Jackson, Mendonça e a lealdade

0

  “O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Engana-se quem pensa que o governador Jackson Barreto pensou em algum momento em exonerar o secretário da Segurança Pública, Mendonça Prado, para substituí-lo pelo coronel Yunes, atualmente exercendo o cargo de comandante da PMSE.

É certo que as expectativas das ações de Mendonça Prado à frente da SSP não são ainda as melhores. Pelo trânsito que tem (ou tinha) nas duas policiais, Mendonça Prado parecia que não encontraria boicotes (como sempre ocorre), porém ele encontrou e ainda encontra alguns poucos segmentos que não aceitam o comando que não seja de um membro da SSP. Por isso a todo o momento fala-se que ele será substituído por um delegado de carreira.

Esse remédio, de colocar um delegado de carreira da própria SSP, atacar apenas um lado, mas não acaba com a doença, pelo contrário, cria-se uma crosta com privilégios para quem faz parte do grupo. É sempre assim! Ninguém pense que vai conseguir unanimidade à frente da SSP. Ninguém conseguirá.  E tem que ceder. Por exemplo, tem duas delegacias que tem mais servidor do que…deixa prá lá…

E Jackson Barreto sabe disso. E por isso, ao contrário do que alguns pensam e até expõem publicamente, Jackson nunca pensou e pesou os dois nomes, Mendonça e Yunes na mesma balança.  Se tiver que alguém sair, por conta da atual crise de comando, Jackson não  vai vacilar em substituir o comando da PM.

E essa celeuma gerada na SSP não é apenas uma questão de autoridade. Passa também por uma questão de confiança.

E entre autoridade e ficar refém, Jackson optará pela lealdade já comprovada na prática.

Privatização estacionamento orla: Foi o governo, através da Emsetur que liberou
E apareceu o pai da feira no espaço privado da orla: foi o governo através da Emsetur (leia nota nesta edição).Uma autorização

Feira no estaxcionamento da orla, quando na mesma orla tem uma feira no espaço correto, o de eventos. 

 para uma empresa usando quase todo o estacionamento da orla (não foi 50% como diz a nota, foram 2/3). Um absurdo! Na nota diz que a empresa não cobra entrada. É claro, cobra uma nota pelos estandes. Governador vai tomar uma providência ou não? A desculpa é que está divulgando a cultura local. E a feira montada no espaço de eventos correto não? Qual o motivo de outra feira no estacionamento público?  E a Expo Brasil já foi realizada em espaço privado. E qual o motivo para realizar agora num espaço público? Estranho, muito estranho!

Empresa “ganha” espaço público e cobra  muito caro
E mais: o blog foi informado que a campanha de combate a DST/Aids, queria uma banca no local e foi informado que custava muitos reais. É ou não é um caso de polícia? Tem ou não tem autoridade em Sergipe?

MPE vai tomar as providências. Blog não tem duvida da determinação de Rony Almeida.
O blog acredita que o procurador-geral do MPE, Rony Almeida, vai pedir que a promotoria do Patrimônio Público ou outra responsável, tome as devidas providências para acabar de uma vez com a privatização do espaço público na orla de Atalaia. É preciso que o MPE, com o apoio da Justiça, restabeleça o direito coletivo de usar o espaço público.

Transporte intermunicipal: mais um projeto contratado
No Diário Oficial de hoje, 26, foi publicado um edital para contratação de um projeto  do transporte intermunicipal. É a quarta ou quinta vez que o governo contrata um projeto para o Plano Diretor do Transporte Intermunicipal, desde o governo Déda, quando tinha a secretaria de transportes. A verdade: todos jogam com a barriga, ninguém quer na prática acabar com o atual sistema, que é comandado por cooperativas sem licitação, ou seja, na ilegalidade.

Bancos da Praça Fausto Cardoso são retirados à noite
Atenção Prefeitura de Aracaju, responsáveis pelas praças. A foto ao lado é de um banco da praça Fausto Cardoso que amanhece

Banco da Praça Fausto Cardoso do outro lado, em frente a uma agência bancária.

 quase que todos os dias do outro lado, em frente aos bancos, neste caso, da Caixa. É assim com outros bancos que à noite são mudados da praça pelas profissionais do sexo que trabalham na área. Antes os bancos eram fixados no piso. É um problema fácil de resolver. Só precisa gestão.

Bancos ao redor dos lagos da orla também são retirados
E não é só na praça Fausto Cardoso, alguns bancos que ficam ao redor dos lagos da orla também estão sendo mudado à noite, por usuários de drogas. É fácil resolver o problema. Neste caso a responsabilidade é do governo do Estado.

Audiência da Operação Navalha acontece nesta terça em SE
Aldaci de Souza/Infonet: Está marcada para esta terça-feira, 26 a partir das 15h na 1ª Vara da Justiça Federal em Sergipe, audiência de instrução da Operação Navalha, desenvolvida pela Polícia Federal em 2007. O processo investiga os crimes de Peculato e Corrupção. São 12 acusados em Sergipe, sendo que o único a ter foro privilegiado é o prefeito de Aracaju, João Alves Filho (DEM). Serão ouvidos nesta audiência pela juíza  Federal Telma Maria Santos Machado, duas testemunhas de acusação: Adalberto Vasconcelos e Augusto César Lima dos Santos. Matéria completa:https://.infonet.com.br/politica/ler.asp?id=182187&pagina=1

Se PMSE abre mão de PAC após 20 anos, Guarda vai assumir.
Através de reunião agendada pelo vereador Jailton Santana, PSC, a secretaria municipal da Defesa Social, Georlize Teles, o diretor

Carro com gitoflex e na vaga da GMA. Descaracterizado: qual o motivo.

 da Guarda, Enilson Aragão e líderes comunitários do bairro América discutiram a instalação de um posto da Guarda no local que do atual PAC da PM que prestes a completar 20 anos vai ser fechado. Mendonça Prado ainda dá tempo de rever a situação. Determine a PM e ponto final.

Carro da Guarda Municipal descaracterizado? Pode?
E um leitor enviou a foto tirada no último sábado no mercado central de Aracaju onde um veículo com giroflex, placa QKT 4453, da Fiat, estava estacionado no local para veículos da Guarda Municipal de Aracaju. E pode? Carro descaracterizado?

Fora do AR. Rádio Jornal AM
Desde o último sábado, 23,  às sete horas da manhã,  que a histórica  Rádio Jornal  AM está  fora do AR. É  preciso que a gestão  da emissora  respeite a trajetória desta emissora, lembrando ainda que é uma concessão  pública,  portanto o público merece respeito.

Licitação lixo AJU: adiada mais uma vez. É preciso abrir mais o edital
E foi adiada pela segunda vez a abertura dos envelopes para da licitação da limpeza urbana em Aracaju. São ao todo seis lotes, cuja abertura ficou agora para o dia 23 de fevereiro.  Uma certeza: os adiamentos não são para beneficiar ninguém, pelo contrário é o correto zelo do secretário responsável, Eduardo Matos, um homem sério e que deseja toda transparência possível para o processo. E muita concorrência.

Um conselho: algumas exigências estão tirando empresas sergipanas
Um conselho Eduardo Matos, reduza o percentual de algumas exigências para abrir mais para as pequenas e médias empresas, como é a intenção do secretário. Por exemplo, no item de recolhimento de entulho está sendo exigido o percentual de 50% do serviço idêntico, quando a legislação diz que é até 50%.Ou seja, estão  exigindo no limite, quando poderia pedir de 20 a 30% dando condições para que todas as empresas sergipanas (uma dúzia) pudessem participar. Se estão com as exigências financeiras dentro do edital, o percentual do quantitativo não fará diferença.

Jackson Barreto é contra aumento das taxas de juros para empreendedores
O governador Jackson Barreto esteve reunido na tarde de ontem,25, na sede do Banco do Nordeste (BNB) em Fortaleza com o presidente da Instituição, Marcos Costa Holanda, para tratar da atuação do BNB no estado, do aumento das taxas de juros do FNE, de recursos disponíveis para serem investidos na economia sergipana e a atração de novos investimentos.

Investimentos
O Superintendente Estadual do Banco em Sergipe, Saumíneo Nascimento, acompanhou o governador Jackson Barreto na audiência e fez uma explanação da atuação do banco e das metas estabelecidas para os próximos anos. A Superintendência Estadual de Sergipe dispõe de R$ 655 milhões para investir nos diversos setores da economia sergipana, através do FNE – Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste. Só nas primeiras semanas de janeiro, o Banco já emprestou mais R$ 11 milhões em recursos do FNE.

Taxas de juros
As taxas de juros do FNE subiram agora em 2016 da faixa entre 7% a 12% ao ano conforme o montante, o porte e a natureza (setor/ ramo de atividade, industrial, rural, investimentos, giro, etc) da operação. Em dezembro de 2015, o governo federal aprovou a elevação dos juros do FNE para o patamar de 14%, taxa que está sendo praticada desde janeiro de 2016.

Contra o aumento
Sobre esse assunto, o governador Jackson Barreto entregou um ofício ao presidente do Banco do Nordeste criticando o aumento dos juros. O documento contém críticas não apenas ao aumento de juros, mas ao fato dele acontecer durante uma grave crise que vem gerando desemprego em todo país e retração da atividade econômica.

Aluga-se chácara para Carnaval de Neópolis
Aluga-se uma chácara para o Carnaval de Neópolis, localizada às margens do rio São Francisco.. Casa com três quartos, sendo um suíte. Contato: 98839- 5774.

Simuladores de direção: Caixa disponibiliza financiamento
Em 2016, a Caixa Econômica Federal vai disponibilizar R$ 500 milhões para a aquisição de simuladores de direção veicular. A medida tem como objetivo beneficiar Centros de Formação de Condutores de todo o país, que necessitam se adequar à nova exigência do Código de Trânsito Brasileiro.
BNDES
O equipamento pode ser financiado por meio do Cartão BNDES, em até 48 meses, ou por meio da linha CAIXA BCD (Bens de Consumo Duráveis), com juros a partir de 2,00% ao mês, financiando até 90% do valor em até 60 meses, incluído o prazo de carência, que pode chegar a seis meses.

Autoescolas
Segundo a superintendente nacional de Estratégia de Micro e Pequeno Empreendedorismo da CAIXA, Eugênia Regina de Melo, “o banco pretende estreitar ainda mais a parceria com as autoescolas de todo o Brasil, oferecendo as melhores condições de financiamento para que possam se estruturar e aproveitar a oportunidade para expandir seus negócios”.

Com frevo e folia, Galo do Augusto Franco sai no próximo sábado,30
Do alto dos seus quatro metros de altura, o Galo do Augusto Franco dá início, no próximo sábado, 30/1, a folia momesma. Ao resgatar a alegria dos antigos carnavais de rua, o Bloco Galo do Augusto Franco já se consagrou como o mais esperado da capital sergipana, e comemora seus sete anos prometendo contagiar os foliões com o balanço do frevo, a alegria dos bonecos gigantes, o gingado do axé e a irreverência da rainha Fabrícia.

Programação
A festa começa com uma grande matinê ao som de Cissy Freitas e Banda, até a chegada do Galo, que segue em cortejo pelas ruas do conjunto, acompanhado da rainha, dos bonecos gigantes, ao som do frevo contagiante da Orquestra do Rei e da Banda de Frevo a Ilha. Ao final do desfile, Gugu Brasil aguarda os foliões na Praça da Avenida Canal 5, ao lado do Colégio Petrônio Portela, conhecida nessa época como Praça do Galo. Para encerrar com chave de ouro, todo o gingado da banda Art Mania.

Alegria e segurança
O objetivo do bloco é proporcionar a todas as pessoas, seja adulto, idoso, criança, relembrar e reviver os antigos carnavais de rua, com muita alegria e segurança. A participação é livre, só cobramos aos foliões que venham munidos de muita animação e do espírito de paz. Então chame os amigos, a família, vista sua fantasia e venha cair na folia porque o Galo do Augusto Franco anuncia que é chegado o carnaval.

Alíquota IPVA subiu
Um leitor atento lembrou ontem que o problema do valor maior dos veículos em Sergipe passa pelo aumento da alíquota do IPVA que passou de 2% para 2,5% através de projeto aprovado pela Assembleia. “Por isso o valor mais caro. Não foi a valorização do carro, foi o imposto mais alto mesmo”, alertou.

PELO TWITTER

www.twitter.com/higorfb  Faça o certo, não o fácil.

www.twitter.com/oMarioSousa  Como é que vocês que têm insônia conseguem viver bem? Uma das piores coisas.

www.twitter.com/vieiramattoss  tenho pena do meu salário que fica mais curto, mas, tenho também pena dessas almas, desumanas que não olham o bem comum, oh DEUS!

www.twitter.com/JoseRaimundos  A violência e produzida pela falta de consciência de um povo.Mais tem jeito, só depende do homem.

www.twitter.com/emirsader  Determinação é tudo: 20 dias sem comer carne vermelha e pão e ja perdi metade da alegria de viver. (Anna Zappa)

NOTA DE ESCLARECIMENTO – EMSETUR

Em esclarecimento a notícia sob o título “Espaço público privatizado. E o direito coletivo?” publicada hoje, 25/01/2016, no blog do jornalista Cláudio Nunes, no portal Infonet, a Empresa Sergipana de Turismo tem a esclarecer:
1 – O evento “Feira de Verão – Expo Brasil”, organizado pela empresa Expo Brasil Pacto e Eventos de Alagoas, que ocupa cerca de 50% do estacionamento localizado na Passarela do Caranguejo, na Orla da Atalaia, teve autorização para funcionar concedida pela Empresa Sergipana de turismo, após consulta a  Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Aracaju, que não criou obstáculo a realização da mesma;
2) A referida feira está na sua terceira edição, é mais uma atração para os turistas que visitam Sergipe, que têm a oportunidade, também, de conhecer, entre os 60 estandes, a gastronomia e o artesanato regional;
3) A feira em questão, além de atrair turistas, garante a geração de empregos temporários para os sergipanos.
4) Por determinação da Emsetur, todas as feiras liberadas são gratuitas incluindo a Feira de Verão – Expo Brasil, atraindo e garantido o acesso irrestrito a todos os sergipanos e turistas;
5) Para funcionar no local, a empresa responsável pela feira tem que cumprir exigências quanto a manutenção e limpeza do local, obrigando-se a manter permanentemente equipe própria para tal fim;
6) Além disso, a empresa responsável pelo evento cumpriu as exigências legais para o funcionamento no período, inclusive com autorização da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de Sergipe.
7) Sendo assim, a Emsetur informa que não há cometimento de nenhuma ilegalidade quanto à cessão da área já que todos os trâmites foram seguidos e obedecidos.
Ressaltamos que durante todo o ano a Emsetur não libera a passarela do caranguejo para eventos  mas estamos na alta estação e as feiras realizadas se tornam atrativo turístico a mais para os frequentadores da "Orla mais bonita do Brasil

DO LEITOR

Vai ter Carnaval Sim

Por: Mariano Filomeno: Alguns prefeitos, assessores e bloguistas patrocinados, se anteciparam com notas e releases, informando que no respectivo município: “NÃO HAVERÁ CARNAVAL”.

Alardearam essa informação sob o argumento de que a decisão de não realizar a festividade momesca, se deu em razão da grave crise que afeta Estados e Municípios. E que o prefeito priorizou o pagamento dos servidores em dia, e o funcionamento dos serviços de saúde, educação e assistência social.

Bonito o texto, bela explicação, mas o que os gestores não informaram foi que a farra com o dinheiro público, que em muitos município servia para promover pessoalmente os gestores, foi suspensa em razão da resolução 280 do TCE/SE e do novo momento que o Tribunal de Contas de Sergipe está inspirando no comportamento dos gestores públicos.
Se essa consciência já chegou para alguns gestores, para outros não, então a sociedade deve continuar vigilante para impedir que os recursos públicos, oriundo de impostos que custam o nosso suor, sejam desperdiçados em nome da alegria e do lazer da população.
Mas podemos afirmar que: “VAI TER CARNAVAL SIM”.

Porque Sergipe sempre teve carnaval, mesmo antes de inventarem essas empresas de eventos que atuam nos municípios com notas-fiscais superfaturadas. E que coloca no palco da Folia de Momo bandas de axé music, de samba, e até de rock, que nada tem a ver com a festa momesca, sempre tivemos o nosso carnaval de rua com os calhambeques, com as marchinhas e com os meninos fantasiados com o vestido da mãe ou das irmãs, batendo em panelas velhas e cantando: “Sapo não lava o pé, não lava o pé porque não quer…” “Acorda Maria Bonita, acorda vem fazer o café, que o dia já vem raiando e a polícia já tá de pé…”, ou simplesmente: “Eu mato, eu mato. Quem robou minha cueca pra fazer pano de prato…”.

Sem esquecer o fabuloso “Baile dos Artistas” que parava a capital dos sergipanos para mostrar maravilhosas fantasias. Parece até que estou vendo Lisboa, Barrinhos, João Barreto neto e tantos outros que tornaram inesquecíveis as festas carnavalescas de Aracaju. Fantasia também se espalhavam pelos clubes do interior, Tobias Barreto se destacava e atraía foliões de todos os cantos e recantos de Sergipe.

A imagem que tenho nesse momento é a de seu Oscar (o negrinho da alma branca), e do nosso irreverente Hilton Lopes anunciando: “VAI TER CARNAVAL SIM”.

Na contra mão
E-mail recebido de um servidor: “Na estrutura administrativa do governo estadual, existe um órgão fiscalizador e arrecadador, que muitas das vezes não atende as suas metas e atribuições, justamente por ter uma grande carência de servidores. Tendo atualmente um dos melhores gestores à frente do órgão e com uma visão altamente profissional, vem tentando equacionar essas pendências. Com a fusão e ou extinção de alguns outros órgãos, convidaram servidores do próprio estado, para se somarem e juntos alavancar tais metas. Inclusive a diretoria, através do próprio site, reforçou o convite para qualquer servidor público com formação em diversas áreas, que por ventura tivesse interesse em ir para o órgão, seriam todos bem vindos, caso houvesse encaixamento. E, para os que se encaixassem, receberiam uma gratificação específica do órgão. De setembro para cá, alguns servidores aceitaram o convite e já estão trabalhando. Mesmo com  o autorizo do governador Jackson Barreto, para que esses servidores recebessem a referida gratificação, a SEPLAG, só lançou nos contra cheques daqueles servidores celetistas. Já os estatutários, até hoje não vem recebendo, porque auxiliares do secretário quer interpretar que por estarem enquadrados no PCCV, não teriam direito, mesmo com o AUTORIZO do Senhor Governador do estado. Mesmo sem terem feito uma consulta a PGE. Saliento que o recebimento da gratificação será somente enquanto os servidores cedidos estiverem à disposição do órgão, sem vinculo previdenciário. Ou seja, jamais será incorporado ou levado para a aposentadoria. Tal medida, além de desobediência ao próprio governador, está proporcionando o desestimulo e provocando a continuação da necessidade de novos colaboradores. O que a SEPLAG teria que fazer no mínimo como obrigação, ate para demonstrar a preocupação em cooperar com o incremento e uma maior agilidade do órgão irmão, buscar equacionar junto a Secretaria de Governo e a própria PGE, pois se trata de um órgão importante, pois o seu publico alvo, é bastante extenso, aonde tem que obedecer a prazos, visando atender as suas demandas. Para que os senhores tenham uma ideia da dimensão da importância deste órgão, cerca de 95% de todos os empreendimentos econômicos do estado, obrigatoriamente tem que ter documentação do órgão para poder operar, produzir impostos, gerar emprego. Num momento de grave crise por que passa o governo, sem condições de promover concurso público, inteligentemente esses gestores viram como solução o chamamento de servidores do próprio quadro do governo, para suprir essas demandas.”

Blog no twitter: https://.twitter.com/BlogClaudioNun

Frase do Dia
“A liberdade é como a própria vida: nasce e cresce na dor.” Graça Aranha, escritor e político brasileiro, morreu em 26 de Janeiro de 1931  (nasceu 21 de Junho de 1868).

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários