João Alves não fugirá da disputa

0

 

 

Os aliados mais próximos do ex-governador João Alves Filho (DEM) fazem questão de afirmar nos bastidores que ele já decidiu pela candidatura a prefeito de Aracaju. Nos almoços e conversas de bastidores os aliados dizem que João Alves não anunciou ainda para criar uma expectativa não só no eleitorado, mas também na aliança que apóia a candidatura de Edvaldo Nogueira à reeleição. “Dr. João não fugirá da disputa”, avisa um dos aliados mais próximos. Ontem, 15, ao ser recepcionado por dezenas de correligionários no aeroporto de Aracaju, quando questionado sobre a candidatura disse “que a decisão será tomada no momento oportuno”.

 

A entrevista coletiva concedida pelo ex-governador João Alves Filho, na semana passada, mostra bem como será a disputa este ano. João Alves foi aconselhado por um assessor a conceder a entrevista e não anunciar nada, agradecendo a todos pelas orações e a recuperação da esposa dele, a senadora Maria do Carmo, que continua em São Paulo esperando o momento certo de realizar uma cirurgia delicada. Essa expectativa sobre a candidatura dele deixa o nome de João Alves Filho constantemente na mídia e na boca do eleitorado aracajuano.

 

Com a confirmação da candidatura João Alves Filho mostra que está preocupado com o fortalecimento do DEM, principalmente em Aracaju, e mais do que isso, dá uma cartada decisiva para as eleições estaduais de 2010. João Alves mostra também que não está preocupado com a denúncia do MPF na Operação Navalha, onde é acusado de peculato e corrupção passiva. Mostra também que o problema de doença da senadora não é tão grave como alguns meios de comunicação divulgaram. Se fosse, João Alves abriria mão até mesmo da vida pública para cuidar da esposa.

 

João Alves Filho ganhando a eleição em Aracaju criará um novo ânimo para a oposição em todo Estado fazendo da capital sergipana uma trincheira de embate contra o governo do Estado. Perdendo provocará uma debandada geral e, certamente, não será candidato a nenhum cargo em 2010. Perder a eleição para Déda foi algo natural na política, mas perder a eleição para Edvaldo Nogueira será o fim para o ex-governador. A candidatura de João fará com que Marcelo Déda deixe o cargo de governador, literalmente de lado, e se dedique em tempo integral a pedir votos para o aliado Edvaldo Nogueira. Será uma espécie de “revanche” do pleito de 2006 e mais do que isso, será uma prévia para 2010. Déda suará a camisa como a eleição fosse a dele.

 

 Será ótima a candidatura de João Alves Filho. Dará um novo ânimo a disputa que até o momento está insossa e sem graça, já que o principal adversário do atual prefeito,  o senador Almeida Lima, terá problemas para explicar ao eleitorado que é oposição em Sergipe, mas em Brasília é Lula e o PT desde criancinha. Com Edvaldo, João e Almeida uma certeza: a eleição em Aracaju irá para o segundo turno.

 

Se eleito, João Alves voltara 30 anos depois

Um dado interessante: João Alves Filho ingressou na vida pública através do então governador José Rollemberg Leite como prefeito de Aracaju de 1975 a 1979. No período do regime militar, João Alves foi indicado por José Rollemberg, que por sua vez tinha sido indicado pelo presidente e general Ernesto Geisel.

 

Carro plotado do Estado na recepção a João

O blog tomou conhecimento que, na recepção a João Alves Filho, ontem no aeroporto, tinha carro do Estado, plotado, levando gente para a recepção. É mole? A candidatura de João Alves será boa para isso também. Se em 2006 era a melancia, onde vestiam a camisa verde, mas votaram no vermelho, em 2008, os alvistas que continuaram nos cargos comissionados no governo do Estado lançarão uma fruta. É só aguardar.

 

Tenente Alexandro Lino detido

O blog recebeu a informação que foi publicada no boletim interno da PM, ontem, 15, a detenção por 10 dias do Tenente Alexandro Lino. A detenção não foi pelo episódio dos últimos dias, onde ele é acusado de participar de uma reunião sobre as pichações em Aracaju, mas pela participação em emissoras de rádio há algumas semanas onde afrontou a hierarquia da Polícia Militar de Sergipe.

 

Branca de Neve caiu na pegadinha …

Foi hilário, mas como é se trata de um crime, deve ser apurado. Ontem, no programa de rádio apresentado por Gilmar Carvalho, Branca de Neve tentava negar a participação dele (e a voz na gravação) na reunião sobre as pichações em Aracaju contra Edvaldo Nogueira. Em dado momento ao debater com o ouvinte Marcos Benicio, Branca de Neve insinuou que o mesmo poderia ter participado da reunião. Então, Gilmar perguntou a Branca: Marcos Benicio estava na reunião? Ele rapidamente respondeu: não. Ou seja, assumiu a participação na reunião. Caiu na pegadinha e assumiu tudo…Não se faz mais Branca de Neve como no conto infantil…

 

Curso “intensivão” para novos pichadores

Bastou o senador Almeida Lima (PMDB), dizer ontem, 15, no programa de Fábio Henrique, que o ex-vereador Rosalvo Alexandre, é o “rei dos pichadores”, para “chover” telefonemas para o famoso “Bocão”. Amigos e até alguns desconhecidos ligaram para ele pedindo a inscrição no curso “intensivão” para pichadores. Este blog vai divulgar nos próximos dias o local do curso, dia e horário.

 

Sobre as pichações em Aracaju I

De um leitor: “Flagrados pelos tentáculos de Jackson Barreto dentro de suas próprias hostes, o que gerou uma gravação com detalhes de uma reunião, os seguidores do senador Almeida Lima amanheceram hoje, 15, tentando dar ares de normalidade às pichações contra o prefeito Edvaldo Nogueira. Antes desafiaram o deputado Jackson Barreto para provar que tal reunião teria existido. Depois passaram a negar, tendo um dos participantes, o tenente da PMSE Alexandro Lino chegado ao absurdo de dizer que a voz não era dele,que deve ter havido uma imitação de sua voz, dando ainda exemplo de vozes que saberia imitar. Diante de tamanha capacidade, é capaz do tenente Alexandro ter imitado a sua própria voz. Depois escalaram o ex-vereador Branca de Neve para defender a tal reunião e suas deliberações. Coitado de Branca de Neve! Sempre escalado para o trabalho rasteiro! Será que isso não é discriminação?”

 

Sobre as pichações em Aracaju I

Continua o leitor: “Mas, se tudo era normal e legal, qual a razão do coordenador da referida reunião, Marcélio Bom fim,em quase toda sua falação ter dado ares de clandestinidade? Qual a razão do tenente Lino ter dito que a PM poderia interferir e se isso ocorresse ele deveria ser chamado? Qual a razão do mesmo Marcélio pedir para que o nome do senador Almeida Lima não fosse citado sob qualquer hipótese? E que dizer quando o mesmo Marcélio disse que queria chegar em casa tranqüilo sabendo que todos fizeram o mesmo? Que operação de risco era essa? Era  uma guerra? Um assalto? Um crime de mando? Pois é. Com a democracia aí e tem gente desenvolvendo operações clandestinas nas madrugadas aracajuana. É Marcélio Bomfim, depois de décadas, colocando em prática o que aprendeu no intensivão que fez em Moscou na sua juventude. Que coisa fora de época não é mesmo?”

 

Lançada pré-candidatura de Almeida Lima

Ao participar ontem, 15, em Aracaju da inauguração da sede do Diretório do PMDB em Aracaju, o presidente do Senado, Garibalde Alves (PMDB-RN), lanço a candidatura do senador Almeida Lima a prefeito de Aracaju. A festa teve a presença ainda dos senadores Valdir Raupp, Wellington Salgado e Geraldo Mesquita, além dos deputados federais Wilson Santiago (PB) e Aníbal Gomes (CE).

 

PSC, PR e PTdo B: cadê a fidelidade partidária?

Um setor da imprensa, ligado a chamada máfia de Pirambu, insiste em lançar candidatos a prefeito de Aracaju, fazendo o papel de garoto de recado. Primeiro foi do PSC, que não vingou, nos próximos dias deve aparecer outro do bloco dos “três igual a um”, (PSC,PR e PTdoB) que fugindo as regras da fidelidade partidária é comandado em Sergipe pelo empresário Edvan Amorim. É por exemplo como este que o presidente do TSE, cobra fidelidade também dos partidos e não só dos políticos. Ontem, 15, o blog foi informado que o empresário Edvan Amorim foi à festa de Almeida Lima. Tudo por conta do projeto político de 2010 que cada um só pensa em seu “umbigo”. E viva os neo-aliados do governo estadual…

 

 

MP denuncia Regina Passos em Ribeiropolis

O promotor Eliseu Prado denunciou a ex-prefeita de Ribeiropolis, Regina Passos por improbidade administrativa porque a mesma, quando prefeita, não respeitou a ordem de classificação de um concurso público. O fato foi no final de 2004 quando Regina Passos estava deixando a prefeitura.

 

Nepotismo: cruzamento entre poderes

O blog recebeu uma denuncia de que para burlar o nepotismo, em alguns poderes estão fazendo o cruzamento entre parentes. Tudo está sendo checado, mas se for verdade este espaço publicará.

 

Cristinápolis: “você não lembrou de mim”

Durante a solenidade ontem, 16, de anúncio dos festejos juninos de Sergipe, em dado momento, o prefeito de Cristinápolis, Eliseu Santos, levantou o dedo e cobrou do governador dizendo que ele não tinha se lembrado do município. O governador respondeu de imediato: “Amigo, você se não lembrou de mim e eu não reclamei, agora porque não lembrei, você está reclamando, tenha calma”. Depois Déda mostrou que o governo ajudará os festejos juninos de Cristinápolis. No total, o Governo de Sergipe vai investir R$ 10.876.686,90, o dobro do ano passado, nos arraiás de 31 municípios sergipanos, sete deles como cidades-pólos: Aracaju, Areia Branca, Muribeca, Estância, Nossa Senhora do Socorro, Canindé do São Francisco e Itaporanga D´Ajuda.

 

Estância: oposição fecha chapa

Em Estância, está sendo formado um “chapão”, com 13 partidos para disputar a prefeitura contra o atual prefeito Ivan Leite, do PSDB. O “chapão” será encabeçado pelo candidato a prefeito o vereador José Magno (PPS), filho do ex-prefeito José Nelson, tendo como vice, o presidente da Câmara Filadélfio Alexandre, do PMDB. O outro candidato poderá ser, do PMN, Titó, neto do ex-prefeito Raimundo Souza.

 

Em Arauá, disputa interna no PSB

Em Arauá, duas mulheres aparecem bem nas pesquisas: Dona Ana, do PMDB e Laí do Hospital, do PSB. O problema é que dentro do PSB o ex-deputado Ilzo Silveira, que transferiu o título eleitoral de Itabaianinha para Arauá, deseja disputar o cargo. O impasse será resolvido pelas lideranças do partido.

 

Hoje tem Congresso do PSB

Nesta sexta-feira, 16, das 9hs às 13hs, será realizado o Congresso Estadual do Partido Socialista Brasileiro – PSB. O Congresso será realizado no Buffet San Diego e reunirá prefeitos, deputados e todas as lideranças do PSB em Sergipe.

 

Eduardo Abril será cidadão itabaianense

O radialista Eduardo Abril, natural de Santa Luzia do Itanhi, receberá em breve o título de cidadão itabaianense. O projeto foi aprovado por unanimidade na Câmara Municipal.

Mesmo com a disputa política acirrada naquele município, Abril conseguiu que todos os 10 vereadores votassem favorável a proposta apresentada pelo vereador de oposição a prefeita, Vado de Olimpio Grande. O radialista apresenta hoje um programa na FM Itabaiana de propriedade do deputado federal José Carlos Machado.

 

Abuso das companhias aéreas I

De um leitor: “Fiquei muito satisfeito ao voar esta semana de Brasília para Aracaju, via Salvador, em pleno dia útil, e constatar que o avião estava vazio. Explico: diante dos abusos que têm sido perpetrados pelas companhias aéreas contra os pobres passageiros (agora chamam de “clientes”), principalmente do Nordeste, parece que a reação silenciosa começa a ocorrer. E que abusos são esses? Vou destacar alguns deles:1. Os horários são definidos para otimizar a rentabilidade, obrigando os passageiros a sofrer com os tumultos dos aeroportos nos horários onde estão concentrados quase todos os vôos. No nosso caso, acordamos madrugada para voar e retornamos também na madrugada. Nós não temos escolha, mas e os turistas, por que se submeteriam a isso?’

 

Abuso das companhias aéreas II

Continua o leitor:2. A maior parte dos vôos se concentra em poucos aeroportos, que passaram a funcionar como grandes hubs, a exemplo de Brasília e Congonhas (depois Guarulhos), sem as mínimas condições para suportar tal intensidade de tráfego (o acidente da aeronave da TAM em Congonhas era totalmente previsível). Enquanto isso aeroportos como Galeão, Confins e Salvador ficam entregues às moscas. 3. Em momentos de caos, basta culpar os coitados dos controladores de vôos.4. Contam com dois grandes aliados, especialistas em negligência e colecionadores de acusações de corrupção: ANAC e INFRAERO.5. Para os “clientes” servem barra de cereal ou um sanduíche básico, acomodando-os em regime de confinamento (a proximidade dos assentos não permite qualquer manobra mais ousada como cruzar as pernas, usar um notebook ou ler um jornal). 6. Como se fosse pouco, a grande imprensa, patrocinada por seus fartos anúncios,comemora a competência dessas empresas com seus sucessivos recordes de lucros e idolatra os inventores desse fantástico “modelo de negócios”, falsamente batizado de “low cost, low fare” (o correto seria “low cost, low service”).

 

José Cardoso Nascimento Júnior: 1º reitor da UFS

De uma leitora: “Gostaria de fazer somente um comentário com relação “as homenagens da UFS”: em nenhum momento foi citada a figura do 1º Reitor da Universidade Federal de Sergipe, João Cardoso Nascimento Júnior, médico e professor, exemplo de pessoa íntegra no sentido mais amplo da palavra, um verdadeiro Magnífico Reitor (título este que poucos dos que ali passaram merecem ser chamados).

 

Sobre a “carreira jurídica”

De um leitor e advogado: “Sobre a mensagem enviada pela Defensora Emília Correa no último dia 15, devo dizer que fiquei decepcionado com a forma com que a mesma se referiu a tal “carreira jurídica”, dentro do serviço público. Aparentemente, a nobre Defensora vê seus colegas e demais membros das tais “carreiras jurídicas”, como um conjunto que só teria paralelo, talvez, no Olimpo. Nesta perspectiva, e só para exemplificar, uma Ação de Danos Morais teria infinitamente maior importância que o tratamento que um paciente com dengue recebe nos hospitais públicos, tratamento este que por vezes é a diferença entre a vida e a morte, e é realizado por profissionais da saúde que sequer possuem plano de carreira, recebem baixos salários e não tem a opção de fazer outros concursos, para cargos bem remunerados, como os de algumas “carreiras jurídicas”. No mais, Sergipe conta hoje com pelo menos quatro faculdades de Direito, que formam quase um “linha de produção de bacharéis”. Se faltam defensores, basta o Governo realizar concurso. Aposto que não faltarão candidatos”.

 

Vagas para defensores públicos

De uma leitora: “Não pude me conter ao ler as notas sobre a Defensoria Pública de Sergipe. Sei a necessidade urgente de defensores para a população pobre, acredito e respeito à Defensoria, mas me pergunto porque o Governador Marcelo Deda não nomeia os defensores concursados, aumenta o número de vagas para defensores, já que quem sofre é a população carente, são mães que vêem seus filhos passar fome, serem presos, mortos, sem direito a alguém para defende-los.  É humilhante! E sei que os defensores que lá trabalham dão seu sangue pela causa.  Gostaria de saber se existem tantos defensores concursados aguardando nomeação porque o Estado e a Defensoria ainda mantém em seus quadros defensores que não são concursados, que foram nomeados após 1988? Isso não é cargo em comissão? Porque em outras esferas, os funcionários comissionados foram exonerados por  não cumprir o que manda a lei, o  concurso público!  Mas o preço quem paga é o povo. É a justiça que se torna lenta. Processos que se arrastam. Será que minha dúvida será eterna?”

 

Lançamento da Revista do MPE

O Ministério Público do Estado de Sergipe lançará na próxima segunda-feira, 19, a Revista de nº 21 de 2007/2008.A solenidade de lançamento será no Auditório do Ministério Público, na sua Escola Superior. A Procuradora-Geral de Justiça Dra. Maria Cristina da Gama e Silva Foz Mendonça fará a abertura às 14:30hs.A nova edição dará continuidade à proposta da Revista de se configurar como um espaço de divulgação plural  da produção do saber jurídico, consciente da importância do sujeito. Esse exemplar ressaltará a memória do Promotor de Justiça Valdir de Freitas Dantas, homenagem aos 10 anos de sua morte. Dando continuidade à solenidade de lançamento, o Promotor de Justiça Dr. Deijaniro Jonas Filho homenageará o Promotor falecido..Para falar sobre “Combate à Improbidade” – Aspectos polêmicos da Lei 8429/92, foi convidado o Procurador de Justiça do Ministério Público da Bahia, Dr. Carlos Frederico Brito dos Santos será palestrante no evento.O exemplar de  nº21 da Revista do MP propiciará subsídios à atuação funcional e será instrumento de grande relevo para a difusão do conhecimento científico e técnico, tanto no âmbito do Ministério Público como entre diversos membros da comunidade jurídica.

 

Defesa de Mendonça Prado

De um leitor: “Sobre a lamúria do deputado Mendonça Prado em sua entrevista no programa de Gilmar Carvalho, um detalhe chamou a atenção: a defesa feroz que o ilustre deputado fez do sogro, o ex-governador João Alves Filho, enquanto que nenhuma palavra pronunciou em favor do cunhado, o empresário João Alves Neto. Será que o cunhado  é menos inocente que o sogro? Será que pelo fato de o sogro ter prestígio político e ser um provável candidato nas próximas eleições, merece uma defesa apaixonada, enquanto o cunhado, que não possui os mesmos predicados, não merece sequer uma palavrinha de defesa?”

 

Dividido, PT de Minas aprova aliança em Belo Horizonte

Deu na FSP, de hoje, 15: “Por três votos de diferença, o Diretório Estadual do PT de Minas Gerais aprovou a aliança em Belo Horizonte com o PSDB do governador Aécio Neves, confrontando a resolução da Executiva Nacional do PT que proíbe a coalizão com os tucanos. Se no PT-BH a aliança teve apoio de 85% dos filiados, o Diretório Estadual se dividiu sobre o acordo articulado pelo prefeito petista Fernando Pimentel: a aliança com o PSDB (com um nome do PSB a prefeito e um do PT a vice) teve 29 votos a favor, 26 contra e 3 abstenções”.

 

CUT realiza ato para marcar um ano da Operação Navalha I

Deu no Boletim da CUT: “CUT realiza ato público para marcar aniversário da Operação Navalha, nesta sexta, 16, com pizza cortada a navalha regada a vinho e doce de leite como sobremesa –  O povo sergipano ainda está de queixo caído com a onda de corrupção que foi revelada com a Operação Navalha realizada pela Polícia Federal, sob a supervisão do STJ. A “tampa do esgoto” foi levantada e o que apareceu foi uma verdadeira quadrilha formada por diversos membros encastelados nos poderes públicos. Uma gangue que tinha como objetivo saquear o patrimônio público de Sergipe, constituído com os impostos que todos nós pagamos. A “navalha” chega agora também ao ex-governador João Alves e mais dez aqui em Sergipe, incluindo o seu filho, o empresário João Alves Neto, o conselheiro do Tribunal de Contas do Estado – TCE – Flávio Conceição, o ex-deputado federal Ivan Paixão, estes últimos foram presos há um ano durante a operação que desbaratou o esquema de corrupção e fraude em licitações”.

 

 CUT realiza ato para marcar um ano da Operação Navalha II

Continua o boletim da CUT: “Quem trabalha duro para conseguir viver honestamente não quer ver mais esse escândalo virar pizza. Quer mais. Quer a apuração de todas as irregularidades e a garantia de que todos os envolvidos sejam punidos com rigor. Quer ainda a devolução imediata do dinheiro roubado dos cofres públicos. E principalmente, quer que os ladrões que ainda estão escondidos sejam encontrados e paguem pelo que fizeram. É por esta razão que a Central Única dos Trabalhadores – CUT está mais uma vez nas ruas dando continuidade ao movimento em defesa do patrimônio público. A CUT exige também do legislativo estadual a instalação da “CPI da Deso e do TCE”, que deve apurar as irregularidades nos contratos da Deso com empresa privadas, bem como o envolvimento de integrantes do TCE e de outras “autoridades” no esquema de corrupção. Cobra também a realização de uma auditoria (investigação) completa nas contas do Estado. Pela apuração das irregularidades. Pela punição dos corruptos. Pela devolução do dinheiro roubado do Estado”.

 

 

Estado vendendo segurança I

De um policial militar: “Gostaria de informar-lhe o que ouvi dizer ( porque é fato notório no âmbito da Corporação), que a PMSE escalou policiais militares no Forrozão da TV Sergipe, no âmbito interno. Esse evento é particular, e a promotora do evento está pagando aos Policiais que realizarem o citado policiamento: R$ 70,00 reais para os praças; R$ 300,00 reais para oficiais de execução e uma quantia não informada para aqueles que planejaram o policiamento particular ( Oficiais do CPMC do Quartel Geral); Isso é uma vergonha para o Estado de Sergipe. Quem pode pagar tem polícia e quem não pode… fica a ver navios.  A legislação é bem clara: Para tanto observe os dispositivo da Lei de Improbidade Administrativa ( Lei 8.429/92): Art. 1° Os atos de improbidade praticados por qualquer agente público, servidor ou não, contra a administração direta, indireta ou fundacional de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Municípios, de Território, de empresa incorporada ao patrimônio público ou de entidade para cuja criação ou custeio o erário haja concorrido ou concorra com mais de cinqüenta por cento do patrimônio ou da receita anual, serão punidos na forma desta lei”.

 

Estado vendendo segurança II

Continua o PM: “Art. 9° Constitui ato de improbidade administrativa importando enriquecimento ilícito auferir qualquer tipo de vantagem patrimonial indevida em razão do exercício de cargo, mandato, função, emprego ou atividade nas entidades mencionadas no art. 1° desta lei, e notadamente: IV – utilizar, em obra ou serviço particular, veículos, máquinas, equipamentos ou material de qualquer natureza, de propriedade ou à disposição de qualquer das entidades mencionadas no art. 1° desta lei, bem como o trabalho de servidores públicos, empregados ou terceiros contratados por essas entidades. Veja-se ainda o disposto no Código Penal: Corrupção passiva – Art. 317 – Solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem: Corrupção ativa – Art. 333 – Oferecer ou prometer vantagem indevida a funcionário público, para determiná-lo a praticar, omitir ou retardar ato de ofício. Espero que ao menos o Estado de Sergipe pare para analisar esses atos, sob esse aspecto, pois não podemos mais vender segurança pública ou, o que é pior, prestá-la com qualidade apenas para quem possa pagar”.

 

 

Agradecimento aos leitores

A todos os leitores que enviaram e-mails ontem, 15, pela passagem dos dois anos do blog, um especial agradecimento, na certeza que o espaço estará sempre aberto, debatendo o que acontece nos bastidores da política de Sergipe. Por conta do número grandes de e-mails recebidos ontem este jornalista pede a compreensão dos leitores. Todos serão respondidos.

 

Festas :“Chick D` Doer”

Locações de mesas, talheres, copos, richous, cascata de chocolate e outro artigos. Seu evento ficará muito mais chique. Chick D` Doer – Rua Nestor Sampaio, 431, sala 7, Bairro Luzia. Fone: 3217 – 6451.

 

Frase do Dia

“O artífice que ajuda a erguer um edifício não conhece o plano de conjunto do mesmo, ou não o teve debaixo dos olhos; o mesmo se dá com a posição do homem enquanto ele está ocupado a desenrolar um a um os dias e as horas da sua existência, em relação ao conjunto de sua vida e ao caráter total da mesma. É necessário que o indivíduo lance de vez em quando um olhar sobre o plano reduzido da sua vida.” Schopenhauer, filósofo.

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários