JB dá sinais de cansaço, deixe Belivaldo assumir em janeiro

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Ontem, 27, o blog recebeu algumas ligações de aliados de Jackson criticando o artigo que poderia levar Mendonça Prado a ser o “plano B” do

governador devido ao desempenho fraco de Belivaldo.  Embora os aliados discordarem da análise um ponto é consenso: que o “Galeguinho” assuma o mais rápido possível o governo para que possar mostrar o estilo dele de governar.

Os sinais são claros que Jackson está cansado de governar. Quem convive diariamente com ele avalia que nunca o governador esteve tão indócil e reclamando de tudo e de todos.

Sem contar as reclamações da maioria do secretariado que não tem dinheiro nem para o custeio, mas convivem com Almeida Lima não só raspando todos os recursos, mas ligando para eles e dando ordens usando o nome do governador Jackson Barreto. Ou seja, Jackson é governador, mas não governa mais.

Se Jackson quer mesmo Belivaldo governador, dê a ele uma chance real de disputa. Renuncie no início de janeiro e dê o tempo necessário para Belivaldo fazer as mudanças necessárias para mostrar que, se eleito, o governo dele não será a continuidade do atual desastre administrativo.

Ou Jackson tem medo que Belivaldo, que nunca ficará refém de ninguém e cioso como sempre foi não aceitará as diabruras de Almeida Lima que estão levando o governo à bancarrota?

10 meses na saúde e promessas de Almeida Lima não saíram do papel Rasgando a história Jackson Barreto não passará para a história como um líder populista que surgiu das massas, mas como um líder populista que sucumbiu ao poder e, principalmente, foi refém do primo ao fim do governo. Almeida assumiu a pasta da saúde em janeiro e 10 meses depois nada fez. Reclama da falta de dinheiro quando ele disse que o problema era falta de gestão, ou seja, incompetência de Zezinho Sobral e Conceição Mendonça.

Almeida levará não só o governo à bancarrota, mas hospitais e terceirizadas  A situação de fim de ano para vários hospitais do interior é extremamente grave por conta do não repasse de verbas do governo estadual, leia-se o primeiro ministro Almeida Lima.

Embrapes Até empresas terceirizadas passam por sérios problemas. Terceirizados da Embrapes, que presta serviço a FHS estão sem receber os salários de outubro ainda e novembro já acaba esta semana. Até quando Jackson Barreto?

Bate boca entre Rogério e Jony Marcos Ontem, 27, o deputado Gilmar Carvalho, anunciou que  no último fim semana aconteceu uma forte discussão entre o presidente estadual do PT, Rogério Carvalho e o deputado federal do PRB, pastor Jony. O incidente aconteceu em Pedrinhas e Gilmar afirmou que Rogério disse ao pastor Jony que o PRB não participara da chapa majoritária liderada por Jackson Barreto. O PRB quer a vice para Heleno Silva, ou em caso de não candidatura de Jackson ao Senado, uma das vagas.

“PRB tem todo direito de pleitear” escreveu Mitidieri Ontem, 27, no início da noite Fábio Mitidieri postou no twitter: “Chapa majoritária não é lugar de marcar posição Só cabe quem tem densidade eleitoral e aceitação da sociedade. O PRB tem todo o direito de pleitear, pois é aliado antigo e está bem nas pesquisas. É hora de ter maturidade.”

Em nota, Rogério Carvalho desmente Gilmar Nota de Rogério: A informação de que Rogério Carvalho, na cidade de Pedrinhas teria discutido com o deputado federal Pastor Jony, e dito que o PRB não tem espaço na chapa majoritária não procede. Estive na cidade para as comemorações de emancipação política, encontrando o deputado, conversamos bastante e como já afirmei em emissoras de rádio, não só o PRB, mas todos os partidos da base, possuem os requesitos para chapa majoritária.

Não procede E conclui a nota de Rogério: "Há 13 anos marchamos juntos, o PT pleiteia vaga na chapa majoritária e cada partido do bloco no momento oportuno sentará para dialogar e expor os melhores nomes para o processo eleitoral.Diante dos fatos expostos, reafirmo que a informação não procede, a intriga ao nosso bloco não triunfará."   

A quem interessa a briga? Estranho, muito estranho essa briga surgir justamente contra Rogério que aparece na situação como o melhor nome colocado para o governo e o Senado. Será que querem afastá-lo da disputa do Senado com medo da concorrência? Esse é o verdadeiro fogo amigo partindo da principal liderança.                                                                                     

SMTT Aracaju é o retrato da atual administração: negligente e que não cumpre as leis  Incrivel como a SMTT de Aracaju só se preocupa em

Em cima negligência da SMTT com banca de frutas em vaga de idoso na Rua São Cristovão. Abaixo o medo da SMTT em multar em frente a SSP apesar das duas placas de proibido estacionar.

multar nos pontos que interessa a ela. As duas fotos ao lado são de ontem. A primeira mosta que uma banca de frutas se instalou numa vaga para idosos em pleno centro comercial, na Rua São Cristovão. A outra é na Praça Tobias Barreto onde tem duas placas de proibido estacionar mais a SMTT manda seus agentes passarem longe. A direção tem um medo mortal da SSP. São negligentes e omissos como a atual administração municipal.

Ainda sobre Aracaju. Deputado diz que dinheiro foi liberado e obra continua parada Pelas redes sociais ontem, 27, o deputado federal Valadares Filho, lembrou que tem o costume de destinar recursos para todos os municípios, independente de quem esteja à frente da prefeitura.

Obra paralisada “Com Aracaju não é diferente: consegui mais de 600 mil reais para a obra da Unidade Básica de Saúde Albano Franco no 17 de Março. Hoje fui visitar o bairro e me deparei com essa obra paralisada. Isso demonstra, infelizmente, a falta de cuidado da prefeitura de Aracaju com as pessoas mais carentes. Afinal, o dinheiro já foi liberado. Gravei um vídeo denunciando esse descaso. O que me tranquiliza é saber que o povo de Sergipe saberá dar a resposta em breve.”

Falta até água para os servidores beber na SEED Não se explica reformar o gabinete da SEED quando tem dias que falta até água para os servidores. Os telefones foram cortados por mais de uma vez, como ontem, 27, boa parte não funcionava. No gabinete tem quatro locados de luxo, sem a menor necessidade. Na SEED, apesar da crise não tem contenção de despesa…

Poço Verde: presidente da Câmara diz que definir limite de remanejamento é zelar pelos interesses do povo O presidente da Câmara Municipal de Poço Verde, Alexandre Dias, lembrou que orçamento to público deve ser tratado com muito zelo e responsabilidade, sobretudo, pelos membros do Poder Legislativo, que são legitimados pela sociedade para exercer diretamente a fiscalização nos procedimentos de utilização dos recursos públicos.

Percentuais já definidos Segundo ele, uma compreensão da sistemática do orçamento aponta de forma simples e clara que 25% são destinado aos gastos com a política pública de educação, 15% com a saúde, e, em média, 50% com folha de pagamento dos servidores, totalizando, por alto, a vinculação de 90% do orçamento. “Desse modo, em face da responsabilidade que a Câmara Municipal tem para com a sociedade, não podemos permitir remanejamento de recursos de forma desmotivada”, explica.

Sem embaraços para a administração Para Alexandre Dias, isso  de forma alguma significa criar embaraços à administração, tampouco, inviabilizar a prestação dos serviços públicos, os quais já possuem seus percentuais definidos no orçamento. “Definir limite de remanejamento, nesse sentido, é zelar pelos interesses do povo, e desde que seja de forma motivada e comprovada a necessidade, a Câmara de Vereadores estará sempre disponível para analisar e aprovar, no tempo oportuno, maior percentual, com eventual solicitação do Poder Executivo”, esclareceu.

Debate Fundeb Ciclo de Debates “A importância do FUNDEB no Desenvolvimento Regional”, com a presença da Senadora Fátima Bezerra do PT do Rio Grande do Norte, que acontecerá na próxima Quinta-Feira -30/11, a partir das 14:00h na Assembleia Legislativa de Sergipe, na Av. Ivo do Prado, centro de Aracaju.

Debate Fundeb II Segundo o presidente do PT de Aracaju, Jeferson Lima, o  Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) será tema de um ciclo de debates nas cinco regiões do país promovido pela Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR). “Será um momento importante para debater todas as etapas e modalidades da educação básica e a continuidade do Fundeb”, explicou.

Qualidade dos serviços nas delegacias cada vez mais deficitária Além da falta de pessoal outro problema em várias delegacias para a péssima qualidade dos serviços e a estrutura deficitária. Falta de tudo, inclusive uma Internet de ponta para que o novo modelo de BO, advindo da Secretaria Nacional de Segurança Pública-  chamado "PPE ", seja implementado de verdade. Ao invés de melhorar a qualidade fizeram uma portatia determinando que os policiais não tenham acesso a páginas diferentes do Expresso ou PPE, mas só para os pequenos, para os grandes continua a mesma história “… farinha pouca, meu pirão primeiro…”

Premiação A professora Marieta Barbosa, secretária de Educação do município de Nossa Senhora do Socorro, vai receber o prêmio Educar-SE 2017, pelo trabalho de reorganização da educação naquela cidade. A festa da premiação vai acontecer dia 06 de dezembro, às 20h, no Zodíaco (Orla Pôr do Sol).

Entendimento O vereador Dr. Gonzaga (PMDB) fez um grande desabafo na sessão especial, realizada ontem, 17, na Câmara Municipal para debater a parceria com o Sistema Único de Saúde (SUS), com o objetivo de intermediar o impasse financeiro entre Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e os Hospitais Filantrópicos.

Problemática Em um depoimento bastante consciente, Dr. Gonzaga mais uma vez destacou a problemática da saúde pública de Aracaju, como fez na semana passada,  quando abordou os graves problemas que diz presenciar diariamente no Hospital João Alves, manifestando sua opinião contrária de se tirar a verba da saúde municipal para que o Estado a administre.

Mortes “O que sugeri, novamente, é que haja um entendimento entre as secretarias e os hospitais filantrópicos, de modo que a atenção seja voltada para o povo, que está morrendo diariamente nesses hospitais”, disse, indignado. “Eu praticamente vou todos os dias ao Hospital Cirurgia ou ao Huse, atendendo a chamados desesperados de familiares que estão com seus queridos abandonados nos corredores, aguardando um atendimento, a realização de um exame, uma internação ou até mesmo um simples medicamento”, lamentou.

Recursos Codevasf Cerca de 1500 produtores do Baixo São Francisco serão beneficiados com os investimentos das ordens de serviço a serem assinadas pelo presidente da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), Avelino Neiva, o superintendente regional César Mandarino e o responsável pela liberação das verbas, o líder no Congresso Nacional André Moura (PSC/SE). A solenidade ocorrerá na sexta-feira (01) às 17h, no auditório da Superintendência em Sergipe da Codevasf.

Organizações criminosas Na sexta-feira (24), a Academia de Polícia Civil de Sergipe (Acadepol) promoveu o 6º ciclo do projeto "Investigação Policial: Estudos de Caso". Com instruções conduzidas pelo delegado de polícia civil, Gilberto Guimarães, o foco temático desta edição do projeto foi a investigação de organizações criminosas, através da análise de casos de tráfico de drogas e roubo e furto qualificados.

Mais edições em 2018 Esta foi a última edição do projeto neste ano de 2017, mas no próximo ano, a Acadepol pretende dar continuidade já a partir do mês de fevereiro. “A intenção é que no ano de 2018 tenhamos dez edições do Ciclo de Estudos de Caso, entre fevereiro e novembro. Temos um carinho especial por este projeto, que foi uma idealização nossa, está direcionado à área temática de maior relevância para a polícia civil, que é a investigação criminal e tem sido muito bem aceito e bastante procurado pelos policiais civis”, afirmou João Batista Santos Júnior, diretor da Acadepol.

Sobrevivência política Como parte do sexto ciclo, excepcionalmente nesta edição, a Acadepol está oferecendo também o primeiro curso de Sobrevivência Policial, cuja aula inaugural, conduzida pelo agente de polícia e vice-diretor da Acadepol, Adriano Bandeira, ocorreu no turno da tarde desta sexta-feira (24). Dos 60 alunos inscritos, 55 estiveram presentes e vão seguir nas instruções práticas do curso de sobrevivência, que ocorrerão entre os dias 27 de novembro e 05 de dezembro.

Simpósio de Uro-oncologia Nos dias 24 e 25 de novembro, o urologista da clínica Onco Hematos, André Yoichi, participou do II Simpósio de Uro-oncologia da Bahia. O evento discutiu atualização em temas das doenças oncológicas da urologia – rim, bexiga e próstata.

Simpósio de Uro-oncologia II De acordo com o urologista, por conta do Novembro Azul e por ser o câncer com a segunda maior incidência no homem atrás apenas do câncer de pele, o tema mais discutido foi o câncer de próstata. "Foram apresentados os últimos avanços em relação ao auxílio no diagnóstico e tratamento desta doença. Mostrando a realidade no mundo, no Brasil e na Bahia. Um tema bastante discutido foi em relação as vantagens das técnicas minimamente invasivas de cirurgia para o câncer de próstata que são as técnicas vídeo laparoscópica e a robótica em relação a cirurgia tradicional", informou.

Projeto de tecnologia do Banese é premiado durante o 10º e-CIO O Banco do Estado de Sergipe (Banese) foi uma das empresas premiadas pela Associação dos Gestores de Tecnologia da Informação (TI) do Estado de Sergipe durante o 10º Encontro da organização, o 10º e-CIO, realizado no final da semana passada em Aracaju. O Banese ganhou o prêmio de Melhor Projeto de Tecnologia de 2017 pela implantação, em suas agências, de mais de 50 caixas eletrônicos recicladores, equipamentos de última geração que permitem que o cliente realize depósitos em dinheiro sem envelope, com crédito imediato na conta, e que o dinheiro dos depósitos seja reaproveitado para saques.

Tecnologia Os caixas eletrônicos recicladores do Banese dispõem ainda de tecnologia capaz de reconhecer cédulas e identificar notas verdadeiras e falsas. Os equipamentos, segundo o gerente de Projetos da Área de Governança de Tecnologia da Informação do Banese, Leonardo Magalhães, além dos benefícios para os clientes, trazem melhoria operacional para o banco.

Sem recolhimento envelopes “O mesmo dinheiro depositado é reaproveitado na máquina e pode ser sacado por outros clientes. Isso evita que os coordenadores das agências precisem realizar suprimentos de numerário com frequência e também não se faz mais necessário o recolhimento de envelopes, conferência do dinheiro depositado e posterior depósito manual, uma vez que a máquina já realizou todo este trabalho”, explica o gerente.

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018                                                                                                                                             

As duas realidades na Barra

Duas realidades na Barra dos Coqueiros Pelo Zap: Hoje na Barra dos Coqueiros existem duas realidades bem distintas, uma é um conto de fadas com o título de A Nova e Bela Barra, onde tudo parece perfeito, maquiada pra enganar os turistas e parte da sociedade, a outra é a realidade nua e crua de uma cidade completamente abandonada! As imagens falam por si!

PELO E-MAIL E FACEBOOK

Trilha Solidaria na Serra de Itabaiana Por. Nelio Miguel Jr

No dia de hoje, 26 de novembro de 2017, vivi umas das maiores emoções da minha vida, participei da Trilha Solidaria na Serra de Itabaiana, uma linda paisagem, um desafio a cada passo e no final um gostinho de missão cumprida, ai você acha que acabou? Como de costume o melhor sempre fica para o final, chegando ao parque dos Falcoes fiquei apaixonado pelos pássaros expostos:  Gavião, Falcão, Urubu, corujas etc.

Parque dos Falcões

Tive o prazer de conhecer a historia das aves expostas de forma linda encantadora, o guia Alexandre Correia, explicava com uma simplicidade tão grande, trazendo para nossa linguagem; dava para perceber o amor do guia quando ele interpretava cada ave, a cada gaiola um novo personagem. Percílio e Alexandre Correia são os idealizadores e juntos tornou esse sonho realidade para todos nos. Percílio um homem que é o ícone do parque, uma estrela que brilha por sua simplicidade e humildade, um homem tímido que parece falar a mesma linguagem que as aves.

Trilheiro de Rocha

A Trilha Solidaria foi organizada pelo Trilheiro de Rocha, com objetivo de arrecadar dinheiro para o parque e fazer um protesto contra os últimos fatos.

A organização chamava minha atenção, um evento que tinha mais 250 trilheiros que na maioria eram amadores e marinheiro de primeira de viagem, mas os organizadores Robson e Lucas pensaram em tudo, durante todo o evento tinha bombeiros civil auxiliando.

Segurança

Outro ponto que deixava cada participante feliz era a segurança que estava sendo feita pela PMSE, através da GTA e Getan não só no percurso como também em torno da Serra, era muito grande a presença da Policia Militar. Segundo Alexandre Correia o policiamento aumentou muito nos últimos dias e está  trazendo bastante tranquilidade para os turistas e para eles do parque dos falcões.

Convite:

Faça uma visita e conheça as belezas naturais da Serra de Itabaiana e finalize com os encantos do Parque dos Falcões Endereço: BR 235, s/n – Povoado Gandú II, Itabaiana – SE, 49500-000.Telefone: (79) 99885-2522

*Conselheiro Estadual de Juventude e
Membro do Conselho Nacional de Juventude.

ARTIGO 

A Saúde nas barras dos tribunais. Por Antônio Samarone

Na Idade Média a igreja tentou controlar a medicina, com efeitos negativos em seu desenvolvimento. A proibição das dissecações é um exemplo, que embotou a anatomia por séculos. Atualmente no Brasil, o controle passou para o mundo jurídico. A judicialização da medicina, em nome de um princípio, o “direito a saúde”, está navegando por mares desconhecidos.

A reforma sanitária brasileira estabeleceu o controle social da saúde, e criou os mecanismos: as conferências e os conselhos. As crises e as insuficiências seriam equacionadas com a participação da sociedade. A questão da saúde não suporta simplificações. O mundo jurídico supõe que criar ou obrigar o cumprimento de normas resolve a questão. Se um hospital não está funcionando, basta uma decisão judicial, com multas e ameaças de prisão para os gestores, que o hospital começará a funcionar. Se esse caminho funcionasse, as mazelas da saúde seriam resolvidas com algumas canetadas.

As contradições do SUS não são modificáveis pelos instrumentos jurídicos. Financiamento, gestão, regulação e modelo assistencial são decisões técnicas e políticas. A discussão precisa passar pelos usuários, movimentos sociais e profissionais da saúde pública, como prevê a Constituição.

Para que não haja mal-entendido, o mundo jurídico é parte da questão sanitária, não o interventor. O ministério público foi parceiro dos movimentos de reforma sanitária em vários momentos. Entretanto, o mal da saúde não responde ao remédio jurídico. Os que discordam, aponte-me um exemplo. A apatia e a descrença da sociedade são partes do problema. Contudo, sem o controle social da saúde, continuaremos na escuridão.

NOTA DE ESCLARECIMENTO – ASMP

A ASSOCIAÇÃO SERGIPANA DO MINISTÉRIO PÚBLICO (ASMP), entidade criada em 1943, que congrega os membros do Ministério Público de Sergipe, em exercício, em disponibilidade e aposentados, vem publicamente promover o devido ESCLARECIMENTO e externar irrestrito APOIO ao Promotor de Justiça Rogério Ferreira da Silva, em razão do Ato de Desagravo Público realizado no último dia 20 de novembro pela OAB-Seccional Sergipe, quando, na oportunidade, imputou, FALSAMENTE, ao citado Promotor de Justiça, a prática de violação de prerrogativas contra o advogado e promotor de justiça aposentado Alonso Gomes Campos Filho.

Inicialmente, forçoso registar a absoluta ilegalidade do ato de desagravo, visto que, embora possua previsão legal (Lei 8.906/94), a entidade classista da advocacia estranhamente não indicou, no mencionado ato, quais as prerrogativas teriam sido violadas pelo Promotor de Justiça Rogério Ferreira da Silva, contentando-se apenas em imputar de forma vaga e imprecisa a suposta e inverídica violação de prerrogativas.

Imperioso consignar que o Promotor de Justiça Rogério Ferreira da Silva, titular da 1ª Promotoria do Júri de Aracaju, atua há mais de 15 (quinze) anos no Tribunal no Júri, com notório e reconhecido destaque em diversos processos que apuraram crimes dolosos contra a vida, inclusive alguns com repercussão nacional, como, por exemplo, o crime que vitimou o promotor de justiça Valdir de Freitas Dantas, o processo que apurou a morte do então Deputado Estatual Joaldo Barbosa, a tentativa de homicídio contra o desembargador Luiz Mendonça, dentre tantos outros, sempre pautando seu mister com absoluto respeito ao ordenamento jurídico, às prerrogativas da defesa, buscando incessantemente e, com sucesso, a aplicação da lei e consequente condenação de diversos autores de crimes de homicídio.

No caso que ensejou o ilegítimo ato de desagravo, o Promotor de Justiça Rogério Ferreira da Silva ofertou denúncia por homicídio duplamente qualificado em face do autor delito que vitimou um delegado de polícia nesta Capital, crime este de notória repercussão, sendo que, logo em seguida, o advogado Alonso Gomes Campos Filho habilitou-se nos autos para atuar como assistente da acusação, com expressa anuência do Promotor de Justiça Rogério Ferreira da Silva.

Entretanto, frise-se, atuando na qualidade de assistente de acusação, e portanto agindo subsidiariamente ao Ministério Público, titular exclusivo da ação penal pública, a primeira medida proposta pelo advogado Alonso Gomes Campos Filho foi contrariar o rol de testemunhas apresentado pelo Promotor de Justiça. O segundo ato do Advogado foi tentar indicar testemunha ao processo à revelia do Titular da Ação Penal, tentando dessa forma invadir esfera de atribuição destinada, exclusivamente, ao Membro do Ministério Público. Por derradeiro, o advogado assistente tentou impedir que genitores e irmãs da vítima tivessem acesso ao processo, requerendo, inclusive, que fossem proibidos de permanecer na sala de audiência para presenciar a instrução processual, situação que teve oposição veemente do membro do MP.

Por fim, o Advogado da Assistente de Acusação tentou impedir que o Ministério Público levasse aos autos da ação penal elementos de prova esclarecedores da verdade real, sendo relevante consignar que o Advogado de Defesa do Acusado ratificou os requerimentos formulados pelo Ministério Público nesse sentido. Importa ainda esclarecer que a atuação do Promotor de Justiça Rogério Ferreira da Silva, além de ser pautada no estrito cumprimento da legislação Processual Penal, no curso do processo, promove requerimentos que necessitam ter outorga judicial para serem concretizados.

Dessarte, pelas razões suso escandidas, a Associação Sergipana do Ministério Público reitera a absoluta confiança no incessante e aguerrido trabalho desenvolvido pelo Promotor de Justiça Rogério Ferreira da Silva, sempre pautado na irrestrita obediência à legislação, ao tempo que REPUDIA o inverídico ato de desagravo já citado.

Esses são os esclarecimentos.

Aracaju, 27 de novembro de 2017.

A Diretoria

DO BLOG ESPAÇO MILITAR

ASSESSORIA JURÍDICA DA AMESE OFICIA COMANDANTE-GERAL DA PMSE SOLICITANDO QUE PMS EMPREGADOS NA OPERAÇÃO "FECHA QUARTEL" TENHAM DIREITO AO CRÉDITO REFEIÇÃO E ÁGUA MINERAL PARA DEMPENHO DAS SUAS FUNÇÕES.

Sempre preocupada com os direitos dos militares sergipanos, a AMESE, através da sua assessoria jurídica, na pessoal do Dr. Márlio Damasceno, oficiou na manhã desta segunda-feira, dia 27, o Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado de Sergipe, Coronel Macony Cabral, solicitando que policiais militares que estão sendo empregados nas operações "Fecha Quartel", recebam o devido e justo crédito refeição e água mineral às custas do Estado, para desempenharem suas funções.

No expediente encaminhado o Dr. Márlio destaca que há aproximadamente um mês, o Comando do Policiamento Militar da Capital (CPMC) vem realizando operações do tipo “Fecha Quartel”, empregando o efetivo do serviço administrativo no serviço operacional em turnos diversos dos que são empregados diariamente, sendo de amplo conhecimento que o turno administrativo na PMSE tem início às 07:00h e término às 13:00h. Nota-se que há amplas condições, neste horário, de o policial militar já sair para o expediente administrativo tendo realizado seu desjejum, assim como retorna para casa no horário mediano do almoço.

Destacou ainda no ofício o assessor jurídico da AMESE, que via de regra os serviços da operação “Fecha Quartel” têm início às 15-16:00h e término às 21-22:00h, obrigando o militar de polícia a dispender do seu soldo – há cinco anos congelado! -para realizar uma refeição ou lanche por volta das 19:00h (horário mediano em qualquer pessoa realiza seu jantar). Como se não bastasse tal fato, registre-se também, que nem água tem sido servida a quem realiza este serviço, a não ser que equipes do almoxarifado geral estejam sendo empregadas no evento, recebendo diversas denúncias na associação acerca dos fatos citados.

PELO TWITTER

www.twitter.com/Pontifex_pt (Papa Francisco) Há esperança inclusive para quem fez o mal. Jesus veio por isto: é possível reconciliar-se com

Deus e iniciar uma vida nova.

www.twitter.com/ThalesBrandao “O que importa é aquilo que você aprende depois de saber." – John Wooden.

www.twitter.com/jose_simao Temer:”Dr. Khalil, eu corro o risco de sofrer infarto?”. “O senhor não, mas a população brasileira, sim!”

www.twitter.com/bicalho1908 O Twitter não ficou menos atrativo após aumentar esses caracteres? Se a pessoa já te incomodava antes falando pouco, agora então é uma sessão de ignorar ignorar ignorar…

www.twitter.com/opedrocaruso Pegador de pipoca doce pra não sujar a mão no leite condensado. Essa geração só vai ter jeito quando  o merthiolate voltar a arder mesmo.

Cláudio Nunes no Face e no twitter:

https://www.facebook.com/blogclaudionunes/

Frase do Dia
“Quando os ventos de mudança sopram, umas pessoas levantam barreiras, outras constroem moinhos de vento.” Erico Verissimo, escritor brasileiro, morreu em 28 de Novembro de 1975 (n. 1905).

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais