Legítimo “batom na cueca”

0

     O artigo de hoje já estava pronto, era sobre outro assunto, mas a pedidos de alguns leitores este espaço analisará outro ponto do envolvimento de políticos e autoridades em escândalos e desvio de recursos públicos. Ontem, no telejornal Bom Dia Brasil, da Rede Globo, ao ser questionado sobre o envolvimento de políticos e autoridades na Operação Navalha, com gravações, documentos e até fotos, o jornalista Alexandre Garcia foi criativo: “É o legítimo batom na cueca”. Ou seja, a prova está lá, a esposa está vendo, mas o marido jura de pés juntos que não sabe como aquela marca do batom foi parar ali. Alguns juram de pés juntos que nunca ouviram falar do tal Zuleido Veras. A julgar pelas entrevistas dos envolvidos e seus advogados, a Procuradora Geral a Polícia Federal, e, de quebra, a ministra do STJ, Eliane Calmon, estão delirando com a Operação Navalha. E o pior vem por aí. A Polícia Federal vem aos poucos liberando as gravações. Vão chegar a Sergipe nos próximos dias duas delas. Inclusive tem fotos do “Mexicano”.

 

   Mas o leitor não pode generalizar e ficar descrente com a classe política. Para não citar nomes locais, tem políticos da direita e da esquerda com muitos anos na vida pública que jamais tiveram seus nomes envolvidos em qualquer escândalo. Por exemplo: Marcos Maciel, o saudoso Aureliano Chaves, José Alencar, Jéferson Peres, Fernando Gabeira e Eduardo Suplicy.Nomes de vários partidos e com ideologias antagônicas.

  

  Conversando com alguns educadores e psicólogos nos últimos dias, sobre a raiz de tudo isso, grande parte entende que existe hoje um “mal-estar ético” servindo de exemplo para a juventude. Isso faz com que os jovens coloquem os políticos no mesmo saco. Esses jovens só seguirão o caminho correto se em casa, tiverem o retrato, digno através do pai ou da mãe, e vice-versa. Um jovem que cresce vendo o pai suando para educar ele e seus irmãos. Com o dinheiro contado, fazendo “das tripas, coração”, certamente valorizar a sua educação e agarrará com unhas e garras as oportunidades da vida. Esse retrato do pai ou da mãe será o espelho dele para toda vida. Dificilmente se desviará do caminho correto. Imagine, caro leitor, um jovem que cresce podendo tudo, sem limites. E o pior, tendo como retrato, problemas envolvendo alguém ligado diretamente a ele, como o pai ou a mãe. Que retrato nefasto, não?

 

  Desculpe, caro leitor. Hoje este jornalista se superou nos devaneios que a política propicia. Mas não pense que tudo está perdido. Vem mais surpresa da Operação Navalha a qualquer momento. A rede de entrega de propinas montada pelo “Mexicano”, ainda tem muito a ser divulgado pela frente. Devia se mudar o nome para “Operação Gilete”, porque vai cortar, ou melhor, vai denunciar, político de tudo que é lado.

 

Investigados citam 3 governadores do PT

Matéria da Folha de São Paulo desta quarta-feira,23: “Três governadores do PT são citados por integrantes da quadrilha investigada pela Operação Navalha. Wellington Dias (PI) é citado por um dos presos como participante de reuniões nas quais foram discutidas duas obras no Piauí cujas licitações teriam sido direcionadas para a Gautama, apontada como a cabeça do esquema.

Além de Dias, aparecem nas gravações telefônicas que fazem parte do inquérito sigiloso tocado pela Polícia Federal os governadores Jaques Wagner (BA), descrito em diálogos como conhecido de Zuleido Veras, dono da Gautama, e Marcelo Déda (SE), que teria recebido pleitos do esquema por meio do vice, Belivaldo Chagas (PSB). As menções aos três governadores são tratadas de forma lateral nos relatórios de inteligência da PF. Isso porque, apesar dos diálogos, a PF não reúne indícios de que os governadores participaram ou tiveram conhecimento de atitudes ilícitas.

A situação se iguala à de Teotonio Vilela Filho (PSDB-AL) -também citado, mas não incriminado diretamente pela PF-, mas difere da do governador do Maranhão, Jackson Lago (PDT), apontado pela PF como integrante do esquema”.

 

Investigados citam 3 governadores do PT II

Continua a matéria: “As citações a Wellington Dias são feitas pelo lobista da área de energia Sérgio Luiz Pompeu Sá, preso pela PF. O lobista diz, em conversa com uma funcionária da Gautama, ter se encontrado em 12 de julho de 2006 com Wellington para discutir uma obra do programa Luz para Todos que, segundo a PF, teve a licitação fraudada e superfaturamento de R$ 2 milhões. No mesmo dia, Sérgio conta ao dono da Gautama que se reuniu em Brasília com Wellington e com o então ministro Silas Rondeau (Minas e Energia). O lobista diz que combinou com o governador a execução de obra na BR-020 que seria direcionada para a Gautama e para sua empresa, a Engemix.”O Wellington Dias disse que quando assinar o convênio com a União, de delegação, aí ele se comprometeu, ele pessoalmente, ir no Lula e pedir para ser incluído no PPI (Projeto Piloto de Investimentos)”, diz o lobista Sérgio Sá na conversa”.  Sobre Marcelo Déda, os grampos trazem diálogos entre o vice-governador do Estado, Belivaldo Chagas, e o conselheiro do Tribunal de Contas de Sergipe Flávio Conceição de Oliveira Neto, também preso.”Em razão da troca de governo, Flávio Conceição passou a estreitar sua aproximação com o vice-governador, Belivaldo Chagas, a fim de obter vantagem para a organização criminosa”, diz o relatório.

 

 

Enquanto ninguém descobre quem é Milena! Essa é nitroglicerina

Enquanto não se descobre quem é Milena Santos de Andrade, empresa que recebeu R$ 3,3 milhões e vem sendo investigada pelo Sistema Nacional de Auditoria e o Departamento Nacional de Auditorias do SUS, a coluna solta mais uma bomba: num recente empreendimento lançado, onde o metro quadrado (pela qualidade do condomínio), um parlamentar de primeiro mandato, que teve uma votação surpreendente, comprou dois terrenos. Cada um valendo R$ 800 mil. Ou seja, a bagatela total foi de R$ 1,6 milhão.

 

 

Governador fala sobre a Operação Navalha

O governador Marcelo Déda (PT) disse que Operação Navalha acusou pessoas de todos os partidos e a Polícia Federal e a Justiça estão trabalhando com todos os instrumentos necessários. Déda entende que compete às autoridades colaborarem com as investigações, quando chamados e torcerem para que o sistema mude para que os recursos públicos sejam bem aplicados. Sobre os nomes acusados, Déda disse que não compete a ele opinar sobre os envolvidos e defende que a ação não seja politizada. Sobre a Gautama, Déda disse que se depender dele a construtora não faz obra nem em Sergipe, nem no Brasil.

 

MPF vai apresentar denúncia contra suspeitos presos

Após a coleta dos depoimentos das 48 pessoas suspeitas de participação no esquema de fraude de licitações, pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça), a tendência é que o procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, ofereça imediatamente denúncia contra os envolvidos na Operação Navalha, da Polícia Federal. A coleta dos depoimentos deve terminar na sexta-feira, segundo previsão do STJ. O procurador Antônio Fernando poderia pedir mais diligências -como operações de busca e apreensão e quebras de sigilos bancários, telefônicos ou fiscais-, mas deve apresentar a denúncia ao STJ dispensando a solicitação de novas investigações. Ontem, 22, a PF enviou para o STJ uma nova relação com nomes de 20 envolvidos no esquema, todos com direito ao fórum privilegiado.

 

Tentando explicar o inexplicável

Esta coluna vem recebendo diariamente e-mails comentando a posição de um “profissional” da imprensa (que tem uma coluna), que desde que surgiu a Operação Navalha, há uma semana, tenta explicar o inexplicável, que foi não tecer comentários sobre a operação da PF e não citar os nomes dos sergipanos envolvidos. Está claro que a repercussão negativa foi grande, porém este jornalista guardou os textos do “profissional” para comparar com outros fatos que vão ocorrer em breve. Com certeza, os outros fatos ele vai comentar.

 

Indigestão na próxima semana para algumas pessoas

Na próxima semana, algumas pessoas terão uma grave indigestão. Não será pela carne podre servida há poucos dias no Centro de Excelência do Atheneu Sergipense, mas por outra carne…

 

Relatório de inspeção do TC

Amanhã a coluna divulga dados interessantes sobre a inspeção do Tribunal de Contas nas denúncias formuladas no MP, pelo então presidente do órgão Carlos Alberto Souza, sobre possíveis irregularidades na compra de computadores e cabeamento na administração de Hidelgards Azevedo.

 

 Conexão com o leitor: descontos nas farmácias

De um leitor: “Ontem fui a uma farmácia Pague Menos e vi colado no balcão uma cópia de uma liminar que foi concedida por um Juiz do estado de Sergipe, impedindo a rede de dar mais de 15% de desconto em medicamentos. De cara achei um absurdo, pois comprei alguns remédios que somaram no total R$ 64,00, sendo que um deles, que custava R$ 46,00 poderia ter saído a R$ 27,60, mas me custou R$ 39,10. Sou da área de tecnologia, não entendo de direito, mas sinceramente não consigo entender como um juiz toma uma decisão, mesmo que temporária, que prejudique o consumidor dessa forma. É no mínimo estranho”.

Jackson volta a fazer duras criticas ao TC I

Em discurso ontem,22, na Câmara dos Deputados, Jackson Barreto lembrou que há cerca de quatro semanas, denunciou a estranha decisão do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe que impedia, por decisão do Pleno, que o Governador Marcelo Déda, por meio de uma auditoria, investigasse as denúncias contra a Deso, empresa de água e esgoto do nosso Estado, encarregada inclusive pelas obras de construção e duplicação da adutora do São Francisco que abastece nossa Capital e diversos municípios. “Hoje a população sergipana está vendo a navalha cortando em todas as direções, inclusive no próprio Tribunal de Contas. Imaginem que fui ameaçado de processo porque fiz a declaração de que o Tribunal de Contas de Sergipe era caso de polícia. A mim, não me incomoda. Seria mais um processo deles contra mim. Suas decisões são mais políticas do que técnicas, daí seu papel ser muito questionado pelo nosso povo”.

 

Jackson volta a fazer duras criticas ao TC II

Outro trecho do discurso de Jackson: “Se o Tribunal de Contas de Sergipe quiser uma pista, comece pelos contratos das empresas de consultoria — uma verdadeira farra. Analisem as obras realizadas com recursos próprios, as licitações, as compras-net, os contratos de carro e o combustível. Vejam de forma detalhada todas as compras do Estado nos últimos 4 anos. Vejam as contas e pagamentos na área de publicidade. Analisem os preços de mercado de todas as obras de infra-estrutura realizadas. É bom analisar também todos os pagamentos feitos com recursos do tesouro estadual durante a administração João Alves e seu Governo partilhado com os familiares.

É aí que reside o nó da questão, Srs. Conselheiros do Tribunal de Contas. O Tribunal de Contas é conivente, é um tribunal político, quando deveria ser técnico. Se você tem problemas pendentes no Tribunal de Contas e tem a simpatia dos seus conselheiros, tudo bem. Caso contrário, você pagará um preço muito alto — e sabemos como pagamos.E agora, Srs. Conselheiros do Tribunal de Contas de Sergipe, vocês vão autorizar ou não a auditoria na Deso?”.

 

 

Nota de Solidariedade e de Apelo-Sindjor I

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de Sergipe (Sindijor/SE) vem publicamente prestar total e irrestrita solidariedade ao repórter-fotográfico Noel Lino, jornalista de imagem.Este profissional foi covardemente agredido moral e fisicamente pelo senhor Jorge Costa, vereador e secretário municipal de Obras do Município de Santo Amaro das Brotas. Noel Lino estava em pleno exercício de sua atividade profissional. Ele registrava jornalisticamente, na manhã desta terça-feira, dia 22, em frente ao prédio da Câmara de Vereadores um ato de protesto contra o prefeito do município de Santo Amaro das Brotas.Insatisfeito com a atividade profissional do repórter fotográfico Noel Lino, o senhor Jorge Costa, irmão do prefeito, investiu violentamente contra o jornalista e tentou arrancar a câmera fotográfica (instrumento de trabalho do profissional). Não conseguindo, agrediu fisicamente e ameaçou o repórter.

 

Nota de Solidariedade e de Apelo-Sindjor II

Os jornalistas sergipanos reagem indignados a esta ação física, como também contra todas as ações subjetivas que tentam de todas as formas amordaçar, impedir, censurar os profissionais da imprensa e a sociedade. Chega! O Sindijor/SE informa que vai utilizar de todos os mecanismo legais possíveis para a defesa do repórter fotográfico Noel Lino e para responsabilizar civil e criminalmente o senhor Jorge Costa. A luta de todos é pelo fim da impunidade. Esta entidade ainda alerta e apela as instituições de Segurança Pública em Sergipe. É preciso promover a devida segurança ao repórter fotográfico Noel Lino em função das ameaças do senhor Jorge Costa.

Direção do Sindijor/SE.

 

Conexão com o leitor: do professor Wagner Lemos

E-mail do professor Wagner Lemos: “Caso sejam realmente provadas as denúncias que envolvem João Alves Neto e o governo de seu pai, será que o nosso ex-governador dirá que é um absurdo que ele próprio não soubesse de nada? Afinal foi o que ele disse a respeito dos assessores de Lula e que trabalhavam no mesmo escritório. O que ele dirá sobre a mesma casa e o mesmo sangue? Como diz uma frase de teor humorístico que circula por aí: “É o menininho de papai!”.

 

 

Protesto dos estudantes da Unit

Ontem, à noite, 22, os alunos da Universidade Tiradentes liderados pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) da instituição irão realizar um ato no campus da Farolândia que deve levantar a discussão sobre alguns assuntos que têm preocupado os estudantes. Dentre os pontos de pauta estão: o atraso na entrega das carteiras de passe escolar, a reduzida frota de ônibus que atende à comunidade universitária e a proibição de estacionar nas imediações da universidade imposta pela Superitendência Municipal de Transportes e TRânsito (SMTT), o que têm gerado multas e guinchamento de carros. Todos as reclamações dos estudantes estão direcionadas à SMTT. De acordo com o presidente do DCE (Unit), Danilo Segundo, “já foram feitas várias tentativas de diálogo como superitendente do órgão, mas ele não se mostrou aberto à discussão”. (Da Infonet).

 

 

Avosos promove Campanha de Saúde Bucal

Acontecerá na próxima quinta-feira, dia 24, a Campanha de Saúde Bucal na Casa de Apoio à Criança com Câncer “Tia Ruth” /Avosos. A campanha visa educar, orientar e incentivar as crianças assistidas pela instituição a terem uma higiene bucal eficiente ocasionando a diminuição das cáries dentárias.A campanha será realizada em três etapas promovidas pela equipe multidisciplinar, um lanche anticariogênico com frutas e sucos, uma peça realizada pelo grupo teatral do Centro de Educação Permanente da Saúde – CEPS do município e uma orientação para melhor escovação seguida da aplicação do flúor no escovódromo montado para o evento. Todas as crianças presentes irão receber uma escova de dente e um creme dental doados pela Secretária da Saúde do Estado.O evento terá início às 15h30 no Espaço de Multieventos da AVOSOS que fica localizada na Rua Leonel Curvelo, nº 55, Bairro Suissa.

 

Frase do Dia

“Aprendemos a voar como pássaros, e a nadar como peixes, mas não aprendemos a conviver como irmãos”. Martin Luther King.

 

 

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais