Leilão de energia hoje assegurará economia forte de Sergipe em 2025

0

“O jornalismo é o exercício diário da inteligência e a prática cotidiana do caráter.” Cláudio Abramo.

Será realizado hoje, 18, na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), em São Paulo, o leilão A-6, da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) que poderá mudar a economia de Sergipe a partir de janeiro de 2025, quando do início do suprimento da energia leiloada agora.

Segundo o jornal Valor, o leilão A-6 será disputado por grandes empresas do setor de GNL. A Golar, sócia da Ebrasil na Celse, responsável pela construção da usina Porto de Sergipe (1,5 mil MW), em Barra dos Coqueiros (SE), vai participar do leilão com mais três projetos, no Sergipe e Pará, todos em sociedade com parceiros distintos, num total de 2,4 mil MW. Um deles é a expansão da térmica sergipana.

No leilão A-6, Sergipe tem cadastrados 2 projetos de empreendimentos para energia fotovoltaica (oferta 600 MW) e 3 projetos de Empreendimentos para térmica de gás natural (2.201 MW).No total, foram cadastrados 1.829 projetos, totalizando 100.874 MW de capacidade instalada.

A Empresa de Pesquisa Energética – EPE informa que o programa “Novo Mercado de Gás” objetiva a formação de um mercado de gás natural aberto, dinâmico e competitivo. A expectativa é de que haja um aumento da competitividade do insumo abrindo novas possibilidades de investimentos em projetos intensivos em gás natural. No programa, a EPE destaca as perspectivas das novas plantas produtoras através da Bacia de Sergipe-Alagoas com um cenário de maior competitividade no preço do gás natural.

A expectativa do governo e do mercado é de que bacia de Sergipe possa produzir o gás natural mais barato do país, por conta do aumento da produção e da entrada no mercado de outras petroleiras.

 

Perguntar não ofende Que nome se dá ao prefeito que ao invés de divulgar sua cidade nas redes sociais prefere divulgar outra cidade? Estranho? Não, é Sergipe Del Rey…

Sergipe terra dos líderes do governo no Congresso Depois de André Moura é a vez do sergipano senador pelo Tocantins, Eduardo Gomes (MDB). Ele é natural de Estância e radicado no Tocantins há muito tempo onde também. foi deputado federal. Tem um irmão, José Roberto, também sergipano, que é procurador do TCE/TO.

Orla de Atalaia uma bagunça Os comerciantes da Orla de Atalaia nunca reclamaram tanto da bagunça que a atual gestão está deixando na Orla de Atalaia. Os vendedores encostam seus reboques adaptados como mini food trucks em todos os locais. Não há mais fiscalização e basta um pedido ao político de plantão para se instalar em qualquer local. Os estacionamentos estão sendo tomados por ambulantes com seus mini food trucks principalmente no fim de semana. É só passar olhando atentamente para encontrar vários deles. Uma bagunça que retrata o atual governo.

Instinto animal Na fúria de atacar o prefeito Valmir de Francisquinho (PL), a oposição tem se esmerado em errar o quanto pode. Primeiro atribuiu a Polícia Federal na cidade a ele. Errou feio. Depois cometeu intolerância religiosa ao afirmar que Valmir recorreu à macumba quando, na verdade, o prefeito esteve numa celebração a São Cosme e São Damião. E agora, de forma absurda, tenta confundir os itabaianenses sobre um projeto de proteção aos animais.

Todos juntos E se nas duas primeiras tentativas o DNA era exclusivo da família Teles de Mendonça, controladora da Rádio Capital do Agreste, de onde partiram os ataques descabidos, agora, na questão dos animais, a parceria “MariLu”, com a anuência de Maria Mendonça e Luciano Bispo, fica evidente. É que o ataque começou com a presidente da Câmara, vereadora Ivoni Andrade, aliada de Luciano, eleita para o cargo com o apoio de vereadores ligados a Maria e a Luciano, unidos. Mas o ataque prosseguiu na emissora dos Teles.

 Sem noção Um funcionário da emissora disse que Valmir “cobraria imposto de quem cria animais”. O absurdo maior disso tudo é que o projeto enviado a Câmara de Vereadores é um dos mais modernos do País e prevê a implantação de microchips nos animais a fim do controle de zoonoses, defendendo os animais e protegendo a população itabaianense de doenças e riscos à saúde.

 Ataques à sociedade E enquanto todos clamam por soluções para essa questão, os adversários de Valmir se apegam ao custo do microchip, em torno de R$ 10, sendo que os animais de rua, cachorros e gatos, primordialmente, serão “chipados” gratuitamente, assim como o serão aqueles das pessoas de baixa renda comprovada, e espalham criminosamente que será “cobrado imposto” para se criar um animal, a sociedade, aterrorizada pelas mentiras propagadas, se pergunta: afinal de contas, a oposição quer combater Valmir ou quer destruir Itabaiana?

 Amanhã, 19, 7º Congresso Estadual do PT/SE O 7° Congresso Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT/Sergipe) será realizado amanhã, 19, em Aracaju. O encontro vai eleger a nova direção estadual do partido e reunir suas principais lideranças políticas. Com o tema “Lula Livre”, o congresso se inicia às 8 horas, no sábado, na sede do Sindicato dos Bancários.
Organização “O congresso encerra um ciclo de organização interna e instaura um debate mais forte para as eleições de 2020. Juntos, vamos traçar o modelo de cidade que precisamos em Aracaju e em cada município do nosso estado”, endossou o presidente do PT de Aracaju, Jefferson Lima. O Congresso Estadual antecede o Congresso Nacional, em novembro, quando o PT define a próxima direção nacional.

Celi promove palestra sobre IPCA A Construtora Celi promoveu, na última quarta-feira, 16), uma palestra voltada aos corretores e imobiliárias parceiras sobre a nova modalidade de financiamento imobiliário da Caixa, vinculada ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ministrada pelo gerente Regional de Construção Civil do banco, Tarcízio Andrade. O evento aconteceu no Espaço Celi Sementeira Park, com o objetivo de capacitar e atualizar os participantes acerca desta nova oferta de crédito imobiliário, lançada recentemente pela Caixa. Um momento de esclarecimento de dúvidas e muito aprendizado sobre as novidades do mercado imobiliário!

Grandes atrações vão agitar a Feijoada do Externato São Francisco O Externado São Francisco de Assis vai realizar a tradicional ‘Feijoada Beneficente’ a partir das 12h do sábado, dia 9 de novembro, na sede da instituição, localizada na Avenida Edézio Vieira de Melo, número 585, Bairro Suíssa, em Aracaju. A festa será comandada por Thiago Sol, com a banda Sol Kids, Fábio Lima, Maraísa a Dama do Forró e manda Menina Mariah.

Programação A programação musical vai ser aberta pelo cantor Thiago Sol que lançou recentemente seu novo projeto inovador, a banda Sol Kids, com repertório infantil, que está agradando a criançada e toda a família com músicas que marcaram os anos 80 e 90, além de hits autorais. Em seguida se apresenta o cantor Fábio Lima com um repertório recheado de canções da Música Popular Brasileira recordando sucessos dos maiores artistas do país.

Programação II A Dama do Forró, Maraísa, que lançou recentemente o seu novo clip ‘Na balada com as amigas’ está preparando um show especial e promete não deixar ninguém parado com muito forró das antigas, autêntico forró e músicas autorais. Para encerrar a festa vai se apresentar pela primeira vez no Externato São Francisco de Assis, a banda Menina Mariah, sob o comando de Marcele Machado. A turma vai fazer muito barulho com a percussão e sucessos de bandas como Timbalada e Olodum.

Ingressos Os ingressos estão sendo vendidos por R$ 30 + uma lata de leite (com direito a feijoada), na sede da instituição. Outras informações através dos números (79) 3224-3509 e 99158-6400.

PELO ZAP DO BLOG CLÁUDIO NUNES – (79) 99890 2018

Portal da Transparência menos transparente? Do leitor Toninho do Porto: “Sempre acompanho a transparência do Estado e Município através dos portais, e notei que recentemente o Portal da Transparência do governo do Estado retirou a pesquisa da folha de pagamento por nome do servidor comissionado e efetivo, por cargo e função. Qual o motivo do retrocesso? Seria uma forma de dificultar a pesquisa das pessoas nomeadas no governo? Agora só temos a opção de pesquisar inativos ou por órgão. Com a palavra o governador do Estado ou quem responda por ela. Transparência É LEI. Coisa feia…”’

Ode a Primavera Por  Ailton Rocha: “A PRIMAVERA simboliza o encontro das águas e esta boa nova se espalha pelos campos colorindo a natureza. Os oceanos se avolumam, os pássaros gorjeiam mais felizes, as plantas florescem, os dias são irrigados com borrifos de chuva tornando a temperatura mais agradável, as estrelas ficam mais visíveis, os poetas mais inspirados. É o universo em harmonia. Ora, direis, participe dessa festa. Comemore a vida também. É o sol de primavera, abra o seu coração. Triunfe sobre o livre arbítrio. Toda beleza requer ajuda. Tire o máximo proveito desses dias, e não desperdice um instante deles. Afinal, aproveitar em demasia as benesses que a vida tem a nos proporcionar não custa nada, a não ser – sensibilidade e capacidade reflexiva – inerente a cada ser; quiçá, se deixarmos para depois o exercício e a prática do bom senso, estaremos cometendo, naturalmente, um atentado aos nossos princípios. Portanto, façamos o melhor, pois a vida é curta e devemos viver cada dia conforme eles vão aparecendo, pois assim estaremos sempre o mais feliz que possamos ser.”

Nota à imprensa – Sobre paralisação de 24h dos policiais civis nas delegacias

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol/SE) informa que dará início à paralisação de 24h nas Delegacias de Polícia Civil a partir das 7h desta sexta-feira, 18, com ato marcado em frente ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) com toda a categoria reunida.

Informamos ainda que nenhuma Delegacia de Polícia Civil estará fechada por completo nem o cidadão terá acesso dificultado ao local, pois o mínimo de 30% do efetivo será assegurado. Serviços como registro de flagrantes, custódia de presos e guarda de materiais apreendidos permanecem assegurados.

A luta dos policiais civis continua sendo pela aprovação do Projeto Oficial de Polícia Civil (OPC). Futuros encaminhamentos da categoria serão deliberados de maneira coletiva em Assembleia Extraordinária que será agendada em breve e devidamente comunicada aos filiados da entidade sindical e colegas da imprensa.
Aracaju (SE), 17 de outubro de 2019

Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe

NOTA DE APOIO

As Associações Representativas dos Militares Estaduais de Sergipe @asprasergipe @amesenaluta @unica.baseforte @asimusepse manifestam apoio ao movimento legítimo do Sindicato dos Policiais Civis de Sergipe @sinpolsergipe

Diante das últimas declarações do Governador do Estado fica claro que os servidores (ativos, inativos e pensionistas) e a melhora dos serviços à população não são prioridade desta gestão.

Já que o discurso de austeridade e de crise financeira que é propagado não condiz com as notícias de nomeações de aliados, gastos inapropriados com Jetons, reajuste nos vencimentos do próprio Governador, Vice Governadora e Secretários, além de reajuste do poder Judiciário, reajuste e benefícios ao Ministério Público e reajustes dos subsídios do TCE e dos vencimentos da Defensoria Pública do Estado.

O tratamento dado convenientemente pelo Governo do Estado e pela Assembléia Legislativa a estes órgãos torna-se uma afronta aos servidores que amargam a defasagem salarial dos últimos anos, como também a falta de políticas permanentes de valorização especialmente dos profissionais da Segurança Pública.

Portanto, continuaremos a luta pelos direitos dos servidores militares estaduais e apoiaremos de forma irrestrita a luta travada pelo Sinpol/SE. Uniremos forças em prol de um futuro melhor para estes profissionais e para a população sergipana.

Aracaju, 17 de Outubro de 2019

PELO E-MAIL E FACEBOOK

Sinpol: Nossa Casa de Rivonia, se necessário for. Por Adriano Bandeira,  presidente do Sinpol/SE

Em 11 de julho de 1963, seis lideranças Sul Africanas que lutavam contra o Apartheid foram presas em uma casinha humilde que usavam como refúgio, localizada em Rivonia, uma área rural do subúrbio de Joanesburgo. Por certo que no momento atual, com três décadas de vigência da Constituição Cidadã, não se vislumbra da prisão de quem quer que seja em razão da defesa de direitos.

Mas a despeito dessa garantia, que aparentemente já experimentamos, seguramente ainda vivemos vários apartheids (separações indevidas). Apartação preconceituosa contra a qual ainda lutam os negros, os pobres, os analfabetos, as mulheres, os homossexuais, entre outros grupos.

Importa registrar que nem sempre os segregados são a minoria, tal como não eram os negros nas terras de Nelson Mandela, tal como não são os negros no Brasil. Os pobres não eram minoria nas terras de Gandhi e também não são no Brasil. Ainda assim, lá e cá o Apartheid continua.

Infelizmente também há apartheids em instituições republicanas respeitáveis. Mas o que sobreleva destacar aqui é o que todo policial civil da base sente na pele. Ele não é diferenciado apenas pelo nível remuneratório, feixe de atribuições ou outro aspecto legal. A diferença alcança outros campos, de forma que o sentimento generalizado é de que o agente e o escrivão são servidores públicos de menos importância na Polícia Civil, cuja utilidade reside em executar a tarefa mais rude do inquérito policial.

“Madiba” avisou que não há caminho fácil para a liberdade, mas eu não pensei que seria tão difícil.

Em outubro do ano passado, eleito presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol/SE) e contando com a simpatia da cúpula da Segurança da Segurança Pública do Estado de Sergipe, declarei publicamente o voto no candidato Belivaldo Chagas e incentivei meus companheiros da base da Polícia Civil a confiarem na proposta da continuidade do Governo. Não o fiz após um entendimento mesquinho ou pessoal, pedi ao governador tão somente que ele realizasse um sonho da minha categoria, unificando os cargos da base.

Solicitei do governador que ele fosse sucessor do governador Marcelo Déda não apenas cronologicamente, mas também nas atitudes. Déda – quanta saudade – reforçou a luta contra o apartheid, diminuindo as disparidades remuneratórias entre as categorias policiais civis. Restava a Belivaldo tão somente mudar a carreira policial, criando o Oficial de Polícia Civil (OPC). O compromisso foi firmado e coube a mim cumprir a minha parte primeiro. Agora, tristemente, venho a público me opor contra o Governo.

 Não posso fazer essa defesa da palavra dada sem antes reconhecer que um membro do governo merece todo meu reconhecimento e amizade. Trata-se do secretário da Segurança Pública, João Eloy de Menezes, que mesmo sendo um delegado de Polícia Civil resistiu à pressão de seus pares e defendeu o OPC até o fim, fazendo de sua palavra um celeiro de credibilidade.

Depois de João, outros delegados também merecem o nosso reconhecimento, a exemplo de Mário Leoni e Jocélio Fróes.

Por último, antes do descumprimento do compromisso, ainda tentaram dividir as forças de Segurança Pública, atribuindo aos oficiais da Polícia Militar o entrave para a aprovação do OPC. Estou certo de que os superiores da polícia ostensiva não se sentiram sequer minimamente ameaçados pela atribuição da nomenclatura “Oficial” ao policial da base da Polícia Judiciária.

Não. A decisão de não encaminhar o OPC foi uma atitude de Governo.

Quanto aos deputados estaduais, sei que se fosse um projeto de Governo, como foi no nascedouro, a aprovação seria por unanimidade. Contudo, não há como deixar de reconhecer a atuação do deputado Capitão Samuel em um momento em que poucos quiseram assumir publicamente o apoio.

Ressalto ainda que chegará o momento em que nossos parlamentares perceberão que a eficiência da Segurança Pública e a valorização do homem que o protege é a saída. Fazer mais com menos em matéria de segurança é vital. Saberemos reconhecer um a um os apoios que sabidamente virão.

Quanto a mim, farei em Assembleia o mesmo compromisso que “Tata” fez perante a Corte Suprema de Pretória, na mesma e exata extensão.

No momento, face à frustração dos policiais civis, que se sentem enganados, vítimas de um estelionato eleitoral, não tenho outra saída senão oferecê-los o Sinpol/SE, para que seja sua Casa de Rivonia, se necessário for.

 

 

Maconha no Vaticano     Paulo Roberto Dantas Brandão

No discurso que fez recentemente no Congresso dos Conservadores em São Paulo, a Ministra Damares Alves disse que estava ali há algumas horas, e ninguém havia distribuído maconha. Para Damares todo esquerdista é maconheiro. Como o congresso em questão era de direitistas, não deveria haver maconheiros por ali. A premissa então é que todo esquerdista é maconheiro.

A internet, seja nos grupos do zap seja no Face, está cheia de afirmações de que o Papa Francisco seria um perigoso comunista. O Papa estaria a serviço do comunismo internacional e trabalho para a sua disseminação no mundo. A justificativa é que o Papa estaria defendendo o globalismo, teria ligações com o perigoso George Soros, um riquíssimo socialista (sic), estaria levantando questões ambientais, contrariando o grande Guru Bolsonaro, atacando o desmatamento na Amazônia, e convocando um sínodo onde a maioria dos convidados era composta de perigosos esquerdistas. Pronto, logo, o Papa é comunista. Como todo comunista é esquerdista por definição, então, por silogismo: o Papa é maconheiro.

Ora, se o Papa é maconheiro, a Praça de São Pedro deverá estar repleta de traficantes, prontos para oferecer um baseado aos fieis. Quem sabe se na solenidade de canonização de Irmã Dulce, aproveitando os ares da Bahia, não havia um fumódromo por lá? Quem sabe o grande ideal do comunismo é transformar o Vaticano numa grande Cracolândia?

Quanta besteira meu Deus. Sou do tempo em que a Igreja Católica era o berço do conservadorismo. Alguns Papas, como Pio IX foram considerados o suprassumo do reacionarismo. Pio XII é acusado de ter apoiado o nazismo, com o argumento que ali estaria o último bastião contra o comunismo ateu.

O Papa Francisco ser considerado comunista, afirmação disparada na Internet por muita gente que considero (talvez considerava) equilibrada, é o maior disparate que já vi na face da terra. Até porque, a queda do muro de Berlim fez com que os seus entulhos sepultassem de vez o comunismo no mundo.

Esta época bolsonariana conduzida pelo astrólogo Olavo de Carvalho tem se mostrado difícil. A lógica é da confrontação permanente, e da eleição de “perigosos inimigos” à cada esquina e a cada dia. O vírus saiu do governo, e hoje está alojado em todo mundo que se acha ou se diz de direita, de preferência olavista. E o inimigo da vez é o Papa. Coitado do Papa Chico.

Em tempo, antes que me acusem de qualquer coisa. Não há qualquer evidência que o Papa seja maconheiro, nem que estejam distribuindo maconha no Vaticano.

Gente Sergipana – João Claro. Por Antônio Samarone

João Claro dos Santos nasceu em 12 de agosto de 1909. Filho de Juvino José dos Santos e Hermidia Francisca Santos. Ferroviário, nascido e criado no Aribé, Aracaju. Não encontrei a data do óbito.

João Claro foi um dos fundadores do importante Centro Espírita “Irmão Fêgo”. Para os mais novos, o Irmão Fêgo, era Elfego Nazário Gomes, famoso espírita de Aracaju, acreditado curandeiro, residente na Rua de Goiás nº 18, conhecido na primeira metade do século XX, como o Santo do Aracaju. A sua casa vivia lotada de doentes em busca de um alívio. Ele não cobrava.

João Claro foi vereador de Aracaju em 1934. Foi injustamente acusado e punido pelo acidente ferroviário ocorrido em 18 de março de 1946, entre Laranjeiras e Riachuelo, com mais de 60 mortos, onde ele era o maquinista.

João Claro recebeu a condenação do preconceito. Líder operário, comunista, negro, virou o bode expiatório do desastre. Foi considerado o único culpado, quando na verdade foi o que menos teve culpa. Trem superlotado, velho, linha férrea com manutenção precária, nada foi levado em conta.

Depois a sociedade reconheceu o erro, e batizou com o nome dele uma importante via pública do Bairro Siqueira Campos (Aribé), a Rua Vereador João Claro.

João Claro, negro, operário, uma vida dedicada a libertação do seu povo.

PELO TWITTER

www.twitter.com/gilmarcarvalho Quebrou o Estado, humilha servidores e manda bater na porta da União quem quiser reestruturar carreira – NE Noticias.

www.twitter.com/AFS_Andrada Ficar vendo bobagem no Twitter tem me ajudado a atravessar dias muito difíceis. Não devo ficar nessa rede muito tempo, mas por enquanto vou ficando. Obrigado a todos que interagem comigo por aqui. Tem sido importante e terapêutico.

www.twitter.com/CFcomunicologo O petróleo cru vai manchar a combalida economia sergipana e dizimar espécies da fauna e flora litorânea. Imensuráveis prejuízos serão contabilizados e todos darão atenção ao grave problema. A natureza paga um alto preço e comunidades pesqueiras viverão tempos sombrios.

www.twitter.com/frednavarro O Brasil, sempre na vanguarda das nações, esculhambou a situação e abduziu a oposição. Estamos fritos e mal pagos.

www.twitter.com/andretrig Chimpanzé idosa de 59 anos, matriarca de dezenas de outros chimpanzés, percebendo o fim de sua vida, se recusa a comer, beber e passear, só esperando o seu fim. Mas veja a reação dela ao ver seu antigo amigo e cuidador que não via há quase 50 anos, desde 1972. Emocionante!

Siga Blog Cláudio Nunes:                   

Instragram

 Facebook

 Twitter

 

 

Frase do Dia
“O melhor médico é aquele que recebe os que foram desenganados por todos os outros.” Aristóteles. 18 de Outubro, Dia do Médico.

 

 

O texto acima se trata da opinião do autor e não representa o pensamento do Portal Infonet.
Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais