Jogo bruto

0

O rompimento político do governador Marcelo Déda (PT) com o grupo dos irmãos Amorim antecipou a guerra eleitoral, que normalmente só começava após as convenções partidárias de junho. Apeados do Executivo, os novos adversários do petista contam com o Legislativo para fustigar o ‘inimigo’. A primeira estocada foi a definição de um longo e desnecessário prazo para a escolha pelos deputados do novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. Este foi apenas o primeiro ataque contra a trincheira governista. Outros estão por vir, pois o jogo bruto da política, recheado de sofismas e frases de efeito, está apenas começando e promete se prolongar até as eleições de 2014. Quem viver verá.

Vão recorrer

A Celi e a FFB vão recorrer contra a decisão do ministro do Superior Tribunal de Justiça, Mauro Campbell Marques, de suspender a cessão de posse do Hotel Parque dos Coqueiros às duas construtoras. A informação foi dada ontem pelos empresários Luciano Barreto e Gustavo Barreto durante coletiva à imprensa. Os dois fizeram questão de explicar que o leilão do hotel arrematado por eles não têm nada a ver com a falência do empreendimento, detentor de uma dívida superior a R$ 250 milhões.

É puro fel

Os elogios feitos pelo deputado estadual Venâncio Fonseca (PP) ao reajuste salarial concedido aos servidores da Prefeitura de Aracaju desagradaram o líder do governo, deputado Francisco Gualberto (PT). Segundo o petista, o objetivo de Fonseca é tentar colocar o prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) contra o governador Marcelo Déda (PT). “É puro fel. É uma intenção clara de continuar nos atacando de forma inteligente”, reagiu Gualberto.

Levantou a bola

O deputado federal e prefeiturável Valadares Filho (PSB) fez discurso na Câmara para registrar os 90 anos do PC do B. Aproveitou para levantar a bola do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, seu aliado político. Valadares disse que a excelente administração do comunista contribuiu significativamente para que Aracaju seja considerada uma das cidades brasileiras que oferece melhor qualidade de vida à população.

Sem pressa

Só depois da Semana Santa é que o prefeito Edvaldo Nogueira anunciará os substitutos dos auxiliares Sílvio Santos (Saúde), Antônio Bittencourt (Educação), Jeferson Passos (Finanças), Lucimara Passos (Emsurb) e Antônio Samarone (SMTT). A exemplo de Fábio Mitidieti, que já deixou a Secretaria de Esportes e Lazer, os cinco vão “dar baixa na carteira” para disputar vagas na Câmara de Vereadores. Edvaldo aproveitará a Semana Santa para escolher sem pressa os novos auxiliares.

Olhar no passado

A CUT promove hoje um debate sobre os malefícios causados ao país pela ditadura militar. O palestrante será o advogado Carlos Augusto Marighella, filho do comunista Marighella, que foi morto à queima roupa pelos militares. O debate vai acontecer a partir das 15h, na Escola do Legislativo, localizada na Praça Fausto Cardoso. Antes, os presentes assistirão o documentário "Carlos Marighella – quem samba fica, quem não samba vai embora", do cineasta argentino Carlos Pronzato.

A casa caiu

A Polícia Federal apreendeu ontem em Sergipe uma quantidade de maconha suficiente para ‘endoidar’ um batalhão por vários dias. Foi nada menos do que uma tonelada de Cannabis sativa, que era transportada em um caminhão pela BR-101. O motorista do veículo, Marcos Candido de Gouvêa, não revelou a origem nem destino da droga. No ano passado, a Polícia Federal apreendeu em Sergipe 457 quilos de cocaína (sendo 67,5 quilos de crack), e 2,5 toneladas de maconha. É muito bagulho, sô!

Balaio de gato

O deputado estadual Augusto Bezerra (DEM) negou ter dito que conta com o apoio do senador Eduardo Amorim (PSC) na disputa pela Prefeitura de Socorro. O demista revelou que seu líder político é o ex-governador João Alves Filho, e em seu palanque também estarão a senadora Maria do Carmo, o deputado federal Mendonça Prado e o ex-deputado federal José Carlos Machado. “Não misturem as coisas, porque não sei trabalhar com balaio de gato”, reagiu Bezerra.

Grana preta

E aí, está sobrando mês no fim do dinheiro? Pois o blog tem a receita para você botar a mão numa grana preta. É só fazer um joguinho da Mega-Sena, que corre hoje e vai pagar a bolada de R$ 15 milhões a quem acertar as seis dezenas sorteadas. Com o prêmio é possível comprar, por exemplo, 600 carros populares ou ainda três mil motocicletas de 125cc. Os R$ 15 milhões renderiam também mais de R$ 87 mil por mês se fossem apenas aplicados na poupança. E então, vai perder essa chance de ouro?

Do baú político

Em 1997, dias antes de tomar posse como prefeito eleito de Aracaju, o advogado João Augusto Gama (PMDB) marcou para a Câmara de Vereadores o anúncio de seu secretariado. Plenário cheio de convidados e jornalistas, eis que o mestre de cerimônia ocupa o microfone para anunciar que a solenidade seria iniciada em alguns minutos. Em seguida, cumprimenta as autoridades presentes, elogia os políticos aliados de Gama e, para surpresa de todos, começa a citar os nomes dos futuros secretários. Atônito, o prefeito dirige-se apressadamente à mesa, toma a palavra e afirma que só lhe restava convidar os futuros secretários para sentarem ao seu lado, pois seus nomes já haviam sido anunciados pelo desastrado mestre de cerimônia.

Resumo dos jornais

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários