de reincidência ao crime. Uma pesquisa realizada pela diretoria confirma que menos de 5% de quem está trabalhando nos projetos retornam às atividades ilícitas.
O Conselho de Campo Grande é único em atividade no Estado de Mato Grosso do Sul, e um dos poucos do país que consegue manter suas funções. Embora tenha sido criado em diversos locais, a maioria não saiu do papel e se encontra inativo.

Além de viabilizar a ressocialização e a inclusão, recuperando o indivíduo para o convívio social, o Projeto colabora com a redução de  despesas  do  Estado por ser o trabalho prisional isento das responsabilidades trabalhistas constantes na CLT. Se os trabalhos realizados pelos reeducandos fossem desenvolvidos por empresas particulares, os custos seriam bem maiores.  Nestes dez anos de funcionamento esta redução de despesas, facilmente comprovável, foi de mais de 10 milhões de reais.  Outro benefício é que os reeducandos do Projeto são beneficiados com redução de pena: um dia a menos de pena para cada três dias trabalhados.

Perfil dos atendidos – A maioria dos atendidos tem idade entre 20 e 35 anos e pouca escolaridade, com apenas o Ensino Fundamental. Com relação à profissão, a quase totalidade dos integrantes não tem nenhuma qualificação profissional e desenvolvem trabalhos de serviços gerais. Atua nas áreas de jardinagem, limpeza, portaria, motorista de trator, operador de máquina costal, viveiro de mudas, hidráulica, elétrica e marceneiro. O começo foi difícil também para os egressos, que não tinham disciplina adequada para o trabalho. Foi preciso paciência e treinamento até que eles moldassem o comportamento, desenvolvessem aptidão exigida para os diversos tipos de trabalho e senso de responsabilidade e disciplina.

Parceiros e colaboradores – A atual Diretoria do CCCG afirma que os resultados positivos são frutos do apoio do Governo do Estado de MS, que sempre acreditou e apoiou o projeto. O atual governador, André Puccinelli, é um grande incentivador. Foi ele que votou o CCCG como utilidade pública, quando era prefeito de Campo Grande/MS e hoje não mede esforços para apoiar o projeto. Outro fato importante é a colaboração efetiva de todos os membros natos do Conselho, ou seja, os Juízes, Promotores e Defensores, que realmente participam, opinam e acompanham o trabalho.  A eficiência e empenho do Conselho Fiscal que se reúne mensalmente para acompanhar a prestação de contas e garantir uma gestão transparente.

Termo de cooperação mutua – Com personalidade jurídica própria e gozando de total autonomia administrativa e financeira, O CCCG é valioso aliado da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário do Estado de Mato Grosso do Sul-AGEPEN-MS para alcançar os objetivos expostos. Para que a AGEPEN através de uma Unidade Assistencial Patronato Penitenciário de Campo Grande e o CCCG possam exercer este trabalho conjunto com a maior perfeição possível, e seguindo normas totalmente transparentes, foi assinado no dia 05 de maio de 2008 um termo de Cooperação Mútua especificando com muita nitidez a competência de ações de cada entidade com as obrigações de   cada parte, no sentido de ser alcançada a reintegração do reeducando egresso do Sistema Penitenciário ao convívio social. (Texto Luciene Bigattão/MS)

Blog no twitter:   www.twitter.com/BlogClaudioNun

Frases do Dia
“Labirinto sem saída, estação do fim da vida.”

“Sofrer é o menos… todos têm sua cruz ou seu cajado – — cruz de dor, ou cajado de dever…”

Do sergipano Hermes Fontes, poeta e compositor, nasceu em 28 de Agosto de 1888 em Boquim e morreu em 25 de dezembro de 1930.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários