João Alves é desmentido

0

O diretor de Operações e Serviços da Deso, Sílvio Múcio Farias, refuta as afirmações feitas pelo ex-governador João Alves Filho (DEM) de que deixou a estatal completamente saneada. “Isso não é verdade. Recebemos os sistemas Poxim, Cabrita, Ibura e São Francisco totalmente abandonados”, declara Sílvio. Por sua vez, o presidente da empresa, Max Montalvão, afirma que, além do estado do abandono como recebeu os sistemas de abastecimento de água e de esgotos, a atual diretoria da Deso encontrou, em janeiro de 2007, cerca de R$ 20 milhões em dívidas vencidas com fornecedores. “Por conta disso, o Balanço Financeiro de 2007 apresentou um prejuízo superior a R$ 3 milhões. Em 30 de abril de 2008, resgatamos a última parcela de dívida vencida e o Balanço já apresentou lucro”, revela Max.

Gripe suína

O secretário estadual da Saúde, Rogério Carvalho, concederá entrevista nesta quinta-feira para apresentar as medidas que o governo de Sergipe está adotando para garantir assistência a possíveis casos de gripe suína. A coletiva acontecerá no auditório da Secretaria da Saúde. Desde a última terça-feira, gestores do Estado e da Prefeitura de Aracaju vêm se reunindo para definir um plano de ação que inclui também ações de contenção.

Cotas polêmicas

A Câmara Federal aprovou cota de 10% para deficientes físicos em instituições públicas de ensino médio e superior. O texto vai agora ao Senado e aumentou a polêmica sobre o tema. Os senadores já discutem criar cotas de 50% nas universidades federais para negros, pobres e alunos da escola pública. Com as duas cotas, a reserva de vagas nas federais pode chegar a 60%. A regulamentação das cotas caberá ao governo.

Último dia

Muita gente ainda não entregou a declaração do imposto de renda, embora o prazo para isso termine hoje. A receita alerta que os contribuintes que não optarem por utilizar a internet devem observar o horário de expediente bancário (Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal) e dos Correios. São obrigadas a declarar as pessoas físicas que receberam, no ano passado, acima de R$ 16.473,72 em rendimentos tributáveis (que pagam impostos). Quem teve rendimentos não-tributáveis ou isentos de impostos acima de R$ 40 mil no ano passado também terá de acertar as contas com a Receita.

Anistia aprovada

E por falar em Receita Federal, o Senado aprovou ontem à noite o texto-base do projeto de lei oriundo da Medida Provisória 449/08, que concede anistia de multas, juros e outros encargos de dívidas de até R$ 10 mil de contribuintes com a Receita Federal. A MP também concede um novo parcelamento de débitos, inclusive para quem participou ou perdeu parcelamentos anteriores.

Preços caem

O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) registrou deflação de 0,15% em abril, após recuo de 0.14% no mês anterior. No ano, a queda é de 1,07%. Nos últimos 12 meses, o índice acumula alta de 5,38%. Os preços no atacado caíram 0,44% e no varejo subiram 0,58%.

Mais potássio

A produção de potássio da Vale na Unidade Operacional Taquari-Vassouras, em Sergipe, alcançou 186 mil toneladas no primeiro trimestre de 2009. O volume foi 12% superior à produção do primeiro trimestre de 2008, quando foram produzidas 166 mil toneladas. Em relação ao último trimestre do ano passado, o aumento foi de 83,5%. No último período do ano foram produzidas 102 mil toneladas em função de uma interrupção temporária em novembro. Devido à redução de estoques e à demanda sazonalmente maior por potássio no Brasil, a empresa está operando a plena capacidade.

Planos mais caros

Os usuários de planos de saúde que este ano mudam de faixa etária devem estar preparados para gastar bem mais do que o acréscimo proveniente pelo reajuste de 6,76%. O aumento entrará em vigor amanhã e será aplicado ao longo dos próximos 12 meses, observando-se a data de aniversário do contrato do beneficiário. Portanto, ao receber a fatura reajustada, o consumidor deve calcular com cuidado se efetivamente foram aplicados os acréscimos previstos. Em caso de dúvida, os usuários devem entrar em contato com a Agência Nacional de Saúde pelo site (www.ans.gov.br, em Fale Conosco).

Varejo pessimista

O empresário do comércio está menos otimista em relação ao faturamento e às vendas físicas (quantidade vendida) neste Dia das Mães em relação à igual data de 2008. Apesar de não terem uma opinião claramente definida para o faturamento na data de 2009, pois 32% dos entrevistados esperam queda, 34% estabilidade e 34% aumento, na perspectiva histórica, desde 2006, é a maior referência para o recuo (queda) esperado para o faturamento de um Dia das Mães.

Minha casa

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PC do B), assinará hoje o termo de adesão do município ao programa ‘Minha Casa, Minha Vida”, da Caixa Econômica Federal – financiadora das residências. Na ocasião, o prefeito vai explicar como funcionará o sistema de inscrição para as famílias interessadas nos imóveis. O cadastramento será feito pela Fundação Municipal do Trabalho e Renda (Fundat). Somente na Grande Aracaju, serão construídas 11.400 casas. O financiamento será facilitado, sobretudo, para famílias de baixa renda, que nunca tiveram a oportunidade de adquirir um imóvel.

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários