Jato?TCE pregão 23.Evento 25/26/27.Instalação estrutura 3 dias antes

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

E o Tribunal de Contas de Sergipe comemorará no fim deste mês os seus 50 anos com grande festa. Para isso publicou ontem, 10, no Diário Oficial um edital licitatório na modalidade de Pregão presencial 01/2020 para contratar empresa especializada na prestação de serviços para a realização da programação do evento comemorativo com toda infraestrutura, suporte e serviços especializados, fornecimento de bebidas e alimentos, conforme especificações mínimas e demais condições constantes do anexo I.

A data do pregão será no dia 23 de março às 9h (no edital publicado no Diário tem a data de 2019, conforme print ao lado. Um erro grave), na sala da CPL, na sede do TCE/SE. Com certeza uma ótima oportunidade para as empresas da área.

O problema maior, que chama a atenção, é o tempo curtíssimo. Aliás, tempo este que vai de encontro ao próprio edital do TCE/SE. O pregão será dia 23 com as empresas participantes tendo 3 (três) dias úteis para apresentação de recursos. Os eventos comemorativos serão nos dias 25, 26 e 27 de março e os serviços poderão ser iniciados três dias antes da data marcada para realização do evento, ou seja, montagem de toda infraestrutura (conforme print do edital).

Como? Se o edital é dia 23, os eventos 25, 26 e 27, três dias antes é quando mesmo? E o prazo para recursos? E o tempo para a empresa vencedora preparar tudo? Ou a empresa vai se preparar mesmo sem saber se venceu? É lógico que aqui ninguém vai duvidar da seriedade do edital até porque o TCE tem que dar exemplo para os gestores que ele mesmo pune. Ou não?
Será que alguém pode explicar este pregão a Jato para infraestrutura quase no outro dia ou até mesmo no dia dos lances?

O blog pede aos empresários da área que se puderem expliquem. A intenção do blog é que participem várias empresas já que é uma ótima oportunidade em tempo de crise.

Já no TCE, o blog ouviu ontem dois conselheiros que disseram que isso nunca aconteceu antes, que o ambiente interno está péssimo e muita gente está estarrecida. E que o assunto vai render e a presidência terá que se explicar perante a opinião pública.

Quatro coffee break para 500 pessoas e mais um coquetel para 350 pessoas No edital está clara a especificação de todos os doces, salgados e tortas que serão servidos. Tudo detalhadamente descrito, inclusive o tamanho e a quantidade. As bebidas são refrigerantes, sucos, café e água de coco. Para o coquetel está bem claro que são 2.800 salgados com alto padrão de qualidade, 700 mini comidinhas com alto padrão de qualidade, 1.400 doces com alto padrão de qualidade. A relação dos doces, salgados, tortas e mini comidinhas está no bem especificada de alta qualidade.

Móveis e computadores O edital é amplo. A empresa vencedora terá que dar suporte com computadores, etiquetas, leitores de código de barra para cadastrar os participantes. Com contratação de profissionais e recepcionistas. Terá também contratação de músico saxofonista profissional, com instrumento próprio, para execução do hino nacional na Cerimônia de abertura do Evento. E contração de músico ou grupo musical regional, com som próprio, para apresentação cultural no coquetel de abertura da Solenidade. Os móveis são detalhados com tamanho e cor: balções de madeira, cadeiras imbuia, tipo Tiffany; 5 cadeiras bistrô cristal; 10 (dez) Mesas Bistrô redonda, medindo 0,60cm de diâmetro, na cor marrom com pé torneado;01 (uma) Mesa Retangular de madeira, medindo aproximadamente 5,0 x 1,0m para servir coffee break; 01 (uma) Mesa Retangular de madeira, medindo aproximadamente 3,0 x 1,0m para servir coffee break; 06 (seis) Pufes em couro ou courvin, medindo 1,0x 1,0m; 04 (quatro) Poltronas com braço em couro preto e i) e 02 (dois) Tapetes sisal em cor clara, medindo 2,0 x 3,0 m.

Sobre os reajustes constantes nos estacionamentos dos shoppings em Aracaju: Tudo pode De um leitor atento: “Sobre o reajuste nos estacionamentos dos Shoppings: desde o início da cobrança – que não tem tanto tempo assim – o preço/hora cresceu 100%(de R$ 1,50 para R$ 3,00). TUDO PODE!”

Sobre as enchentes constantes no Bairro 13 de Julho De um jornalista atento: “Depois do novo calçadão da 13 de julho, onde foi aterrado cerca de 600 metros de cumprimento por mais de 100 de largura, o volume de água passou a ser bem maior, porque a água que batia antigamente no cais, com o aterro, boa parte entra pelo canal, aumentando o nível da água nas ruas.”

Atenção Edvaldo. Cadê a mobilidade no centro? Emsurb e SMTT são omissas com ambulantes que param suas bancas móveis atrapalhando o trânsito. As fotos acima foram enviadas por um leitor. Foi tiradas ontem, 10. Uma banca de frutas móvel na Rua Itabaianinha ao lado do semáforo em frente a sede dos Correios e outra na Rua São Cristóvão. Se mobilidade é isso imagine o que é a casa da Mãe Joana.

Filósofo Vladimir Safatle faz palestra na ADUFS Na próxima sexta-feira, dia 13/03, o filósofo e psicanalista Vladimir Safatle estará no auditório da Associação dos Docentes da Universidade Federal de Sergipe para o lançamento de seu mais recente livro e também a realização de uma palestra. Um dos principais teóricos da contemporaneidade no Brasil, com permanentes reflexões sobre assuntos que envolvem política, economia e sociedade, Safatle abordará, em sua exposição, o tema “O fascismo brasileiro e sua matriz econômica: necropolítica e neoliberalismo”, a partir das 19h30.

Livro Antes da palestra, Safatle, que é professor da Universidade de São Paulo, fará o lançamento de “Dar corpo ao impossível: o sentido da dialética a partir de Theodor Adorno”, obra publicada no ano passado. A participação de Vladimir Safatle marcará o encerramento da 1ª Jornada “Fascismos, Psicologia de Massas e Religião”, que visa discutir aspectos históricos e atuais da relação entre regimes autoritários e ideologias e pensamentos reacionários.

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

 

Sergipe Profundo – Dona Mazé e os seus delicados maracujás perruchos (cada vez mais raros). Texto e foto Antônio Samarone.

Marcelo Déda, Para Sempre em Nossa História Por Geraldo dos Correios: “Decorridos mais de

Geraldo, representando os Correios, e o ex-Governador, Marcelo Déda, em ato religioso de emancipação política de Sergipe

6 anos do seu falecimento, Marcelo Déda continua e, certamente, continuará sendo um dos políticos mais comentados pela imprensa e pelas pessoas nas rodas de bate-papo. O melhor orador da história deste país, foi também um grande estadista e idealizador de obras gigantes em Aracaju e em Sergipe. Um homem que influenciou, emocionou e conduziu uma legião de pessoas a fazer o bem, sem olhar a quem, pela via política e social. Subiu de andar, da terra para céu, cedo demais, mas com um legado que orgulha a todos nós, os sergipanos. Déda, esteja sempre ao lado de Deus, pois sua estrela está e estará sempre brilhando e compartilhada conosco.”                                                 

Carro abandonado na Avenida Coelho e Campos De um leitor: “Passando hoje cedo no inicio da avenida Coelho e Campos depois da rotatório da antiga estação de trem, fui fechado por outro carro e quase me bato num carro abandonado, a PMA fez a pavimentação e no local em que o carro está abandonado, nem colocou asfalto nem retirou o carro. Em outros locais de comércio, por exemplo, eles sabem multar e rebocar os carros que estão em local proibido. Deveria ter rebocado essa carro. Veja Foto em a seguir.”

 

 

Open Sertão de Polo aquático e maratona aquática acontecerá em Xingo nos dias 27 a 29 de março na represa em frente ao Karrancas. Provas de 500 1500 e 3000m.

PELO E-MAIL E FACEBOOK

OPINIÃO

Por que o mesmo grupo que está há mais de 20 anos no poder teme uma oposição de verdade na UFS? Denise Leal Albano*

Depois de declarar em uma entrevista recente que sequer teve oposição no último pleito para a Reitoria da Universidade Federal de Sergipe (UFS) e que acha isso um sinal positivo, o atual reitor da UFS e seu grupo persistem na empreitada de impor o seu sucessor a qualquer custo. Muito peculiar a percepção deles sobre democracia e grau de compromisso com as regras do jogo democrático.

Também encontramos nesta atual campanha eleitoral para a Reitoria os discursos daqueles que dizem defender uma universidade pública, gratuita, mas que nos últimos anos pouco se empenharam para exigir crescimento com maior qualidade no ensino e na pesquisa, para defender a inclusão sem paternalismo, para cobrar maior transparência na distribuição de bolsas e para exigir uma gestão mais eficiente e cuidadosa na utilização de recursos públicos.

Para eles, sempre é mais fácil denunciar contingenciamentos e cortes, quando, além disso, impõe-se a exigir maior zelo na aplicação das verbas dos contribuintes brasileiros.

Ou alguém acha normal que gestores em altos cargos na “REItoria” recebam bolsa produtividade CNPq? Isso nem é lícito e nem moral. Tal situação não irá persistir em uma gestão da nossa chapa RenasceUFS.

Como conceber que no setor de pessoal sejam constantes, ao longo de gestões que se sucedem, as reclamações de tratamento dispensado a servidores ativos e aposentados por quem ocupa postos de chefia, e nenhuma providência seja tomada? Isso não é tratamento humanizado, nem sequer pautado pelo decoro público e, podem confiar, não aceitaremos isso.

Como aceitar que o prédio cedido à UFS na Rua Lagarto esteja com elevado risco de desabamento e incêndio sem que nada seja feito e, mais grave, destinado irregularmente para servir de depósito, enquanto se inicia mais uma nova obra no campus de São Cristóvão? Isso não é gestão de qualidade e eficiente.

Nós da RenasceUFS temos um plano de gestão baseado em um diagnóstico sério, realista e consequente. Nosso compromisso é com a defesa e reerguimento da UFS. Não prestamos vassalagem partidária ou pessoal a quem quer que seja.

Nosso partido é a UFS. Queremos libertá-la desse estado de coisas, para que volte a ser o maior e mais querido patrimônio do povo sergipano.

Vambora? #Renasceufs – chapa 2.

* É doutora, professora de Direito da UFS há 24 anos, atual presidente do Núcleo Docente Estruturante do Departamento de Direito da UFS e candidata a reitora pela chapa RenasceUFS.

PELO TWITTER

www.twittter.com/ricardocorrea Bolsonaro diz que a eleição foi fraudada, que venceu no 1° turno e tem prova.

2 caminhos:

1) É verdade. Ele mostra provas, investiga-se e prende-se os responsáveis, inclusive no TSE, e faz-se nova eleição para todos os cargos.

2) É mentira e ele sofre processo de impeachment.

www.twittter.com/jgprates Depois do humorista para esconder o pibinho, agora a “fraude eleitoral” para esconder o crash da bolsa. Quantos dias Bolsonaro dura?

www.twittter.com/braynerr Bolsonaro volta a chafurdar com o processo eleitoral e denuncia fraude. Diz que foi eleito no primeiro turno. Se verdade, o jeito é anular o pleito.

www.twittter.com/GeorgMarques O recado de Bolsonaro a seguidores: se @jairbolsonaro pode dizer que o @STF_oficial e o @TSEjusbr cometeram crime e acobertaram uma fraude na última eleição, o que impede qualquer cidadão de dizer o mesmo? Se esses órgãos ñ servem p/ conter abusos presidenciais, melhor fechá-los?

www.twittter.com/LulaDias4 Eu não ia falar nada, mas é vdd
Apelo às ruas é mais um sinal de desespero de um presidente isolado.

Siga Blog Cláudio Nunes:

Instragram

 Facebook

 Twitter

Frase do Dia
“Que sorte para os ditadores que os homens não pensem.” Adolf Hitler.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários